Transformando cliques digitais em memórias visuais com a Fujifilm Instax Share SP-3

Outro dia eu lembrei da minha primeira viagem internacional: quando tinha 14 anos eu fui para a Disney pela primeira vez (em 1997 para ser mais exata) e lembro de voltar com vários filmes dentro da bolsa para revelar no Brasil. Na época revelar filmes não era barato e a gente não conseguia fazer todos de uma vez. Ainda, lembro de ficar bem triste que um dos filmes – mais precisamente o do Epcot – estava com as fotos todas falhadas. É engraçado pensar nisso – e em como a gente “economizava” para bater fotos e comparar com a praticidade e facilidade que temos hoje de registrar momentos e de compartilhar momentos. A única coisa que sinto saudade daquela época são as foto impressas e os álbuns. E toda a surpresa e também alegria em ter estas memórias na mão, para olhar quando quiser e enfeitar a casa.

Agora que Thomas está grande a gente tem imprimido muitas fotos, mas com a correria do dia-a-dia a gente buscava a praticidade de imprimir estas fotos em casa e ter estes momentos ou memórias visuais ao nosso alcance, sempre que a gente quisesse. E foi assim que a impressora de fotos Fujifilm Instax Share SP-3 surgiu na nossa vida. Queríamos um aparelho que fosse portátil, imprimisse nossas fotos na facilidade da nossa casa, com ótima qualidade e sem ter que fazer grandes manobras usando computador ou algo do tipo. Ao contrário da Polaroid clássica, a Fujifilm Instax Share SP-3 não é uma câmera independente. Também não é exatamente uma impressora. É um dispositivo portátil pequeno que imprime imagens usando o filme instantâneo Instax Square da Fujifilm. Então, o filme é igual ao de uma Polaroid, mas você precisa de um smartphone ou câmera compatível Fuji para tirar as fotos. O que é bom é que com o app do seu celular você consegue mandar imprimir as fotos que você já ama, e o resultado é super legal. Nós ganhamos o dispositivo da Fujifilm e gostamos tanto que estou escrevendo para vocês um post revisando os principais features do aparelho.

Tamanho. Como falei anteriormente é uma câmera portátil, com as seguintes dimensões: 15.5 x 15.5 x 9.4 cm. Dependendo do tamanho do seu bolso ela cabe nela. E por ser mobile dá para levar para passeios e imprimir fotos no momento, o que pode tornar super especial. As fotos são pequenas também, mas de um tamanho perfeito para guardar em qualquer lugar.

Tempo. Demora em torno de 13 segundos para a foto deixar o dispositivo e, como uma polaroide, de 1-2 minutos para que a foto apareça no filme. A bateria – que demora uns 30 minutos para carregar – dura em geral 100 fotos.

Instalação. Eu preciso dizer que não foi tão fácil e intuitivo instalar a impressora, especialmente pelo fato de que ficamos com medo de instalar o filme errado e perder todas as fotos. Depois que você colocar o filme e fechar a impressora se isso não tiver sido feito certo você terá que abrir novamente o aparelho e perderá o filme. Então ficamos com receio desta etapa. Em resumo, primeiro você tem que carregar o dispositivo na tomada, colocar o filme (com todo aquele cuidado e receio) e pronto. Para imprimir as fotos utilizamos um aplicativo de celular – este aqui – e a impressora conecta-se por wi-fi no celular. O aplicativo é simples e fácil de ser usado.

Uso e qualidade. A impressora tem poucos botões e nenhum visor e toda a sua funcionalidade requer um telefone ou uma câmera Fujifilm compatível. Como disse anteriormente o aplicativo é super fácil de ser usado e pega as fotos do seu celular, sem grandes problemas. Você pode acessar as fotos do instagram e facebook também. A SP-3 tem 10 LEDs no topo para monitorar quanto do filme você ainda tem. O único botão permite reimprimir com um toque, no caso de você querer compartilhar a mesma foto com várias pessoas. A qualidade das fotos é ótima (high resolution): 800×600 dots at 320dpi.

Preço. A impressora custa CAD$249.99 e cada pacote com 10 fotos custa CAD$12.99 (e ta ai o motivo do medo de perder cada um dos filmes, porque não é barato). Acho o preço justo para um dispositivo super legal e um presente super diferente para os amantes de fotos e de memórias.

Eu realmente curti o aparelho e espero ter passado isto no meu post. Para mim a SP-3 é atraente o suficiente pois eu realmente acredito no poder de uma foto impressa e entregue em mãos ao invés de uma foto compartilhada digitalmente. A foto impressa pode te fazer relembrar aquele momento especial e também a maneira que será dada pode se tornar um novo momento especial. Portanto fica aqui a dica de um aparelho diferente e que pode transformar cliques digitais em memórias visuais. Por fim agradeço à Fujifilm por nos enviar a SP-3 para testarmos e compartilharmos a experiência com vocês.



4 Resultados

  1. Suelen disse:

    Ola Gaby, tenho uma duvida!
    O modelo anterior dessa impressora usava o filme instax mini e nesse modelo novo usa o instax square. Gostaria de saber, se eu consigo usar os filmes mini na SP 3 (pois os filmes mini tem varios modeos personalizados… rs)
    Muito obrigada!
    Adorei as dicas!!!

  2. Alana Teixeira disse:

    Queria muito comprar uma dessa aqui no Brasil, mas SP3 ainda não tem. Bjs

  3. Sil disse:

    Gaby, esse post veio a calhar, porque eu amo essas fotos instantaneas, mas mesmo as achando as cameras fofas, eu acho que a foto com elas perde um pouco em qualidade.
    Você sabe dizer se esse imprime a foto como ela é ou a impressora aplica um filtro para parecer um pouco mais com as das maquinas polaroids?

    OBS: Faltou inserir o link do app nesse post :) “Para imprimir as fotos utilizamos um aplicativo de celular – este aqui –”

    Beijos e obrigada pela dica :)

    • oi Sil. As primeiras fotos que imprimimos aplicamos o filtro automático, mas depois desabilitamos e as fotos ficaram ótimas e a qualidade muito boa! Estou apaixonada pela impressora. Beijos e já adicionei o link (obrigada!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *