10 dicas que vão “salvar” quem mora ou está vindo morar em Toronto

Imaginem a seguinte situação: você morou vários anos em uma mesma cidade e só saia de lá alguns dias ou semanas do ano, para passear. Nenhuma experiência no exterior e nenhuma grande fluência na língua. E ai surge a oportunidade de mudar para outra país e quando você vê está em um novo lugar, com uma nova cultura, tendo que abrir conta de banco, encontrar endereços, procurar casa e emprego. Imaginou? Pois esta situação – ou algumas partes dela – são super frequentes para quem vem morar em Toronto e pensando nisso eu resolvi escrever uma lista de dicas que irão salvar (e eu não encontro palavra melhor) quem está vindo para cá ou chegou e está perdido.

1. Programe com inteligência suas primeiras semanas na cidade

attachment-1-3-copy

As primeiras semanas em Toronto podem ser as mais tensas do seu período na cidade. Todo aquele nervosismo do novo está à tona e somado a isso há muito o que fazer. Por isso a primeira dica é que você programe estes primeiros dias ou semanas de forma inteligência, fazendo uma lista de tudo que deve ser feito e planejando com antecedência como você pode alcançar os seus objetivos. Dicas como conhecer e entender a cidade antes de chegar aqui, contratar uma operadora de celular assim que possível, tratar da parte burocrática, encontrar sua casa e comprar somente o necessário estão especificadas em detalhe neste post aqui e podem te ajudar bastante nestes dias mais confusos e nervosos.

2. Seja pontual nos seus encontros e compromissos

Sim, uma coisa que os Canadenses prezam – MUITO – é pontualidade. E é algo que vai causar uma boa (ou má) impressão; portanto, se você já quer ser bem visto desde o dia 1 saiba que quando uma reunião é marcada para as 2pm isso quer dizer que eles esperam que você chegue às 2pm. Não 1:30pm ou 2:10pm, 2pm. Claro que você é novo na cidade e achar endereços pode não ser uma tarefa muito fácil, mas é sempre bom se programar e tentar chegar antes ao local, e ai “tocar a campainha” ou “bater na porta” no horário marcado, não antes. Eu sou super pontual e costumava chegar antes do horário marcado nos meus compromissos no Brasil, mas vi que aqui eles nem gostam disso e só te vêem com “bons olhos” quando você chega no horário. A foto que destaca este tópico é da freepik.com.

3. É muito seguro aqui, mas sempre há gente mal intencionada

Toronto é a quarta maior cidade da América do Norte e a maior cidade do Canadá. E sim, quando pensamos no seu tamanho e no número de crimes que acontecem por aqui ela é considerada super segura. E é. Mas como em qualquer lugar do mundo há gente mal intencionada e não dá para achar que porque está em um país desenvolvido nada de ruim irá acontecer. As chances são menores mas existem. No site da polícia de Toronto (este aqui) há vários mapas com os lugares mais perigosos da cidade e onde a maioria dos crimes acontecem. Acho super válido procurar por lá e ver se a área que você vai morar é perigosa ou não. A foto que destaca este tópico é um print do site da polícia de Toronto com os mapas que eles tem disponível.

4. Ache tempo para curtir o que de melhor a cidade tem para oferecer

IMG_0947

Mudar-se para uma nova cidade ou país não deve ser sinônimo de privação. Claro que a gente tem que economizar especialmente quando estamos nos mudando para uma cidade tão cara quanto Toronto (clique aqui e leia mais sobre custo de vida na cidade) mas tente encontrar espaço na sua semana para curtir a cidade e apaixonar-se por ela. E aproveitar a cidade não quer dizer gastar muito, já que Toronto possui muitas atrações gratuitas incríveis (clique aqui e veja uma lista com 15 delas). Vai por mim: se você não curtir Toronto e não aproveitar o que de melhor ela tem para oferecer todo o esforço e a saudade de casa não vai valer a pena. Um equilíbrio entre trabalho e diversão é necessário, especialmente quando tudo é novo e, de certa forma, incerto ainda.

5. Não tenha vergonha de comprar (e vender) coisas usadas

Eu confesso para vocês que até hoje fico impressionada quando diretores e gerentes do hospital que eu trabalho comentam (com orgulho) o quão barato eles compraram isso ou aquilo usado. No Brasil nós temos a cultura de comprar tudo novo, mas aqui é totalmente o oposto. E muita gente compra – e vende – coisas usadas e dá para achar muita coisa boa e de qualidade em sites como kijiji, craigslist e outros. Eu já vendi muitas coisas nestes sites e já comprei algumas também. E olha que nem estou falando das vezes que estamos passando na rua e encontramos brinquedos, móveis e outros objetos para doação na frente das casas. E as pessoas pegam mesmo, usam e depois colocam para doação novamente. E é normal.

6. Use a CN Tower e a Yonge Street como pontos de referência

Uma dica infalível para quem está caminhando na cidade de Toronto (que é plana, portanto, às vezes fica difícil saber onde é o Norte e Sul) é procurar pela CN Tower. A torre símbolo da cidade está no sul da mesma, pertinho do lago Ontario e por ser super alta (553 metros de altura para ser mais precisa) pode ser vista da maioria dos lugares da cidade. Então, estando perdido é só procurá-la e fica um pouco mais fácil de entender a direção que você está indo. A outra dica refere-se à Yonge Street, uma rua de 86 km que liga o Lago Ontario e o Lago Simcoe, passando pelo centro de Toronto. A Yonge Street divide várias ruas de Toronto (que estão paralelas ao lago Ontario) em East e West (Leste e Oeste). Portanto, se você estiver na Yonge Street (olhando para Norte) e quiser ir para um endereço que possui a denominada East, basta seguir para a direita; se for West, vá para a esquerda. Clicando aqui você encontra a lista das ruas que possuem a denominação East/West e um pouco da história desta divisão.

7. Gorjetas são esperadas e, de certa forma, necessárias

Os restaurantes de Toronto são famosos não somente pela cozinha variada, mas pelo preço relativamente barato. Se você olhar no cardápio pode ficar impressionado com o preço “barato” de alguns lugares. Porém, todo valor que você vê no menu não está com os 13% de taxa e os 15% de gorjeta. Ai você pode me perguntar: a gorjeta é obrigatória ai no Canada? Deixar gorjeta é uma escolha do cliente: não é obrigatório, mas é esperado e algumas vezes necessário. EU digo necessário porque é de bom tom você deixar algo para o garçom, já que muitas vezes as gorjetas são a parte principal do salário. Eu penso que se você está vivendo aqui tem que se adequar a algumas regras e uma delas é esta da gorjeta. Em geral, a “regra” é dar pelo menos 15% do valor da conta (calculado sem as taxas do governo) e se você foi muito bem atendido entre 18%. Em alguns lugares, para grupos de 6+ pessoas a gorjeta de 18% já é adicionada automaticamente na sua conta. A foto que destaca este tópico é da freepik.com.

8. Contrate um Realtor para alugar ou comprar um imóvel

photo

Quem me escreve pedindo dicas sobre aluguel e compra de imóveis de Toronto tem sempre a mesma resposta: procure um realtor para te ajudar no processo. Realtor é um agente imobiliário que vai conhecer o seu perfil e o da sua família, que conhece bem o sistema complicado de compra e venda de imóveis aqui em Toronto e que vai te ajudar MUITO durante todo este processo. Quando compramos nossa casa tivemos uma ótima realtor nos ajudando e fez toda a diferença, pois ela conheceu nosso perfil, nos mostrou casas dentro da área e do valor que poderíamos pagar e nos ajudou com todo o processo de oferta e compra (inclusive se você estiver lendo este post e estiver procurando por uma realtor eu posso indicar a minha, que além de ser brasileira – falar português é fundamental quando o processo é todo novo, na minha opinião – é super competente e uma ótima profissional). E vale falar que quem paga os serviços do realtor (já embutidos no valor do imóvel comprado) é o vendedor; então, se você está comprando uma casa não precisa se preocupar com taxas extras. Eu já escrevi um montão de posts sobre o assunto aqui no blog. Clicando aqui você encontra um post com fatos importantes sobre compra de imóvel no Canadá, aqui sobre os diferentes tipos de imóveis que você encontra em Toronto, aqui sobre o que você consegue alugar com até $1,000 em diversas regiões de Toronto e aqui sobre o preço de ter sua casa em Toronto. A foto da foto que ilustra este tópico é da vancourier.com.

9. O clima aqui pode ser imprevisível

DSC_4273

O clima do Canadá é bem diferente do que estamos acostumados no Brasil (e olha que não estou falando apenas do inverno mais frio). O clima de Toronto é bem imprevisível e em uma mesma semana pode estar frio e quente. Claro que você não vai fazer, por exemplo, 30C (positivos) em pleno dezembro mas já presenciei temperaturas positivas de 2 dígitos nesta época do ano, assim como temperaturas negativas de dois dígitos em plena primavera (com neve), então a gente não pode achar que porque vamos no verão teremos calor todos os dias ou porque vamos na primeira o frio não vai chegar. Por isso é FUNDAMENTAL (isso mesmo, em letras maiúsculas) checar a previsão do tempo antes de sair de casa ou antes de vir para cá, para ver como o dia ou uma determinada semana será. Geralmente a previsão do tempo em aplicativos é de 14 dias e é bem acurada. Para checar a previsão do tempo eu vou neste site.

10. Tenha a mente aberta

IMG_9136

Eu acho importantíssimo vir para Toronto, sem criar grandes expectativas e tendo em mente que você estará em uma das cidades mais multiculturais do mundo. Estar aberto à diversidade e às diferentes culturas pode ser o primeiro passo para você curtir realmente a sua experiência e abraçar Toronto como sua. E por que eu digo isso? Porque muita gente pensa que não vai encontrar mendigos na rua aqui, não vai ver lixo no chão e que tudo será lindo e perfeito. E não é. E se você não tiver consciência disso sua viagem ou seu sonho de morar aqui pode se tornar um pesadelo. Então, saiba que Toronto é especial porque mistura gente de todos os lugares e porque não é perfeita, mas mesmo assim funciona bem e oferece uma ótima qualidade de vida para seus moradores. Neste post aqui eu falo um pouco mais sobre isso.

Este post faz parte do projeto #vidaemTO onde eu e outras blogueiras brasileiras que moram em Toronto falam sobre um mesmo tema, todo dia 15 do mês. Espero que tenham gostado da maneira que abordei o tema e não deixem de conferir os posts sobre este assunto nos outros blogs que participam deste projeto:

Carina Iani | Blog Outside Brazil
Livi Souza | Blog Baianos no Pólo Norte
Mariana Cimini | Blog Virei Canadense
Mirella Matthiesen | Blog Mikix



Comentários

Ótimas dicas, vou anotar os dados da Realtor. Vamos precisar.
Como sempre seus comentários super pertinentes. bjs

Gaby, parabéns pelo blog ! Dia 29/04 chego por aí para ficar por 4 semanas e aproveitar o melhor de Toronto ! Confesso que estou com frio na barriga, pois será minha 1ª aventura solo ! bjssss

Adorei as dicas Gaby e com certeza precisamos chegar aqui com a mente aberta e aceitar a cidade como ela é, sem criar aquela ideia de lugar perfeito. Beijos

Oi Gaby, obrigada pelas dicas. Tenho uma pergunta, se puder me ajudar agradeço. Aqui no Brasil tem a Decathlon com roupas de esporte na neve, essas roupas são úteis em Toronto? São da Quechua e wedze, como vamos em dezembro, marido e eu, queríamos algo q desse p usar por aí, estamos pensando nas jaquetas de esqui e botas de neve.

Obrigada.

Voce poderia passar o contato da sua realtor?! Preciso de alguem para me ajudar a encontrar um apartamento para alugar…