Minha primeira visita a uma cachoeira congelada em Hamilton: Devil’s Punchbowl

Quem acompanha minhas listas do que fazer no inverno – essas aqui – viu que eu sempre incluo uma visita a alguma cachoeira congelada em Hamilton como atividade para fazer no inverno. Eu sempre babei nas fotos e sempre quis visitar uma. Eis que nesse inverno eu finalmente tive a oportunidade de visitar uma delas e, melhor ainda, uma que eu nunca tinha visitado antes. E hoje irei falar um pouco sobre esta experiência para vocês aqui no blog.

Para quem não sabe Hamilton é uma cidade bem próxima de Toronto – 70km de distância – e é considerada a capital mundial das cachoeiras, porque possui mais de 100 delas, sendo sua maioria relacionadas à escarpa de Niagara. Nós já visitamos algumas delas (no verão) e eu mostrei detalhes para vocês neste post aqui.

Desta vez como era inverno e estamos com crianças pequenas eu queria uma cachoeira de fácil acesso para poder explorar com os pequenos de maneira rápida e segura. Olhei várias opções e após conversar com o Reinaldo do blog Vivendo em Hamilton eu decidi que iríamos na Devil’s Punchbowl. Foi uma escolha certa porque a trilha é simples, pequena e o local é todo cercado e seguro.

Essa cachoeira é um dos destaques da região por ser formada no final da última era glacial. Na verdade nós não percebemos mas há duas cachoeiras no local: a Upper Punchbowl Falls e a Lower Punchbowl Falls. Se você fizer o passeio somente na parte de cima da trilha – como fizemos – verá apenas a cachoeira superior e sua queda de 34 metros de altura. Eu queria ver alguma cachoeira congelada e foi por isso que fomos no inverno, mas a recomendação é que você vá após o degelo da primavera ou após uma chuva forte. Durante os verões quentes há relatos de que ela seca.

Apesar das pessoas irem para ver a cachoeira em si o que me chamou a atenção foram os diferentes tipos de rochas exibidos neste “buraco”. Este é um dos maiores exemplos do quão diversa é a Escarpa de Niagara, mostrando diferentes tons de cinza, azul e verde que representam rochas diferentes formadas em épocas diferentes. Certamente essas rochas destacam a beleza do local.

Para acessar o local você deve estacionar – pagar $5 – no estacionamento localizado na Ridge Road e fazer uma caminhada simples de 5 minutos até o mirante. O estacionamento é pequeno e imagino que deva estar bem cheio nos meses quentes. Não há dificuldade na trilha, não há subidas ou descidas. O caminho estava com bastante neve derretida e bem melado. Há ainda um outro mirante onde você tem uma vista linda de toda a região de Hamilton. Lá tem uma cruz que fica iluminada à noite, no alto dessa região que é chamada de Stoney Creek. Se o dia estiver claro dá inclusive para ver Toronto. Se você quiser acessar a base das cachoeiras – o que não fizemos – você deve seguir uma trilha lateral ao Devil’s Punchbowl.

No caminho que percorri não vi nenhuma sinalização mostrando trilha para acessar a base das cataratas, mas já vi muitas fotos de pessoas lá. O que li foi que antigamente havia maneiras de escalar o lado do desfiladeiro para descer, porém a erosão tornou isso extremamente difícil e perigoso. Neste mapa aqui você tem uma noção das trilhas na região e pode encontrar a melhor para descer e ver esta bela cachoeira em sua base.

Por fim, se você quiser comer algo gostoso enquanto visita o local eu indico a Punchbowl Market e Bakery. Esse é um mercado e padaria local que fica literalmente do lado da cachoeira. Não fomos porque estava fechado (só abre nos meses quentes, de maio à outubro) mas fica aqui a dica para vocês provarem produtos locais, que sempre são ótimos.

Espero que tenham gostado da dica e não deixem de me contar se conhecem alguma outra cachoeira da região de Hamilton e o que acharam dela. Como são mais de 100 eu sempre fico perdida em qual escolher para visitar na próxima passagem pela cidade e vou adorar sugestões. Vale citar este vídeo aqui da prefeitura de Hamilton com dicas para os visitantes curtirem as cachoeiras da cidade em segurança.

1 Resultado

  1. Reinaldo disse:

    Ahhhhh, fiquei feliz que conseguiram vir, e que deu certo de vir com os meninos. O acesso é bem tranquilo mesmo, só tem que cuidar para as crianças não saírem correndo e atravessarem o cercado. Muito bom!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *