Ripley’s Aquarium of Canada, o aquário de Toronto

images

Depois de 2 anos de construção, alguns atrasos e mais de 130 milhões de dólares gastos, em 16 de outubro de 2013 foi inaugurado o Ripley’s Aquarium of Canada em Toronto. Este é o maior aquário do Canadá e também a maior coleção de tubarões da América do Norte.

O aquário fica localizado ao lado da CN Tower e para chegar de transporte público você deve saltar na estação de metro Union e caminhar 750m pelo Skywalk até a atração (clique aqui para ver o mapa). Fomos em um dia de muita neve e caminhamos muito pouco na rua, portanto esta é uma atração super indicada para um dia de frio, quando não se tem muito o que fazer na rua.

Os ingressos custam $29.98 + taxa para adultos (14+ anos), $19.98 + taxa para idosos (65+ anos) e crianças (6-13 anos), e a dica é que você compre os ingressos online aqui antes de ir (pode ser 1 dia antes). Quando fomos entramos direto com os ingressos comprados online e as pessoas que deixaram para comprar na hora tiveram que esperar 30 minutos para entrar. Há um local para guardar seu casaco ($2 por cabide), fundamental pois ninguém merece andar com o casaco pelo aquário.

AquarioToronto_GNC1

RipleysAquario_GNC2

Eu_noaquario_GNC

Ripleys_numeros

RainbowReef

Dicas: visite o aquário nos dias de semana, e os melhores horários são entre 9am-10am e depois das 3pm. Para conhecer o aquário com calma e bater fotos de todos os animais diferentes que você encontrar você precisará de no mínimo 2.5 horas (foi o que levamos em um sábado cheio de gente porém já li relatos de que 2 horas são sufientes para passar por todas as galerias).

A atração principal do local é o Dangerous Lagoon (Lagoa Perigosa) que leva os visitantes por um túnel de 97 metros, numa esteira rolante, passando por várias espécies de tubarão (como o tubarão-cinza, tubarão tigre areia e tubarões de recife). Ainda por lá você verá tartarugas marinhas, barracudas, peixes-espadas e garoupas.

Ripleys_GNC3

Ripleys_GNC5

Ripleys_GNC6

Ripleys_GNC7

Tunellotado_GNC

Há também uma galeria de Águas Canadenses que exibe animais aquáticos do país, tanto do mar quanto de água doce. Uma das partes que mais me chamou a atenção foi a Floresta Kelp, que possui um mecanismo que reproduz a maré do litoral da Columbia Britânica. Além disso há polvos gigantes, peixes-sombra do Ártico, enguias-lobo e até as raras lagostas azuis.

Ripleys_GNC8

Uma outra galeria legal é a de águas-vivas (com cinco espécies e muita cor).

Ripleys_Aguaviva_GNC1

Ripleys_aguaviva_GNC2

Ripleys_aguaviva_GNC3

Animais exóticos, como os dragões-marinhos-arbustos, cavalos-marinhos e peixes venenosos como o peixe-leão vermelho (foto abaixo) e peixe-pedra, também estão sendo exibidos no Ripley’s Aquarium.

Cavalo-marinho_GNC

SeaDragon_GNC

Redlionfish_GNC

Eu poderia parar o post por aqui e somente escrever que o aquário é lindo, mostrar as fotos que eu bati e falar o quanto vale a pena o passeio. Mas resolvi falar um pouco do que li sobre a história do local e também dar minha opinião mais crítica em relação a isso. Em primeiro lugar, não é tão fácil conseguir construir uma atração turística aqui em Toronto. Parece que há um conselho que já vetou vários projetos – casinos, parques de diversões – e ninguém sabe como a construção do aquário foi aprovada depois de negociações de mais de 5 anos. Porém acho importante destacar antes de escrever minhas críticas de como é importante ter centros de pesquisa de espécies em extinção, que são capazes de explorar questões complexas no que diz respeito à ciência ambiental e colocá-lo em perspectiva, ou seja, de uma maneira que as pessoas possam ver e entender. Em outras palavras, mostrar como os animais vivem podem despertar a importância da preservação da natureza. Conscientização é a palavra.

Não sei quanto a vocês mas eu me sinto um pouco dividida em relação a ter animais presos para que nós possamos apreciá-los. Quem me conhece sabe que eu não gosto de zoológicos. Em relação a aquários nunca tive nenhum problema, mas sempre fiquei com um pé atrás pensando que animais que são acostumados a nadar na imensidão do mar tenham que estar sujeitos a alguns metros quadrados, por maior que os aquários sejam nunca é suficiente. Pensando nisso fiquei um pouco triste ao saber que 10 tubarões tigre foram “encomendados” e capturados especialmente para o aquário de Toronto. Mas ao mesmo tempo esses tubarões estão em risco de extinção pois é comum serem capturados (a sopa de tubarão tigre é o prato típico do casamento chines). Segundo pessoas associadas ao aquário, a captura destes é uma forma de preservá-los e estudar seu ciclo de vida, reprodução e comportamento.

Segue vídeo com os highlights deste passeio:

** No interior o aquário é geralmente bastante escuro e a maioria das criaturas do mar não são estacionários, então vamos apenas dizer que bater uma boa foto pode se tornar um desafio, ainda mais quando o aquário está lotado (como no dia que fomos).

You may also like...

16 Responses

  1. Maila disse:

    Oi Gaby! Tudo bem?
    Estou com visitas e procurando tickets com desconto para aproveitar as atrações de Toronto. Vc sabe se o site go group deals é seguro?

  2. Iana disse:

    Oi Gaby! Há uns meses atrás eu enviei uma pergunta pra vc a respeito do clima, iria para Toronto em meados de Agosto. Confesso que fiquei um pouco apreensiva, mas com suas dicas, me deixou mais segura….Bom…fui pra Toronto, já voltei do meu intercâmbio, e adoro seu blog! Mesmo depois de voltar ainda vejo os seus posts, só pra recordar do tempo bom que passei nessa cidade. Encontrei até uma aluna sua da Universidade de Toronto…Muito obrigada por rechear de dicas para nós brasileiros…um grande beijo!

  3. Samy disse:

    Gaby eu não me canso de ver essa foto sua com o ‘bixo’ rindo! ahuahauhauhuha
    Muito engraçada!! Parece um meme!! hauhauahahuaha

    Adorei as fotos do aquário, depois que vi no instagram tava esperando tu postar algo, adoro foto de peixinhos e bichinhos 😀

    Mostrei pra minha mãe as tuas fotos na neve e essa postagem aqui e ela amou! Achou tudo muito legal e lindo!

    beijoss

  4. Mariana Brito disse:

    adorei, parece lindo! uma pena que atrasou e não conseguir ver 🙁
    ah, e parabéns! vc está ficando craque em melhorar o conteudo do blog com esses vidos e fotos personalizados de acordo com a tração 🙂
    bjocas

  5. Adriane disse:

    Lindo post!! Adorei visitar o aquário!! Realmente é tarefa difícil tirar boas fotos no escuro e com os peixinhos em movimento… mas vcs conseguiram! Video também ficou show!
    Beijos
    Adri

  6. Dan disse:

    Parabéns pelo post Gaby! Ficou excelente! As fotos ficaram incríveis!

  7. Emy disse:

    Eu tb compartilho dessa mesma dúvida de quão ético é manter animais presos para nosso entretenimento. Eu não vou a zoológico como vc.
    Muitos bilólogos alegam que ao manter o animal em cativeiro, eles preservam a espécie, e podem estudar seu ciclo de vida… Como vc escreveu. Creio que é possível preservar a vida do animal específico que está em cativeiro, mas se a espécie está em perigo de extinção, isso não resolve o problema.
    Quanto a estudar ciclo de vida, fica mais complicado pois é sabido que os animais, mesmo os marinhos, principalmente os grandes, mudam totalmente de comportamento quando em cativeiro.
    Provavelmente eu vou visitar esse aquário, para acompanhar amigos quando me visitarem, mas vou com alguns questionamentos na cabeça.
    Obrigada pelas dicas da compra de ingresso e melhores horários de visita!
    Ah, e mais uma vez suas fotos estão excelentes!

    • Gabriela disse:

      Obrigada pela mensagem Emy. Eu fico muito dividida e com meu coração na mão… por isso não pude deixar de compartilhar meus pensamentos no blog. Adorei sua mensagem, vc é bióloga? Beijos

  8. Jessica Lorrany disse:

    Nossa, que demais Gaby, voces sao mtu abencoados em poderem conhecer tantos lugares lindos.. sempre envolvidos com a natureza. Eu condordo muito com esse ponto de vista em conhecer, para poder dar valor e preservar.
    Eu espero muito um dia conhecer tambem esses lugares maravilhosos do canada. Parabens, adoro seu blog!

  9. Oi Gaby! Recentemente descobri seu blog através de pesquisas a respeito do Canada, obrigada por compartilhar tantas informações! Também sou catarinense! hehe
    Quanto ao post, eu nunca gostei de ver animais trancados assim também, mas pensando pelo lado de ser “uma forma de preservá-los e estudar seu ciclo de vida, reprodução e comportamento”, achei interessante esse ponto de vista, quem sabe as pessoas vendo os animais tão lindos e vivos (que alguns dificilmente veríamos de outra maneira a não ser em um aquário) seja uma boa forma de conscientização como por exemplo evitar jogar lixo na areia/mar que é algo tão simples que muitas pessoas não fazem. Esses rituais absurdos que vemos com animais como o da sopa, este aqui: (http://www.protecttheocean.com/denmark-continues-dolphin-slaughter-warning-graphic-images/) me deixam pasma. Gosto muito desta frase: “This is our planet, the earth is our mother, and all of the creatures who share it with us are our fellows, brother and sister inhabitants. It is not ours to do with as we please. We’re only here borrowing it for a while.”
    Parabéns pelo blog! E o aquário é realmente lindo!

  1. 14/09/2014

    […] hora de visitá-lo e assim que formos escreverei aqui para vocês. **Visitamos e foi demais. Clique aqui e veja post sobre nossa visita em Fevereiro de […]

  2. 20/02/2015

    […] Aquarium – Eu tenho pânico de água, nunca poderei fazer mergulho na minha vida e a sensação de […]

  3. 27/02/2015

    […] estamos há pouco tempo aqui em Toronto ainda não fomos em muitas atrações. Por enquanto, o Aquário de Toronto é a nossa atração […]

  4. 30/07/2015

    […] 288 Bremner Blvd. Clique aqui para ver um post detalhado sobre o […]

  5. 15/06/2017

    […] que é imperdível (na minha opinião) subir na CN Tower ou visitar o Aquário da cidade, mas Toronto possui inúmeras atrações gratuitas que você irá curtir muito e economizar […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *