GTA: a região metropolitana de Toronto e seus 24 municípios vizinhos

DSC_9634

Hoje é dia 15 de janeiro e como todo dia 15 temos um projeto bem legal aqui no blog, o #vidaemTO. Mas ele mudará um pouquinho em 2020, passando a englobar blogs de pessoas que não vivem somente em Toronto mas na GTA e por isso passará a ser chamado de #vidanaGTA. E como “primeiro” post desta nova fase deste projeto não poderíamos deixar de falar sobre GTA, ou a Greater Toronto Area.

A área da Grande Toronto (GTA) é a área metropolitana mais populosa do Canadá. Consiste na cidade central, Toronto, juntamente com 24 cidades e vilarejos vizinhos, distribuídos em quatro municípios regionais: Durham, Halton, Peel e York. Segundo o censo de 2016, No Wikipedia diz que em 2016 a área da Grande Toronto possuía uma população de quase 6 milhões e meio de habitantes. Em alguns lugares vocês verão que o termo Greater Toronto and Hamilton Area é usado, englobando a cidade de Hamilton – e que certamente um dos novos membros deste projeto irá falar em mais detalhes.

É muito engraçado quando chegamos aqui e começamos a entender que “nem tudo é Toronto”. Na verdade, se olharmos um mapa da região veremos que Toronto é até pequena e precisa sim de suas cidades vizinhas para funcionar. Muitas das dicas que eu já dei aqui no blog dizendo que são de Toronto na verdade são de regiões vizinhas. Tudo é perto e bem acessível de carro ou transporte público. Tem sim, muito trânsito, mas ele flui, dentro do possível. Muitas pessoas moram nestas cidades e vem trabalhar em Toronto. Leio muitos relatos de pessoas que se mudaram e dizem que finalmente encontraram o melhor dos dois mundos: uma casa grande e espaço + agito e atrações de Toronto quando querem. Nós ainda estamos em Toronto, nunca tivemos coragem de mudar.

Para deixar este post bem completo eu resolvi escrever uma lista de todas estas 24 cidades que fazem parte da GTA com Toronto e deixar dicas de cada uma delas, com posts das atrações e o que eu já visitei ou tenho vontade de visitar.

Região de Halton

Burlington: é em Burlington que fica o Royal Botanical Gardens (maior jardim botânico do Canadá), o Spencer Smith Park (com o restaurante Spencer’s at the Waterfront que conta com um buffet delicioso de brunch de domingo) e o Mount Nemo Conservation Area (região linda para quem gosta de escalada e que fica maravilhosa no outono).

Halton Hills: é em Halton Hills que fica o Toronto Premium Outlet. Tirando o agito do outlet o local é bem pacato, com um centrinho bem fofo, parques (Limehouse Conservation Area, Terra Cotta Conservation Area e Silver Creek Conservation Area) e muita área rural.

Milton: uma curiosidade que nunca compartilhei aqui no blog: quando compramos nossa townhouse em 2011 olhamos uma casa em Milton. Lembro que na época a cidade tinha poucas casas e era bem deserta. Passando hoje eu consigo ver a diferença: a cidade está enorme. Na verdade esta é uma cidade mais residencial e você encontra casa atrás de casa, com preços bem melhores do que Toronto. É em Milton que fica o Kelso Conservation Area e a montanha de ski Glen Eden, passeios imperdíveis no inverno e outono (clique aqui para ver posts relacionados).

Oakville: uma das cidades mais charmosas da GTA e certamente melhores para morar. Conheço muitas pessoas que se mudaram para Oakville e se apaixonaram pelas casas enormes, boas escolas e vida mais pacata. Nós já fomos algumas vezes para a cidade mas nunca paramos para apreciar o centrinho e a região do lago.

Região de Peel

Brampton: é a terceira cidade mais populosa da GTA, perdendo apenas para Toronto e Mississauga. Quase 50% da população desta área é South Asian (India, Bangladesh, entre outros). Uma das atrações mais legais da cidade é um parque aquático incrível (Wet’n’Wild), que é imperdível no verão.

Caledon: é uma das mais legais para visitar ao redor de Toronto. É bem rural, com uma natureza diferente (já ouviram falar do Cheltenham Badlands? é esse lugar lindo da foto de destaque deste post), cheia de parques (como o lindíssimo Belfountain Conservation Area) e com um hotel incrível e super histórico, o Millcroft Inn. A primeira fazenda de abóboras que levamos o Thomas – esta aqui – também foi lá.

Mississauga: é talvez a cidade mais conhecida da GTA depois de Toronto. Se você chegou em Toronto de avião certamente já conheceu Mississauga, pois o Pearson Airport fica lá. A cidade possui um shopping ótimo (Square One), o charmoso bairro de Port Credit, muitos indoor playgrounds para os pequenos e muito mais. A Carol do Minha Neve e Cia mora em Mississauga e posta muitas dicas sobre o local nas redes sociais.

Região de York

East Gwillimbury: não sei muito da região, mas se vocês quiserem saber como é a vida por lá indico vocês seguirem a Nayara do instagram @myfamilynocanada que mora lá e compartilha muito sobre a vida no local.

Markham: uma cidade onde 45% dos residentes são chineses. Lá vocês encontram ótimos restaurantes de comida japonesa e muito da cultura oriental. Markham é um destino imperdível não só para os amantes da culinária oriental mas para quem curte lugares pitorescos: lá fica Unionville, uma vila linda que, como disse anteriormente, vale a visita!

Newmarket: uma cidade que pequeno mas que vem atraindo mais e mais pessoas para morar. Se você passar pelo local verá muitas residências novas e tudo bem organizado. O centrinho de Newmarket é fofo e tem um restaurante mexicano maravilhoso, o Made in Mexico. Aliás, vale a pena passear pela Historic Main Street e ver as casas e igrejas antigas. Ali em Newmarket fica também o Upper Canada Mall. Se quiserem mais informações do local é só seguir uma nova integrante do projeto, a Dani do VidalNorte que mora em Newmarket.

Richmond Hill: é uma cidade colada em Toronto e que pode ser acessada via metro. Muitas pessoas optam por morar nesta cidade e trabalhar em Toronto, porque realmente o acesso é fácil e rápido. Um dos lugares que eu ainda quero visitar na GTA fica em Richmond Hill, o David Dunlap Observatory. Ainda, existem dois lagos lindos na região: o Wilcox Lake e o Mill Pond. A churrascaria brasileira Touro fica na cidade também.

Vaughan: acho que Vaughan dispensa apresentações. A cidade é famosa pelo Vaughan Mills (o melhor outlet da região), pelo Canada’s Wonderland (o parque temático de Toronto) e por ser uma ótima opção de moradia, especialmente agora com a recente expansão do metro e novas estações na região. Outras atrações da região incluem o McMichael Canadian Art Collection (em Kleinburg, um vilarejo imperdível que fica em Vaughan) e a lindíssima área de conservação Kortright Centre for Conservation.

Outras cidades que fazem parte da região de York mas que eu sinceramente não sei muito sobre: Whitchurch-Stouffville, Aurora, King e Georgina.

Região de Durham

A região de Durham é a que eu menos conheço. Geralmente passamos por ela somente quando estamos viajando, então nunca chegamos a explorar com detalhes as suas cidadezinhas. Segue a lista delas apenas para informação: Ajax, Clarington, Brock, Oshawa, Pickering (onde fica uma usina nuclear), Scugog, Uxbridge (onde fizemos um passeio de trem em 2019) e Whitby.

Este post faz parte do projeto #vidanaGTA onde eu e outros blogueiros brasileiros que moram na região metropolitana de Toronto (GTA) falam sobre um mesmo tema, todo dia 15 do mês. Espero que tenham gostado da maneira que abordei o tema e não deixem de conferir os posts sobre este assunto nos outros blogs que participam deste projeto este mês:

Livi | Baianos no Pólo Norte
Paula | Brasileira em Toronto
Sil | Mundo da Sil
Dani | Vidal Norte
Reinaldo | Vivendo em Hamilton

6 Resultados

  1. Paula disse:

    Adorei as dicas de passeio! Bjs!!

  2. Quanta dica de passeio pela GTA! Adorei!!! E realmente, o Made in Mexico é um dos meus restaurantes favoritos :-)

  3. Reinaldo disse:

    Li os posts dos 6 blogs, incluindo o meu, e gostei demais de ver como eles são diferentes. Muito legal esse projeto!!!

  4. Sil disse:

    Amei suas dicas Gaby. Assim como você eu escolhi falar sobre os passeios na GTA e já vou incluir alguns dos seus na minha lista.
    Beijão!

  5. Andressa disse:

    É por isso que eu ADORO o seu blog! Estive em Toronto em setembro de 2019, pra fazer um curso rápido de inglês. Usei seu blog como referência pra praticamente tudo: dicas de locais pra visitar, dicas de transporte público, de eventos, de compras… muitas coisas! Minha experiência em Toronto (e cidades vizinhas) foi maravilhosa graças às dicas e recomendações que você compartilha aqui no blog. Acompanho seu trabalho há meses e tenho duas coisas pra dizer: muito obrigada e parabéns pelo seu empenho e dedicação em manter o blog sempre atualizado e repleto de boas informações. Um abraço catarinense pra você e pra sua linda família!

  6. Livi disse:

    Amei seu post Gaby, super completo!!!
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *