Os bairros de Toronto que eu não moraria por serem os mais perigosos

Hoje é dia de projeto #vidanaGTA e o tema é polêmico, pois envolve os bairros de Toronto que eu não moraria. É muito difícil falar sobre o tema já que eu não conheço em detalhes todos os bairros da cidade, mas sei que não escolheria um bairro violento para morar. Gosto da liberdade de sair na rua e da proximidade que temos do lago – isso me renova. Acho que escolhemos o bairro perfeito para morar aqui baseado no que gostamos! Eu já escrevi sobre o assunto em outro projeto aqui no blog, indicando os 10 bairros de Toronto que eu moraria.

Quando falamos sobre violência sempre ficamos preocupados, obviamente. Mas antes de trazer a lista de alguns bairros considerados violentos que eu (talvez) não moraria, vale falar que a violência do Canadá não se compara ao que somos acostumados no Brasil. E mesmo quando pensamos em Toronto – a maior cidade do Canadá – ela não é a cidade mais violenta do país (mas mesmo assim temos crimes, como em qualquer lugar do mundo). Em uma reportagem recente ela está no lugar 66 da lista (leia). E quero deixar claro que os dados que peguei para indicar os bairros mais violentos estão no site da polícia de Toronto, este aqui.

Abaixo segue uma lista de 5 bairros considerados perigosos nos padrões daqui. Quero lembrar vocês que o crime em Toronto não é restrito a esses lugares. Também quero deixar claro que eu não irei trazer minha opinião porque é difícil para mim falar sobre cada um, já que eu não morei em nenhum deles. Apenas trago descrições que li em outros artigos sobre o assunto. Conheço pessoas que moram em algumas dessas regiões ou próximo e gostam. Abaixo da lista deixo também um mapa apontando a localização de cada um desses bairros ou regiões.

Regent Park

Regent Park é um bairro localizado no centro da Toronto. Pelo que li, o Regent Park foi criado para abrigar cidadãos pobres e ficariam pouco tempo na cidade ou país. Apesar de com o passar do tempo isso ter mudado o local permaneceu uma das áreas mais pobres de Toronto. O Regent Park enfrenta vários desafios que variam de moradias impróprias, educação precária e criminalidade. Os crimes na região são contra pessoas e contra propriedades. Na área em torno das ruas Gerrard e Dundas, existe uma taxa média de criminalidade de 11.97 por 1.000 pessoas. O crime contra a propriedade é de 18.53. Entre as ruas Dundas e Queen Street East a taxa média de criminalidade é de 12.99 contra pessoas e o crime contra a propriedade é de 22.39. Atualização: um seguidor indicou que o bairro está sendo revitalizado e ficando muito moderno. Segue link aqui para vocês lerem mais sobre o assunto.

Jane and Finch

Finch e Jane fica localizada na interseção da Jane Street e da Finch Avenue West, sendo que a área é delimitada pela Highway 400 à oeste, Black Creek à leste, Sheppard Avenue ao sul e Steeles Avenue ao norte. Essa região fica na região noroeste de North York e é considerada uma das mais violentas daqui – senão a mais. Para vocês terem noção de 2009 até 2018 foram registrados 703 tiroteios no local. No início dos anos 2000 a região possuía “uma das maiores proporções de jovens, famílias com apoio exclusivo, refugiados e imigrantes, assalariados de baixa renda e inquilinos de moradias públicas de qualquer comunidade em Toronto”. Naquele época, apenas 70% das pessoas no bairro tinham sistema de água e esgoto adequado (comparado a porcentagem de 95% do Canadá inteiro), e quedas de energia eram comuns. Mais da metade dos moradores do bairro viviam abaixo da linha de pobreza. Esses dados que encontrei são do início de 2000, mas a região ainda é uma das mais pobres de Toronto.

St James Town

Esta é uma das áreas mais densamente povoadas do Canadá inteiro. É também a maior comunidade de arranha-céus de todo o país – e é muito engraçado ver as fotos da região com várias casas e de repente uma quadra CHEIA de prédios. Eu pesquisei e neste pequeno espaço há 19 arranha-céus (que variam de 14 a 32 andares). Essas torres residenciais foram construídas na década de 1960. Oficialmente, aproximadamente 17.000 pessoas vivem nas 19 torres de apartamentos e 4 prédios baixos do bairro. O St James Town fica localizado entre Parliament e Sherbourne Street. A taxa de criminalidade nessa área também é alta, mas não como o Regent Park. Uma vez, St. James Town era uma área cool em Toronto, mas as coisas mudaram e hoje é uma das regiões mais pobres da cidade. A população densa nessa comunidade pode ter o motivo. A taxa média de criminalidade é de 10.44 por 1000 pessoas e 24.97 por 1000 propriedades. As atividades relacionadas ao crime em St. James Town são geralmente roubo. Atualização: um seguidor indicou que mora no bairro e acha muito seguro, sendo que ele e sua família saem à noite sem problema.

Flemingdon Park

O Flemingdon Park é um dos bairros mais famosos de Toronto por ter uma das escolas mais violentas da cidade. Faz fronteira com o norte pela Eglinton Avenue East, a oeste pelo Don River (ramo oeste) e a leste e sul pelo Don River (ramo leste). Os dois ramos do rio se juntam na parte sul do bairro. A fronteira sul é uma estrada de acesso a parques que costumava ser conhecida como Old Lawrence Avenue. O Flemingdon Park é separado das comunidades vizinhas por vales fluviais em três lados e uma área industrial leve, agora usada principalmente como escritórios corporativos, ao lado de várias linhas ferroviárias no lado norte. Há poucas casas e faltam comércios para empregar as pessoas. Ali fica o Ontario Science Centre. Se você fizer uma pesquisa nas notícias com o nome do bairro vai ver vários tiroteios e episódios de violência, mas bem próximo dali estão bairros considerados como “os melhores de Toronto”.

Moss Park

Moss Park é um bairro residencial localizado no centro de Toronto. A área conhecida como Moss Park é tipicamente considerada entre Jarvis Street e Parliament Street, ao sul da Dundas Street, uma área dominada por projetos de habitação pública. É muito estranho ver que uma área tão pequena – literalmente uma quadra – possui esta má reputação. É considerado o segundo pior lugar da cidade para ataques e o pior para crimes relacionados a drogas. Ali só existem apartamentos para alugar e abrigos.

Como falei anteriormente este post faz parte do projeto #vidanaGTA onde eu e outros blogueiros brasileiros que moram na região metropolitana de Toronto (GTA) falam sobre um mesmo tema, todo dia 15 do mês. Espero que tenham gostado da maneira que abordei o tema e não deixem de conferir os posts sobre este assunto nos outros blogs que participam deste projeto este mês:

Livi | Baianos no Pólo Norte
Paula | Brasileira em Toronto
Reinaldo | Vivendo em Hamilton
Sandra e Claudio | Vamo Kombina

A fonte da foto em destaque é a seguinte: jeswin (freepik.com).

2 Resultados

  1. Livi disse:

    Eu tenho trauma do Moss Park! Tive una péssima experiência cheguei aqui. Região horrível…

  2. Taisa disse:

    A primeira vez que fui para o canada, fiquei uma semana no centro, não lembro bem onde, mas sei que foi próximo da Gerrard, acho da estação colege, e realment é um birro bem diferente do resto do Canada. Fiquei lá por uma semana e foi um pouco estressante. Logo depois sai de lá e fui ficar 3 meses na região do High Park, e fiquei totalmente apaixonada pelo Canada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *