Calendário de vacinação do Canadá e diferenças com o Brasil

Attachment-1-(13)

Esta semana Thomas foi na médica para sua consulta de 4 meses e tomou a segunda dose de vacinas. Como eu gosto de entender quando cada vacina será tomada e porquê eu resolvi estudar o calendário de vacinação do Canadá e aproveite para comparar com o do Brasil (já adianto que há muitas diferenças). Vale falar que irei falar da vacinação em Ontário, que pelo que vi difere um pouquinho das outras províncias. Isso porque a responsabilidade pelo atendimento à saúde cabe às províncias, e não ao governo federal e, portanto, cada província e cada território decidem individualmente a inclusão de vacinas específicas nos programas de vacinação que financiam, quais vacinas serão incluídas e em que momento serão dadas.

Abaixo eu criei um quadro que compara o calendário de vacinação do Canadá com o Brasil. No calendário brasileiro vocês verão que há duas colunas: uma do sistema público e uma do privado. A do privado são vacinas extras que podem ser tomadas se os pais quiserem pagar. Vale ressaltar que aqui no Canadá tudo é gratuito.

 

Canadá

Brasil

Rede pública Extra na rede privada
Nascimento BCG

Hepatite B

Nenhuma diferença

2 meses

DTaP-IPV-Hib (Difteria, tétano, Coqueluche/Pertussis, Pólio, influenza b)

Pneu-C-13 (doenças pneumocócicas)

Rot-1 (Rotavirus)

Pentavalente brasileira (DTP + Hib + hepatite B) / pólio inativada / Rotavírus monovalente / Pneumocócica conjugada 10-valente

Existe a versão acelular da DTP (DTPa), que dá menos reação, e que inclui a pólio, eliminando uma picada. É esta que é dada no Canadá.

3 meses

Meningococo C conjugada Meningococo C conjugada
4 meses Igual aos 2 meses

 

DTaP-IPV-Hib (Difteria, tétano, Coqueluche/Pertussis, Pólio, influenzae tipo b)

Pneu-C-13 (doenças pneumocócicas)

Rot-1 (Rotavirus)

Pentavalente brasileira (DTP + Hib + hepatite B) / Pólio inativada / Rotavírus oral / Pneumocócica conjugada 10-valente

DTPa

5 meses

Meningococo C conjugada Meningococo B

 

6 meses Terceira dose:

DTaP-IPV-Hib (Difteria, tétano, Coqueluche/Pertussis, Pólio, influenza b)

A partir dos 6 meses bebês podem ser vacinados contra a gripe a cada ano no outono

Pentavalente brasileira (DTP + Hib + hepatite B) / Pólio (VIP) / Gripe (no outono)
 

DTPa

Terceira dose do rotavirus (somente particular)

7 meses

Só é vacinado aos 7 meses o bebê que está fazendo a imunização contra o meningococo B no esquema particular. Não há vacinas públicas programadas.

9 meses

Febre amarela (em determinadas regiões do Brasil)

Nenhuma diferença

12 meses

MMR (tríplice viral –

Men-C-C (doenças meningocócicas)

Pneu-C-13 (doenças pneumocócicas)

 

Pneumocócica / Tríplice viral / Meningococo C

Além das descritas no sistema publico: Hepatite A / Meningococo B / meningocócica conjugada ACWY

15 meses

Var – Varicela DTP / Pólio (gotinha) / Quádrupla viral (incluindo varicela)/Hepatite A Nenhuma diferença

 

18 meses

DTaP-IPV-Hib

Hepatite A
4-6 anos Tdap-IPV

MMRV

DTP (aos 4 anos)

5-6 anos

Meningocócica C conjugada ou ACWY

9 anos

HPV quadrivalente para meninas

HPV quadrivalente para meninos

10 anos

Febre amarela (rede publica só oferece a partir dos 10 anos)
12-14 anos Hepatite B

Men-C-ACYW (doenças meningocócicas)

HPV-4 para mulheres

Meningocócica ACWY

(segunda dose)

14-16 anos

Tdap
18 anos ou mais velho Tdap – uma vez na idade adulta

Tétano e difteria a cada 10 anos

Para quem ficou mais confuso ainda depois de ver a tabela não se desespere, eu vou resumir abaixo algumas das diferenças entre Brasil e Canadá (digo algumas porque são muitas, não dá para citar todas).

1. As vacinas que os bebês e crianças tomam nos dois países são muito semelhantes (quase idênticas). A principal diferença é quando elas são tomadas, e isso depende de como é a saúde pública e a história das doenças do local. Em resumo a maioria das vacinas no Brasil é feita bem antes do que no Canadá.

2. Não há vacina BCG (de tuberculose) no Canadá.

3. Os bebês só são vacinados no Canadá a partir dos 2 meses de idade. Já no Brasil ao nascer a criança sai da maternidade com a BCG e a hepatite B (e gente, a hepatite B só é dada aqui no Canadá entre 12-14 anos, a não ser que se tenha algum histórico ou preocupação).

4. A vacina de poliomielite já está junto com a DTaP aqui no Canadá (Difteria, Tétano, Coqueluche/Pertussis, Pólio, influenza tipo B).

5. A vacina de pneumocócitos é opcional no Brasil e aqui é obrigatória.

6. A vacina DTaP (Difteria, tétano, Coqueluche/Pertussis, Pólio, influenza b) dada gratuitamente no Canadá é paga no Brasil. Esta versão acelular dá menos reação e inclui o polio, evitando uma picada extra.

Não há melhor ou pior sistema, eles apenas são diferentes e refletem a história de saúde pública do local. Se você estiver mudando com seus filhos para o Canadá não se desespere: é só trazer sua carteira de vacinação do Brasil e levar para a consulta no seu family doctor que ele irá comparar e fazer as vacinas que faltam para que seu filho esteja em dia com o calendário de vacinação canadense (se houver necessidade). Ah, e vale citar também que as vacinas são feitas no consultório do seu médico, e não em postos de saúde.



  • 24 Responses

    1. André Gonçalves disse:

      Gaby, boa tarde! Não li todos os comentários, não sei se já perguntaram sobre isso…

      Estou em Toronto e pretendo ir para a Tailândia no ano que vem, lá eles exigem a vacina da febre amarela no certificado internacional.

      Consigo tomar essa vacina aqui para adquiri o certificado ? Sabe quanto deve custar?

      Obrigadoooo!!!

    2. Francine Teles disse:

      Gabi, poderia me enviar essa tabela por email?
      adoro suas dicas!
      ficarei muito agradecida
      Francine Teles

    3. Jose Gaspar disse:

      Olá Gaby, estou como visitante em Toronto e está na hora da vacina DTP do meu filho de quase 4 anos. Você sabe onde posso conseguir vacina lo? Ainda, em relação a vacina de Flu, já que ficaremos aqui até janeiro, sabe se podemos tomar na rede pública?

      • Olá Jose. Obrigada pelo recado e pela visita ao blog.
        Vc deve ir em uma walk-in clinic e pagar pela consulta e vacinas. E a vacina de flu somente é gratuita em alguns casos, mas como visitante acredito que você terá que pagar.

    4. Priscila disse:

      Olá!!! Aí os bebês tomam a vacina contra meningite B?

    5. Katia disse:

      Oi Gabi! As vacinas em Toronto são pagas? Vc sabe mais ou menos o valor?
      Obrigada!

    6. Carol disse:

      Oi Gabi! Tudo bem? Me mudei para Montreal com a família há 1 mês (e talvez mudemos para Toronto daqui 2 meses). Tenho um bebê de 1a4m, e estou perdida sobre como continuar o acompanhamento médico dele por aqui (inclusive esse post sobre a vacinação foi esclarecedor). Você saberia me dar alguma dica de onde ir me informar/arrumar um médico de família? Parabéns pelo blog! Bjs!

    7. Thais disse:

      Gabi! Estou em Toronto desde maio e tenho uma filha de 4 anos. De acordo com o calendário brasileiro a vacinação dela está em dia, mas tenho dúvidas a respeito da vacina contra meningite. Ela tem a vacina contra a meningite que é comum no Brasil, mas na América do Norte uma vez li que a meningite é de um tipo diferente. Você sabe algo a respeito?

    8. Monalisa disse:

      Parabéns, pelo post, Gabi!
      Estamos nos mudando dia 11/06 para o Canadá e o meu bebê estará com 10 meses!
      Este post me ajudou e tranquilizou muito!
      Beijos

    9. Juliana disse:

      nossa, acabou de tirar uma duvida que eu tinha! mto obrigada!
      estamos indo em julho e meu filho, que está com 2 anos e 8 meses, ja tomou todas dessa etapa, agora só com 5. entao ja deu pra esclarecer direitinho.. dúvida de mae sempre pesa no coraçao e na cabeça.. tava mto encucada com isso! hehe

    10. Fernanda Paes disse:

      Olá Gabi!
      Ótimo post!
      Sabe me dizer se existe aí a vacina meningococo B?
      Obrigada!

    11. Lais Peters Piazzi disse:

      Oiii Gaby! Acredita que tive esse dúvida hoje? Rs minha baby está com 12 meses e demos hoje as vacinas aqui no Brasil, estamos indo pra Toronto em junho e eu já estava super preocupada Pq daqui até lá ainda vai faltar a de 18 meses..mas pelo que li no seu post, nós, como imigrantes podemos vaciná-la aí tranquilamente certo?
      Parabéns pelo blog! Sempre com conteúdos ótimos e esclarecedores. Espero conhecê-la uma dia rs seu baby é lindo! ❤️ Bjs

    12. Helena Dall pizzol disse:

      Gaby, vou encaminhar esse teu post pra pediatra dos meus filhos no Brasil! Vai ajudar muito porque me mudo em junho com um filho de 5 anos e outro que terá 3 meses! Muito obrigada por compartilhar.
      Helena, Porto Alegre, RS

    13. Jessica disse:

      Olá Gaby, conheci seu blog a pouco e ja vejo muitas informações importantes, obrigada por compartilhar!
      Sempre tive duvida sobre a vacina para adultos, quando você foi teve de tomar extras? Apresentou sua carteira de vacinação?

      Desde ja agradeço e desejo sucesso.

      • Olá Jessica. Eu tinha todas as vacinas porque trabalho na área de saude, mas como não tinha comprovante de todas e trabalho no hospital tiver que refazer algumas doses. Mas isso é só se você for trabalhar em hospital. Não precisa refazer nenhuma não se você já as tomou no Brasil.

        • Jessica disse:

          Muito obrigada pela sua resposta!

          • Fernanda disse:

            Ola Gabriela! Muito bom seu post sobre vacinas! Eu estou com uma duvida talvez voce possa me ajudar! Eu vou comecar a trabalhar como voluntario em um hospital e eles pedem o record de vacinas. Eu tenho a minha carteira do Brasil! Mas nao sei se eu devo traduzir, o que eu devo fazer para que seja aceita pro eles, e o setor de volunatrios nao soube me informar! Vi que voce trabalha em um hospital, como que foi para voce comprovar as suas vacinas? Obrigada!

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *