Coronavirus: declarado Global Health Emergency pela Organização Mundial de Saúde

O assunto do momento no Canadá – e acredito que no mundo todo – é o Coronavirus. O novo coronavirus – ou o coronavírus que estamos falando atualmente – é uma doença da família dos coronavírus, que nunca foi encontrada antes. Como outros coronavírus, esta doença começou de animais. Neste caso específico muitos dos infectados trabalhavam ou costumavam fazer compras no mercado atacadista de frutos do mar de Wuhan, no centro desta cidade na China. O local também vende animais vivos e recém-abatidos. Outros exemplos de doenças causadas por coronavírus é o Sars (severe acute respiratory syndrome) e o Mers (Middle Eastern respiratory syndrome). O Sars ficou bem conhecido em 2002 por ter infectado mais de 8000 pessoas em 37 países e matando quase 1000 pessoas.

O coronavírus causa pneumonia. As pessoas diagnosticadas com essa nova doença apresentaram tosse, febre e dificuldades respiratórias. Em casos graves, a doença causa falência de órgãos. Como se trata de pneumonia viral, os antibióticos são inúteis. Os medicamentos antivirais que temos contra a gripe não funcionaram. Se as pessoas forem internadas no hospital, elas podem obter apoio para os pulmões e outros órgãos, além de fluidos que ajudam nesse caso. A recuperação dependerá da força do sistema imunológico do indivíduo. Muitos dos que morreram até agora eram pessoas com outros problemas de saúde.

Apesar da doença ter se iniciado provavelmente através do contágio por um animal a transmissão de humano para humano já foi confirmada. Em 30 de janeiro, o número de mortos na China é de 170, com 7.736 casos confirmados de infecções. A doença já foi confirmada fora da China, em países como Hong Kong, Macau, Japão, Nepal, Singapura, South Korea, Taiwan, Thailand, Vietnam, Estados Unidos e Canadá. São 98 casos em 18 países (sem ser a China), mas nenhuma morte. Os dois primeiros casos confirmados no Canadá são em Toronto, de um casal de aproximadamente 50 anos que recentemente viajou para a cidade de Wuhan na China. O terceiro caso confirmado no Canadá foi de um homem com 40 anos em British Columbia. Vale falar que há quase 30 pessoas sendo monitoradas em Ontario. Segundo especialistas da Organização Mundial de Saúde pode haver até 100.000 casos de coronavírus no mundo, com uma variância entre 30.000 e 200.000 casos.

A Organização Mundial da Saúde declarou HOJE – quinta-feira dia 30 de janeiro de 2020 – que o novo surto de coronavírus é uma emergência de saúde global, reconhecendo que a doença representa um risco fora da China, onde surgiu no mês passado. A declaração – oficialmente chamada de Emergência em Saúde Pública de Interesse Internacional – é um alerta para todos os Estados membros das Nações Unidas. Cada país toma suas decisões e faz recomendações para seus cidadãos. Os USA, por exemplo, não recomenda ninguém ir para a China. Empresas aéreas também estão desviando ou cancelando vôos.

E parece que também há alguns casos suspeitos no Brasil (leiam mais aqui).

Não sou especialista no assunto e ainda não tive muito tempo para ler e entender mais sobre esta nova doença. Como trabalho em um hospital já estamos recebendo informações e iremos participar de palestras sobre o assunto, assim como irei – na semana que vem – testar novamente uma máscara própria para doenças contagiosas como essa. A recomendação é que, se tivermos sintomas de gripe, devemos ficar 14 dias em casa. Essa recomendação está sendo dada em outros lugares também, como a escola do meu filho. Sinto aqui todos estão assustados e extremamente cuidadosos. E não é por menos: essa é uma doença nova que ninguém sabe ao certo o que causa do corpo. Todo cuidado é pouco.

Irei mantendo vocês informados por aqui e pelas redes sociais. Muitas informações sobre esta doença podem ser encontradas no site da WHO aqui. O site do Health Canada também traz informações importantes aqui. E nessa página aqui vocês encontram detalhes sobre o outbreak e mais informações sobre o que o governo Canadense está fazendo para conter essa doença. Se você procura informações em português clica aqui e acesse o site do Ministério da Saúde do Brasil.

A fonte da foto de destaque é essa aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *