Tudo que você precisa saber para visitar Ottawa e se encantar

Eu sou suspeita a falar porque sou simplesmente apaixonada por Ottawa, a capital do Canadá. Acho uma cidade fotogênica, cheia de cultura, repleta de atrações e com um povo super acolhedor. Já fomos para a cidade seis vezes – sim, eu contei – e todas as vezes que vamos eu volto ainda mais encantada e com mais lugares para colocar na listinha de favoritos. Neste mês de julho passamos um final de semana na região à convite da Attractions Ontario e Ottawa Tourism e eu resolvi escrever este post resumindo tudo que eu acredito ser importante você que tem vontade de visitar e explorar a cidade. Irei dar dicas gerais e também irei focar no passeio com crianças, já que desta vez fomos com nossos dois filhos – o Thomas de 3 anos e o Ian com quase 1 ano.

O trajeto

O trajeto Toronto > Ottawa de carro é de 450km e demora em média 4h30 para ser feito. A estrada é super tranquila e você andará pela highway 401 no sentido leste a maior parte do trajeto. Não há pedágios. Como estávamos com crianças optamos por fazer uma parada em Belleville e passar o dia em uma praia na região de Sandbanks (Prince Edward County). Aliás, eu indico muito que você faça paradas no seu trajeto de ida, particularmente em duas regiões: Thousand Islands e Prince Edward County. São regiões lindas que merecem ser visitadas e ficam no caminho entre Toronto e Ottawa. Nosso retorno foi direto e saímos de Ottawa às 9am, chegando em Toronto às 4pm (com paradas para almoçar, segurar o bebê que estava cansado, xixi e afins). É possível fazer o trajeto direto mas como disse anteriormente vale a pena parar em alguns lugares bonitos e tornar o seu passeio ainda mais especial.

No caminho há ONRoutes, que são pontos de parada com posto de gasolina, restaurantes, banheiros e até uma área para as crianças se entreterem. Uma coisa ruim para nós é que não há carregadores de carros elétricos. Mesmo assim vale MUITO a parada nestes locais e há 6 no trajeto Toronto > Ottawa. Mais informações sobre o ONRoute você encontra aqui.

*Vale falar aqui que você pode ir para Ottawa de trem ou ônibus mas como sempre fizemos a viagem de carro eu não tenho como dar dicas de fazer de outra maneira.

Hospedagem

Acredito que uma das dúvidas de quem visita Ottawa é onde se hospedar. Todas as vezes que eu fui para Ottawa eu fiquei no centro da cidade. Acho que é mais fácil se hospedar nesta região, perto das atrações e do Byward Market (onde o agito acontece). Desta vez ficamos hospedados no Albert at Bay Suite Hotel, que é o hotel do centro de Ottawa (15 minutinhos a pé do Parlamento) com os maiores quartos da cidade. Na verdade você se sente em um apartamento – e não um “quarto de hotel” – e isso é maravilhoso quando você está viajando com crianças.

O nosso apartamentos tinha cozinha completa, sala de jantar e estar e dois quartos, com dois banheiros. Achamos ótimo porque o Ian tinha um quarto para dormir e não precisávamos fazer silêncio quando ele estava dormindo. E quando o Thomas ia dormir eu e meu marido podíamos curtir um pouco um ao outro, porque tínhamos a sala para ficar. Vale falar que o hotel tem estacionamento próprio, acesso a um mercadinho 24h e um restaurante super gostoso embaixo – OCCO Kitchen e Bar – onde tomamos café todos os dias.

*Vale falar que neste verão (de 4 de julho a 31 de agosto) há uma promoção que a terceira noite em vários hotéis da cidade é de graça. E essa promoção inclui o hotel que ficamos, o Albert at Bay Suite Hotel – leia mais aqui.

O Parlamento

O Parlamento do Canadá é sim a estrela de Ottawa ou a principal atração da cidade, recebendo milhões de turistas ao ano atraídos pela arquitetura gótica, pelos jardins e outros vários monumentos do conjunto. Mas é muito errado pensar que é a única, pois tem muito mais o que se ver por lá. O Parliament Hill ou “colina do Parlamento” é toda essa região onde estão os edifícios do Parlamento do Canadá, além de outros prédios de grande significância cultural, como a Biblioteca do Parlamento. A região é cheia de lugares fotogênicos e estátuas e vale a pena passar algumas horas explorando o local.

Há três edifícios neste local: o chamado “Bloco Central” contém o Senado, a House of Commons (local onde se encontram os 308 membros do Parlamento, eleitos democraticamente), a Torre da Paz e a Biblioteca do Parlamento (única parte do prédio que ficou intacta após um incêndio que destruiu o bloco central em 1916). Nos outros dois blocos, mais antigos e chamados de Leste e Oeste, ficam os escritórios dos ministros e senadores, bem como salas de reuniões e outros espaços administrativos.

Inaugurado em 1867, em estilo neo gótico (e muito parecido com o parlamento inglês), é não somente a sede do governo federal Canadense, mas um (imponente) símbolo nacional. As visitas guiadas internas (e gratuitas!) são abertas ao público durante todo o ano – é aconselhado reservar seu ticket e você encontra mais informações clicando aqui. Nas visitas destaca-se a biblioteca, e a House of Commons. Subir na Peace Tower (Torre da Paz) é imperdível (entrada permitida para todos, independente de ter ou não participado da visita guiada). No exterior, se destacam o Centennial Flame (Flama do Centenário), acessa em 1967 pelo primeiro ministro da época. Fica localizada em um monumento circular, onde estão gravados os brasões de todas as províncias e as datas de quando se uniram ao Canadá. Do centro do monumento jorra uma cortina de água e sobre esta, queima a tal chama. Além disso há várias estátuas de pessoas que fizeram parte da história canadense e uma das mais belas vistas de Ottawa e do Gatineau.

No verão você pode ver a troca da guarda (nos padrões britânicos), que acontece todos os dias entre junho e agosto às 10am – veja mais informações clicando aqui. É recomendável que você chegue 15 minutos antes para pegar um bom lugar e ouvir a história da performance. E vale falar que ela dura em torno de 30 minutos. Infelizmente não conseguimos assistir desta vez porque no dia que havíamos planejado estava um heat alert e não quisemos arriscar a saúde das crianças no calor.

Ainda nos meses quentes – julho à setembro – acontece no Parlamento um show de luzes e sons chamado Northern Lights: Sound & Light Show. O show é um espetáculo incrível onde projeções de luzes são feitas no prédio central do Parlamento contando a história do Canadá. Esta é a sexta edição deste show que acontece no local desde 1984. É um evento imperdível e inesquecível. Mais informações você encontra aqui.

Museus

Quando pensamos em Ottawa o Parlamento vem a nossa cabeça, não é mesmo? Mas não podemos deixar de lembrar dos inúmeros – e incríveis – museus que a cidade possui. São tantos que você fica meio perdido de qual visitar – clique aqui e veja todos eles. Eu sou uma amante de museus e já fui em vários da cidade e posso dizer que eles são maravilhosos e valem a visita. Desta vez fomos apenas no Canadian Museum of History por causa do Museu da Criança que está dentro dele – e que nosso filho mais velho Thomas simplesmente AMOU. Abaixo eu trago uma lista com os principais museus – os meus favoritos – e links para vocês explorarem mais cada um deles:

Canadian Museum of History: é o maior e mais popular museu do Canadá, oferecendo uma coleção de totem poles (a maior do mundo indoor), o First Peoples Hall, exibições temporárias, um cinema e o Canadian Children’s Museum, que é um museu de criança interativo super legal que conhecemos pela primeira vez nesta visita. O museu faz as crianças explorarem diversas partes do mundo e interagirem com vários símbolos destas regiões. Vale MUITO a visita.

Canadian War Museum: museu que mostra o orgulho que os Canadenses tem das participações do país nas guerras. O museu traz artefatos de guerra enormes, como tanques e aviões, além de ter cinema, restaurante e estar localizado em um edifício lindíssimo e cheio de significado.

Canadian Museum of Nature: nunca fomos neste museu mas parece ser uma atração bem interessante para quem vai à cidade de Ottawa com crianças. Algumas atrações do local incluem um esqueleto de 19 metros de uma baleia azul (o maior animal do planeta), uma coleção de mais de 800 minerais e uma galeria inaugurada em 2017 sobre o Ártico.

Canada Agriculture and Food Museum: este museu é a prova viva de como Ottawa é uma capital verde, já que a cidade é a única capital do mundo que tem uma fazenda funcionando no seu centro. Neste museu você pode explorar como uma fazenda funciona, além de entender sobre a história da agricultura canadense.

Bank of Canada Museum: museu que tem ótimos reviews e que parece ser muito interessante, pois traz exposições interativas que abrangem de tudo um pouco, desde como as expectativas das pessoas afetam a saúde de uma economia até como as metas de inflação funcionam. Parece ser uma experiência bem educativa e interessante.

Canada Aviation and Space Museum: ta ai um outro museu que tenho certeza que as crianças vão amar. O museu inclui mais de 130 aeronaves e artefatos (hélices, motores) do serviço civil e militar. É considerado a mais extensa coleção de aviação do Canadá e um dos melhores museus de aviação do mundo. O museu possui demonstrações, visitas guiadas e uma programação especial para crianças.

National Gallery of Canada: museu de artes do Canadá que possui fotos, quadros, esculturas e muito mais. Além da bela coleção o edifício onde fica localizado por si só já é lindíssimo – uma verdadeira peça de arte. E vale a pena passar com seus filhos na aranha gigante que fica na frente do local.

Royal Canadian Mint: é a Casa da Moeda canadense, onde você irá aprender como as moedas são feitas e poder ter uma experiência super diferente e educacional. Vale falar que o edifício onde o museu fica é de 1908 e só ele por si só já vale a visita.

Comida

Não dá para viajar para Ottawa e não se esbaldar na culinária local. E se tem um lugar que você deve explorar por causa da comida é a região do ByWard Market. O ByWard Market é um dos maiores e mais antigos farmer’s market do Canadá, e dá nome ao bairro que o envolve. Este bairro é repleto de restaurantes, bistrôs, clubes, cafés, lojas e muito mais. No verão por volta de 175 lojinhas vendem nas ruas plantas, flores, vegetais e frutas, além de arte e artesanato. Há vários murais (arte de rua) espalhados pela região que são imperdíveis. Abaixo eu vou fazer o review de dois restaurantes que jantamos na região do ByWard Market e dar dicas de lugares que vocês devem comer no local.

O primeiro lugar é a pizzaria The Grand (74 George Street). Ela fica localizada no edifício histórico onde ficava o The Grand Hotel, aberto em 1882. O restaurante serve pizzas napolitanas maravilhosas em um ambiente que une o antigo e o moderno. O local é super cheio e popular mas mesmo assim fomos super bem atendidos. A comida estava simplesmente deliciosa: eu comi pizza marguerita, marido pediu uma pizza com presunto de parma e o Thomas comeu pasta. E de entrada nos deliciamos com uma salada caprese, nossa favorita. Não dá para ir para Ottawa e não passar no local – vale MUITO.

O segundo lugar que jantamos foi o restaurante Lone Star Texas Grill (128 George Street). O local é conhecido por ter trazido fajitas para o Canadá e tem um menu super delicioso, com carnes – incluindo steaks deliciosos e BBQ ribs, entradas mexicanas tradicionais, e muito mais. Achei uma opção maravilhosa para quem vai com criança porque o cardápio infantil inclui salada, arroz, frango grelhado e batata frita (não tem como errar!). Eu comi fajitas que vem com inúmeros acompanhamentos e o maridão comeu um steak que ele amou. E vale falar que assim que você senta na mesa eles já trazem chips e salsa e você fica se deliciando enquanto espera o seu prato principal. Outro lugar super agradável e também super bem localizado na região do ByWard Market de Ottawa.

E não dá para ir na região do ByWard Market e não pegar uma delícia no Beaver Tails (esquina da George Street com William Street). Beaver Tails é uma gostosura típica canadense – que foi criada em Ottawa – que consiste de uma massinha frita com canela (estilo sonho) esticada a mão (para se assemelhar a uma cauda de castor – daí o nome) e coberto com condimentos de sua escola, como frutas, chocolate, nutella, chantilly, oreos, pasta de amendoim, etc. Nós simplesmente comemos Beaver Tails TODOS os dias que estivemos em Ottawa, porque não resistimos a essas delícias.

Abaixo segue uma lista de alguns lugares imperdíveis para você apreciar na região do ByWard Market.

O Origin Trade (111 York Street) é um café/boate – um dos primeiros do seu tipo na região do ByWard Market. O local é um recanto calmo de estudos de dia e a noite recebe DJ e vira uma balada. O Origin fez uma parceria com um torrefador local para oferecer café de origem única e cervejas artesanais, como Beau’s e Kichesippi, além de vinhos locais e os ingredientes mais frescos das fazendas de Ontário para seus pratos.

Um lugar super legal que tem ótimos reviews e eu fiquei louca para visitar é o Starbucks Reserve (62 York Street), que foi inaugurado na região em Outubro de 2016. Este café oferece diferentes tipos de bebidas – café fabricado com sifão, bebida fria nitro e muito mais – além de ter um menu especial às noites, oferecendo também vinho e cerveja artesanal.

O Moulin de Provence (dentro do edifício do ByWard Market Square) oferece produtos de panificação e os populares “Obama Cookies”. Esses cookies recebem este nome porque o Presidente Obama fez uma parada inesperada durante sua visita de fevereiro de 2009 para comer estes biscoitos em forma de folha de maple com glacê vermelho e branco. Há também os igualmente deliciosos “Trudeau Cookies”.

Outros 3 lugares onde você pode passar rapidamente para pegar um café e um sanduíche incluem a La Bottega Nicastro (64 George Street), que é uma mercearia italiana com sanduíches feitos sob encomenda e especialidades gourmet; a Lollo Salads & Coffee (60 George Street), para uma opção de lanche mais saudável; e o Planet Coffee (24 A York Street) oferecendo excelentes sanduíches e café.

Oh Canada Eh! Show

Uma das coisas que fizemos pela primeira vez em Ottawa nesta última visita foi ver o show Oh Canada Eh! que está em sua primeira season em Ottawa – mas já está em cartaz há mais de 25 anos em Niagara Falls. O show é apresentado no RA Centre, à 15 minutos do centro de Ottawa, e possui estacionamento gratuito. O show traz músicas de artistas canadenses e vai contando um pouco da história do Canadá. E você vai apreciando a música e rindo das piadas enquanto saboreia uma refeição tipicamente canadense que inclui: sopa de ervilha canadense, salada, peixe, frango assado, rosbife, batatas e vegetais assados e sobremesa. A comida é servida de uma maneira chamada de family-style, que consiste em todos compartilharem e se servirem da mesma travessa (assim como acontece quando fazemos uma refeição em casa).

O show é considerado próprio para crianças mas preciso ser honesta com vocês: o show tem quase 2h30 e o Thomas e o Ian só conseguiram ficar quietos na mesa por 1 hora. Depois disso eles ficaram inquietos e eu e o maridão tivemos que revezar para que eles não atrapalhassem o espetáculo. Se seus filhos são maiores e curtem este tipo de show – musical – vale a pena você ir. Mas eu não indico que você vá com crianças muito pequenas. E vale falar que os cantores são as pessoas que irão te servir, o que deixa o ambiente super familiar e descontraído. Para mais informações sobre o show eu sugiro vocês lerem este FAQ aqui.

Ottawa para crianças

Ottawa é sim uma cidade onde seus filhos irão aproveitar muito. Além das atrações citadas acima – museus, shows no Parlamento e passeios pelo centro da cidade – eu incluiria na sua visita à Ottawa com crianças duas atrações: o Calypso Waterpark e o Mooney’s Bay. O Calypso Waterpark é o maior parque de piscinas do Canadá e fica a 30 minutos do centro de Ottawa. E o Mooney’s Bay é um parque à 15 minutos do centro que tem praia e um parquinho incrível, um dos mais legais que eu já vi na vida (vi por fotos e vídeos, porque não conseguimos ir para lá devido ao calor e heat alert que estava fazendo quando visitamos Ottawa).

Espero que tenham gostado do meu post e das minhas dicas. Não deixem de comentar o que acharam do roteiro e se tem alguma dica para acrescentar e confiram o vídeo desta viagem lá no canal do Youtube do blog – aqui.



3 Resultados

  1. Fred disse:

    Excelente post Gabi. Eu e minha familia estamos programando uma viagem para Ottawa no final de agosto e seu post caiu como uma luva. Se possivel, gostaria de uma opiniao/sugestao. Digamos que minha familia tem uma composicao parecida com a sua rs, eu, minha esposa, dois meninos (5 e 1) e um cachorro – shitzu. Queriamos levar nosso cachorro conosco. Vc ja foi para Ottawa com seu cachorro? Como foi sua experiencia?Recomenda algum hotel? O hotel permite o cachorro ficar sozinho no quarto? Muito obrigado!

  2. Aline disse:

    Muito legal o post sempre com dicas incríveis!
    Só vale acrescentar que não é possível fazer o tour ao bloco central e a peace tower que estão fechados para restauração por mais ou menos uns 10 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *