4 meses fora de Toronto: o que eu sinto falta

Preciso confessar uma coisa para vocês: é muito estranho pensar que eu não moro mais em Toronto. Na verdade eu nem sinto que moro fora dela, porque estou lá todas as semanas e a cidade está sempre em mim. Difícil explicar… Tem também o fator pandemia que impede a gente de curtir as atrações e eventos da cidade, então talvez seja por isso que eu não tenha sentido tanto o impacto de morar a 1 hora dela. Já faz 4 meses que não moramos em Toronto e eu resolvi escrever este texto para falar sobre o que eu sinto falta na cidade.

A multiculturalidade

Apesar do Canadá ser todo multicultural a mistura de gente que há em Toronto é mágica e eu não vi ainda aqui no interior. Eu comentei isso com meu marido e ele falou que não concorda e acha que o fato de estarmos em casa e não “explorando” a região (por causa da pandemia) faz com que a gente tenha essa idéia errada. Mesmo assim, partindo pelos colegas de escola do Thomas eu sinto que aqui não é tão multicultural como Toronto e confesso que isso não me deixa muito feliz porque como escrevi aqui eu quero criar os meninos no meio de uma mistura de culturas.

A culinária

Onde moramos há sim restaurantes locais mas a maioria é de rede. Eu fico chocada quando vamos passear de carro nos finais de semana e o drive thru do McDonalds está lotado. E o do único Starbucks da cidade mesmo nunca conseguimos ir porque está sempre cheio. Por mais que haja muitas coisas legais aqui nada se compara aos restaurantes de Toronto. Você pode escolher qualquer culinária mundial e encontrar por lá e, melhor ainda, muito bem feito. Esse “problema” eu sei que podemos resolver facilmente porque o plano é sempre ir a Toronto para almoçar nos finais de semana, mas enquanto isso não acontece eu sonho com meus restaurantes favoritos de lá.

A CN Tower

Acho que nem precisava falar porque quem me acompanha sabe da minha adoração pela CN Tower. Este é não somente um símbolo imponente de Toronto (e da vida Canadense) mas um lembrete para mim de tudo que essa cidade trouxe para a minha vida. Não há UMA VEZ que eu não olhe para a CN Tower e sorria. Hoje eu trabalho mais ao norte de Toronto e sempre que estou dirigindo para lá vindo de casa eu fico procurando ela, para sentir esta sensação novamente. Não vejo a hora de explorar Toronto e apreciar a torre de diversos ângulos.

O lago Ontario e sua Lakeshore

Morávamos muito perto da Lakeshore (literalmente 5 minutos a pé) e íamos lá TODOS os dias. É certamente meu lugar favorito na cidade (leia aqui). Sinto falta das caminhadas, do Humber River e sua bela ponte, do skyline de Toronto emoldurando nossos passeios, de encontrar os amigos e até os mesmos desconhecidos todos os dias, de relembrar os cantinhos que Jojoe mais gostava… Hoje moramos perto de vários lagos – e amamos! – mas não é a mesma coisa.

As lojas locais

AMO as lojas dos bairros de Toronto, digo aquelas de empreendedores locais mesmo (porque Walmart, Dollarama e Winners tem aqui também). Depois de morar mais de 10 anos em Toronto eu já sabia onde ir quando queria uma carne mais selecionada, um doce diferente, um presente personalizado, um enfeite para casa… ainda não conseguimos explorar a região que moramos mas obviamente há bem menos lojas e variedades, então sei que quando quiser algo específico terei sim que voltar a Toronto para comprar.

O TTC

Muita gente odeia o TTC mas não podemos negar que morar em uma cidade grande com vários tipos de transportes públicos é muito bom. Por mais que a gente tivesse carro quando morávamos em Toronto sempre pensávamos se iriamos a um lugar de carro ou transporte público. Muitas vezes optávamos pelo último, mesmo já com os meninos. Aqui precisamos de carro PARA TUDO e eu não gosto desta dependência, nunca gostei.

O agito

Muita gente sai de Toronto para buscar sossego, mas não foi o nosso caso. Gostamos de agito e até de parques lotados (pré-pandemia, obviamente). Nós queríamos uma casa e não conseguimos encontrar o que queríamos em Toronto. Mas o sossego não é algo que eu curta tanto… e quem me conhece sabe disso. É estranho andar pelas ruas aqui e tudo estar sempre vazio. Eu ainda não consegui me acostumar. Vale falar que meu marido ADORA!

A proximidade das vinícolas de Niagara

Eu e o marido AMAMOS visitar as vinícolas de Niagara. Esse é um dos principais hobbies que adquirimos por aqui. No verão pré-pandemia não havia um mês que não íamos para um almoço ou brunch em uma das vinícolas e completávamos com uma caminhada por Niagara-on-the-Lake. Agora estamos há 2h20 de lá e esses passeios irão acontecer, mas não com tanta frequência.

O clima

Aqui no norte de Toronto temos um inverno mais rigoroso e um verão bem mais quente. Sempre acabo checando a previsão de Toronto e é sempre 3 ou 4C a menos no verão e a mais no inverno. Como nos mudamos no final do inverno não sentimos ainda essa diferença, mas sei que quando presenciarmos o inverno in full eu irei sentir saudades da “falta de neve” em Toronto e do frio nem tão rigoroso.

Espero que tenham gostado na minha lista e queria saber a opinião de vocês que não moram mais em Toronto: o que você sente falta?

1 Resultado

  1. Renata disse:

    Gaby o coração fica sempre dividido: o acesso a muitas coisas e o agito de Toronto ou o conforto de ter uma casa própria grande e bonita? Eu sinto o mesmo, não gosto de depender de carro e em Toronto já sabia onde estava tudo que eu queria. Mas, vivo feliz com minha família aqui em Mississauga e vamos a Toronto sempre que precisamos ! ♥️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *