Dica de Albergue em Toronto

Muitas pessoas me escrevem perguntando aonde se hospedar em Toronto e como eu moro aqui não tenho dicas de hotéis – pois nunca me hospedei e não posso dizer nada além de boa/má localização. Mas quando amigos comentam que gostaram de algum lugar eu sempre acabo me interessando (para dar dicas para vocês) e foi isso que aconteceu quando uma grande amiga me contou que ficou hospedada em um hostel chegou em Toronto (antes de alugar a casa que mora).

Um hostel (ou albergue) é um tipo de acomodação que se caracteriza por preços mais baratos e pela socialização dos hóspedes. As acomodações dos hostels são geralmente compartilhadas; ou seja, você aluga uma cama em um quarto compartilhado, com banheiro, cozinha e outras dependências também compartilhadas. Vale falar que a maioria dos hostels possui quartos privados e este tipo de acomodação é bem popular na Europa.

Quem dá a dica de hoje é a Ariany, Brasileira e também de Florianópolis (mas só nos conhecemos aqui) que mora em Toronto há mais de 1 ano e está estudando na Universidade de Toronto (e trabalhando comigo no hospital) através do programa Ciências sem Fronteiras. Devo falar que a Ariany morre de saudade da família, amigos e do namorado, mas mesmo assim está curtindo bastante Toronto e o Canadá (portanto vocês irão ver mais alguns posts de dicas que ela prometeu escrever aqui no GNC). Acho que esta primeira dica da Ariany será super válida, até porque eu nunca tinha dado nenhuma dica de hostel em Toronto.

DSC00506

Acredito que uma das principais coisas que os viajantes/moradores pensam quando estão planejando suas férias/viagem é o lugar aonde eles irão se hospedar, o que pode influenciar muito a visão que eles terão da cidade. Por isso vim hoje aqui, a pedido da Gaby, ter o meu dia de blogueira (hehe) para dar uma dica de hospedagem em Toronto: The Planet Traveler Hostel. Na minha opinião, uma ótima opção para quem quer economizar bastante e mesmo assim se hospedar em um lugar confortável e bem localizado.

O Planet Traveler Hostel fica localizado na College Street pertinho da intersecção com a Spadina Avenue, em uma rua bem localizada e movimentada, com fácil acesso ao transporte publico. Como é um hostel, os quartos são para seis pessoas e com acesso à um banheiro dentro do quarto (o que é muito bom, pois você não precisa sair do quarto para usar o banheiro). Existe a opção também dos private rooms (quartos privados), que podem ser dividido em até três pessoas. Os quartos privados custam mais, porém, mesmo assim, fica mais barato que um hotel e você pode ter privacidade em casal, família ou amigos.

O hostel oferece café da manha, com opções de bagels e cereais. Oferece também wi-fi, acesso à computadores, telefones e lavanderia (os quais foram todos muito úteis para mim que cheguei sem celular e notebook). Durante o verão eles ainda oferecem um free barbecue (churrasco cortesia, que aqui no Canadá significa hambúrgueres) aos sábados no rooftop (terraço). Esse terraço possui uma vista muito bonita e é um espaço legal para socializar, conhecer pessoas do mundo todo e relaxar. Ah!, você também pode fazer uso da cozinha, geladeira e freezer.

Eu efetuei minha reserva antes de vir para Toronto e fiquei desconfiada quando tive que enviar o número do meu cartão de crédito. Porém, como esperado, tudo deu muito certo e os atendentes foram muito gentis respondendo aos meus e-mails e questionamentos. O único defeito, porém, foi o horário do check-in (não é 24 horas). Então, para quem chegar de madrugada como eu cheguei, tem que esperar o hostel abrir para largar as malas e somente depois usar o quarto e banheiro quando esses forem liberados. Eu nem considero isso um grande defeito, já que tudo é muito limpo, aconchegante e climatizado (ar condicionado)… o que contou bastante para mim que cheguei em um verão muito forte, e que acabava dormindo com cobertas.

Minha hospedagem no Planet Traveler Hostel valeu muito a pena: conheci várias pessoas, recebi dicas de quem trabalha lá sobre a cidade e a vida em Toronto, pude manter o contato com a minha família usando os telefones e computadores e ainda fazer minha pesquisa de moradia. Tenho ótimas lembranças desse lugar onde eu passei minhas duas primeiras semanas de Toronto.

Predio

GNC_Hostel1

GNC_hostel2

GNC_hostel3

Endereço: 357 College Street, Toronto.

Como chegar do Aeroporto usando o TTC: Pegue o ônibus 192 Airport Rocket no Aeroporto Pearson até a estação de metrô Kipling. Quando chegar na Kipling pegue o metro no sentido leste e pare na estação Spadina. Lá, pegue o streetcar 510 no sentido sul e salte na intersecção com a College Street. O albergue fica a uma curta caminhada para o oeste na College Street, logo após a Augusta Avenue. Para fazer este trajeto você irá gastar $3.00 (ou 1 passe de TTC).

Valores: Quartos compartilhados (5 ou 6 hóspedes por quarto) custam $31 + taxa por pessoa. Quartos privados (até 3 pessoas) custam $40 + taxa por pessoa. Maiores informações e para reservas clique aqui.

Website: theplanettraveler.com

Para outra dica de hospedagem em Toronto clique aqui.

You may also like...

13 Responses

  1. karla disse:

    Oi Gaby, adorei sua dica, mas fiz um orcamneto no site que voce enviou por 14 dias em quarto para duas pessoas ficou. 1.194 dolares. E porque minha filha vai estudar e precisamos ficar em algum lugar ate alugar uma quite.

  2. Jéssica disse:

    OI Gaby….pretendo ir em maio para fazer intercâmbio e estou cheia de dúvidas..tenho 27 anos… qual moradia vc indicaria?? vc acha o Hostel uma ótima opção?

  3. Rafaela disse:

    oi Gabi, tranformando os 31 dolares em reais fica 83,7. Esse valor e mensal ou diaria? esse valor e multiplicado pelas pessoas,ou cada pessoa paga 31 dolares? desculpe as perguntas, mas nao entendi muito bem.

  4. Humberto disse:

    Olá!
    Gostei muito do post, Gaby!
    Só uma correçãozinha: Onde você escreveu “faixada”, na verdade é “fachada”, nada de mais 😉

    Tudo de bom!

    • Valeu pelo toque Humberto. Escrevo tanto em inglês que as vezes me pego fazendo erros de português muito feios. Que minha afilhada que é mestre em línguas não veja isso. Vou corrigir. Obrigada

  5. Silvia disse:

    Olá Ariany e Gaby! Adorei o post e acho que adotaremos exatamente essa opção. Fizemos no Chile e não nos arrependemos, aliás, gostamos muito.

    Mas tenho uma dúvida: caso a gente opte por ficar um tempo maior que uma ou duas semanas, como fazia para lavar a roupa? Tem alguma lavanderia próximo?

    Obrigada! 🙂

  6. enrique disse:

    o valor da hospedagem es em reais, dolar canadense ou americano?

  7. Dica Valiosíssima Ariany e Gaby.
    Estou indo com minha esposa para ficar 1 mês em 2016 e hostel está parecendo a melhor e mais barata opção.
    Se tiverem mais alguma dica de hostel próximo a ILAC toronto me avisem.

    Obrigado.

  8. Muito bacana!!!
    E Floripa é aquela coisa, a gente sempre encontra alguém pelo mundo afora! hehehe
    Beijão

  1. 10/11/2014

    […] estudar por 1.5 anos através do programa federal Ciências sem Fronteira. A Ariany já escreveu aqui no blog anteriormente, e hoje ela escreve sobre uma maneira diferente de fazer o passeio […]

  2. 26/02/2015

    […] etc. Se você está vindo para cá eu sugiro que fique nos primeiros dias em um AirBnB ou Hostel. Utilize estes primeiros dias para visitar apartamentos nas regiões da cidade que você pretende […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *