Mães no Canadá: Mitos ou verdades sobre cuidados com a saúde das crianças no inverno

Hoje é dia de projeto Mães no Canadá e eu resolvi abordar o tema deste mês de uma maneira diferente, trazendo algumas perguntas que eu recebo de mães que estão pensando em vir para o Canadá e estão aterrorizadas com o frio do inverno. Irei responder estar perguntar e dar algumas dicas de cuidados com a saúde das crianças no inverno por aqui. Espero que gostem e não deixem de acompanhar as dicas das outras mães que fazem parte do projeto (lista de todas elas está no final deste post).

É verdade que eu tenho que vestir meus filhos mais agasalhados do que eu estou?

Depende. Eu já recebi esta pergunta umas 3 vezes e a resposta geralmente é não. Por que você tem que colocar mais roupas neles e menos em você? O frio é o mesmo! Claro que cada pessoa sente o frio de um jeito (isto é, algumas são mais friorentas do que as outras) mas você tem que avaliar a situação: se você estará caminhando e seu filho sentado no carrinho talvez você deva colocar mais uma camada nele, por exemplo. Mas só por ele ser criança isso não indica que ele deve se vestir com mais roupas do que você. O primeiro tema deste projeto – de janeiro de 2018 – foi sobre como vestir os filhos no inverno. Clique aqui para ver minhas dicas e também as das outras mães.

É verdade que é muito difícil manter minhas crianças saudáveis durante todo o inverno?

Sim e não. Minha experiência é que meu filho Thomas sempre está gripado – na maior parte do inverno – e sempre com nariz escorrendo. Mas ao mesmo tempo ele está disposto, com apetite e feliz. A verdade é que não é fácil manter crianças saudáveis em nenhuma época do ano, especialmente se elas vão para creche e ficam em contato direto com outras crianças. A gente tem que cuidar bem deles, alimentá-los bem, fazer eles descansarem, etc. Claro que no inverno – devido ao frio extremo e ao menor contato com o ar livre – isso pode ser ainda mais desafiador. Vitaminas, água, umidificadores podem ajudar. E muito amor, sempre!

É verdade que o frio extremo é perigoso para as crianças e que devemos restringir o tempo deles na rua quando está muito frio?

Sim. O frio extremo é perigoso para todos nós, especialmente para as crianças. Elas não sabem se expressar tão bem e podem estar com frio e não falarem, o que pode gerar lesões de pele e outros problemas. Porém, o inverno não deve restringir seu filho de sair na rua, pegar um ar puro e se acalmar (quem ai já experimentou ficar em casa com criança um domingo inteiro? aja energia!). A recomendação é que as crianças saiam 60 minutos por dia em dias muito gelados. Na creche do Thomas eles só não vão para rua se a temperatura ou a sensação térmica estão abaixo de -15C. Acima disso eles saem e brincam e o tempo lá na rua depende do frio que está fazendo, mas pelo menos eles ficam um total de 60 minutos por dia lá fora. A gente tenta seguir esta regra nos finais de semana também.

É verdade que precisamos dar vitamina D para nossas crianças durante o inverno?

Sim. Essa é a recomendação dos médicos daqui (não só para crianças, mas para adultos também). Há multivitamínicos infantis que contêm vitamina D e geralmente são suficientes para uma criança sem problem a de absorção ou outros. Essas vitaminas vem em formato de bala e fazem o maior sucesso aqui em casa. O Ian também toma vitamina D (um líquido que eu coloco na chupeta ou no peito). Eu faço isso desde que ele nasceu. Por mais que a criança se alimente bem a exposição ao sol é tão reduzida no inverno que esta suplementação é indicada.

É verdade que precisamos ter um cuidado especial com a pele das crianças no inverno?

Sim. O frio e o aquecimento das casas deixam a pele super seca, o nariz assado, bocas assadas e nós sofremos bastante por aqui. Quando o Thomas começou a sofrer com pele seca eu perguntei para as mamães canadenses da creche o que elas faziam e elas disseram que não davam banho todos os dias e enchiam as crianças de creme, além de usarem o umidificador à noite. Como não dar banho está fora de cogitação – eu não consigo! – eu tento dar banho morno (não quente) para não ressecar muito a pele. Depois do banho eu encho o Thomas de creme (uso algum de eczema ou peles sensíveis, geralmente de bebê). Para sair eu coloco protetor solar (isso, no inverno) e bálsamo para lábios (que acabo usando nas bochechas dele também). E durante o banho eu sempre inspeciono o corpo dele para ver se não há queimaduras de frio.

É essencial ter um umidificador em casa?

Eu acho que sim. A nossa vida, quer dizer, o nosso sono mudou depois que compramos um umidificador. E hoje temos um em cada peça de casa, literalmente. Eu já escrevi no blog sobre a necessidade de ter um aparelho desses para bebês e crianças e é só clicar aqui e ler o post.

É verdade que mesmo quando estiver muito frio devemos levar as crianças na rua para melhorar a saúde deles?

Segundo esta reportagem a resposta é sim. Ir para rua pode melhorar o humor do seu filho, absorver alguma vitamina D, sair de frente da TV e curtir a natureza, melhorar a memória e melhorar o sistema imunológico. Claro que temos que ter cuidados e ser sensatos mas não é porque está frio lá fora que vamos manter as crianças presas dentro de casa, especialmente se você escolheu o Canadá para morar (porque senão seu filho ficará literalmente metade do ano preso em casa).

Como falei anteriormente este post faz parte do projeto Mães no Canadá, no qual eu e outras mães brasileiras que moram no Canadá falamos sobre um mesmo tema, todo dia 20 de cada mês. Como sempre eu vou adorar saber o que vcs acham das minhas idéias e não deixem de conferir também o que as outras participantes do projeto tem a dizer sobre o assunto.

Adriane (Ottawa, ON) | Like a New Home
Alessandra (Bathurst, NB) | Canadiando
Amanda (Richmond, BC) | Viva Canada
Beatriz (Vancouver, BC) | Biba Cria
Carol (Vancouver, BC) | Fala Maluca
Carol (Mississauga, ON) | Minha Neve e Cia
Danielle (Toronto, ON) | Vidal no Norte
Livi (Toronto, ON) | Baianos no Pólo Norte
Mari (Calgary, AB) | De Bem Com a Vida
Renata (Burnaby, BC) | Mala Inquieta
Vanessa (Calgary, AB) | Partiu Canada BR

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *