Nosso caminho para nos tornarmos pais [Parte 2]

Na Parte 1 descrevi um pouco os anos de perdas e fé que tivemos e como chegamos ao momento que decidimos fazer fertilização in vitro. Neste post vou falar de todo o processo e das “fases” que passamos durante este tratamento. Em primeiro lugar é legal falar que ficamos na dúvida se iríamos fazer o tratamento aqui no Canadá ou no Brasil, pois o custo no Brasil é a metade, além de estarmos perto da família, o que é fundamental em um momento como este. No fim, acabamos optando por fazer o tratamento aqui no Canadá mesmo, pois eu queria continuar a trabalhar e a seguir minha vida, o que me ajudaria muito caso o tratamento não desse certo.

Sobre as fases que citei anteriormente, eu divido o meu tratamento de fertilização in vitro (ou IVF como eles chamam por aqui) em 3 fases: 1) estimulação ovariana e retrieval (ou retirada dos óvulos); 2) espera; e 3) transferência do embrião. Vale ressaltar que esta divisão em fases foi determinada por mim, para que fosse mais fácil explicar este processo para vocês aqui no blog. É também importante falar que cada IVF é único – tem mulheres que precisam de mais hormônio, cada médico tem seu protocolo, etc – então não achem que o que estou escrevendo aqui é a única maneira de fazer este tratamento.

1) Estimulação ovariana e retrieval

Antes mesmo de começar a estimulação ovariana (i.e. começar o tratamento de IVF per se) a mulher faz uma série de exames e deve estar tomando anticoncepcional por um determinado período. Depois disso há um certo protocolo e em um determinado dia X do seu ciclo a mulher começa a receber injeções para estimular a produção de óvulos. Eu lembro que minhas injeções começaram no Dia das Bruxas (31 de outubro) e você começa com 1 injeção e depois de um período passei a tomar 3 injeções por dia. As injeções devem ser dadas em locais alternados do seu corpo e no mesmo horário todos os dias. O que acontece é que durante esta fase é preciso desenvolver e colher um bom número de óvulos, mas impedir que a mulher libere estes úvulos por conta própria (i.e. ovulando). Normalmente, uma mulher vai amadurecer um óvulo em um ciclo. Para aumentar a probabilidade de fertilização e de desenvolver um embrião normal, a mulher vai receber injeções de FSH (hormônio folículo-estimulante) para turbinar esta produção de óvulos. Para impedir a ovulação, a mulher tomará uma segunda injeção de um medicamento para bloquear a ovulação. Além das injeções, o ciclo é monitorado através de ultrassom e exames de sangue – quase que diários. Uma vez que os folículos estejam maduros (i.e. quase prontos para liberar os óvulos) a mulher receberá uma injeção de hCG, que é dada 36 horas antes do retrieval. Tudo super cronometrado, minutos e segundos tinham que ser certinhos.

O egg retrieval é um procedimento cirúrgico, no qual uma agulha vai lá nos seus ovários para coletar os folículos. É um procedimento cirúrgico com anestesia (mas fiquei acordada), e achei o procedimento SUPER tranquilo, ao contrário do que leio por ai. Eu não sei se estava muito tranquila no dia, mas não senti nada. Geralmente você tem menos óvulos do que número de folículos, já que nem todos os folículos possuem óvulos. No final do procedimento – enquanto você está repousando – a enfermeira já vem dizer para você quantos óculos maduros você produziu (no meu caso foram 19 óvulos para 21 folículos). No mesmo dia do retrieval já é coletado os espermatozóides do parceiro e já é feita a fertilização. E a cada dia você recebe uma ligação falando sobre o número de embriões que estão conseguindo se desenvolver…

2) Espera

No meu tratamento a fase de espera possuiu 3 subfases (sim, falei para vocês que o processo foi complexo): 2.1) esperar para saber quantos embriões iriam se desenvolver; 2.2) esperar pelo resultado da análise genética; e 2.3) esperar para meu corpo voltar 100% para eu poder fazer a transferência dos embriões. Bom, há vários protocolos de espera para o desenvolvimento do embrião e o nosso foi o mais longo (no dia 5 quando o embrião está na fase de blastocisto). No final, dos 19 óvulos coletados, somente 14 foram fertilizados e 7 chegaram direitinho nesta fase de blastocisto. E dá um medo nesta fase que nenhum dos embriões se desenvolva e que você tenha que refazer o tratamento (mais dor, mais $, mais ansiedade). Uma célula de cada um destes 7 embriões foi retirada e eles foram congelados. Estas células foram mandadas para um centro especializado nos USA para a análise genética. Optamos por não colocar o embrião fresco pois tínhamos medo que todos eles tivessem algum problema genético, devido ao nosso histórico de perdas. Um dia antes da minha Convocation de PhD minha médica me liga dizendo que tínhamos 4 embriões super bons, e certamente os sorrisos e as lágrimas nas fotos da minha formatura tiveram muito a ver com esta notícia (eu estava transbordando de felicidade neste dia).

DSC_8519

Vale falar que nesta fase de espera para a análise genética eu tive muito o apoio dos meus pais e sogra, que estavam aqui para minha formatura. Mas foi da minha irmã o maior apoio que recebi. Lembro que ela não queria incomodar e me deixar mais nervosa – então mandava poucas mensagens – mas sempre que me escrevia era tão positiva e me fazia tão bem receber seus emails com “lógico que vai dar certo” que eu me sentia muito positiva, sempre! (obrigada Mana).

A última espera foi decorrente de uma complicação que tive após o retrieval. Um dos vilões do IVF é a síndrome da hiperestimulação ovariana, quando após a retirada dos folívulos os ovários ficam inchados (i.e. cheios de líquido) e este líquido vai se concentrando na cavidade abdominal. Infelizmente eu tive esta complicação de grau moderado, e tive que tomar muitos remédios e ter vários cuidados (como não tomar água por 7 dias). Por causa desta complicação (e também porque o Natal estava chegando e haveria um recesso na clínica durante as festas de final de ano) minha médica achou melhor fazermos a terceira fase do tratamento – a transferência do embrião – somente em 2015.

Quer saber? Depois de esperar 3 anos para ter nosso filho eu estava super tranquila e sabia que poderia esperar mais alguns meses para transferir o embrião. E foi uma ótima decisão, pois eu, marido e Jojoe resolvemos viajar para o Oeste dos USA e passamos momentos incríveis, relaxando e nos preparando para um ano intenso.

DSC_0554

3) Transferência do embrião

Chegamos de viagem e no dia seguinte já fui no consultório tirar sangue e começar a preparação para a transferência do embrião. Eu jurava que o processo seria simples – colocar e pronto – mas tive que tomar mais injeções, fazer procedimentos de raspagem no útero e, posso dizer, não foi fácil. Mas, novamente, tive o apoio do maridão e o carinho do Jojoe que fizeram toda a diferença. Na primeira semana de fevereiro foi marcada a transferência e durante o procedimento – que era para ser bem simples, sem anestesia nem nada – eu fiquei muito nervosa e acabou demorando mais que o planejado. Porém no fim tudo deu certo e colocamos nossos embriões. Isso mesmo, colocamos 2 embriões. Nem meu marido nem a médica queriam que eu colocasse dois, pois estes eram embriões já testados geneticamente e as chances de fixação eram maiores. Mas no meu coração eu queria colocar 2 para, de alguma forma, compensar os dois bebês que eu perdi anteriormente. Todos respeitaram a minha decisão e implantamos 2.

Depois do procedimento de transferência você tem medo até de fazer xixi, espirrar, falar mais alto…é uma loucura. Lembro que no dia da transferência meu marido foi dirigindo de volta para casa com o maior cuidado, evitando todos os buracos e eu respirando super devagar, com medo de fazer algo e perder meus bebês. A médica recomenda que você fique em repouso 3-4 dias, mas eu tive alguns sangramentos e fiquei 15 dias deitada na cama. Adaptamos a casa e aonde dormimos para que eu me movimentasse o mínimo possível. Minha mãe chegou a Toronto para ficar comigo um dia após a transferência… e que diferença ter a mãe da gente por perto. Ela me fez companhia, cuidou de mim, me ajudava com tudo (inclusive com Jojoe), fez muitas comidas maravilhosas e saudáveis e aguentou temperaturas negativas de até -30C. Literalmente trocou o verão do Brasil pelo inverno daqui (com um sorriso enorme no rosto), para me ajudar e cuidar de mim. Eu nem tenho palavras para agradecer toda a sua dedicação e amor… nunca vamos esquecer disso (eu, Ju, Jojoe e o Thomas).

IMG_0139

Comidas

IMG_0174

Nestes dias de repouso eu sangrei uns 3-4 dias. Confesso para vocês que a cada sangramento eu ia perdendo a esperança. Até comentei com uma amiga que “não tinha dado certo”, mas ela me contradisse, dizendo que sentia que tinha sim dado certo (me arrepio até agora de lembrar, pois suas palavras de fé e esperança fizeram a diferença neste momento). Geralmente 15-17 dias depois da transferência você volta ao consultório para fazer o exame de sangue que irá dizer se você está grávida ou não. Eu lembro que liguei para minha médica e pedi para antecipar o teste, porque tinha sangrado e sabia que não seria positivo. Queria antecipar tudo para colocar novos embriões… e ela concordou.

Fiz o teste de sangue na clínica (não lembro ao certo o dia) e voltei para casa, caminhei com Jojoe e estava levando uma vida normal, já pensando no próximo ciclo para fazer uma próxima transferência. Foi ai que me ligaram da clínica e lembro até hoje a enfermeira (que já sabia dos meus sangramentos) falando “Gabriela, você está super grávida” (pois meus níveis de beta estavam super altos). Eu lembro que comecei a chorar muito e liguei correndo pro meu marido, que não acreditou. Lembro que ele chegou em casa depois do serviço com vários testes de gravidez e eu fui correndo fazer, e todos davam positivo.

DSC_7713

Depois disso fizemos vários exames e tudo dava sempre muito (muito) bom. Somente um embrião fixou e assim que descobrimos que era menino demos o nome de Thomas (que significa gêmeo). Passamos por muitos meses de apreensão e eu sempre fiquei muito receosa de que não teria meu bebê. Tive uma gravidez super tranquila, sem sangramentos, sem mal estar, sem problemas e a cada dia que passava, a cada aumento da barriga ou chute do meu pequeno, eu ia me sentindo mais confiante e mais mãe. Foram 39 semanas e 3 dias incríveis até a chegada do nosso sonho, em 19 de outubro de 2015. E a partir deste dia iniciamos um capítulo novo das nossas vidas, recheado de amor, esperança, fé e muito mais felicidade.



  • 42 Responses

    1. Rosa disse:

      Oi Gaby! Acompanho seu blog há anos e adoro! Já fui há vários lugares indicados por vc e suas dicas foram ( e ainda são) super valiosas! Moro em Toronto desde nov/15 e assim como você já passei por 2 perdas 🙁 eu sei exatamente o que passou. No momento estou em busca de uma clínica para começar a investigar o motivo . Você poderia indicar a clínica onde você foi? Andei pesquisando algumas, porém acredito que uma indicação de quem já passou por isso seria melhor. Obrigada por compartilhar todas essas informações 😉

    2. Adelaine Gasana disse:

      Linda história. Emocionante. Vc tem muita força e fé. Parabéns!!! Que Deus Abençoe muito vc e sua Família. Estou amando seu blog.

    3. Primeira vez no seu blog e me deparo com essa história linda, Inspiradora. Muito inspiradora. Com certeza vai ajudar muitas mulheres que estão na mesma jornada. Parabéns para vocês e que o Thomas seja muito feliz. Bj Ale

    4. Felipe disse:

      Oi Gaby,

      Muito legal! Ficamos muito contentes!
      Nunca me esqueco no niver da Cinthia naquele Wishing Well Sanctuary on de deu pra ver quando interagiram com a Bella que seriam ótimos pais… realmente eh uma benção, uma responsabilidade e um desafio mas vale cada perda de paciência rs
      Aproveitem cada momento que passa rápido! A Bella já tem 4 e em uma semana deve nascer nosso Tiago…
      Bjs e se quiser encontrar com os bebês avisa
      -Felipe

    5. Débora Giatti disse:

      Gabi, parabens! Que Deus abençõe muito essa nova etapa da vida de vocês!Muito amor e sabedoria!
      Que linda historia! Me emocionei! Parabens pela sua dedicação, confiança e persistência!
      Seja bem vindo Thomas!!!! 😀 😀
      Um Beijo

    6. Dani Vidal disse:

      Gaby me arrepiei e fiquei muito emocionada com o seu post! Acho que somente sendo mulher para entender cada palavra do que vc disse!
      Parabens pela chegada do Thomas! Que sortudo esse menino por nascer no meio de tanto amor!!!
      Muita saude para vcs dois, muitas alegrias e estamos todos ansiosos pelas primeiras noticias dele!

      Mil beijos e fiquem com Deus!

    7. Abe Gomes disse:

      Parabéns pra vcs!!!! Que felidade! Desejo muita saúde, amor e paz para sua família!!!!
      Grande abraço!!

    8. Francine Bortolini disse:

      Gabi. que história linda! Chorei no início ao fim!
      Vocês com toda certeza são merecedores dessa felicidade, são exemplo de esforço, empenho e resignação!
      Admiro muito vocês e já estou ansiosa para ver o rostinho do seu tão esperado bebê!

    9. Thais disse:

      Gaby, quanta felicidade!!! Que o Thomas seja muito bem-vindo!!!! E que texto emocionante. Admiro demais como você consegue ser tão bem organizada. Conseguir, mesmo diante de tantas dificuldades, dedicar tempo para estudar, trabalhar, viajar, cuidar da familia, cuidar da casa e ainda dar atenção pra gente aqui no Blog. Muito obrigada por ser tão inspiradora. Curta cada momento dessa nova fase, que Deus esteja sempre junto a vocês e lhes abençoe. Super beijo, Thais

    10. Rita disse:

      Não tem como não se emocionar com sua história!
      Vcs são muito lindos!
      felicidades a toda família.

    11. Juciara disse:

      Gaby, o Thomas já chegou!! Que Alegria! Sei que você pode até não acreditar, mas nesses últimos dias tinha certeza de que ele nasceria. Quase que diariamente tenho checado o blog para ver se encontrava alguma foto do baby! Graças a Deus por tudo! Fiquei emocionada com todo o seu relato, chorando aqui no meu quarto (acabei de chegar de um plantão cansativo, pois sou pediatra aqui no Brasil) e fiquei imaginando todos esses minuciosos passos! Parabéns! Que Thomas esteja saudável e tudo tenha corrido perfeitamente bem no parto.
      Se você tiver alguma dúvida nos cuidados com o neném nesses primeiros dias, por favor, não hesite em perguntar, terei o maior prazer em ajudá-la! Já fiz isso várias vezes com amigos brasileiros que imigraram aí para o Canadá e acabaram tendo babys canadenses.
      Tudo de bom! Aguardarei ansiosamente por fotos desse guerreirinho! Bjs

    12. Renata disse:

      queremos uma foto! parabens!!!

    13. Joice Madeiro disse:

      Oi Gaby!
      Fiquei super emocionada com seu relato sincero e tão cheio de amor!
      Acompanho seu blog e, confesso que, quando li sobre suas perdas e, depois, sobre sua gravidez, fiquei muitoooo feliz! Vc merece essa alegria!
      Muita saúde para seu pequeno e que Deus abençõe vcs sempre!
      bj grande,
      Joice

    14. Vanessa disse:

      Que alegria!!!! Bem vindo Thomas!!! Que Deus abençoe a família toda e em especial o seu pequeno com muita saúde!

    15. Samira Tosas disse:

      É incrível como você coloca tanto amor, sensibilidade e carinho nas suas palavras. Lágrimas escorrem no meu rosto de emoção e felicidade de saber que tudo deu certo. Já aguardo ansiosamente pelo post sobre o Thomas! Que Deus os abençoe muito e que o pequeno Thomas seja cada vez mais saudável. Beijos e abraços! 😉

    16. Carla disse:

      Parabéns Gaby você merece tudo de melhor, estou louca para conhecer o Thomas!!!
      Beijoooss

    17. Helena disse:

      Ebaaaaaaaaaaa!!! Nasceeeeeeeeu!!!
      Seja bem-vindo Thomas!! Muita luz para toda a família!! <3

    18. Fabiana disse:

      Gaby,
      Eu estou aqui entre uma mamada e outra do meu Matteo, que chegou dia 10, tentando ler algum feed e me deparo com essa notícia!
      Agora sim chegou quem estava faltando!
      Bem vindo Thomas! Que a sua vida seja repleta de alegrias, saúde e muito amor.
      E Parabéns a mamae e eu papai, por todo o amor, perseverança e dedicação em trazer o Thomas ao mundo. Que journada!
      Agora é curtir o amor e a Paz no coração que só essas coisinhas pequenas Podem nos trazer.
      Parabéns para a família!

    19. Anyelle Ramos disse:

      Parabéns Gaby, você não imagina o quanto estou feliz com mais essa vitória em sua vida. Me emocionei lendo esse post, pois venho te acompanhando há tanto tempo em silêncio, acho que comentei apenas umas três vezes por aqui, mas sempre desejei de todo o meu coração tudo de mais positivo possível pra vc.
      Te admiro demais e sei que vc será uma mãezona para o Thomas.
      Que Deus cubra a sua família de amor, felicidade e saúde.
      Um abraço carinhoso.

    20. Nathália disse:

      Parabéns, Gaby!!! Muita saúde pro Thomas!! Fiquei muito feliz com essa notícia!!

    21. cbc disse:

      Parabéns ao casal. Que o Thomas traga muito mais felicidades para vocês.

    22. Katia disse:

      Parabéns Mamãe e Papai pelo nascimento do Thomas! Daqui em diante vocês serão conhecidos por Pai e mãe do Thomas. Acho engraçado quando ouço os recados da clínica pediatra da minha filha.
      Boa sorte na amamentação e aguente firme as primeiras semanas. Se estiver insegura não deixe de ir a breasfeeding Clinic, me ajudou bastante.
      Sempre recomendo seu blog para as pessoas que vêm me visitar. Saúde para vcs.
      Bjs

    23. Aline disse:

      Que tocante história, você é uma guerreira!
      Parabéns pelas conquistas alcançadas, seja bem vindo Thomas!
      Que Deus te abençoe, encha de amor, saúde e perserverança!
      Aproveite essa linda e deliciosa fase que é ser mãe!
      Tudo de melhor pra sua linda familia!

    24. Priscila disse:

      Parabéns Gaby!!!!!!!!!
      Desejo toda a felicidade do mundo! Que você curta cada noite de pouco sono, cada fralda trocada, cada banho, cada olhar!!
      Anciosa por mais notícias de vocês!
      Que Deus abençoe a família!!
      Grande beijo

    25. Vivi disse:

      Gaby, jamais nos conhecemos mas é incrível como podemos querer bem à alguém independente disso… Acompanho sua historia desde que fui ao Canadá, já voltei ao Brasil e ainda assim continuo… Fiquei extremamente sensibilizada e feliz pelo momento de voces e desejo que tenham ainda muitas felicidades pela frente. Thomas já chegou com muito carinho e energia positiva ao seu redor…

    26. kiki disse:

      Que legal Gabi. Eh vcj ja está aqui contando tudo 🙂
      És uma guerreirona mesmo guria….kkkk..bjus

    27. Ana disse:

      Estava curiosa pra saber se o Thomas já tinha chegado! Do que te conheço, provavelmente esse post foi programado, então ainda estamos esperando notícias fresquinhas de como foi tudo, Gaby. Estou muito feliz por vocês!!! Essa dificuldade toda só faz a vitória de abraçar teu filho nos teus braços ainda mais saborosa! Deus abençoe vocês e essa família linda!

    28. vanessa disse:

      Parabens, Gabi! Meu Matthew tem dois meses e sei exatamente a felicidade que vice esta sentindo. O amor so cresce a cada dia! Deus os abencoe.

    29. Grasiela M Vicentini disse:

      Tava ansiosa pra ler esse post !!! Gabi me emocionei lendo. Vc é uma guerreira !!! Felicidades sempre pra vcs

      beijo carinhoso,
      Grasi

    30. Bianca disse:

      Gabi, que alegria!!! Que Deus o abençoe com muita saúde e luz! Que o Thomas seja sempre fonte de orgulho pra vc e seu marido. Parabéns!

    31. Lohanne disse:

      Que maravilha!!!!! Bem vindo Thomas!!! Muita saúde, amor e paz pra vcs!!!!

    32. Bruna disse:

      Parabéns Gaby, toda a felicidade do mundo para vocês! Mta saúde ao Thomas. Beijos

    33. Elisa disse:

      Parabéns!!
      seu texto me emocionou muito, nao te conheco pessoalmente nem nunca passei por isso, mas senti tanta emocao lendo as suas palavras! so tenho uma coisa a te dizer: voce é uma guerreira e uma vencedora! parabens por conseguir ir frente, mesmo com tantas perdas e conseguir realizar o sonho de voces de terem um bebe.
      bem vindo ao mundo, Thomas! muita saude pra voces!
      (desculpa a ausencia de acentos, meu teclado é em ingles ahahha)
      nao deixe de atualizar o blog!! Beijos

    34. Débora disse:

      E ele nasceu!! Que emoção depois de tanta luta, dedicação, determinação e acima de tudo amor e fé! Que ele tenha saúde sempre! Agora sua vida vai começar de verdade e não tem nada melhor neste mundo do que ser mãe! Bem vindo Thomas! Que a vida sorria sempre pra vcs!!!!

    35. Marcela disse:

      Nasceeeu!!!!
      Parabéns, Gabi!! Sua história de fé e perseverança é muito admirável!!
      O Thomas tem muita sorte da família linda que ele tem e de ser tão querido e tão esperado!
      Muita saúde pra vocês!

      🙂

    36. Camila Novais disse:

      A nossa vida é uma batalha constante e apesar dos muitos momentos difíceis, a vitória vem para aqueles que perseveram e confiam!
      Parabéns para essa família linda!

      Bem-vindo Thomas, que Deus te abençoe muito 🙂

    37. Bárbara Vianna disse:

      Que delícia!!!! O Thomas chegou!!!!!!! Acompanho seu blog e sua história, então estou muito contente também. Curtam muito esse bebezinho que logo estará virando um homenzinho. Eles crescem na velocidade da luz! Ser mãe é muito, mas muito bom mesmo. Toda a felicidade do mundo pra vocês e uma beijoca pro Thomas!

    38. Nayda Cabral disse:

      Parabéns Gaby!! Que bom que o Thomas chegou e correu tudo bem. A história de vocês é linda, tenho certeza que ele veio pra preencher a vida de vocês com muito mais amor e alegria. Welcome Thomas!!! Te desejo uma recuperação tranquila!!!
      Beijos
      P.s.: Ansiosa pra ver as fotos do baby Thomas !!

    39. Ra disse:

      Parabéns, Gaby!!!

    40. Marina disse:

      Parabéns, Gaby! Por tanta luta, dedicação e perseverança. Tem um ditado que diz que Deus não demora, ele capricha. Tenho certeza de que esse é o caso e que o Thomas veio na hora certa, para trazer muita felicidade à vida de vocês! Seja bem-vindo, Thomas! Que Deus os abençoe muito e cuide de vocês a cada dia, a cada descoberta e nova fase. Que o amor continue transbordando em suas vidas. Grande beijo

    41. Adri disse:

      Lindo Gaby! Quanta dedicação, perseverança e amor para realizar esse maravilhoso sonho que é ser pais! Vale mesmo a pena!
      Bem vindo Thomas!!!
      Beijos pros 4
      Adri

    1. 22/10/2016

      […] disso outono é uma época extremamente especial, pois foi no outono de 2014 que eu comecei o meu tratamento de in-vitro para engravidar, foi no outono de 2015 que o Thomas nasceu e foi no outono de 2016 que Thomas completou 1 aninho. […]

    2. 05/02/2017

      […] bastante para ter meu filho nos meus braços – eu já contei para vocês sobre isso aqui e aqui). Se eu puder passar para vocês que leem o blog GNC alguma mensagem eu gostaria que fosse […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *