Quatro anos de Canadá

P1010229

Uma das coisas mais legais de se ter um blog é poder ver a sua evolução documentada dia-a-dia, especialmente no meu caso morando fora do meu país de origem – pois as opiniões sobre a cidade e o país que você mora mudam muito em relação a um recém chegado. Sempre que eu leio um post antigo eu fico horrorizada impressionada em como eu pensava diferente, ou até me questiono porque eu escrevi aquilo. Mas enfim, como já falei aqui no blog eu sinto que minha mudança para o Canadá me fez ser uma nova Gabriela, ou uma Gabriela melhor. Inevitavelmente quando os anos passam a gente muda, amadurece, forma opiniões… mas a maneira com que estas mudanças acontecem é sim influenciada pelo lugar que moramos, pelas pessoas que estão ao nosso redor e pelo que fazemos da nossa vida.

No próximo dia 30 de agosto completo 4 anos morando em Toronto e é inevitável eu pensar sobre minha evolução depois de tanto tempo por aqui. Um dos posts que mais me impressionam e mostram como eu mudei foi o post 10 thoughts on Toronto (10 pensamentos sobre Toronto), publicado aqui no blog em 3 de setembro de 2010. No post eu listo as 10 primeiras idéias que vieram na minha cabeça sobre Toronto – uma atividade que fiz em um dos workshops da UofT no meu primeiro ano de graduação. E os pensamentos são TÃO DIFERENTES dos atuais (2014) que eu resolvi contrastar o que escrevi em 2010 com o que penso agora para refletir sobre meus 4 anos de Canadá.

1. CN Tower

Meu pensamento inicial sobre Toronto em 2010 era sobre a maior torre do Canadá e uma das maiores do mundo. Confesso pra vocês que eu ainda uso a CN Tower como bússola para saber aonde é o sul, que eu ainda adoro fotografá-la de qualquer ângulo, e que eu ainda abro um sorriso toda vez que a vejo. Eu lembro que nos meus primeiros meses de Toronto eu sempre abria um sorrisão quando a via andando pelo Universidade – é como se ela me relembrasse que eu estava em Toronto, que eu estava vivendo um sonho que eu corri muito atrás… olhar para a CN Tower ainda me lembra o fato de eu estar em Toronto e me faz sim muito, muito feliz.

IMG_2692

2. Universidade de Toronto

A Universidade de Toronto continua sendo um dos meus pensamentos iniciais quando eu penso em Toronto (parece que eu não mudei tanto assim, porque as duas primeiras idéias continuam as mesmas). A UofT é meu lugar favorito em Toronto e eu sou daquelas estudantes que adora caminhar pela Universidade, sentar nas bibliotecas para estudar, almoçar dentro do campus… me sentir mesmo parte da melhor Universidade do Canadá e 24th do mundo. Durante meus 4 anos de UofT eu posso dizer que aproveitei a Universidade e minha full time experience as a student. Foram anos maravilhosos que eu irei guardar com muito carinho e saudade no meu coração. Momentos como a prova de bioestatística em dezembro de 2010 após uma nevasca e o professor não esperava que todos os alunos viessem para a Universidade (porque nevava muito) e não tinha lugar para todos e meio que dividimos as mesas (ou seja, prova em grupo). Ou o dia que fiz meu Comprehensive Exams, que me colocaram em uma sala sem janela das 8am-6pm para responder 3 perguntas discussivas (entrei com sol e calor e sai com frio e chuva). Ou o dias em que tentava estudar no meu (primeiro) escritório da UofT (que tinha uma janela para a quadra de basketball do Athletic Centre – tipo MUITO barulho). Ainda, as boas lembranças com Jojoe e meu marido na Victoria University (quando morávamos em downtown), ou um dia que estava saindo de uma reunião com uma estatística na OISE (um departamento da Universidade) e dois leitores do blog me abordaram – perguntaram se eu era a “Gaby no Canadá” – e eu fui caminhando com eles até a Thomas Fisher Rare Library (pois eles tinham lido o post sobre esta biblioteca no blog aquela semana e estavam indo visitá-la). Muitas boas lembranças… um lugar especial!

DSC_6841 copy

3. Toronto não é a capital do Canadá

Eu nem lembrava disso, mas eu escrevi que um dos pensamentos que me vinham na cabeça é que Toronto – a cidade mais conhecida e o centro econômico do Canadá – não era sua capital. Isso me chamou a atenção quando cheguei aqui e não conseguia entender o porquê de Toronto não ser a capital do país (deixando claro que eu sou boa em geografia e sabia disso antes de vir para cá, mas quando eu conheci Toronto eu não entendi porque a capital não era aqui). Com o tempo percebi que a escolha de Ottawa – cidade neutra e localizada na divisa entre o Canadá inglês e francês – faz muito mais sentido. Ottawa é linda, cheia de museus e faz jus ao seu status de capital Canadense. Portanto este pensamento de “por que Toronto não é a capital do Canadá?” não passa mais na minha cabeça. Se vocês quiserem visitar Ottawa – vale muito a pena – aqui no blog escrevi um post com algumas das atrações.

4. Lua de Mel

Antes de morarmos no Canadá o país fez parte da nossa história de uma maneira diferente – ou será que já estava tudo “escrito nas estrelas”? Enfim, passamos nossa lua de mel aqui em 2007 e foi inesquecível: primeira vez vendo neve e primeira viagem como marido e mulher. Toronto foi nosso último destino e, apesar do frio e de não ter gostado tanto da cidade, causou uma boa impressão. Inevitavelmente quando vim para cá em 2010 eu lembrava muito da nossa lua de mel, mas hoje Toronto me lembra minha casa, aonde eu e meu marido moramos e aonde hopefully vamos viver bastante tempo e construir nossa tão sonhada família. Hoje Toronto não é mais o destino da nossa lua de mel, e sim aonde vivemos e decidimos passar nossos melhores momentos juntos.

canada2-255

5. Muitos chineses e indianos

Ai gente, que vergonha desta minha impressão. Mas acho que é legal mostrar que no começo você vai sim ficar impressionada como Toronto é multicultural. Não só chineses e indianos, mas (muitos) portugueses, árabes, caribenhos europeus, etc. Como eu escrevi em um post antigo aqui no blog, “é preciso de um tempo para entender a dinâmica e a multiculturalidade de Toronto”. Acho que o que faz a cidade ser tão especial – e os seus habitantes tão abertos para os imigrantes – é esta multiculturalidade ou esta quantidade de chineses, indianos, europeus e, porque não, brasileiros. Segundo pesquisa publicada no National Post de 2012, 1 em cada 5 Canadenses não falam inglês em casa, e a nossa casa é uma delas.

6. Starbucks

Quando cheguei em Toronto eu amava Starbucks (e nos primeiros meses eu fui muitas vezes no Starbucks porque no meu departamento tem uma loja e não ter que sair na rua para comer no inverno é muito importante)… porém isso mudou quando eu descobri o Tim Hortons. Tim Hortons é uma rede de cafés com melhor (bem melhor) preço, totally Canadian e super popular/comum, ou seja, você encontra em qualquer esquina (literalmente). Não dá para pensar em qualquer cidade Canadense (ou visitar qualquer cidade Canadense) sem pensar/visitar o Tim Hortons. Clique aqui e veja um post que escrevi super legal sobre 5 coisas que você precisa saber sobre o Tim Hortons.

IMG_8403

7. Esquilos Canadenses

Este é um pensamento de recém chegado. Você vai bater 1.039.475.087 fotos quando ver o primeiro esquilo. Mas antes você vai se questionar porque a maioria deles é preto – e não cinza como as fotos e os filmes. Hoje eu lembro muito mais dos gansos Canadenses – que estão por toda parte – do que dos esquilos. Esta foto abaixo foi batida no High Park em um daqueles raros momentos que os esquilos sossegam e deixam você aproximar-se.

Picture-200-copy

8. Eaton Centre

O Eaton Centre é a cara de Toronto e um dos seus principais cartões postais e pontos turísticos. Claro que quando você chega no Canadá você vai achar que o Eaton Centre é o melhor shopping da cidade, mas não é. É ótimo para passear, mas para fazer compras ainda prefiro outros. E está sempre lotado! Eu fiz um post aqui no blog com uma lista prática dos shoppings da cidade. Quando o assunto é compras eu gosto mesmo dos outlets – e Toronto tem vários nas cidades vizinhas (nenhum fica dentro da cidade, mas eu sempre digo os outlets de Toronto porque ficam a no máximo 1 hora de casa): Vaughan Mills, Premium, e Outlet Collection at Niagara.

DSC_6540-copy

9. Cadê os túneis e a cidade subterrânea?

Gente, a burrinha aqui só foi descobrir o PATH lá por abril de 2011, quase 1 ano depois de chegar em Toronto. E eu acabei de me dar conta que nunca escrevi aqui no blog sobre o PATH e suas principais atrações (somente sobre o Skywalk). Em resumo, o PATH é uma rede de túneis para pedestres sob as torres de escritórios do centro de Toronto de 27km de extensão. De acordo com o Guinness World Records, o PATH é o maior complexo comercial subterrâneo do mundo, com 371.600 m² de espaço de varejo (e eu não conhecia quando cheguei em Toronto). Enfim, eu adoro passear pelo Eaton, pegar o PATH e caminhar até o St Lawrence Market… o passeio é ótimo e você consegue curtir o agito da cidade mesmo em dias insuportavelmente frios.

10. Lago Ontario

Quando cheguei aqui a idéia de que o lago Ontario era lago (e não mar) me impressionava. O Lago Ontario é o menor (em extensão territorial) dos cinco Grandes Lagos da América do Norte, com apenas 18.960 km² e extensão. Hoje depois de 4 anos de Canadá já visitamos os 5 Grandes Lagos e, apesar de cada um ter suas particularidades, é com o Lago Ontario que eu “cruzo” quase todos os dias e é ele que eu consigo ver da janela da minha casa. Portanto, meu favorito! Sempre.

IMG_2337 copy

Eu terminei o post de 2010 escrevendo que tinha certeza que iria mudar os 10 pontos sobre Toronto em 1,2,4 anos. E acho que mudei sim. Hoje quando penso em Toronto, e tento formular uma lista de 10 coisas na minha cabeça, não consigo. É muita história, muitas situações vividas e aprendidas que eu não conseguiria enumerar 10 coisas ou momentos que me fazem lembrar em Toronto.

Toronto e tudo que eu vivi nestes 4 anos de Canadá e irei viver nos próximos me faz perceber que tenho inúmeras possibilidades de viver e ser feliz. Toronto me mostrou que não preciso ter um carro (porque posso tranquilamente pegar um streetcar ou qualquer outro meio de transporte do TTC para chegar ao meu destino), que não preciso me matar de trabalhar até as 7pm-8pm (porque o que me faz feliz mesmo é chegar em casa quando ainda é dia, poder pegar meu peludo e dar uma bela caminhada na beira do Lago Ontario), que não preciso ter uma mesa de escritório, ser chefe de departamento ou possuir um cartão de visitas (pois aqui ninguém precisa adquirir status e me sentir realizada com aquilo que eu sou e conquistei é o que me faz feliz), que você não precisa ter as unhas feitas todas as semanas no salão e usar as roupas mais caras das lojas (porque aqui ninguém vai te julgar pela sua aparência mas pelo que você é no interior), que eu posso ser feliz em todas os climas e as estações (e isso inclui um inverno super rigoroso, não os 10C que os Brasileiros insistem em reclamar quando raramente esta temperatura acontece por lá), que você não precisa ter móveis caros, quadros de parede com molduras caras, móveis embutidos sob-medida (porque com os móveis da Ikea você será igualmente feliz)… e, por fim, Toronto me mostrou que o que me faz nobre não é aquilo que eu posso oferecer às pessoas mais próximas, mas aquilo que eu posso oferecer ao mundo, seja através da minha pesquisa, da reciclagem do lixo, de trabalhos voluntários, de doações, daquilo que eu como, da preocupação com o uso da água… portanto, nestes 4 anos de Toronto eu só tenho a agradecer pela oportunidade que Deus me deu e pela cidade maravilhosa que fui acolhida.

P1010230 copy

E você? Quais são seus pensamentos em relação a Toronto? Deixe um comentário que vou adorar saber sua opinião.

You may also like...

67 Responses

  1. Jacqueline disse:

    Que post lindo Gaby!!!! Amo ler seu blog, seus posts são os melhores.

  2. Cris disse:

    Oi Gaby, adorei o teu blog, é bem esclarecedor. Tenho o sonho de sair do Brasil e sempre pensei no Canadá. Meu marido é Médico e estamos pesquisando a respeito de como validar o diploma. Você teria essa informação? Sabe me dizer como validar o diploma em Toronto? Vou aguardar seu retorno. Parabéns pelo blog!

  3. Clarissa disse:

    Estou indo para Toronto no proximo mês e por isso comecei minhas pesquisas ha algum tempo. Foi assim que descobri seu blog. Acho que nesse tempo ja li todos os seus posts e hoje, com esse lindo texto achei que seria ate uma falta de educaçao minha (rsrs) entrar aqui sempre e nao te parabenizar! Otimos textos que transmitem bem seu sentimento pela cidade, carregados de informações uteis e de sensibilidade! Muito sucesso pra voce, Gabi!

  4. Flávia disse:

    Olá Gaby! Descobri seu blog recentemente e estou adorando. Assisti, também, alguns dos seus vlogs. Adorei tudo o que li e assisti! Parabéns! Continue narrando suas experiências por terras canadenses e nos encantando com sua forma objetiva e encantadora de escrever! Abraço

  5. jamille disse:

    oi gabi, sempre tive o sonho de morar fora do Brasil.
    estou indo pra Toronto em setembro deste ano e a pouco mais de um mês comecei a pesquisar sobre esse lugar, que a cada dia tenho certeza que irei amar!
    o seu blog é ótimo, bacana como você escreve!
    me identifiquei muito contigo! apesar dos medos e receios, tenho certeza que vai ser um bom engrandecimento, assim como dá pra ver que foi/está sendo com você.

    sucesso!

  6. Natalia disse:

    Verdade! Verdade! Estar aqui me proporcionou o maior momento de reflexao da minha vida, sobre o que quero, quem sou, como quero viver. Estar aqui me deu asas para tamanhas observações feitas porque aqui é o lugar das mil oportunidades. A sensação do exilio da patria nunca me trouxe tantos esclarecimentos como quanto eu estivesse lá na minha terrinha natal. A simplicidade de vida encanta e conforta as decisões a serem tomadas …..
    Enfim I love TO

  7. Iana disse:

    oi Gabi, este post foi o melhor que eu já li…Tim Hortons…me dá uma saudade do café vanilla e dos doces…e custa tão pouco…Passei um mês em Toronto, no final do verão e início do outono e pude ver como a paisagem muda gradualmente, as folhas das árvores vão ficando laranja…me dá muita saudade, muitas vezes chego a chorar, toda uma vida diferente, sem carro, só usando o transporte coletivo, a receptividade das pessoas, amei Toronto! Entendo o porque vc escolheu essa cidade linda para viver! mesmo depois de voltar da viagem, sempre leio seus posts e adoro ver as fotos e relembrar dos momentos bons que tive. Vc faz um trabalho excepcional Gabi, continue assim! grande beijo e boas festas!

  8. Camila Duarte disse:

    Oi Gabi…adorando seu blog…mto bacana o post…bjo

  9. Paloma disse:

    Gabiii, me conta como são as compras e como é ai para intercambio ?

    • Obrigada pelos recado a Paloma. Para compras veja os posts de compras no Canada, shopping em Toronto e outlets. Sobre intercambio eu nao sei, pois nao fiz. Mas tem um post aqui no blog com a experiencia de uma Amiga. Da uma procurada! Beijos

  10. Samy disse:

    Parabéns Gaby!!
    Eu também costumo parar pra pensar na minha evolução morando em Floripa de vez em quando.
    Muita coisa muda na nossa vida, crescemos muito como pessoa e abrimos a mente pra muita coisa, além de aprender a valorizar tudo que temos.
    Felicidades pra vocês dois!

    beijosss

  11. Tatiana disse:

    Olá Gaby! O último parágrafo descreve exatamente os motivos pelos quais eu escolhi Toronto para viver…. Parabéns pelo blog!!! Abraços, Tati

  12. Mylena disse:

    Conheci seu blog hoje através da newsletter do Colorida Vida e o primeiro post que li foi esse, amei e me identifiquei muito com as palavras, o estilo de vida descrito etc!! Vou te acompanhar mais e quero ir proa Canadá as soon as possible! 🙂

  13. Joice Madeiro disse:

    Oi Gaby!
    Descobri seu blog recentemente e, como eu e meu marido estamos iniciando o processo de imigração, tem sido muito útil em vários aspectos. Inclusive, porque o que buscamos está muito relacionado com a parte final desse seu post (qualidade de vida).
    Parabéns por essa iniciativa! Adoro os seus posts.
    bj,

  14. Talita disse:

    Muito bom o relato!
    Estive em Toronto por quase 1 mês e me encantei logo de cara. Apesar do frio (fui em dez e janeiro, e da-lhe neve na cabeça) e simplemente amei de paixão. Com certeza voltarei mais vezes a essa cidade tão linda!
    Parabéns pela escolha de viver aí. Embora seja um ótimo pais não é fácil deixar pra trás a família no Brasil e, claro, as raízes.

  15. Felipe disse:

    Oi Gaby,

    Faz pouco tempo que comecei a ver seu blog e eh realmente bem legal e util!
    Parabens a voces pelos intensos 4 anos!
    Manda abraco pro Juliano e cafune no Puppy Joe!

    Bjs,
    -Felipe

  16. Elisa disse:

    Gaby, eu tenho planos de me mudar pro canada no ano que vem e a cidade escolhida pra ser a minha nova casa é Toronto.. Descobri seu blog por acaso quando estava no canada de visita em junho deste ano e fiquei encantada com a sua opinião e os seus posts sobre essa cidade maravilhosa!! Você me inspira muito, porque a sua vida é exatamente o que eu quero pra mim e pro meu namorado! Parabéns pelo blog incrível, pelo senso de humor, pelas dicas ótimas ( fui em algumas sorveteiras que você indicou e adorei kkkk) e parabéns pelos 4 anos de canada!! Muita felicidade e sucesso pra você! Beeeeijos

  17. Lorena disse:

    Ei Gaby, tudo bem? Parabéns pelos 4 anos de Toronto e pelo blog! Depois de ler seu texto estou mais ansiosa ainda para conhecer o Canada.. O que você descreveu é exatamente o que eu e meu marido procuramos.. Bjs.

  18. Otto Araujo disse:

    Parabéns pelos seus 4 anos de Canada! Eu morei por 9 meses em Toronto no ano de 2007 e posso afirmar também que tive uma experiência incrível nesta cidade. Quando cheguei para estudar inglês, recebi um cartão da Homestay e nele havia uma imagem da CN Tower que dizia: “You belong here!”. E hoje posso dizer que este cartão fez muito sentido em minha vida, principalmente porque eu estou voltando junto com minha namorada, e dessa vez é pra ficar. Obrigado Gaby por compartilhar suas experiências e que com certeza irei utilizar seu blog como um guia dos lugares que eu ainda não conheço.

  19. Helen Beatriz Matos disse:

    Gabi, Gabi! Não te conheço pessoalmente, mas pelo blog dá pra ter ideia da pessoa bacana, aliás da família bacana que vc, o Juliano e o Jojoe formam. Parabéns por ser fiel aos seus leitores, por sempre nos inspirar, mesmo de longe. Cada dia fico mais ansiosa para chegar a Toronto, ficarei pouco, 22 dias, mas com certeza irei aproveitar mtu, com meu respectivo rs, graças a suas dicas. Obrigada!

  20. Marcos Antonio Franchi disse:

    Gabi,

    Eu passei 15 dias em Toronto e não sei se posso afirmar, mas senti que há algo muito diferente nesta cidade. Me atraiu. Acho que você conseguiu resumir muito bem a cidade. Quero poder voltar para estudar, ficar mais 😀

    Abraço,

  21. Tata disse:

    Gabi, que reflexão grande 4 anos proporcionam, não é?! Venho acompanhando seu blog faz um tempo ja e ele me ajudou muito a decidir o roteiro de lua de mel RS quem sabe não é nosso destino igual o de vocês?! Hahaha queremos muito imigrar também, por isso vamos conhecer nosso destino primeiro RS continue com seus posts incríveis, seu blog é o melhor que já li! Quem sabe não nos esbarramos.por aí?!:p
    Beijão!

  22. Juliano disse:

    E o pior que a primeira vez em que visitei TO eu achei uma das piores cidades ( entre Ottawa, Montreal, Quebec City…)..

    Acho que TO é assim: no início você tem a impressào que ela é apenas mais uma grande cidade, muito transito, prédios e barulho, mas é vivendo “deep” que notamos o que esta cidade consegue te oferecer.

    Como podemos não gostar de uma cidade que oferece a intensidade de uma metrópole, a tranquilidade de um campo ( oferecida pelos parques, lagos e áreas verdes ) e ainda estar cercado por uma rica vida selvagem…

    TO está hoje no topo da minha lista 🙂

    • Definição perfeita amor: “Como podemos não gostar de uma cidade que oferece a intensidade de uma metrópole, a tranquilidade de um campo ( oferecida pelos parques, lagos e áreas verdes ) e ainda estar cercado por uma rica vida selvagem…” Só faltou dizer que é a cidade aonde estamos vivendo os melhores anos das nossas vidas… te amo!

  23. Quanto mais eu leio sobre Toronto, mais vontade me dá de conhecê-la. Sei que minha hora vai chegar !!

    abraços;
    Catherine
    http://meetyoutherecanada.blogspot.com.br/

  24. Adri disse:

    Nossa, como a gente muda mesmo… nem reconheco muitas faces daquela que eu era ha quase 7 anos, quando cheguei no Canada.
    Ainda bem que eh pra melhor!
    Parabens pelos 4 anos e que muitos mais e mais felizes venham pela frente!
    Bjos

  25. Viviane disse:

    Olá, Gabriela!
    Este seu post me emocionou muito! Muito bom saber que você está tão feliz e realizada na cidade que escolheu viver com sua família.
    Eu não conheço Toronto ainda, mas como comentei no seu outro post (http://gabynocanada.com/2014/08/11/nosso-processo-de-imigracao-para-o-canada-parte-1/ ) , eu e minha família iremos em outubro e ficaremos 2 meses. Então o que tenho no momento são indicações do que iremos vivenciar, e que de certa forma coincidem com o fecho deste seu post: não precisar de carro pq o transporte público funciona; o respeito pelo ser humano, seja quem for, e não respeito por algo que se po$$ui; qualidade de vida no sentido mais amplo, ser cidadão e não ser tratado como consumidor apenas; viver em um local que as coisas funcionam e cada um sabe seu papel, procura respeitar o outro.
    Frase sua que mais amei: “Toronto me mostrou que eu o que me faz nobre não é aquilo que eu posso oferecer as pessoas mais próximas, mas aquilo que eu posso oferecer ao mundo”.
    Bjs e parabéns pelos 4 anos!
    Ps: Se puder dar dicas do que fazer com crianças de 3 anos em Toronto irei adorar! Eu não consegui achar nada ainda. Coisas do day by day sabe? Parquinhos, atividades com outras crianças, aula de balé etc. 😉

  26. Tatiana disse:

    Gabi!! Delicia compartilhar das suas experiências!! Quero ir ainda te visitar, no verão!!! Beijos na família!

  27. Dayanna disse:

    Eu e meu marido estamos pesquisando e nós organizando para realizar nosso sonho de ir morar em Toronto. Vamos visitar em janeiro pra conhecer. Nossa intenção e ter melhor qualidade de vida, poder sair na rua sem ter medo, não precisar gastar 3 horas em trânsito e em meios de transportes de péssima qualidade. Enfim, de poder criar nossa filha com mais tranqüilidade. Eu descobri seu canal pesquisando sobre os melhores bairros de Toronto e desde então não parei de ler. Me emocionei com esse post pois, me deu mais vontade de lutar pelo nosso sonho. Obrigada e parabéns!!!!!

  28. Estefania disse:

    Gaby! Eu sempre gostei de ler o seu blog, mesmo antes de pensar em ir morar no Canadá. Eu fico muito feliz com tudo que vocês conquistaram aí, desejo que vocês sejam cada vez mais felizes, e estamos (o André e eu) aproveitando muito da experiência relatada nos posts do blog para decidirmos várias coisas. Super beijo da prima (emprestada). 😉

  29. andresa disse:

    Amiga, ainda me lembro quando te encontrei pela primeira vez naquela aula de conversação em inglês na U of T. E de como falamos mais Português do que tudo naquele dia e começamos ali nossa amizade! 🙂 Adoro acompanhar seu blog, e mais do que especial, é ter sua amizade por aqui! Que Deus continue abençoando seus planos no Canadá e ao redor do mundo, e contemplando seus mais lindos sonhos! Vc é uma bênção na minha vida e de muitos! Bjão da sua amiga-fã : *

    • Linda mensagem e linda amizade… Toronto me trouxe muitas coisas boas e uma delas é sim a sua amizade. Vc é uma pessoa iluminada e que faz minha vida Canadense mais especial. Beijos 🙂

  30. anna maria lima de melo disse:

    Oque posso dizer….gostei de Toronto quando estive aí em passeio antes de imaginar que um dia teria uma filha morando nela. Então agradeço a Deus pois com vcs aí vou todos os anos curtir e conhecer e amar mais e mais esta linda cidade. Amei seu post e fico feliz e ver que vocês encontraram um LAR-DOCE-LAR Torontiano.Bjs

    • Obrigada mãe. O apoio de vcs e de toda a família foi fundamental para estarmos felizes aqui e conseguirmos entrar nosso lar doce lar. Amo vcs e não vejo a hora de curtirmos novamente Toronto logo logo. Beijos

  31. Michelle disse:

    Parabéns Gabi!!!!
    Que delícia de 4 anos né?! Que venham mais muitos tão felizes quanto!!!!
    Mereces

  32. Natália disse:

    Gaby que demais essa publicação!!!! Eu admiro muito os blogueiros porque acho incrível uma pessoas dedicar horas do seu dia detalhando dicas para pessoas que você nem conhece! Ainda que isso seja uma satisfação muito mais pessoal do que do próximo! De qualquer forma, isso é uma forma de caridade sabia? Caridade não é só doar dinheiro! E isso faz com certeza de você uma pessoa melhor! Atenciosa, que ama a vida e consegue transmitir isso as pessoas! Eu particularmente estou ansiosa por saber que vou morar em Toronto a partir de novembro e ao mesmo tempo com aquele medo e frio na barriga. Mas quando leio suas histórias, esse frio aumenta mas não de medo! De felicidade e mais ansiedade de querer viver isso logo! Parabéns pelo blog! E que você continue feliz assim seja ai, no Brasil e em qualquer lugar do mundo.

  33. Vanessa disse:

    Muito legal, Gabi! Amo de paixão o Canadá, e tenho esperança ainda de um dia imigrar para Toronto ou Montreal (o difícil é convencer o Juliano). Fico feliz de terem decido ficar por aí! Beijão!!

  34. Jaque disse:

    Gaby, parabéns pelos 4 anos! E que venham muitos outros 4: 8, 12, 16, …
    Um dia depois do seu aniversário nós também comemoramos: em 31 de agosto comemoramos 2 anos de Canadá!
    Obrigada por compartilhar tua história! Você é uma pessoa simples, de coração grande, e que não tem medo de arregaçar as mangas e correr atrás dos teus sonhos (acredito que são estas 3 qualidades que me fazem tanto me indentificar contigo e adorar ler teu blog!).

  35. Que post lindo!!
    Adorei principalmente a parte: Toronto me mostrou que não preciso ter um carro (porque posso tranquilamente pegar um streetcar ou qualquer outro meio de transporte do TTC para chegar ao meu destino), que não preciso me matar de trabalhar até as 7pm-8pm (porque o que me faz feliz mesmo é chegar em casa quando ainda é dia, poder pegar meu peludo e dar uma bela caminhada na beira do Lago Ontario), que não preciso ter uma mesa de escritório, ser chefe de departamento ou possuir um cartão de visitas (pois aqui ninguém precisa adquirir status e me sentir realizada com aquilo que eu sou e conquistei é o que me faz feliz), que você não precisa ter as unhas feitas todas as semanas no salão e usar as roupas mais caras das lojas (porque aqui ninguém vai te julgar pela sua aparência mas pelo que você é no interior), que eu posso ser feliz em todas os climas e as estações (e isso inclui um inverno super rigoroso, não os 10C que os Brasileiros insistem em reclamar quando raramente esta temperatura acontece por lá), que você não precisa ter móveis caros, quadros de parede com molduras caras, móveis embutidos sob-medida (porque com os móveis da Ikea você será igualmente feliz)…

    Isso sim é qualidade de vida…isso sim é viver intensamente cada dia…isso sim é felicidade!!

  36. Bruna disse:

    Parabéns pelo post! Adorei a lista feita há 10 anos mas o que mais me chamou atenção foram suas considerações finais. Aqui no Brasil tudo o que vc citou é tão “importante”: casa, cargo, carro e não são as principais coisas pra ser feliz. É o que eu espero do Canadá, a possibilidade de melhorar a qualidade de vida, poder viver mais, aproveitar mais. Beijos

  37. Vanessa disse:

    Gabi fiquei emocionada com esse post de 4 anos é maravilhoso saber que pessoas e lugares bons ainda existem, e que sempre podemos ser mrlhores. Parabéns.

  38. Olá, Gaby! A minha mulher (Isa) é há um bom tempo uma ávida leitura do seu blog e agora também eu vim conhecê-lo e gostei muito do que encontrei! Acabamos de receber nossos vistos de residentes permanentes e seguimos para Ottawa no primeiro semestre do ano que vem, após cumprir todas as obrigações pendentes no Brasil. Mantemos um blog voltado especificamente para a categoria self-employed, pela qual artistas e esportistas podem imigrar. Esperamos sua visita por lá e também que possamos estar sempre em contato com você. Logo estaremos aí! E parabéns a vocês aí pelos quatro anos de Canadá e pelas conquistas que o país já lhes trouxe!

  39. Lidiane disse:

    Parabéns pelos quatro anos Gaby!!! Que venham muitos outros, com muita saúde e sucesso!! Obrigada por nos proporcionar com o conteúdo mais rico sobre Toronto que eu encontrei na net, sempre acompanho o blog e não comento, mas hj resolvi te parabenizar (pois sua história é linda) e agradecer me ajudar, e ajudar tantas outras pessoas com suas informações!! Bjos

    • Oi Lidiane. Muito obrigada pela linda mensagem e pelo carinho! Comente sempre pois comentários como o seu me fazem querer escrever mais e mais sobre minha vida Canadense e adoro saber a opinião dos meus leitores. Beijos

  1. 03/11/2016

    […] a razão de ser uma nova pessoa: seria o tempo, as experiências, o lugar que estava. E por fim, no quarto ano fiz uma comparação com um post de 2010 sobre meus pensamentos em relação à Toronto, mostrando […]

  2. 23/07/2017

    […] aqui no blog, como no post mudanças que acontecem depois que você mora 5 anos no Canadá e no Quatro anos de Canadá. Para este tema eu resolvi fazer uma lista de 10 opiniões que eu tinha antes de vir para Toronto e […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *