Conhecendo as cidades de Goderich e Bayfield na costa oeste de Ontário

Continuando nossos passeios de finais de semana por Ontário hoje vou contar em detalhes duas cidadezinhas que conhecemos na costa oeste de Ontário, às margens do lago Huron: Goderich e Bayfield. Vocês não tem idéia do número de vezes que planejei este passeio e como estou feliz de finalmente ter conhecido esta região de Ontário. Estou encantada com tudo que vi e resolvi escrever este post no mesmo dia da visita, para tentar passar para vocês esse encantamento pela região – e também dar esta dica o quanto antes, porque vale muito a pena conhecer o local.

Ao longo das margens do Lago Huron, este par de cidadezinhas pitorescas separadas por um trecho de 20 km são um dos segredos da província de Ontário, que certamente não é descrito em nenhum guia de turismo e eu não vi ainda ninguém postar ou visitar o lugar, explorando e falando detalhes como os que eu irei citar. Confesso que como já vinha querendo visitar o local há algum tempo eu venho pesquisando MUITO sobre ele e até já tinha partes deste texto rascunhadas e guardadas para quando este post fosse ao ar.

Onde? Distância? O que ver no caminho?

Como falei anteriormente as duas cidadezinhas ficam na beira do Lago Huron, que é um dos lagos que banha a província de Ontário. Elas ficam localizadas à oeste de Toronto e demoramos 2h30 para chegar saindo de casa. Um caminho no meio de fazendas e sem grandes atrações, mas que compensa. Começamos visitando Goderich e depois seguimos sentido sul pela estrada 21 até Bayfield. A distância entre as cidades é 20 minutos e não há muito o que ver (apenas fazendas), o que é uma pena porque só fiquei imaginando uma estrada passando pela bela costa azul turquesa do local.

Tivemos um grande dilema: não queríamos ficar tanto tempo no carro com os meninos, sem parar para eles correrem e cansarem um pouco. Mas, ao mesmo tempo não queríamos “perder tempo” visitando outros locais, porque minha lista de atrações era tão grande e eu sabia que não conseguiria visitar tudo. Tivemos “a sorte” dos meninos terem acordado 6am, então 7:30am já estávamos na estrada. Paramos para carregar a bateria no caminho, deixamos os meninos correrem em um parque na região de Waterloo (foto abaixo), e depois seguimos viagem.

Se você quiser fazer este caminho com mais calma e explorar locais no caminho segue uma lista do que você pode ver, incluindo Cambridge e Stratford. Porém, ambas cidades merecem um dia todo só delas, então a dica é tentar aguentar as 2h30 e seguir viagem direto para o litoral, porque você vai querer gastar todas as horas do seu dia por lá. Obviamente falo isso para quem tem criança, porque sei que não é fácil ficar tanto tempo assim no carro. Os meninos são tranquilos até 1h30. Depois disso ficam entediados. Eu tenho minhas técnicas, mas gosto mesmo de dividir em trechos de 1h – e foi isso que fizemos com nossa parada em Waterloo e deu super certo. Vou citar aqui apenas um outro lugar que li ser bonito mas não paramos: Blyth.

Goderich

A maior das duas cidadezinhas é Goderich, que tem uma população de 8000 habitantes. A cidade é conhecida como “Canada’s prettiest town” ou “a cidadezinha Canadense mais bonita”. E foi fazendo pesquisas sobre cidadezinhas pitorescas online que este título me chamou a atenção. Pode até ser um título meio exagerado, mas o lugar é MUITO lindo. Vou listar abaixo tudo o que vimos no lugar e nos fizeram nos apaixonar por Goderich.

Goderich Lighthouse: o farol da cidade foi o primeiro a ser construído do lado Canadense do lago Huron, abrindo em 1847. Ele fica localizado em um dos parques da parte alta e é simplesmente maravilhoso. Esse parque é bem pequeno e para nossa sorte estava vazio – somente nossa família estava presente. Colocamos toalha em uma das 3 mesas de picnic do local e ficamos ali comendo e apreciando o azul turquesa do lago. Eu me emocionei com aquele momento: como depois de 10 anos morando em Toronto eu ainda tenho a oportunidade de ver lugares assim tão especiais pela primeira vez? No final do parque há escadas para descer para a praia de St Christopher, mas todas as praias da cidade estão fechadas então o acesso estava fechado também. Além das mesas de picnic o local tem um pequeno parquinho infantil (também fechado) e bancos para as pessoas apreciarem o pôr do sol.

O caminho até Rotary Cove: Goderich possui uma estrada que costeia o lago. E ao lado há os bluffs (elevações) onde estão as casas e a cidade em si. Essa estrada é chamada de Cove Road e começa na Main Beach, passando pela St Christopher’s Beach e chegando até Rotary Cove. A estrada estava fechada – reforma – assim como todas as vidas no alto dos bluffs para acessá-la. As praias também estavam fechadas por causa da pandemia. Uma opção para você apreciar o local é comer no Beach Street Station, restaurante dentro da antiga estação de trem da cidade, que tem um pátio na beira da praia. O local já está aberto para dine-in.

The Square: o centro de Goderich possui uma rotatória octogonal conhecida como ‘The Square’. O tribunal do justiça fica no meio desta praça e ao redor você encontra edifícios históricos que hoje abrigam hotéis, restaurantes e lojas. Passamos no local apenas de carro mas achei incrível. Vale a pena dar uma olhada no google maps e ver só como as ruas estão distribuídas e como esta praça dá um charme a mais para o local.

Menesetung Bridge: antiga ponte de trem de 1907 que hoje é de pedestres e parte da Tiger Dunlop Heritage Trail. O local impressiona pela sua estrutura de madeira e ferro e seus 60 metros de altura sobre o Maitland River. É uma atração imperdível e simplesmente linda. Você consegue ter vistas do porto (que não é tão bonito assim) e do rio e um campo de golfe que está ali perto. Passamos por ela e o local estava bem movimentado, então não ficamos muito tempo.

Outras atrações do local que passamos inclui o Huron Historic Gaol (uma prisão de 1839 que hoje é museu), Huron County Museum (um prédio lindo onde fica o principal museu da cidade, que tem até locomotiva a vapor), Lions Harbour Park (parque na beira do porto com restaurante que não visitamos porque achamos bem cheio) e várias reservas e parques próximos, como o George G. Newton Nature Reserve, o Morris Tract Provincial Nature Reserve e a trilha Maitland Woods. Vale falar que ao dirigir pela cidade você vai encontrar casas lindas e vários “parques” com vista espetacular para o lago Huron, que nesta região tem uma cor incrível.

Não ficamos até o final do dia mas um dos pontos fortes da região é o pôr do sol, que pelas fotos é incrível. Se você tiver a oportunidade de extender seu passeio e ficar na cidade até o horário do pôr do sol eu recomendo.

Bayfield

Bayfield foi a segunda cidadezinha que visitamos, que é bem menos e tem cerca de 1100 habitantes apenas. O motivo de termos ido visitar Bayfield foi simples: visitar a Main Street depois que eu li este post aqui. Essa rua é cheia de restaurantes e galerias de arte com ótimos reviews e com história, bem do jeito que eu gosto. Ainda não nos sentimos confortáveis em sentar em um restaurante, então só passamos mesmo de carro mas não poderia deixar de dar a dica: vale muito a pena. Eu vi padaria, pub, duas sorveterias e vários outros restaurantes. Tudo lindo e colorido: um lugar feliz!

Depois de visitarmos a Main Street nós tínhamos que ver o lago. E foi ai que visitamos o Pioneer Park. Este parque fica no topo dos bluffs e tem vista linda para o porto da cidade e o lago Huron. A água de Bayfield tem uma linha mais amarelada (areia?) e o azul turquesa está mais longe, mas mesmo assim está linda. Para minha surpresa as praias de Bayfield estão abertas, mas há placas que pedem o distanciamento social. Assim como em Goderich há escadarias de madeira para você descer até a beira do lago. Como estava ventando bastante eu e o Ju revezamos e fomos sozinhos para conhecer o local, deixando as crianças com o outro no carro.

Antes de irmos embora fomos passar de carro pelo pier e marina. Há uma pequena praia e o lago estava bem agitado, então não havia ninguém por lá. Apenas passamos pelo local e achamos tudo muito lindo. Notamos as muitas mesas de picnic amontoadas em um canto da estrada mostrando que, embora a cidade esteja aberta, eles não querem muitos visitantes. Vale falar que os banheiros públicos e alguns outros espaços como decks e lugares para observação também estavam fechados.

Espero que tenham gostado deste passeio (foi muito especial) e aguardem porque tenho mais roteiros e dicas para passar de passeios que fizemos nas outras semanas e também dos novos passeios que estou organizando para os próximos finais de semana de calor. Se forem passear não deixem de tag o blog para eu poder ver o passeio de vocês e também outras pessoas possam conhecer meu trabalho aqui.

E não deixem de ver abaixo uma lista de alguns posts com passeios e lugares para conhecer em Ontario que já foram escritos aqui no blog:

Nosso passeio inesquecível no Long Point Provincial Park

Região de South Georgian Bay

Awenda Provincial Park e arredores

Elora e arredores

10 parques provinciais e áreas de conservação para passear perto de Toronto

10 lugares em Ontario que queremos visitar quando tudo voltar ao normal

Gananoque e a região das 1000 Ilhas

13 lugares curiosos que você não deve deixar de conhecer em Ontario

Stratford

A “ponte do beijo” no interior de Ontario

Cachoeiras de Hamilton

6 Resultados

  1. Ana disse:

    Obrigada pelas dicas. Visitei ontem o lugar é fiquei encantada!!! As praias estão agora abertas. Adoro dicas de passeio assim.

  2. Sandra disse:

    Adorei a dica! Que cor de água impressionate! Amo as cidadezinhas de Ontario

  3. Andressa Monteiro disse:

    Olá Baby! Cm sempre seus postsbsao maravilhosos. Te acompanho desde 2013 qd planejava com meu esposo nossa mudança para o Canadá. 😊
    Tenho uma pergunta bem diferente…rs Cm vcs fizeram com banheiro? Com vários lugares fechados me bateu essa questão, ainda mais viajando com crianças. Obrigada
    Bj grande

  4. Fernanda disse:

    Sensacional!!! Moro em Montreal mas quero muito conhecer essa região tbn!!

  5. Maria Menezello disse:

    Nossa sensacional! Amo essas viagens perto de Toronto que vc posta, somente recentemente eu e meu marido pudermos comprar um carro aqui, apesar de viver em Toronto por um bom tempo ja. E agora que estamos explorando mais as cidades ao redos, é ótimo ler os seus posts e poder fazer nossa listinha de próximos lugares! Obrigada por compratilhar Gaby! Eu sou a chata do Instagram que sempre te manda msg kkkk. Obrigada once again! Beijaao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *