O Canadá como destino de lua de mel: minha experiência

canada2-255

Antes de morar no Canadá, antes mesmo de vir para cá em 2009 para fazer uma pesquisa, antes de tudo isso… eu passei minha lua de mel no Canadá. Eu sempre comento com meu marido que foi um “desperdício de destino”, pois se soubéssemos que viríamos morar aqui anos depois certamente o destino da lua de mel seria outro (ou não). Meu marido diz que foi a melhor escolha pois conhecemos o Canadá num dos momentos mais especiais de um casal – sua lua de mel – e talvez estar aqui em um momento tão feliz nos ajudou a escolher morar aqui definitivamente (gostamos do país de cara). Fato é que o Canadá já cruzou nosso caminho várias vezes e, se você acredita em destino, pode-se até dizer que todos esses momentos nos quais o Canadá “passou” nas nossas vidas fizeram com que chegássemos aonde estamos.

Casamos em dezembro de 2007 e eu lembro bem quando as pessoas perguntavam aonde nós iríamos passar nossa lua de mel, eu respondia “Canadá” e as pessoas faziam uma cara de espanto, imaginando o quê nós iríamos fazer no pico do inverno em um dos países mais frios do mundo. De certa forma, o objetivo era esse: ver neve (minha primeira vez), esquiar (minha primeira vez), passar muito frio, e ter uma experiência diferente daquela que tínhamos na nossa vida em Florianópolis (e isso incluía muito calor, sol e praia).

Nosso roteiro incluiu a parte Leste do Canadá e incluiu as seguintes cidades: Montreal (3 noites), Tremblant (5 noites), St Alexis des Monts (3 noites), Quebec City (3 dias), Montreal (3 noites), Toronto (4 noites) e Niagara (1 dia). Foram 22 dias de muita neve, muito frio, muitas paisagens lindas e, é claro, muito amor. Irei descrever um pouco do que fizemos em cada uma das cidades e também o que faríamos diferente. Além disso, vou incluir posts do blog sobre cada um dos destinos (já que visitamos todos eles novamente).

Mt Tremblant

Chegamos em Montreal, alugamos um carro e fomos direto para Mt Tremblant. Lembro que nevava muito e a estrada estava em reforma… foi um desafio chegar até lá, mas chegamos! Ficamos hospedados na vila, no hotel Lodge de La Montagne e super recomendo: nosso quarto era enorme, com cozinha completa, lareira, sala… perfeito! Infelizmente não podemos ficar neste hotel mais porque não é pet-friendly, e sempre que voltamos à Tremblant levamos nosso Jojoe.

Casamento-+-Canada1-186

Casamento-+-Canada1-225

Casamento-+-Canada1-287

Foi em Tremblant que eu vi neve pela primeira vez e que eu esquiei pela primeira vez. Meu marido já tinha feito snowboard antes (e sabia da dificuldade) e ele insistiu para eu fazer aula. Fiz aula por 2 dias e posso dizer que sai de lá esquiando direitinho. No primeiro dia fiz na pista super fácil (com tapete mágico, que é uma espécie de esteira que te leva para o topo de um morrinho bem na base da montanha). No segundo dia peguei o teleférico e fui para o topo. Meu instrutor (de vermelho) fez todo o trajeto comigo (demoramos umas 2h para descer a montanha toda) e o maridão sempre de olho preocupado.

Casamento-+-Canada1-144

Casamento-+-Canada1-201

Casamento-+-Canada1-218

Casamento-+-Canada1-224

Ah, tinha até me esquecido: Michael Douglas e Catherine Zeta-Jones (linda e super magra) estavam lá e os filhos deles fazendo aula comigo. O Ju conseguiu bater foto dele.

Casamento-+-Canada1-151

Confesso pra vocês que até hoje quando eu chego em Tramblant e olho as casas coloridas da vila eu me recordo desses momentos inesquecíveis que passamos. Foi bom demais! Clique aqui, aqui e aqui e veja alguns dos posts com dicas sobre Mt Tremblant (gente, tem tanta coisa que só estou citando alguns posts, mas procurando aqui vocês acham muita coisa).

St-Alexis-des-Monts

St-Alexis-des-Monts é uma cidadezinha entre Montreal e Quebec City, aonde fica o prestigiado Hotel Sacacomie. Já falei dele aqui no blog: um hotel enorme feito de troncos de árvores, no coração da floresta, perto do santuário Mastigouche (famoso por sua vida selvagem) e com vista para o Lago Sacacomie e sua costa de 42 km. Um lugar fascinante!

Passamos Natal em Sacacomie e lembro que participamos de várias festividades, incluindo uma maravilhosa ceia de Natal, a chegada do Papai Noel (que não sabia aonde era o Brasil, juro para vocês) e uma caminhada até uma cabana repleta de doces. Aliás, a comida durante toda a nossa hospedagem foi maravilhosa (pegamos um pacote com café da manhã e jantar). O hotel oferece várias atividades e fizemos somente algumas: bóia, caminhadas e fomos conhecer os cães que puxam os trenós.

Casamento-+-Canada1-362

Casamento-+-Canada1-388

Casamento-+-Canada1-429

Casamento-+-Canada1-465

Casamento-+-Canada1-517

Quebec City

Quebec City é super romântica e não poderia faltar no nosso roteiro de lua de mel pelo Canadá. Posso dizer que a cidade estava SUPER LOTADA, e curtimos demais os bistros e bares localizados na Citadelle. Ah, e comemos picolé de maple syrup, poutine e outras delícias Canadenses pela primeira vez. Não, não ficamos hospedados desta vez no Chateau Frontenac, mas posso dizer que já ficamos lá em 2014 (veja post aqui) e achei que o preço é muito alto para o que o hotel oferece (quartos pequenos, não incluído café da manhã ou estacionamento). Porém, o clima de castelo e a localização são perfeitos… e eu teria me hospedado sim lá na lua de mel (acho que combina muito).

Casamento-+-Canada1-551

Casamento-+-Canada1-558

Casamento-+-Canada1-568

Casamento-+-Canada1-572

Para dicar sobre Quebec City e o que fazer na cidade clique aqui.

Um dos dias que estivemos em Quebec City resolvemos ir para a montanha de ski Ste Anne, que fica 40 minutos do centro da cidade (gostei mesmo da coisa gente, já queria fazer mais e mais e praticar mais e mais). Este dia estava SUPER FRIO, e a neve estava um pouco congelada. As recordações desta montanha não foram tão boas quanto às de Tremblant, e achei a montanha mais difícil para iniciantes como eu era. Vale falar que pegamos uma super nevasca voltando pra casa – e o céu escureceu às 3 da tarde neste dia (nos outros dias escurecia às 4pm).

canada2-001

canada2-004

canada2-014

canada2-020

Montreal

Nosso destino seguinte foi Montreal – vale falar que fizemos todos estes trajetos de carro. Em Montreal fizemos os passeios turísticos: Biodome, Parque Olímpico, Cidade Subterrânea, Vieux-Montréal, Ilha Notre-Dame, Mont Royal, restaurantes da St Dennis, etc. Foram os dias mais turísticos da viagem e lembro que peguei uma super gripe. Ficamos hospedados no Days Inn da Rene Levesque e foi ok, nada de mais (mas bem localizado). Para posts com dicas de Montreal clique aqui, aqui e aqui.

canada2-072

canada2-084

canada2-098

canada2-117

canada2-133

canada2-143

Toronto

De Montreal pegamos um avião para Toronto, onde passamos os últimos dias da nossa lua de mel. Passeamos pela cidade, fizemos compras e no geral gostei, mas não foi minha cidade favorita do Canadá. Conhecemos as atrações mais turísticas – Museu ROM, CN Tower, Dundas Square, Chinatown, Eaton Centre – e, por exemplo, não fomos na Universidade de Toronto ou nas ilhas, meus lugares favoritos hoje. Sempre que comparo o quanto conheço Toronto hoje e o que conheci quando a visitei na minha lua de mel eu fico pensando nas outras cidades que visitei mundo afora e o montão de coisas que devo ter perdido. Se quiser dicas sobre Toronto, clique aqui.

canada2-172

canada2-176

canada2-203

canada2-212

canada2-232

canada2-252

canada2-279

Ah gente, quase ia esquecendo: passamos o Reveillon de 2007 para 2008 em Toronto. Lembro que não tínhamos feito reserva em nenhum restaurante e foi difícil achar algo aberto e com vaga (portanto, para aqueles que forem passar o Reveillon por aqui, reservem um local para jantar com antecedência). Fomos à Nathan Phillip Square para a “festa da virada” e tinha alguns shows + fogos mas nada muito impressionante. O que foi impressionante foi a fila para pegar o metro na volta – acabamos voltando a pé porque esperamos uns 30 minutos e nada. A foto abaixo foi uma das poucas que tiramos e a minha cara de frio e sono mostra o agito da festa!

canada2-280

Niagara

Alugamos um carro por 1 dia e fomos até Niagara. O arrependimento da viagem foi ter ficado na região somente um dia, já que é super romântica e um dos destinos mais populares dos casamentos da região. Não conseguimos visitar as vinícolas de Niagara-on-the-lake por falta de tempo (e também porque só o Ju podia dirigir e não íamos correr o risco dele beber e dirigir). Então passeamos pela cidadezinha, vimos as cataratas e voltamos para Toronto congelados (estava muito frio) e com gosto de quero-mais. Uma dica: se estiverem planejando viagem para Toronto, aluguem um carro (acho complicado ir de ônibus ou trem no inverno), peguem um hotel e fiquem uma noite na região, que é linda!

ultimas-canada-008

ultimas-canada-021

ultimas-canada-023

ultimas-canada-034

ultimas-canada-043

ultimas-canada-045

Espero que tenham gostado do post e se passaram a lua de mel por aqui me contem a experiência de vocês, vou adorar ler as histórias.



25 Comment threads
20 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors

[…] alguns segredinhos que a cidade possui que somente aqueles que moram por aqui sabem. Vale falar que a primeira vez que conheci Toronto – em 2007 – eu não gostei da cidade e achava que ela se resumia a uma grande […]

Paula

Oi Gabby, tudo bem??
Adoro seu blog. Estou moldando meu plano Canadá também junto com meu marido.
Vamos nos casar ano que vem e decidimos que o Canadá seria nosso destino de lua de mel. Para minha surpresa, hoje fui pesquisar sobre e vi que vocês tiveram a mesma idéia que a gente e achei super bacana.
Queria saber de você, como se planejou para sua lua de mel, se deixou hoteis reservados ou se foram alugando conforme a necessidade???
Estou começando meus planejamentos agora e nem sei de que ponto partir kkkkkk.

Amanda Rodrigues

Olá,
Vi que vcs fizeram o roteiro por conta própria e estou com vontade de fazer algo similar. Acha que valeu a pena dispensar a agência de viagens e se programar independentemente?
A principio nos casaremos em fev/18, então estamos esperando bastante frio também. e se tudo der certo queremos nos mudar para o canadá também. Ja estamos namorando o país desde o início do namoro.
Inclusive aceitamos dicas nessa área também.

[…] visitei Toronto pela primeira vez em 2007, quando estive no Canadá durante a minha lua de mel. Viemos para cá no inverno e ficamos na cidade 5 dias. Eu confesso para vocês que eu não gostei […]

David

Olá Gabriela, vi e li sua experiência de Lua de Mel no Canadá, teve alguma agência de Viagem, poderia me informar .. pois preciso para saber e agendar minha Lua de mel.