Lista de 20 lugares clássicos, imperdíveis, surpreendentes e novos para você visitar no Doors Open Toronto 2018

Desde 2013 eu posto listas com dicas de lugares para vocês visitarem durante o evento Doors Open Toronto (clique aqui e veja posts antigos). O evento é meu favorito desta época do ano por vários motivos. Primeiro porque é sempre no último final de semana de maio – este ano cai nos dias 26 e 27 – em uma ótima época do ano quando as temperaturas já estão elevadas e você quer ficar na rua, passeando mesmo. Segundo porque envolve conhecer lugares incríveis da cidade de graça, ou seja, você pode conhecer vários pontos turísticos sem pagar nada. Terceiro porque acontece durante durante dois dias (sábado e domingo) então dá para fazer muita coisa e curtir muito. Por fim, é o maior evento do gênero no Canadá e um dos três maiores eventos de portas abertas no mundo. Portanto, razões para você participar são várias.

Neste post eu vou trazer uma lista de 20 lugares imperdíveis para você visitar no Doors Open Toronto de 2018, e esta lista estará dividida em 4 categorias: lugares clássicos, lugares imperdíveis, lugares surpreendentes e novidades para 2018. Espero que gostem e me contem depois o que acharam destes lugares, já que infelizmente não poderei participar do evento este ano.

DSC_9259

Lugares Clássicos

1. Osgoode Hall: Osgoode Hall é um patrimônio histórico do Canadá com sua construção iniciada entre 1829 e 1832 nos estilos de Paládio e Neoclássico. Abriga o Tribunal de Recurso de Ontário, o Tribunal Divisional do Superior Tribunal de Justiça, e da Law Society of Upper Canada. O nome do edifício honra William Osgoode, o primeiro juíz chefe da província de Ontario. O edifício abrigou a Osgoode Hall Law School até 1969, quando a faculdade foi transferida para o campus da Universidade de York, na comunidade de North York.

2. Bata Shoe Museum: sim, Toronto tem um museu com tema de sapato e você pode visitá-lo gratuitamente no evento Doors Open. Por mais que a gente pense que o tema não é relevante o local possui mais de 13 mil itens, incluindo sapatos, meias e acessórios (alguns deles com 4500 anos de idade). O museu é visitado não somente por amantes do mundo fashion mas visitantes que gostam de cultura e museus diferentes.

3. Canada Life Building: o Canada Life Building é daqueles edifícios que fazem você ficar de boca aberta de tão lindo. Fica localizado na University Avenue e possui 15 andares (+2 na torre central). Lá fica a sede da Canada Life Insurance Company (empresa de seguros do Canadá) e este é um dos poucos edifícios de escritórios em Toronto que as janelas podem ser abertas por seus ocupantes. O observatório no 17th andar é incrível.

4. Toronto City Hall: esta é a prefeitura de Toronto, que todos os anos fica aberta para o evento. A casa do governo municipal que foi construída em 1899 para substituir a antiga prefeitura devido a uma escassez de espaço e fica localizada na famosa Nathan Phillips Square. Durante o Doors Open você consegue visitar algumas áreas mais restritas do edifício, como o terraço da torre leste.

5. Assembléia Legislativa de Ontario: este é o quinto prédio da Assembléia Legislativa de Ontario, que fica localizada ao sul do Queens Park e é um edifício lindo por fora e mais ainda por dentro. Lá fica localizado o cabinete do Premier, que na prática é o líder da Província de Ontario (o nosso governador no Brasil). O edifício possui 2 alas, uma leste e outra oeste, muito diferentes devido a um incêndio em 1909 que destruiu parte da ala oeste. Por causa disso, a ala leste é formada de madeira escura, incluindo colunas de madeira e grades. Por outro lado, a reconstrução da ala oeste resultou em um projeto maravilhosos de mármore branco italiano.

DSC_4050

Lugares Imperdíveis

6. Billy Bishop Toronto City Airport: aeroporto do centro de Toronto, localizado nas ilhas e com um túnel embaixo da água que leva os pedestres até o local. Tem uma vista linda do skyline de Toronto e é bem diferente e fascinante.

7. Massey Hall: teatro para shows e eventos incrível e super tradicional da cidade, construído em 1894. O local está atualmente em meio a uma revitalização – um projeto de sete anos para renovar o interior e o exterior do teatro, além da construção de uma nova torre.

8. RC Harris: é a maior estação de tratamento de água de Toronto, construída entre os anos de 1932-1937 e aberta em 1941. Além do lindo edifício (por dentro e por fora), fica localizado na beira do lago Ontario em uma região linda. Um lugar especial para visitar durante o evento.

9. Scadding Cabin: nada mais nada menos que a casa mais antiga de Toronto, de 1794. A casa fica na área do Exhibition e esta é uma das poucas vezes que fica aberta para visitação do público.

10. St James Cathedral: esta igreja tem sido um marco de Toronto há mais de 150 anos, conhecido por sua arquitetura neogótica, torres altas e o toque característico de seus sinos. Construída de tijolo local e arenito de Ohio, a Catedral abriu para serviços em 1853 depois que um incêndio destruiu a catedral anterior. Os vitrais contam a história da expansão do cristianismo da Terra Santa para Roma, Inglaterra e, eventualmente, para o Canadá. O órgão de tubos de varredura é composto por mais de 5.000 tubos. Durante o evento haverá visitas guiadas às torres onde estão os sinos.

DSC_5622

Lugares Surpreendentes

11. Historic Don Jail: e a prisão antiga (de 1864) que fica localizada no centro de Toronto, do lado leste do Don River, na Gerrard Street East, no bairro Riverdale. Lugar super histórico com uma arquitetura linda e que merece a visita nesta data.

12. Black Creek Pioneer Village: a Black Creek Pioneer Village (em português, a vila pioneira do riacho negro) é um museu à céu aberto, que recria o estilo de vida dos Torontonianos no século 19. Lá você encontra uma coleção de edifícios e artefatos que vão fazer você imergir na vida, costumes e arredores dos primeiros moradores da cidade, que construíram as bases para a Toronto moderna. Abrangendo mais de 30 hectares de paisagens rurais intocadas, a Vila é uma experiência única com edifícios históricos – algumas originais, outras realocadas ou reconstruídas – de comunidades em todo o centro-sul de Ontário, que foram fielmente decorados com mobiliário original e artefatos.

13. Montgomery’s Inn: construído em 1830, o local é considerado um dos melhores exemplos da arquitetura leal ou georgiana tardia em Ontário. Os proprietários originais do prédio, os imigrantes irlandeses Thomas e Margaret Montgomery, administraram uma taverna bem-sucedida até a morte de Margaret, em 1855. Desde então, a pousada desempenhou vários papéis dentro da comunidade. Hoje, a pousada foi restaurada como uma taberna do século 19, lembrando o papel fundamental desempenhado por pousadas como centros comunitários, bem como seu importante papel no assentamento e desenvolvimento da província.

14. OCAD University: o prédio diferente e colorido onde fica a OCAD chama atenção de quem passa pela região da Dundas Street West e McCaul. Fundada em 1876, a OCAD University é a maior e mais abrangente universidade de arte, design e mídia do Canadá. São matriculados 4.500 alunos em 17 cursos de graduação e sete de pós-graduação. Esta é uma oportunidade de visitar a universidade e suas instalações.

15. Aga Khan Museum: o Aga Khan Museum é um museu diferente, com exposição de peças de arte e documentos da história e arte muçulmana. O edifício onde fica o acervo impressiona e eu achei o local incrível. Além das exposições (dispostas em 2 andares) há um teatro de 350 lugares, duas salas de aula, um café, um restaurante (Diwan, de diferentes cozinhas de cultura islâmica) e uma lojinha.

Novidades em 2018

16. Cinesphere: se você passar pela Lakeshore irá ver uma bola enorme, que fica toda iluminada à noite. Esta é a Cinesphere dento do Ontario Place, que reabriu o icônico cinema ao público em 3 de novembro de 2017. O local está aberto todo o ano e oferece uma variedade de filmes para todas as idades. O Cinesphere apresenta uma experiência de cinema IMAX exclusiva e imersiva. O financiamento do governo provincial apoiando a revitalização do Ontario Place está tornando o Cinesphere acessível novamente ao público e para eventos privados. O legal é que durante o evento você poderá assistir filmes de graça no cinema.

17. George Brown House: esta casa de 1876 estará participando do evento pela primeira vez este ano e é considerada um dos exemplos urbanos mais bem preservados e documentados do estilo residencial do Segundo Império em Ontário. Designada como Patrimônio Histórico Nacional em 1976 pelo Governo do Canadá, a George Brown House é historicamente significativa por sua associação com o Pai da Confederação, o fundador e principal abolicionista do Toronto Globe, George Brown (1818-1880). O Ontario Heritage Trust restaurou o edifício para comemorar o papel de George Brown na história do Canadá. O site é frequentemente apresentado no programa “Murdoch Mysteries”.

18. Kingsway Community Life Centre @ Underground Theatre: este site é um teatro multi-uso de 700 lugares (anteriormente conhecido como “Cinema Subterrâneo de Toronto”) e atualmente é usado como Centro de Adoração e Comunidade. O teatro originalmente tinha 706 lugares, reproduzia filmes em 35mm e oferecia ofertas de filmes culturais a sua comunidade em grande parte asiática.

19. PIX FILM Productions, Studio and Gallery: os visitantes poderão visitar um estúdio que abriga equipamentos de filmes usados ​​na indústria de animação e é totalmente funcional. Veja diversas parafernálias de câmeras de filme para equipamentos de edição, algumas datadas da década de 1940 e ainda em uso hoje. Os visitantes poderão ver demonstrações de processos de animação de filmes e também terão a oportunidade de ver uma complexa configuração de impressora óptica para efeitos especiais em filmes.

20. St. John’s Convent: convento super moderno de 2004. O St. John’s Convent é um projeto premiado e uma expressão contemporânea de monasticismo para a Irmandade Anglicana de St. John the Divine. Ele inclui uma casa de hóspedes, capela, refeitório, biblioteca, pátios e jardins e fornece muita luz e espaço. A capela, o coração do complexo, tem um teto alto abobadado, belas figuras de Jesus com St. Mary e St. John esculpidas a mais de 100 anos atrás. Outros destaques incluem um altar de calcário por Jacobine Jones, um tríptico de mosaico da Virgem e Criança por Doris McCarthy, e um incomum vitral representando destaques da vida de Santa Maria, criada na virada do século XX. O Convento é um oásis de paz, beleza e hospitalidade no meio de uma cidade barulhenta como Toronto.

Espero que tenham gostado da lista e para finalizar quero deixar dois recadinhos. O primeiro é que nem todos os locais estarão abertos todos os dias, então vale clicar nos links que eu coloquei para cada lugar e ver horários e datas de abertura. O segundo é que cada Door Open Toronto tem um tema e o de 2018 é cinema e haverão vários eventos relacionados como exibição de filmes e oportunidade de visitar produtoras e cinemas (alguns coloquei na lista acima e outros podem ser acessados aqui). Espero que aproveitem bastante o evento e voltem aqui para me contar o que mais gostaram e o que menos gostaram.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *