Roteiro de um final de semana em Waterloo – Kitchener – Cambridge em Ontario

Quem me acompanha nas redes sociais – facebook e instagram – sabe que no primeiro final de março nós fomos para a cidade de Waterloo e região para eu participar de um programa de rádio (isso mesmo!). Aproveitamos a oportunidade e o convite da Waterloo Regional Tourism e do Attractions Ontario para explorar a região e contar tudinho para vocês. Nosso roteiro foi baseado na época do ano que fomos – início de março e ainda frio – e no fato de que viajamos comigo grávida e com uma criança de 2 anos. Jojoe (nosso cachorro) ficou de fora deste passeio porque ficamos com receio dele ficar muito tempo sozinho no hotel, já que muitos dos passeios não eram pet-friendly. Temos a sorte de ter alguém onde ele ama ficar e que cuida dele e o ama assim como a gente.

As cidade de Waterloo, Kitchener e Cambridge ficam quase que coladas e a região metropolitana que engloba ela é chamada de Tri-Cities. A população da área é de mais de meio milhão de habitantes e é a quarta maior região metropolitana de Ontário (perdendo para Toronto, Ottawa e Hamilton) e a décima maior do Canadá. A região possui a University of Waterloo (uma das melhores do país) e é conhecida por ser a sede da Blackberry (antiga RIM) que esteve no auge entre 2001-2011, mesmo com a chegada do primeiro iPhone em 2007. E à partir de 2011 (com o lançamento do iPhone 4S) a empresa começou a demitir funcionários e diminuir sua produção, mas ainda segue firme na região. Mesmo apesar desta crise com a Blackberry a cidade de Waterloo ainda continua sendo um polo de tecnologia e outras empresas possuem sede na região como a OpenText, a maior empresa de software do Canada. Se você trabalha na área de TI viver em Waterloo pode ser uma boa opção já que os preços são bem mais baratos do que Toronto e a oferta de empregos é alta.

Bom, todos os posts das atrações e do que fizemos já foram publicados aqui no blog, mas eu resolvi escrever este post trazendo o roteiro certinho do que fizemos a cada hora, para ajudar vocês a planejarem o passeio de vocês. Ainda, dentro do roteiro eu falo sobre o hotel incrível que nos hospedamos – o Delta Waterloo – que é certamente o melhor hotel da região (dentro da cidade, pertinho de todas as atrações e com um restaurante maravilhoso).

Sábado 11am: Chegada no St Jacobs Market

Chegamos na região e fomos direto visitar o mercado St Jacobs. O dia estava bem frio e não conseguimos caminhar muitos ao redor da região do mercado, que tem vários edifícios e outros mercados. Acabamos ficando entre o mercado principal e a praça de alimentação. Clique aqui para post sobre o local.

12pm: Passeio de trem na Waterloo Central Railway

Foi no “ponto” do mercado que pegamos nosso trem para ir até a vila de St Jacobs. O passeio de trem é muito legal e acontece o ano todo, sendo que em feriados e celebrações há uma programação super especial. Uma dica importante é que nos meses de frio e pouco movimento o ingresso tem que ser comprado online (não há ninguém vendendo o ingresso no ponto). Clique aqui para post sobre o local.

12:30pm: Chegada na vila de St Jacobs e almoço no Jacobs Grill

Depois de 20 minutos de passeio o trem nos deixou na vila de St Jacobs. Lá fomos direto almoçar e o local escolhido foi o Jacobs Grill. Clique aqui para post sobre o local.

2pm: Passeio pela vila de St Jacobs

Depois do almoço passeamos pela vila, fomos em algumas lojinhas e acabamos parando no Eco Café. O dono do café morou muito tempo na América do Sul e estava lá: batemos um bom papo e curtimos delícias como um café brasileiro e alfajores argentinos. Lugar delicioso e que merece ser visitado. Clique aqui para post sobre o local.

4pm: Check-in no hotel Delta Waterloo

Quando o assunto é hospedagem eu prezo bastante o conforto e a qualidade. E é por isso que todas as vezes que vamos nos hospedar em Waterloo a gente fica no hotel Delta Waterloo (vale falar que meu marido trabalha na região então a gente vai até com certa frequência e sempre ficamos hospedados por lá). O hotel fica a 5 minutos da Universidade e possui piscina coberta, academia 24h, quartos super amplos, chuveiro gostoso e atendimento impecável. Desta vez ficamos em um quarto com uma mini cozinha, que é ideal para quem viaja com filhos.

5pm: Jantar no restaurante Proof Kitchen Bar & Lounge

Uma das melhores coisas de ficar hospedado no Delta Waterloo é que você não precisa pegar o carro para jantar em um dos melhores restaurantes da cidade. Isso mesmo! O Proof Kitchen Bar & Lounge é um restaurante com ótimos reviews e um cardápio maravilhoso e super variado de comida contemporânea.

O lugar estava lotado no sábado à noite, mas mesmo assim fomos super bem recebidos. O ambiente fica a luz de velas e é lindo. De entrada pedimos uma sopa de cenoura que estava divina. Depois os pratos principais: o do Ju foi um fillet com batatas e saladas, o meu um macarrão com queijo assado e o do Thomas salmão, arroz e vegetais (e vale falar que este prato faz parte do menu kids do local). Ainda trouxeram frutas para o Thomas e os sucos servidos para todos – abacaxi, manga, maçã e laranja) estavam perfeitos.

8pm: Minha participação no The Brazilian Show na rádio CJIQ 88.3FM

No sábado a noite eu fiz minha primeira participação em um programa de rádio. O programa é o The Brazilian Show e a rádio é a CJIQ 88.3FM. O programa passa todos os sábados às 8pm e é feito em português, com músicas e notícias para os brasileiros que estão aqui nas terras geladas, como eles falam. O programa é apresentado pelo casal Bruno e Bella que são uns queridos e me deixaram muito à vontade. O programa é transmitido no facebook deles, o The Brazilian Show on CJIQ 88.3FM. Inclusive se vocês quiserem ver minha participação ela está lá disponível no facebook.

Domingo 10am: Cambridge Butterfly Conservatory

Depois de relaxarmos pela manhã no hotel – nossos dias começam em torno de 6am – fomos para o Cambridge Butterfly Conservatory, uma estufa de borboletas e insetos muito popular e linda (digo popular porque o local abria às 10am – quando chegamos – e já estava bem cheio). O passeio foi incrível e aqui você pode ler post com mais detalhes sobre o local.

11:30am: Brunch no Cambridge Mill

Depois do passeio da manhã fomos almoçar no Cambridge Mill, um edifício histórico que hoje é um restaurante e espaço para eventos lindíssimo. O local nos impressionou por tudo, principalmente pela comida maravilhosa e a fartura. Um daqueles lugares que você não pode deixar de ir se estiver em Toronto. Clique aqui para post sobre o local.

2pm: Visita ao Waterloo Region Museum

Depois de comer MUITO (muito mesmo) fomos caminhar e conhecer o Waterloo Region Museum, o museu que conta a história da região que visitamos durante o final de semana. O museu é muito bem montado e bonito e vale a pena incluir no roteiro do passeio. Clicando aqui você pode ler post com mais detalhes sobre o local. Gastamos em torno de 1h30 no museu e depois seguimos para casa.

Nós gravamos alguns dos momentos especiais que passamos no local e vocês podem ver neste vídeo abaixo.

Por fim eu gostaria de agradecer à Waterloo Region Tourism e à Attractions Ontario por organizarem este e outros passeios incríveis que fizemos em um final de semana inesquecível na região. Em ambos os sites dá para encontrar muitas outras atrações para vocês visitarem na região de Waterloo e também na província de Ontario. Fica a dica.



4
Comentários

2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Amanda

Que roteiro bom Gabi, uma ótima dica para passear sem ir muito longe. Adorei. E as fotos lindas como sempre. Beijinhos

Raquel

Gaby, amei as dicas. Você sempre muito detalhista, adoro ler, me sinto dentro dos passeios. Parabéns pela participação no rádio! Você está uma grávida muito linda! Sabe o que mais gosto dos posts??? As fotos, são impecáveis, nos remetem a toda a cena de cada uma. Anotada mais essa dica de passeio.bjs