Você já ouviu falar ou usou a pomada Sudocrem?

Hoje eu vou apresentar para vocês um produto que é super popular e antigo aqui no Canadá, ajudando no cuidado da pele do bebê há quase 80 anos: o Sudocrem. O creme da marca é chamado de “creme de cura anti-séptico da Sudocrem” e é versátil o suficiente para ser usado por toda a família. Mas vou focar no bebê porque é em quem eu testei.

Hoje eu vou apresentar para vocês um produto que é super popular e antigo aqui no Canadá, ajudando no cuidado da pele do bebê há quase 80 anos: o Sudocrem. O creme da marca é chamado de “creme de cura anti-séptico da Sudocrem” e é versátil o suficiente para ser usado por toda a família. Mas vou focar no bebê porque é em quem eu testei.

A ação do Sudocrem é clinicamente comprovada em acalmar e curar a pele delicada do bebê e funciona de três maneiras simples: um emoliente acalma a pele dolorida ou inflamada, seus ingredientes são reconhecidos por suas propriedades curativas; e um anestésico local suave ajuda a aliviar a dor e a irritação.

O creme é um dos favoritos das mães daqui do Canadá especialmente pelo preço (um potão de 400g custa em torno de $20). E é comum vermos que mesmo mães com filhos maiores possuem o produto em casa, porque o seu ingrediente principal (óxido de zinco) ajuda no tratamento de cortes e escoriações. O creme é muito usado também para cortes de barba, queimaduras de sol e até para cortes em cachorros.

Eu nunca tinha testado o Sudocrem e fui convidada pela marca para testar e contar a experiência aqui para vocês. Eu usei o produto por 1 semana antes de escrever este post. Achei que realmente protege o bumbum do bebê. Se eu tivesse que escolher algo negativo seria o cheiro (um pouco forte na minha opinião) e o fato de ser um pouco difícil sair com água, mas isso acontece com todas as pomadas mais poderosas que previnem assaduras, então nada novo.

Fica aqui a dica de um produto bem popular no Canadá e que você deve ter em casa para outras finalidades além do cuidado com as assaduras do bebê. Mais informações sobre a Sudocrem você encontra aqui.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *