Como manter o português presente no dia a dia das crianças que moram fora do Brasil

O post de hoje faz parte do projeto Mães no Canadá onde eu e várias mães que moram no Canadá falam em suas redes sociais sobre um determinado tema – quer ver os diversos posts deste projeto? clica aqui. O tema deste mês é muito interessante e fala sobre como manter o português – e irei expandir para a cultura brasileira de uma maneira geral – no dia a dia dos seus filhos (brasileiros ou não) que moram fora do Brasil.

Pausa antes mesmo de começar o texto para falar que recentemente eu escrevi um texto falando sobre “ser brasileira e ter filhos gringos”. Neste texto eu exponho a minha opinião sobre ter filhos fora do nosso país de origem e criá-los longe da nossa cultura, tarefa esta que não é fácil especialmente porque não sabemos o que esperar do meio e das influências que estão moldando a vida dos nossos filhos fora de casa, porque simplesmente não passamos por isso. E manter a língua portuguesa e os costumes brasileiros dentro de casa é algo que pode acalmar nosso coração e também ajudar seu filho não só a ter uma segunda língua mas ser um cidadão do mundo e entender sobre mais de uma cultura.

Em relação às dicas para manter o português presente no dia a dia das crianças brasileiras ou de pais brasileiros que moram por aqui eu vou listar (novamente) as dicas que foram publicadas aqui no blog em 2017 – neste post aqui – pelo pessoal do projeto Português Lúdico. Para quem não sabe o Português Lúdico é um projeto fundado por 2 pedagogas que visa desenvolver o conhecimento da língua portuguesa e da cultura brasileira de forma lúdica, utilizando como alicerce a integração de crianças em atividades que visam promover a oralidade, a leitura e a escrita, de acordo com a faixa etária. Abaixo vou listas as 7 dicas passadas por estas profissionais incríveis e depois irei falar sobre a nossa experiência aqui em casa, isto é, o que eu faço para manter o português e a cultura brasileira presente por aqui.

  • Dica 1: Adotar uma política linguística familiar
  • Dica 2: Cantar músicas brasileiras
  • Dica 3: Manter um calendário brasileiro com datas comemorativas
  • Dica 4: Compartilhar histórias vividas no Brasil
  • Dica 5: Preparar comidas típicas brasileiras
  • Dica 6: Ficar atento aos eventos que grupos brasileiros promovem no Canadá
  • Dica 7: Seguir o Português Lúdico nas redes sociais

Em primeiro lugar a regra que temos aqui em casa e tentamos adotar sempre é: só se fala português por aqui. Se você quer que seus filhos falem português – e nós queremos, muito! – temos que falar português em casa. O inglês eles vão aprender em todos os lugares, mas o português só nós podemos ensinar. O Thomas sabe disso e em 90% das vezes fala português com a gente. E quem conhece ele sempre fica impressionado como o português dele é fluente… e sim, eu sou super orgulhosa disso porque sou super chata para ele falar português. Na verdade, não é natural para mim falar inglês dentro de casa – com meu marido e com meus filhos – então falar português se torna algo natural e não forçado. Obviamente Thomas tenta falar inglês com a gente e muitas vezes sai uma resposta em inglês, mas desde pequeno nós já estipulamos isso – de falar português em casa – e ele já sabe e tenta ao máximo. Por enquanto estamos conseguindo manter a língua aqui em casa.

Além de falar o que mais ajuda na hora de praticar o português são os livros de história. Isso porque eu SEMPRE conto as histórias em português – sejam os livros em português ou não. O Thomas já sabe e se por algum motivo eu leio em inglês ele fala que quer em português. Confesso que na hora que peço para ele me contar uma história ele sempre começa com “Once upon a time”, mas eu acredito que a curiosidade dele por histórias e o fato de eu contá-las sempre em português ajuda muito no processo de manter esta língua presente na sua vida.

Em relação a dica de manter um calendário comemorativo com as datas brasileiras eu confesso que não consigo manter. Até já celebramos festa junina e dia do índio, mas são tantos eventos e a vida é tão agitada que eu não consigo incluir mais celebrações e atividades no que já costumamos fazer. E dia das crianças eu não comemoro pois acho uma data super comercial – e que não é celebrada aqui. Portanto, não me animo a inserir ela no dia a dia dos meus filhos.

Por fim, as dicas de manter-se conectada com mães brasileiras e grupos de mães brasileiras faz sim uma grande diferença. Acho que nós – mães brasileiras – nos entendemos mais e podemos nos unir e nos ajudarmos nessa difícil tarefa de criarmos filhos fora do Brasil. Entre os diversos grupos e projetos – além do Português Lúdico – eu indico os seguintes: Ciranda Brasileira, Vila Materna, Into FUN, Mamães Brasileiras no Canadá, Mamães Brasileiras em Toronto GTA, entre outros.

Como falei anteriormente este post faz parte do projeto Mães no Canadá, no qual eu e outras mães brasileiras que moram no Canadá falamos sobre um mesmo tema, todo dia 20 de cada mês. Não deixem de conferir também o que as outras participantes do projeto tem a dizer sobre o assunto.

Alessandra (Bathurst, NB) | Canadiando
Amanda (Richmond, BC) | Viva Canada
Beatriz (Vancouver, BC) | Biba Cria
Carol (Vancouver, BC) | Fala Maluca
Danielle (Toronto, ON) | Vidal no Norte
Livi (Toronto, ON) | Baianos no Pólo Norte
Mari (Calgary, AB) | De Bem Com a Vida

Os créditos da foto são os seguintes:natanaelginting – www.freepik.com. Espero que tenham gostado do texto e não deixem de me contar o que vocês fazem para manter o português – e o Brasil – ativo e presente dentro da casa estrangeira de vocês.



3 Resultados

  1. marcele disse:

    Gaby, e quando a mae fala portugues, o pai grego e os dois querem que o filho aprendam suas respectivas linguas?

    • Poisé, complicado! Mas não acho impossível. Conheço casos que só a mãe fala português – e o marido é Canadense – e a mãe fala com as crianças somente em português. Tem tbem o caso de uma amiga brasileira que o marido fala espanhol e eles tentam falar as 3 línguas em casa. Acho que na realidade cada familia deve procurar as coisas que funcionam para ela, mas nunca desanimar e sempre tentar!

  2. Aline disse:

    Minha filha tbm não perdeu o português. Ela está com 6 anos agora. Em casa e mesmo só português. Eu sou brasileira e o pai português . Mesmo quando ela fala em inglês. Agente finge q não entendeu pra ela repetir em português. Assim hoje ela é fluente em inglês mais fala português fluente tambem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *