Vale a pena visitar o Ontario Science Centre de Toronto?

No último mês de março eu e o Thomas fomos no Ontario Science Centre duas vezes, com grupos de pessoas diferentes. Em um dos passeios todos adoraram e no outro nossas companhias não curtiram muito. Estas foram as primeiras vezes que fomos ao local e demoramos bastante para ir porque tivemos esta mistura de opiniões – alguns falavam muito bem e outros mal. E foi por isso que eu resolvi escrever este post aqui no blog contando a nossa experiência e falando se eu acho que vale ou não a pena visitar o museu de ciências de Ontario, localizado em Toronto.

Sobre o preço

Já vou começar falando de um assunto que pesa bastante na hora de decidir quais atrações você vai visitar aqui em Toronto: o preço. Todos os preços do museu podem ser encontrados aqui. Em resumo, o Thomas não pagou – porque ele tem 2 anos – e o ingresso de adulto custou CAD$22, o que é um ótimo preço para uma tarde cheia de atrações para crianças. Há pacotes para a família – que tornam o ingresso mais em conta – e também o museu faz parte do City Pass, um passe de valor fixo onde você pode visitar várias atrações de Toronto economizando bastante. Ainda, é legal falar que o local deixa você entrar com comida (não nas exposições), o que pode fazer você economizar um pouco quando for com muita gente e o estacionamento custa CAD$10 se você for de carro. E há lockers na entrada do museu que custam CAD$1. Pensando no preço e no que o museu oferece a minha opinião é que vale sim muito a pena.

Um museu diferente

Quando você coloca no google maps para chegar ao Ontario Science Centre o aplicativo mostra uma pequena descrição do local o chamando de hands on museum, que em português eu traduziria como um museu onde há vários experimentos e os visitantes são convidados a testá-los. Ao contrário do que a gente pensa quando vai em um museu – que você aprecia as artes e exposições de longe – no Ontario Science Centre o foco é tocar e mexer e experimentar e testar. E é por isso que eu adorei o museu, porque ele é diferente de todos os outros e agrada adultos curiosos e crianças cheia de energia, que não se contentam em apenas olhar mas querem fuçar tudo (e eu tenho um menino bem curioso e energético aqui em casa). Pensando no tipo de museu, se você procura algo diferente e é curioso e desbravador, vale muito a pena visitar o Ontario Science Centre.

Um museu para crianças

Engana-se quem pensa que este é um museu dedicado para as crianças (Children’s Museum é o termo utilizado aqui para este tipo de museu). O museu tem sim uma parte inteira dedicada ao público infantil (chamado KidSpark, para crianças de até 8 anos) e Thomas AMOU: tem mini supermercado, mini horta, espaço com muita água, instrumentos musicais e muito mais. Não há playgrounds e nem brinquedos para crianças que curtem ação, e este pode ser o maior erro para pais que buscam lugares para as crianças correrem e gastarem energia.

As outras exposições podem chamar ou não a atenção do seu filho, vai depender muito do que ele gosta. No caso do meu filho de 2 anos ele está em uma fase de descobertas e tudo é diferente e tudo é curioso. Thomas não assiste TV e isso pode contribuir para ele AMAR o museu, porque tudo é realmente novo. Como falei anteriormente eu fui ao museu com dois grupos de pessoas, ambos com crianças e nem todas elas se interessaram pelo local. Pensando nisso, eu acredito que se você busca um lugar para entreter seus filhos – especialmente aqueles com idade entre 4 e 6 anos – talvez o Ontario Science Centre não seja o local, apesar do meu filho de 2 anos ter amado nas duas vezes que fomos.

As exposições

O museu tem 6 andares e as principais atrações ficam no quarto e sexto andar. No quarto andar fica a área infantil KidSpark e também uma área espacial bem sem graça que não chamou a atenção nem do Thomas nem de mim. No sexto andar fica uma parte de natureza (com uma floresta tropical com cachoeira, ponte pênsil e sapos), uma exposição sobre o corpo humano (que não interessou muito o pequeno), o Weston Family Innovation Centre (uma área cheia de experimentos sobre leis da natureza, sons, atrito) e o Science Arcade (para testar leis da física).

Nos outros andares há outras exposições temporárias – quando fomos tinha uma do LEGO – e também há espaço para eventos. Veja mais sobre as exposições clicando aqui. A variedade das exposições é grande e este é sim um dos motivos para visitar o lugar.

Sobre o espaço

Achei o edifício super antigo (também pudera, o museu é de 1969) mas ainda assim fica no meio de um vale e tem muita vegetação ao redor, o que deixa o espaço super charmoso. Os elevadores ficam escondidos e o acesso é confuso, seja para entrar no museu ou nas exposições. Os números dos andares são inversos: nós entramos no nível 2 e para baixo os números aumentam. Pensando agora até há uma lógica, mas na minha primeira visita eu me confundi MUITO. Há muitos banheiros e a cafeteria é linda, mas a comida cara e deixa um pouco a desejar. Na nossa primeira visita almoçamos no local. Havia 3 filas (uma para sanduíches, uma para massas e uma para pizzas) e acabamos indo na de massas que não estava cheia mas a comida não era lá essas coisas. Porém aprendemos e na nossa segunda visita levamos snacks e programamos de almoçar em outro lugar. Se você procura um museu moderno e gosta de arquitetura ou leva em consideração este fator quando visita um museu, o Ontario Science Museum pode não ser o passeio certo para você.

O que mais

Dentro do museu há um cinema IMAX onde passa vários filmes educativos. Há ainda a opção de fazer a festa de aniversário do seu filho (clique aqui para mais informações) ou day camps de verão (clique aqui para mais informações).

Meu saldo final

Na minha opinião vale sim MUITO a pena visitar o Ontario Science Centre. Como escrevi anteriormente é diferente e bem curioso, o que pode fazer vários membros da sua família curtirem muito a experiência. Mas é sempre legal colocar no papel e ver o que todos curtem mais ou o que o tempo que vocês estiverem em Toronto permite vocês fazerem. Se sua família curte museus de ciência e seus filhos gostam de colocar a mão em tudo e observar como os objetos reagem à estímulos ou leis da física, este pode ser um super passeio aqui na cidade. E vale falar que eu fui em um dia de final de semana e em um dia de semana e preferi 1000 VEZES o final de semana. Eu jurava que o museu estaria vazio no dia de semana mas me surpreendi com vários grupos escolares de crianças correndo soltas e fazendo suas próprias leis dentro do museu (em outras palavras, crianças que não respeitam a sua vez, que empurravam meu filho pequeno, etc). No final de semana estava cheio também, mas de famílias então os filhos estavam supervisionados pelos pais e isso fez toda a diferença. E por fim, na primeira vez que fomos ficamos umas 5 horas e na segunda vez umas 2 horas. Acho que entre 3-4 horas é o que você deve se programar para passar no local se quiser explorar todas as exposições e olhar tudo com mais detalhe.

Espero que tenham gostado do post e por fim gostaria de agradecer ao Ontario Science Centre por ter fornecido ingressos para eu visitar o parque em uma destas vezes e contar para vocês sobre esta experiência aqui no blog.

Ontario Science Centre
Endereço: 770 Don Mills Rd, North York.
Horários: aberto todos os dias de semana das 10am-4pm, sábados das 10am-8pm e domingos das 10am-5pm.
Para chegar de TTC: salte na estação Pape no metro (Line 2 Bloor-Danforth) e pegue o ônibus 25A Norte até o museu.
Mais informações: https://www.ontariosciencecentre.ca/



2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Leticia

Gaby, você indica algum restaurante para almoçar lá perto?

Isabela

Eu já fui lá com meu marido, sem criança nenhuma, e adorei! É um espaço super interessante, acho que vale a pena sim!