10 motivos para visitar o Santa’s Village, o parque temático de Natal perto de Toronto

Quem me acompanha no instagram sabe que recentemente estivemos no Santa’s Village, um parque temático de Natal que fica na região de Muskoka, à 2 horas ao norte de Toronto. O parque é muito lindo e mágico – não poderia ser diferente afinal tudo remete ao Natal e ao Papai Noel – e, na minha opinião, deve ser visitado por todos que vem com crianças para Toronto. Visitar a região de Muskoka é maravilhoso e incluir este passeio à Vila do Papai Noel é imperdível. Neste post eu vou contar para vocês os 10 motivos para vocês visitarem o Santa’s Village.

1. Tem muita história envolvida

O primeiro motivo que na minha opinião faz com que o Santa’s Village deva ser visitado é porque o parque é antigo e cheio de história. Ele foi fundado em 1955. A idéia do parque surgiu em no Reveillon de 1953 e veio dos residentes da cidade de Bracebridge – onde está o parque – porque a economia do local havia sofrido um baque devido à saída da principal empresa da cidade e o desvio da rodovia 11, que não passaria mais por lá. A idéia de que o parque teria o tema de Natal e que a região de Muskoka ficaria sendo a “casa de verão do Papai Noel” já veio daquela época e todos concordaram que seria perfeito já que a cidade de Bracebridge fica no paralelo 45, exatamente na metade do caminho entre o Pólo Norte e o Equador. O início do parque foi algo bem local: os moradores da cidade não só tiveram a idéia mas trabalharam na sua construção e ajudaram a arrecadar dinheiro. A abertura do parque – no dia 21 de maio de 1955 – contou até com a presença do primeiro ministro do Canadá na época e desde então o parque segue firme e forte.

2. É repleto de natureza

Se você me perguntar qual o principal motivo que me fez amar o Santa’s Village certamente eu vou responder: a natureza. O parque fica dentro de uma floresta, repleto de árvores e muito verde. É muito gostoso passear por lá porque as atrações ficam no meio da mata e há muita sombra. E todo o parque está do lado do Rio Muskoka, que desemboca no lago Muskoka. A paisagem do local é realmente de deixar você deslumbrado.

3. Possui um splash pad e uma praia

Como o parque só fica aberto nos meses quentes – de maio à outubro – ele não estaria completo se não tivesse uma área de água para as crianças brincarem. Essa área chama-se Santa’s Spray & Play Beach Zone e inclui um splah pad super legal – e bem grandinho – e uma praia pequena, com areia e uma parte do lago onde você pode entrar e se refrescar. A área da praia é cheia de cadeiras muskoka e ao redor do splash pad tem sombra e mesas de picnic. O Thomas brincou umas 2 horas no local e AMOU!

4. Dá para encontrar o Papai Noel no verão

Eu sinceramente não conheço nenhum outro lugar onde podemos encontrar o Papai Noel nesta época do ano, relaxado, sem o stress das filas e o frio de dezembro. Dentro do parque fica a casa do Papai Noel onde ele e a Mamãe Noel recebem os visitando, batem fotos e conversam com as crianças. Vale falar que o encontro foi maravilhoso: 5 minutos de fila, ninguém nos apressou e foi um encontro bem especial. Também encontramos o Papai Noel andando de carrinho de golf pelo parque, dando muita atenção e falando com a criançada. Thomas ficou super feliz e já falou para o Papai Noel o que quer de Natal… e o Ian ficou assustando (primeira vez encontrando o bom velhinho) mas não chorou, apenas chupou o dedo e ficou com cara de triste.

Vale falar que do lado da casa do Papai Noel ficam as renas, que na verdade são veados pois as renas não aguentariam o calor do verão em Muskoka. Quem me conhece sabe que eu sou super contra a ter animais presos e não gosto de ver cercas e qualquer coisa que me remeta a um zoológico. Mas fiquei feliz em saber que as “renas” tem um espaço de quase 3 mil metros quadrados para viver quando não estão na área de visualização do parque. Thomas deu comida para as renas e ficou super feliz – e pareceu que elas ficaram felizes também!

5. É cheio de atrações

O parque é pequeno mas, na minha opinião, repleto de atrações – e, melhor ainda, atrações que as crianças amam. Neste link aqui vocês conseguem encontrar todas as atrações do parque. Entre elas estão: carrossel, montanha russa (bem tranquila), pedalinho, trenzinho, passeio de barco, entre outros. Vale falar que o Santa’s Village é um parque temático para crianças pequenas e que, segundo eles, crianças entre 2 e 12 anos irão curtir mais as atrações do local. Se você tem crianças mais velhas há outros dois parques ao redor que possuem atrações para elas: Sportsland e Muskoka Zipline e Aerial Park.

6. Tem atrações novas

Uma coisa legal do parque é que mesmo sendo antigo ele é SUPER organizado e tem atrações novas, o que dá vontade de visitar todos os anos. Em 2019 o parque recebeu duas novas atrações: o Jolly Bumbers Bumper Boats (barcos que parecem carrinhos de choque) e o Santa’s Farm Tractors (passeio de trator por uma fazendinha). Ambos foram super aprovados por nós. E vale também falar que há um palco e há diferentes shows em cada ano – você pode ver a programação dos shows clicando aqui.

7. Possui preço justo e estacionamento gratuito

Os passes para visitar o Santa’s Village custam menos de $40 e há várias promoções online com vários cupons de desconto. Crianças de 2 anos ou menores não pagam. O preço é muito justo para tudo que o local oferece. Eles possuem uma política de chuva super justa: se chover durante a sua visita e não melhorar dentro de 1 hora você ganhará um novo ingresso e poderá visitar o local gratuitamente novamente. Há a opção de season pass e também de adicionar um café da manhã com o Papai Noel. Clicando aqui você pode ver todas as opções de passes para visitar o local. Ah, e vale falar que o estacionamento do local é gratuito.

8. É um parque tranquilo sem muita muvuca

Nós visitamos o Santa’s Village em uma sexta-feira antes de um feriado e, apesar de estar cheio, não estava lotado – na verdade, longe disso. O máximo que ficamos na fila para um brinquedo foi 15 minutos e conseguimos ir em tudo que gostaríamos. Notei que as pessoas que frequentam o local são bem locais e geralmente famílias com crianças pequenas, então você não vê adolescentes fazendo bagunça ou grupos de turistas frenéticos batendo fotos a cada segundo. É um parque tranquilo, local e bem canadense.

9. Te dá a opção de fazer um picnic na floresta

Um dos pontos altos da nossa visita foi a hora do almoço: pegamos nosso lanche em uma das várias lanchonetes do local – clique aqui e veja todas as opções, inclusive Beaver Tails – e sentamos em uma mesa de picnic dentro da floresta. Foi muito gostoso poder comer no meio da natureza e no fresquinho, mesmo em um dia tão quente de verão. Vale falar que eu pude entrar com a comida do Ian sem problemas e notei que várias famílias entraram com comida e snacks para seus filhos (e para os pais também). Antes de entrar no parque eles já informam que não é permitido coolers dentro do local, mas se você quiser levar seu lanche em uma sacola eles não vão impedir não. Vale aqui falar que há um novo restaurante no parque – uma rotisserie – e que estava lotada e parecia ser demais.

10. Possui uma ótima estrutura

Achei os banheiro extremamente limpos e ótimos – super novinhos e bem equipados. Há muitos bancos, lixeiros e os restaurantes são bem distribuídos. Todo o parque tem fácil acesso para quem está com carrinho de bebê – como eu estava. Se você não trouxe carrinho você pode alugar um na entrada do parque, pagando $8 para carrinho de 1 criança e $10 para carrinho com 2 crianças. O local tem uma lojinha fofa na saída cheia de enfeites e produtos lindos temáticos. Vale falar que na entrada ganhamos chapéus de elfo para usar no parque – e eu achei bem divertido.

Como vocês podem ver o lugar é realmente lindo e tivemos um dia bem especial em família. Enquanto estávamos entrando no novo brinquedo da fazenda do Papai Noel uma das pessoas que trabalhavam no local pediu para bater uma foto nossa (isso mesmo, nem fomos nós que pedimos). Ela bateu e foi maravilhoso pois tivemos o registro deste passeio em família. Olha só aqui embaixo a fotinho!

Espero que tenham gostado da dica e, como disse, não deixem de visitar o local se vierem para Toronto com crianças pequenas nos meses quentes. Gostaria de agradecer ao Santa’s Village por ter fornecido ingressos para a gente poder visitar o local e contar esta experiência para vocês.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *