Dicas para viajar de carro com seu cachorro

travelling_without_joe

Joe1

Em primeiro lugar, se você gosta de viajar você deve evitar duas coisas: plantas e animais. Eu não tenho plantas em casa – nunca consegui cuidar (não tenho jeito pra coisa) e elas sempre, sempre morrem. No caso de animais, não tem jeito: Joe me conquistou!… e não é a toa que trouxemos ele do Brasil para o Canadá e ele é certamente o “integrante” da nossa família que mais curte a vida Canadense!

Vou confessar: não é fácil viajar de carro com um animal de estimação. Quando decidimos viajar com o Joe temos que pensar aonde vamos parar, pesquisar se as atrações que pretendemos ir aceitam cachorro, reservar hotéis que são pet-friendly, e por ai vai. Mas vejo que todo o esforço compensa, pois o Joe adora a nossa companhia e é muito tranquilo, então conseguimos fazer viagens longas de carro com ele sem problema. Não posso dizer que ele não se cansa – ele fica bem estressado – mas tentamos sempre fazer um passeio no nosso destino totalmente voltado para ele, como por exemplo, um passeio no parque.

nos_Jojoe

Assim como no Brasil, aqui no Canadá há uma lei que ordena os animais estarem seguros dentro do carro, presos em coleiras ou caixas de transporte, nunca soltos. Além da segurança (sua e do seu animal) o cachorro solto representa um risco na direção. Animais podem ser imprevisíveis, principalmente em situações estressantes, e podem pular no colo do motorista de repente. O melhor a fazer é evitar esse tipo de situação. Eu trago o Joe no meu colo, preso com a coleira. As vezes transportamos o Joe no banco de trás, também preso. Nós arrumamos uma banheira de bebê para ele ficar mais confortável. A banheira está sempre fixa (presa no assento), assim como ele, fixo pela coleira.

banheira_Joe

A recomendação é que, em viagens longas, você faça parada regulares a cada duas ou três horas. No caso do Joe, sabemos como ele se comporta e muitas vezes seguimos por mais tempo porque ele esta tranquilo, geralmente dormindo. Mas quando ele começa a ficar inquieto e já se passaram algumas horas, sempre paramos para ele (e nós) esticarmos as pernas. O Joe é um ótimo cachorro, mas não suporta ficar muito tempo parado (como a maioria dos cachorros, acredito).

tired

Ainda, preocupe-se também com o local da parada, que ele tenha uma grama e seja um local seguro (sempre achava complicado parar nas BRs do Brasil). Pense que nem todos os estabelecimentos são pet-friendly e que você (ou alguém que esta viajando junto) terá que ficar caminhando com seu cachorro lá fora. Portanto, pare em um local seguro. Aqui no Canadá não nos preocupamos com segurança. O problema aqui é passear com ele no frio (e ai sempre pesquisamos alguns locais que possuem areas cobertas que aceitam cachorros).

Por fim, eu sempre tenho um kit-Joe a mão: água, pote para água, bolachinhas (petiscos, porque ração ele nunca come em viagem), um travesseiro para ele deitar confortável, lenços umedecidos, muitos saquinhos de necessidades e por ai vai. Sempre ofereça água ao seu animal com frequencia. O Joe é realmente o rei aqui de casa, tem sua mala (que é sempre a primeira a ser arrumada) e até mesmo o som do carro tem que estar “meio baixo”, porque senão ele fica incomodado.

bags

Alguns links que podem ser úteis:

Guia 4 rodas viagem com seu cão
Site Bring Fido (hotéis pet-friendly no mundo)
Dicas do Cesar Millan sobre viajar com seu cachorro (em inglês)

You may also like...

3 Responses

  1. Daniela disse:

    Gaby, adoro seu Blog. Pelo que vejo vc sempre tenta levar Joe nas viagens, mas minha duvida eh exatamente o contrario, aonde vc consuma deixar ele quando nao pode levar? Eu moro em Toronto tb e tenho dois (Puppy e Frida) e sempre gosto de saber informacoes sobre onde deixar nossos amigos, caso nao possam viajar comigo. obg :)

  2. Tati disse:

    Ola Gaby, leio seu blog faz um tempo ja (acho que um ano, quando comecei a planejar junto com meu noivo a nossa ida a Toronto)… sempre tive algumas duvidas em relação a levar nosso cachorro e agora que nosso visto ja foi enviado é que caiu a ficha e a familia começa a dar sua opinião. Bom o cachorro na verdade é meu, é um shitzu pequeno e barulhento hehehehehe.
    Em momento nenhum achei que deixaria o Luan (meu cachorro) aqui no Brasil, ate porque deixar ele aqui na casa dos meus pais é impossivel. Ja pensei em algumas possibilidades, mas sofro só de pensar em não levar ele. Bom a familia e inclusive o noivo (que não é contra) falaram de algumas coisas sobre a dificuldade sobre ter um cachorro.
    Eu sei que o texto ta ficando bem grandinho, mas eu queria explicar direito pra ouvir sua opinião. É o seguinte, vamos fazer um intercâmbio de 1 ano (metade estudo, metade trabalho) e depois tentaremos ficar por ai. Ai vem as duvidas… será que vamos ter tempo de cuidar do Luan? Será que perderemos alguma coisa por conta dele? Onde você sabe que aceitam cachorros? O que você acha? Eu sei que você não me conhece e dar opinião numa historia que não sabe nada é dificil, mas eu preciso de uma pessoa que vejo que tem muito carinho e leva seu cachorro pra qualquer lugar como eu. hehehehehehehe.
    Desculpa o tamanho do texto.
    E outra coisa, adoroooo seu blog e o noivo tbm.
    Bjuuuus.

    • Gabriela disse:

      Ola Tati!
      Obrigada pelo recadinho e pela visita ao blog. Não deixe de gostar da pagina do blog no facebook, pra gente se comunicar por lá também e vc receber notícias.
      Bom, eu entendo perfeitamente sua angustia e suas duvidas. Algumas delas também passaram na minha cabeça, afinal é uma nova vida, um pais diferente, com inverno e tudo mais.
      Em primeiro lugar, o fato dos animais não precisarem de quarentena para vir para o Canada e poderem até vir na cabine do avião ajuda muito na decisão (porque não queremos que eles sofram). Em segundo lugar, a quantidade de parques e locais que são pet-friendly facilitam muito a vida dos donos de cachorros. Eu sempre digo que nossa vida aqui não seria a mesma sem o Joe (seria pior) porque a gente acaba fazendo varios passeios e curtindo mais a cidade com ele. Toronto é uma otima cidade para ter cachorros, o problema é o inverno. Quando vc for viajar vc tem a opção de levar seu cachorro – e ai tem que checar se o hotel aceita o seu peludo – ou deixa-lo em um dos hoteis (acho que vc gastará 16 dolares por dia). Acabamos de voltar de uma viagem de carro para os USA e o Joe foi junto. Eu fico mais tranquila quando ele esta perto de mim e não deixo de aproveitar nada quando levamos ele para as viagens…
      Mas como vc disse, isso vai de cada um, dos seus objetivos, do que vc quer do Canada. Se vc quer trabalhar pesado, não curtir e juntar dinheiro, por exemplo, não sei se é uma boa trazer seu cachorro. Se vc vem para curtir a cidade, passear, viver intensamente, eu recomendo trazer seu Luan.
      Bom, vamos nos falando e espero que vc tome a melhor decisão para vcs!
      Beijos

  1. 07/10/2013

    […] que ter vários cuidados. Já falei sobre isso aqui no GNC e sugiro que vocês leiam o post sobre dicas para viajar de carro com seu cachorro para tirar suas […]

  2. 05/02/2015

    […] de avião com seu animal de estimação Dicas para viajar de carro com seu cachorro Planejamento de viagem com animal de estimação Vida de cão no Canadá Relato da primeira vez que […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *