Projeto 6 on 6 Canada | Agosto 2019: O que te inspira no Canadá

6on6logoRED

Hoje é dia 6 de junho e como todo dia 6 temos aqui no blog o Projeto 6 on 6 Canadá. O tema deste mês é 6 coisas que te inspiram no Canadá e eu resolvi mudar um pouco o foco do tema. Deixa eu explicar: o blog fez 9 anos e meu objetivo sempre foi o de inspirar vocês através dos meus textos, da nossa vida e da minha trajetória aqui no Canadá. A inspiração é e sempre será o motivo de eu vir aqui e escrever para vocês, pois eu considero sim minha história uma de sucesso. E por isso eu resolvi falar sim de inspiração neste post, mas focar em 6 momentos da minha vida aqui no Canadá que irão certamente inspirar vocês. Espero que gostem. Ah, e não deixem de clicar aqui e ver os textos inspiradores que já rolaram por aqui.

O 2013 que ninguém te contou…

Light_Thunder

Os anos de 2012 e 2013 foram os mais difíceis da minha vida, pois foram os anos que eu tive dois abortos. Quando fiquei grávida a primeira vez em 2012 eu sai contanto para todo mundo (porque ninguém espera que algo vá acontecer). E aconteceu. E foi sofrido demais. E ai eu fiquei grávida novamente em 2013 e fiquei mais reservada, mas com muita esperança que desse certo (afinal, seria “muito azar” perder novamente um bebê). E isso acabou acontecendo. E eu fiquei mal, muito mal. E calada por um tempo. Até que resolvi me abrir e escrevi este post sobre o ano de 2013 que eu não contei para ninguém. Meu principal motivo com o texto foi inspirar aqueles que estão passando pelo mesmo que eu estava passando para não desistir. E a foto que escolhi para ilustrar o post foi tirada em Banff em agosto de 2013 (no observatório mais alto da cidade durante uma tempestade), 1 mês depois de perder meu bebê> Acredito que combina muito com o que escrevi no post: a beleza da natureza com a tempestade, e eu enfrentando tudo e não deixando me abater, sempre olhando tudo de cima e encarando, como devemos sempre fazer com nossos problemas.

Celebrando muito mais do que meu sucesso profissional

DSC_8749

Um post que eu espero que sirva sempre de inspiração para vocês é o da minha Convocation, ou minha formatura de doutorado na Universidade de Toronto. Eu vim parar em Toronto por causa deste curso e depois de longos 4 anos estudando e correndo atrás eu consegui me formar. Eu escrevi as seguintes palavras neste post que conseguem resumir tudo que eu senti e sinto até hoje em relação a este momento tão marcante da minha vida: “… sinto que conquistei muito mais do que um diploma: conquistei confiança, conquistei conhecimento, conquistei humanidade, conquistei equilíbrio, conquistei uma percepção diferente do mundo e das pessoas. Isso vale muito mais do que um degree e isso será carregado por toda a minha vida”.

Sobre nunca desistir de seus sonhos

licaflor_12

Um dos posts mais inspiradores do blog, na minha opinião, é este que escrevi com meu coração cheio de alegria no dia que meu filho Thomas completou 1 ano de vida. Nesta data eu poderia escrever sobre tantos assuntos mas eu decidi falar sobre como nós não devemos desistir dos nossos sonhos. Isso porque o Thomas é meu sonho realizado – realizado e muito batalhado (conforme contei para vocês sobre isso aqui e aqui). No texto eu escrevo as seguintes palavras: “… se eu puder passar para vocês que leem o blog alguma mensagem eu gostaria que fosse associada a não desistir dos seus sonhos […] espero que minha história sirva de inspiração para ir atrás daquele sonho que parece tão longe e tão difícil de alcançar”. E a foto linda que ilustra este post é do ensaio Smash the Cake que fiz com a Licaflor Photography.

A melhor parte de morar em Toronto

DSC_0576

É evidente nos meus textos do blog o meu amor pela cidade de Toronto. Foi ela que me acolheu, foi ela que realizou meus maiores sonhos, foi ela que me viu crescer e me ajudou neste processo louco de amadurecimento e vivência. Sim, a cidade não é perfeita e pode não ser o melhor lugar do mundo para se viver. Mas para mim ela é o lugar ideal por diversos motivos. E neste post eu falo de uma experiência que tive em 2017 e do que é a melhor parte de morar em Toronto: sua multiculturalidade. E a foto que escolhi para ilustrar o texto mostra um pássaro voando livre e solto, que ilustra o que acredito ser uma das principais características da cidade: podemos ser livre aqui, ser quem quisermos e explorar nossos dias da maneira que sempre sonhamos.

55 dias no hospital

Este post foi escrito quando completei 55 dias no hospital. Eu fui internada no dia 1 de junho e só fui sair do hospital dois dias depois do nascimento do Ian, que nasceu no dia 30 de julho. Eu fui internada porque estava com sangramentos e alguns problemas na placenta e teria que ser acompanhada de perto – já que se houvesse alguma intercorrência o nosso bebê teria que nascer mais cedo. Estar 2 meses no hospital não sabendo se naquele dia nosso bebê iria ter que nascer não foi fácil. Também não foi fácil ficar longe do Thomas, do Jojoe, da minha casa, da minha vida… Mas no final eu consegui aguentar firme e tudo deu certo. Ian veio saudável e hoje eu compartilho novamente esta experiência para inspirar vocês. Afinal, nem sempre a trajetória é fácil mas no final o resultado é sempre positivo.

O dia que nos tornamos Canadenses

Por fim eu não poderia deixar de incluir algo que aconteceu este ano: nossa cidadania Canadense. Sim, é uma das coisas mais inspiradoras que podem ter acontecido nas nossas vidas. Quem mora fora do país sabe que não é fácil aguentar a mudança de cultura, o frio, a saudade da família… mas a gente superou todos os obstáculos e conseguimos virar Canadenses. E no texto citado eu falo um pouco da mistura de sentimentos que passaram na minha cabeça neste dia.

Espero que tenham gostado do tema deste mês e não deixem de acompanhar o que as outras meninas que fazem parte do projeto tem a dizer sobre o assunto.

Embarque com a Pri (Priscila, Victoria)
Vidal Norte (Dani, New Market)
De bem com a vida no Canadá (Mariana, Calgary)
Casei e Mudei (Elisa, Edmonton)

*A Adri do blog Like a New Home está de mudança para a Alemanha e não fará mais parte do projeto. Estamos à procura de uma nova integrante para fazer parte do projeto e mostrar uma nova região do Canadá para vocês. Se vocês souberem de algum blog ativo e atualizado não deixem de comentar aqui para a gente entrar em contato. Obrigada.



4 Resultados

  1. Lenita Maria Stankiewicz disse:

    Que post bacana Gaby!! Meu filho mora em Toronto com RP. Suas opiniões sobre essa cidade são muito semelhantes às dele e imagino que logo ele também estará pedindo a cidadania Canadense. Viajo para Toronto pela quarta vez dia 22 /08 e quero agradecer as muitas dicas super valiosas dos seus posts e desejar que você e sua família continuem sendo infinitamente felizes. Muito obrigada!!!

  2. Nanda Holt disse:

    Acho que a Carol do Fala Maluca que agora está em Ottawa seria uma boa pedida.

  3. Adorei o post, Gaby. Super inspirador, acho muito legal que você compartilha coisas pessoais com a gente aqui no blog. Beijos.
    Elisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *