Benefícios do outdoor play: por mais tempo de brincadeiras fora de casa para nossas crianças

Sempre acreditei na importância das brincadeiras ao ar livre para as crianças, mas até estudar isso a fundo no meu curso de Early Childhood Education, não tinha idéia do tamanho dos benefícios do contato com a natureza para meus filhos.

Hoje em dia vivemos num mundo online e nossas crianças estão crescendo neste mundo onde as amizades e as experiências estão atrás da tela. Li recentemente um artigo da CNN entrevistando o Dr Jean Twenge – este aqui – sobre sua pesquisa que revela o atual problema da nossa sociedade e o seu impacto no desenvolvimento das nossas crianças. A pesquisa demonstrou que em 2011 o número das vendas de Iphone subiu a marca de 50% e paralelo a isso houve um aumento de crianças depressivas e suicídios. Sim, entre as crianças! Pois elas se sentem tristes, sozinhas e sem importância. Além da preocupação delas com a sua imagem na escola e o que os amigos irão postar nas redes sociais, dentro de casa elas encontram pais distraídos com mensagens no celular, vida sedentária, falta de rotina de sono, alimentação desequilibrada e pais indulgentes que deixam os filhos fazerem o que querem para conseguir sossego e mais tempo online. Este estudo enfatizou mais e mais a importância de tirar os meus filhos de dentro de casa. Até que, após refletir, cheguei a conclusão que eu mesma tinha preguiça em levar os meus filhos para fora. Sempre dava desculpas e, estando no Canadá, o clima era uma delas. Toronto não possui um clima propício para os nossos filhos brincarem na rua o ano todo, já que temos pelo menos 6 meses de frio no ano e alguns deles com temperaturas congelantes (clique aqui e veja o clima de Toronto mês a mês). Mas, se a gente optou por morar em um país frio, precisamos buscar atividades e realmente desenvolver uma relação com o inverno. E é importante falar que, se quando pequenos não dermos o devido tempo para eles curtirem as brincadeiras fora de casa, é claro que nossos filhos irão crescer em um mundo cada vez mais interno e virtual.

FullSizeRender-(3)

Mas afinal, quais são os benefícios do tempo fora de casa?

– Estimula autoconfiança, sociabilização e comunicação; 
– Estimula coordenação motora fina e grossa (correr, escalar, equilíbrio);
– Estimula Criatividade;
– Estimula o senso de sustentabilidade e respeito com a natureza; 
– Estimula paciência, atenção e disciplina; 
– Reduz o stress e promove saúde.

Não deixe apenas para a escola estimular esse tempo. Criação vem de casa, dos nossos exemplos, dos nossos estímulos. Seguem aqui algumas dicas para os pais se planejarem:

Vista seu filho e você adequadamente: sapatos confortáveis, casacos, luvas e gorros se necessário. Tenha roupas que possam sujar e não esquente a cabeça se seu filho chegar de lama até o pescoço. Nada que um bom banho não saia.

Não deixe que o frio tranque suas crianças em casa: ao contrário do que a maioria acredita, passar tempo fora de casa mesmo no tempo frio não vai deixar o seu filho/filha doente (claro, se eles estiverem com a devida roupa). De acordo com o National Institute of Allergy and Infectious Diseases, não há evidências que exposição ao clima frio causa resfriado. “Quanto o clima esfria, nos todos corremos para dentro das casas onde o ar é compartilhado e nós, geralmente estamos em contato com outras pessoas e vírus. Nós todos espirramos em cima uns dos outros” (Maurer-Segal, 2014).

Procure áreas verdes que você pode explorar ao redor da sua casa: Seu filho não precisa de um Central Park para se divertir. Um campo verde, uma poça de água, lama, moita, trilha, subir arvores, já irão deixa-lo bastante satisfeitos! E se você mora em Toronto há vários parques espalhados pela cidade – clique aqui e veja a lista de todos eles, podendo selecionar o que você procura (parquinho, piscina, área para cachorro) e quais estão perto de onde você mora.

Tenha uma sacola de roupas extras, toalhas, snacks e água no seu carro: para quando surgir uma oportunidade de brincar na rua ou quando você ver um lugar bacana e quiser parar.

Aproveite e faça esse tempo um tempo em família: curta, brinque com seu filho/filha. Tenho certeza que estes bons momentos serão aqueles que seus filhos irão guardar pelo resto das suas vidas.

Dicas de Atividades para fazer do lado de fora

– Caça ao tesouro: leve uma lupa e peça para a criança achar alguma coisa verde, menor que a mãozinha dele, algo mais alto que ele, algo que faça um som diferente, algo macio, ou algo que caiba entro do bolso. Materiais necessário: uma lupa e a sua imaginação.

– Picnic: prepare com ele os lanches antes de ir, faça ele participar de toda a programação. Vale um picnic na mesa do parque, em um espaço verde perto da sua casa, no seu jardim, na floresta. Materiais necessários: uma toalha, água e lanches.

– Desenhar num papel o que se vê na natureza: Valem folhas, árvores, flores, insetos. Materiais necessários: uma prancheta, lápis, giz de cera.

– Faça uma estrutura com pedrinhas: equilibre as pedras que seu filho encontrar no parq uma em cima da outra, formando casa, torres, castelos ou o que a imaginação dele mandar.

– Plante uma flor ou uma planta: instigue o contato com a natureza.

– Brinque com água: encha um balde de água e coloque do lado de fora. Forneça pequenos copos, colheres, potinhos, animais, esponjas, pedras de gelo…sem dúvida as crianças vão amar!

FullSizeRender-(2)

Espero que este post tenha plantado uma semente nos leitores do blog sobre a importância da brincadeira ao ar livre e como é fácil criar uma atividade para as crianças se engajarem. Não esqueça que as crianças não estarão “apenas” brincando, mas aprendendo lições para a vida.

“Vá e abra a porta. Talvez, lá fora há uma arvore, um tronco, um jardim ou uma cidade mágica” The Door, Miroslav Holub

Quem escreve o texto é Debora Zanettini, Early Childhood Educator, mãe da Sarah de 8 anos e do Felipe de 4 anos, que vive aqui em Toronto. No instagram dela – o @deborazanettini – você encontram várias dicas de educação infantil e atividades para crianças.