Dufferin Mall: o shopping que “fala português” em Toronto

Recentemente recebi uma mensagem de uma leitora perguntando o que os pais dela poderiam fazer em Toronto já que ela e o marido trabalhavam full time e os pais não falavam inglês e tinham medo de se aventurar na rua por causa do frio. Na hora me veio na cabeça o Dufferin Mall, um shopping de fácil acesso via transporte público (isto é, fácil de visitar), com várias lojas queridas por nós Brasileiros (incluindo Walmart e Dollarama) e que é frequentado pelos portugueses que moram em Toronto e, portanto, tem em sua maioria a língua portuguesa sendo falada. Dei a dica para ela, os pais dela foram e depois ela veio me dar um feedback de que eles amaram e se sentiram muito bem pois conseguiram fazer compras e se comunicar por lá. E por causa disso eu resolvi deixar a dica deste shopping registrada aqui no blog, para todo mundo que estiver na mesma situação. Vale falar que meus pais e sogra AMAM e vão sempre no local, justamente pelos motivos que identifiquei acima. Abaixo eu vou trazer mais algumas informações que acho importante passar para vocês, mas se quiserem saber mais sobre o shopping é só visitar o site deles (este aqui).

Para chegar

Como disse anteriormente é muito fácil chegar no Dufferin Mall usando o transporte público. Ele fica a 300 metros ao sul da estação de metro Dufferin. Para chegar é só saltar neste ponto de metro, sair na rua e caminhar estes 300 metros sentido sul pela Dufferin Street. Simples assim. Se você for de carro vale a pena chegar da Lakeshore subindo a Dufferin Street (obviamente dependendo de onde você vem). O estacionamento é bem amplo no local e nunca tive problema em encontrar vaga, porque a maior parte das pessoas visita o local de transporte público.

Lojas eu encontro por lá

Acho que a melhor parte de passear pelo Dufferin Mall – não levando em consideração o fato do português ser a língua mais falada por lá – é que tem muita loja boa e uma grande quantidade de loja que a gente gosta. Em primeiro lugar dentro do shopping tem uma Dollarama, que é a queridinha dos brasileiros. Além dela tem um Walmart enorme (de dois andares) onde a gente consegue comprar muita coisa boa. Tem também um supermercado No Frills, uma loja de brinquedos e de bebê Toys”R”Us/Babies”R”Us, tem Winners e Marshalls (lojas de departamento com ótimos preços), uma GAP Factory (outlet da GAP), Tommy Hilfiger (não é outlet mas tá valendo), e muito mais. Acho que o shopping tem de tudo um pouco e é ótimo fazer compras lá. Clique aqui e veja uma lista de todas as lojas do local.

O que comer lá dentro

Eu devo falar para vocês que a praça de alimentação é beeeem fraca (eu não curto muito), mas você acha as opções de comida que se encontra em qualquer praça de alimentação de shopping aqui: grego, pizza, sushi, hamburger, chinês, comida saudável e por ai vai. Se você procura McDonalds – que é sempre uma opção segura quando não se sabe o que comer – o fast food fica localizado dentro do Walmart e não na praça de alimentação. Um lugar que meus pais curtem comer por lá é o Swiss Chalet, um restaurante que serve frango e batatas de vários tipos que é bem gostoso (também fora da praça de alimentação). Ainda vale a pena citar o Cinnabon (rede de delícias de canela) e o Kernels (loja maravilhosa de pipoca). Todos os restaurantes da praça de alimentação estão listados aqui.

Cabelereiro barato dentro do Mall

Dentro do Dufferin Mall – mais precisamente na praça de alimentação – fica o Marca College of Hair and Esthetics, onde os alunos que estão estudando para virar esteticistas e cabeleireiros podem praticar e cortar o seu cabelo, pintar, fazer penteados e serviços estéticos. Os preços são extremamente baratos e há sempre professores no local, então o aluno não está lá sozinho fazendo o seu cabelo. Meus pais já foram e gostaram do resultado e do preço, então fica aqui a dica.

O que eu não curto

Uma coisa que eu detesto no Dufferin Mall é o Mother’s Lounge deles, ou o local onde eu levo o Ian para trocar e amamentar. Ele fica grudado no banheiro e não há divisória, então conseguimos ouvir os sons do banheiro, especialmente do secador de mãos que é terrivelmente alto. O Ian nunca consegue relaxar e sempre fica irritado. Também acho que o shopping é ponto de encontro dos aposentados portugueses, então a praça de alimentação e os bancos espalhados pelo mall estão sempre cheios e é bem difícil achar um local para sentar. Muita gente passa o dia lá, sentado e vendo as pessoas passarem.

Espero que tenham gostado da dica e não deixem de clicar aqui para ver mais posts sobre compras em Toronto, incluindo esta lista de shoppings da cidade.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *