Atrações em Ottawa

Há sim muita (mas muita) diferença entre visitar Ottawa no verão e no inverno. Com um frio de -12C (mínima que pegamos) não deu para ficar passeando pelos jardins do Parlamento, nem apreciar os caminhos ao redor do rio Ottawa. Ao mesmo tempo, com o frio conseguimos curtir os museus ¨sem culpa¨ e a neve que caiu deixou sim a cidade mais charmosa. Segue uma lista e dicas do que fizemos neste final de semana maravilhoso e de muito frio.

Byward Market

É a parte mais antiga da cidade, também conhecida como Lower Town. É uma área repleta de lojas, restaurantes (mais de 100), café, bistrôs, artesanato, flores e frutas. O mercado principal está entre as ruas Sussex à Cumberland e George à Murray. O prédio principal – que se assemelha muito com o Quincy Market de Boston – fica localizado na intersecção das ruas William e George.
Site: www.byward-market.com
Ano de abertura: 1826
Dica 1: Zak’s Diner é um restaurante estilo lanchonetes antigas, e a comida lá é maravilhosa. Destaque para o milkshake de chocolate.
Dica 2: No prédio principal fica a Moulin de Provence, padaria francesa maravilhosa. Destaque para os cookies do Obama.

Notre-Dame Cathedral

Esta basilica é uma das poucas grandes igrejas que o Canadá possui. Achei-a diferente das outras famosas Notre-Dames (França e Montreal), com o interior é colorido e a parte baixa da estrutura invoca as antigas construções espanholas, mas o topo é todo ornado com ligas de metal, semelhante a Notre-dame de Montreal. Enfim, muito bonita como todas as outras. Achei estranho quando entramos nela e estava vazia, somente um empregado arrumando as velas num dos cantos da igreja.
Ano de abertura: 1846
Endereço: 385 Sussex Drive, Ottawa.
Entrada: gratuita
Horários: Segunda: 11:30am-6pm / Terça a Sábado: 10am-6pm / Domingo: 8am-8pm
Website: www.notredameottawa.com
Dica: A Catedral fica localizada na Sussex Road, uma das principais vias da capital, que também é chamada de “Embassy Row”, onde se encontram várias embaixadas mundiais em quase dois quilômetros de avenida. Ao lado da catedral encontra-se o prédio da embaixada americana. Caminhando na direção Norte existem várias embaixadas que valem o passeio. Como estava muito frio, fizemos o trajeto de carro.

National Gallery of Canada

Com arquitetura moderna e estrutura envidrassada, o prédio da galeria se destaca no centro da cidade (considerado também uma obra de arte) e é famoso por sua aranha metálica na entrada. É a maior galeria de artes do país, com mais de 25 mil obras de arte. É o local com o maior número de obras de Tom Thompsom e o Grupo dos 7 (são mais de 2000).
Ano de abertura: 1988
Endereço: 380 Sussex Drive, Ottawa.
Entrada: Adultos $9, +65 e Estudantes $7. Entrada gratuita nas quintas, das 5pm-8pm. Maiores informações aqui.
Horários: Domingos, Terças a Quartas, Sextas e Sábados: 10am=5pm / Quintas: 10am=8pm / Fechado nas segundas.
Website: www.gallery.ca

Museum of Civilization

Já na entrada do museu – Grand Hall – você fica fascinado com a maior coleção do mundo de totens em ambiente fechado. Este é um dos museus mais importantes do Canadá, pois conta de forma (muito interativa) os anos de sua história – começando pelas primeiras nações indígenas, passando pelos Vikings, pela colonização europeia e pela chegada dos imigrantes que construíram o país. O prédio do museu é uma atração a parte e é dos seus jardins e do seu terraço que você encontra a melhor vista do Parliament Hill e do rio Ottawa. O museu fica localizado em Gatineau (Quebec) e basta você cruzar a ponte Alexandra (super antiga, dá um medo!) para chegar no museu.
Ano de abertura: 1989
Endereço: 100 Laurier Street, Gatineau, Quebec.
Entrada: $12, +65 e Estudantes $10. Se você combinar dois museus (este e o Canadian War Museum) os valores ficam mais baratos. Veja detalhes aqui.
Horários: variam durante o ano. De Outubro a Março (época que fomos): Segundas a Quartas, Sextas: 9am=5pm / Finais de semana: 9:30am-5pm / Quintas: 9am-8pm Veja detalhes aqui.
Website: www.civilization.ca
Dica 1: Dentro deste museu fica o Canadian Children’s Museum, cujo tema central é “a Grande Aventura”, dando a oportunidade às crianças viajarem pelo mundo. O museu disponibiliza materiais para artes manuais, fantasias, entre outras coisas.
Dica 2: Lá também tem um Imax, com uma das maiores telas do Canadá. Assistimos o Rocky Mountain Express, que conta como foi a construção da estrada de trem que ligou o oeste e o leste Canadense. Adoramos!

Canadian War Museum

O Museu da Guerra era o objetivo principal da visita do Ju a Ottawa, e não decepcionou. Além de ser super novo – aberto em 2005 – apresenta seu acervo de forma organizada (o que fica muito mais fácil para nós, mulheres e não-amantes de guerras, entendermos). A participação canadense em guerras passadas é apresentada de forma cronológica e interativa, através uma vasta coleção de artefatos de guerra (armas, canhões, etc), histórias pessoais e fotografias. As exposições referentes as Primeira e Segunda Guerras Mundiais são as mais populares contando inclusive com a Limousine utilizada por Hitler durante desfiles oficiais.
Ano de abertura: 2005
Endereço: 1 Vimy Place, Ottawa
Entrada: $12, +65 e Estudantes $10. Se você combinar dois museus (este e o Museu da Civilização) os valores ficam mais baratos. Veja detalhes aqui.
Horários: Finais de semana: 9:30am-5pm / Segundas a Quartas e Sextas: 9am-5pm / Quintas: 9am-8pm.
Website: www.warmuseum.ca

Nepean Point

Entre a Alexandra Bridge e o National Gallery of Canada está esta pequena colina, que é um mirante no qual você pode ver todo o centro de Ottawa e, é claro, bater fotos incríveis. Devido ao frio não fomos até o seu topo, mas já na base da colina as fotos ficaram super legais (a foto que coloquei no topo deste post foi batida lá).

Parliament Hill

O Parliament Hill ou “colina do Parlamento” é uma vasta área de Ottawa pertencente à Coroa Inglesa que abriga os edifícios do Parlamento do Canadá e outros prédios de grande significância cultural, como a Biblioteca do Parlamento. Situa-se às margens do rio Ottawa e é a principal região turística da cidade, recebendo milhões de turistas ao ano atraídos pela arquitetura gótica, pelos jardins e outros vários monumentos do conjunto.

Há três edificios neste local: o chamado “Bloco Central” contém o Senado, a House of Commons (local aonde se encontram os 308 membros do Parlamento, eleitos democraticamente), a Torre da Paz e a Biblioteca do Parlamento (única parte do prédio que ficou intacta após um incência que destruiu o bloco central em 1916). Nos outros dois blocos, mais antigos e chamados de Leste e Oeste, ficam os escritórios dos ministros e senadores, bem como salas de reuniões e outros espaços administrativos.

Inaugurado em 1867, em estilo neo gótico (e muito parecido com o parlamento inglês), é não somente a sede do governo federal Canadense, mas um (imponente) símbolo nacional. As visitas guiadas internas (e gratuitas!) são abertas ao público durante todo o ano. Nas visitas destaca-se a biblioteca, e a House of Commons. Subir na Peace Tower (Torre da Paz) é imperdível (entrada permitida para todos, independente de ter ou não participado da visita guiada).

No exterior, se destacam o Centenial Flame (Flama do Centenário), acessa em 1967 pelo primeiro ministro. Fica localizada em um monumento circular, aonde estão gravados os brasões de todas as províncias e as datas de quando se uniram ao Canadá. Do centro do monumento jorra uma cortina de água e sobre esta, queima a tal chama. Além disso há várias estátuas de pessoas que fizeram parte da história canadense e uma das mais belas vistas de Ottawa e do Gatineau.

Canal Rideau

Considerado patrimônio mundial da UNESCO, o canal Rideau – que possui 202 km de extensão ligando as cidades de Ottawa e Kingston – foi construído no século XIX com propósito militar. A parte mais interessante do canal se concentra no centro da cidade de Ottawa: entre Parlamento/Fairmont Château Laurier até Dow’s Lake. Durante o inverno os turistas podem patinar por uma das maiores pistas de patinação de gelo do mundo, com 7.8 km de extensão. O canal estava vazio (talvez para organizar a pista de patinação, que abre no inicio do ano). A foto abaixo mostra a vista de uma parte do canal, a mais linda na minha opinião.
Veja mais informações sobre a patinação no Rideau Canal aqui.



24
Comentários

16 Comment threads
8 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Alexandre

Tudo que eu procuro sobre o Canada acabo caindo no seu site rsrs …

Só uma dúvida, a parte mais “aventureira” do Canada (trilhas, natureza e essas coisas) não tem muito na Parte “French” né.

Vi o seu post dobre Tobermory e curti muito.

Estarei em Agosto de 2017 fazendo curso de inglês (1 mês mesmo) e ja inclui Tobermory no roteiro rs, mas estou em duvida de ir para esse lado “French” … O que você acha?

Odilon

Olá Gabriela, ficarei 5 dias em Ottawa na próxima semana (de domingo dia 30/04 a sabado dia 06/05). Há algum ponto de encontros de brasileiros na cidade ? Onde você recomenda comprar eletronicos e eletrodomesticos para casa (fone de ouvido, liquidificador e roupa da cama) ? Alem disso preciso comprar um carrinho de BB, alguma dica de lugar ? O que sugere ?

Rodrigo Oliveira

OLá Gaby belo post, estou com planos de imigrar para Ottawa a principio a estudos e depois irei com a família , o que você acha sobre adaptação será difícil principalmente quanto ao inverno ,você acha que devo ir no final do inverno pra me ambientar e assim pegar um pouco de frio ou devo ir no verão .

luana

Estamos indo morar em Ottawa em janeiro, estamos muito anciosos, já li esse posto muitas vezes, ótima dicas!bju

Romulo

Olá Gaby. Dicas valiosas! Seguimos 1 delas hoje e comemos no Zak’s diner. Fantastico mesmo o milkshake de chocolate meu filhote adorou! E minha esposa pegou o de morango 10 tb! Pegamos tb uma sopa e um burger deliciosos. Amanhã tem mais ja estamos imprimindo seu roteiro rs