Os muitos lados da vida no Canadá

Hoje é dia de projeto 6 on 6 Canada aqui no blog e eu nem acredito que já estamos no quarto tema de 2021: já é abril!!!! O tema deste mês é muito interessante e fala dos muitos lados da vida no Canadá. Como qualquer lugar do mundo o Canadá NÃO é perfeito e apesar de algumas pessoas só focarem no lado positivo – qualidade de vida e glamour de morar fora – há alguns lados da vida aqui não tão bonitos e fotogênicos.

Eu pensei MUITO sobre como iria explorar este tema e quais fotos iria colocar. Como há muitos textos e posts sinceros aqui no blog, com reflexões sobre a vida no Canadá, eu resolvi trazer para vocês 6 posts diversos que irão – hopefully – mostrar um pouco das diversas maneiras que a vida aqui pode ser vivida. Notem, porém, que essa visão é particular e pode não ser a maneira que alguns de vocês enxergam a vida no Canadá.

Uma vida realmente multicultural

DSC_3100

No texto intitulado “a melhor parte de morar em Toronto” eu falo sobre a multiculturalidade da cidade e quando a ficha caiu que realmente eu estava no lugar certo para criar meus filhos. Apesar do texto ser sobre uma experiência minha em Toronto ele é válido para todos os cantos do Canadá – e eu inclusive poderia contar várias outras passagens sobre o assunto. A imigração por aqui é incentivada e encontramos pessoas do mundo todo, em todos os lugares do Canadá. Este “lado” da vida canadense pode ser visto de uma maneira positiva (como eu escrevi no meu texto) ou negativa (porque cada cultura tem suas regras e nem sempre é fácil conviver com todas elas) mas é uma das características fortes do país.

Uma vida sem glamour

Eu escrevo o texto “sobre o glamour da minha vida canadense” em janeiro de 2015 e lembro até hoje da má repercussão que ele teve. As pessoas me criticaram muito por eu falar que minha vida não é glamurosa utilizando como exemplo o fato de eu fazer minha faxina e não fazer a unha toda semana. Eu falo também da meleca que a neve fica depois que ela cai e como as ruas não ficam tão bonitas assim. O exemplo dado continua válido mas, obviamente, são vários outros os motivos de que a vida no Canadá é tudo menos glamourosa. Morar no Norte não é fácil e você vai ter que se virar de diversas maneiras, porque mão de obra é cara, o suporte de familiares quase sempre não existe e o começo da vida não é fácil (o meio também não). As pessoas que veem as nossas fotos lindas no meio da neve não enxergam o lado da correria, do cansaço e da preocupação com o futuro que muitos tem.

Uma vida em contato com a natureza

DSC_0785

Um lado da vida canadense que eu sou impressionada até hoje é o contato com a natureza – e a prioridade a este contato. É difícil explicar isso porque o Brasil tem uma natureza muito rica (talvez até mais rica que o Canadá) mas aqui a natureza é colocada em um pedestal e tudo que envolve ela é bem cuidado e bem feito. Os parques, as praias, as florestas, os animais selvagens… tudo está tão perto e faz parte da nossa vida. Apesar de eu ter vindo de Florianópolis – uma ilha com 42 praias – eu não lembro de dar este enfoque à natureza tanto quanto eu dou aqui. Talvez tenha sido eu que tenha mudado. Talvez esta comparação nem seja válida. Mas o que eu sei é que um dos lados mais incríveis do Canadá é a vida em contato direto com a natureza, diariamente. Para “ilustrar” este lado do Canadá eu convido todo mundo a assistir este vídeo maravilhoso que meu marido fez sobre “a nossa passagem rápida – e inesquecível – por Newfoundland”.

Uma vida de aprendizados

Um dos lados que eu mais admiro na minha vida canadense – e acho que isso é válido para todos que moram fora do seu país de origem – é a nossa capacidade de aprendizado e adaptação. Na verdade, se você não tem esta capacidade, há várias chances de você não curtir a sua experiência e ficar infeliz. NADA será igual ao que você tinha no Brasil e isso deve estar bem claro no dia 1, para que não haja surpresas desagradáveis. Comparações vão acontecer mas você tem que estar certo do que busca aqui, aprender com seus erros, aprender como é feito aqui, aprender, aprender, aprender. E para ilustrar este lado do Canadá eu trago um post sobre o tão controverso sistema de saúde daqui: “um abraço que mudou tudo: o dia que fiz as pazes com o sistema de saúde do Canadá”.

Uma vida de encontros

Eu gosto muito de pensar na vida no Canadá como uma vida de encontros. Esses encontros são de diversos tipos: você encontra pessoas e se reencontra. Encontra lugares especiais e novos favoritos. Quando falamos de pessoas, no Brasil nós temos os amigos de infância e aqueles que encontramos quando éramos mais velhos. Aqui no Canadá encontrar amigos é diferente: se eles são brasileiros a conexão geralmente é instantânea, porque muitas vezes os objetivos que te moveram para fora do Brasil são semelhantes; se eles são de outra nacionalidade há sempre muita curiosidade e a mistura louca de culturas que pode gerar tanta coisa. Neste texto aqui sobre “encontros” eu conto para vocês que nenhum lugar, nenhum aprendizado, nenhuma cultura se compara às pessoas que cruzei desde que deixei o Brasil e o quão importante este lado da vida canadense é importante para mim.

Uma nova vida

Um dos lados da vida no Canadá certamente é desconhecido para todos e você só irá conhecer depois de vir para cá. Tudo muda. Tudo é novo. Você se descobre. O texto “o que muda para sempre depois de morar fora” traz essa reflexão importante sobre a nova vida e o lado do Canadá que você só vai descobrir se mudar para cá – e permitir-se viver esta mudança. Acho também válido citar que eu escrevo no blog desde quando ainda estava no Brasil e noto esta mudança nos meus textos e também nas minhas idéias no decorrer destes 11 anos de blog. Este lado da vida no Canadá é especial e certamente único.

Espero que tenham gostado do texto e não deixem de me contar qual o lado da vida no Canadá que vocês mais se surpreenderam. Por fim, segue abaixo os participantes deste projeto que estarão postando em seus blogs hoje sobre este tema.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mapa_6on6_2021-720x569.jpg

Embarque com a Pri (Priscila, Victoria)
Sala da Nanda (Nanda, Ottawa)
Mariana Day Blog (Mariana, Calgary)
Viajadora (Thais, New Westminster)
Vivendo em Hamilton (Reinaldo, Hamilton)

A foto dos balões rosa é do Canva Pro.

1 Resultado

  1. Reinaldo disse:

    Ótima reflexão, Gaby! Tem muitos pontos interessantes no seu Post, mas talvez o principal deles é como a nossa vida muda depois que começamos a morar fora. Passei por isso na prática quando morei nos EUA e voltei ao Brasil um ano e meio depois. Minha vida nunca mais foi a mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *