Um final de semana congelante de inverno em Niagara Falls

Quem me acompanha no instagram viu que final de semana passado fomos para Niagara Falls passar um final de semana e ver as belezas do inverno na região. Nós fomos pela primeira vez dormir na região (sempre fizemos bate-e-volta) e no inverno forte então estamos ansiosos e felizes. E o melhor de tudo foi que fomos convidados pela Niagara Falls Hotel para ter esta experiência diferente e contar tudo para vocês aqui, portanto meu agradecimento desde já a empresa pela oportunidade.

Para relatar nosso final de semana – e tudo que fizemos – eu resolvi escrever o post com formato de roteiro, já que nossas atividades na região foram bem estruturadas mesmo e acho que será mais fácil para vocês montarem um roteiro de um final de semana na região. E já adianto que VALE MUITO A PENA ficar por lá em um final de semana, especialmente no inverno. A gente curtiu muito e nem conseguimos fazer todas as atrações que estavam planejadas para a gente, porque são muitas. Então segue nosso roteiro e o que fizemos, para inspirar vocês.

Sábado 12pm: Chegada e check-in no hotel Sheraton on the Falls

Nós até nos programamos para chegar mais cedo em Niagara, mas a gente só foi arrumar as roupas para levar no sábado de manhã, tivemos que passar no centro e deixar Jojoe na casa da moça que fica com ele. Sim, Jojoe não foi nesta viagem porque o hotel não era pet-friendly (mas mesmo que fosse nosso roteiro era de muitos passeios internos – já que a temperatura no sábado e parte do domingo estava com sensação de -20C à -30C – e ele não ia gostar de ficar no quarto do hotel trancado). Então deixamos nosso peludo e seguimos rumo a Niagara. O trajeto Toronto – Niagara é de 1h15m sem trânsito, o que aconteceu para nossa surpresa mesmo que em um sábado.

O hotel que nos hospedamos foi o Sheraton on the Falls, localizado no início da região com as quedas d’águas, bem pertinho da ponte que liga o Canadá com os USA e das quedas Americanas. Há várias vantagens de ficar neste hotel: bela vista de toda a extensão de Niagara Falls (das 3 quedas d’água), acesso à restaurantes, boate, cassino e parque de piscina sem ter que sair na rua e várias lojinhas e cafés para você se distrair. Nosso quarto tinha uma vista incrível e ficava no décimo-quarto andar do edifício. Minha dica é: se você for se hospedar na região guarde um pouco mais de dinheiro e pegue um quarto com vista para as cataratas (há quartos sem vista ou com vista parcial mas por CAD$50 a mais você consegue uma vista lindíssima – e dá para fazer o upgrade, dependendo da disponibilidade, na hora do check-in).

Nós ficamos tão empolgados com a vista, com o rio todo congelado e com parte da cachoeira americana congelada que nos enrolamos e não almoçamos. Na minha lista de lugares para almoçar estava o Rainforest Cafe ou o Hard Rock Cafe, ambos possuem acesso direto do hotel (isto é, nós não iríamos ter que sair na rua para comer). Como falei, a vista conquistou todos, até o Thomas que perdeu alguns minutos – o que é difícil para um toddler – apreciando e tentando entender o que estava acontecendo. No fim a gente comeu algo pequeno no Starbucks do hotel – sim, o hotel tem um Starbucks no lobby que é ótimo – e seguimos para o parque de piscinas, até porque não ia rolar brincar na água de barriga cheia.

Sábado 2pm: Curtir o Fallsview Indoor Waterpark

O acesso do Sheraton on the Falls até o Fallsview Indoor Waterpark é super simples e feito em uma caminhada de no máximo 5 minutos. O parque é super bem estruturado e eu achei que mesmo cheio as pessoas não ficavam aglomeradas, sabe. Tá certo que a gente não ficou na fila para os super tobogãs, mas a piscina de ondas e a parte de pontes e escorregadores que o Thomas super curtiu estavam ótimas, e todos nós pudemos curtir muito o espaço. Para entender a estrutura do parque vale a pena clicar aqui e ver mais sobre o que o local oferece. Nós estávamos hospedados no hotel e isso dá direito a entrar no parque 1h antes (para horários de abertura do parque clique aqui). Se você não está hospedado em nenhum hotel e quer curtir o local pode ir sem problema. Até porque o local possui ótimos banheiros, chuveiros e trocadores, então fica fácil de passar algumas horas por lá. Uma coisa super legal é que eles fornecem fraldas de piscina para bebês: há cestinhas cheias de fraldas espalhadas pelo parque e você pode usá-las sem problemas. Lá dentro tem também restaurante com lanches, mas você só pode comer em áreas pré-determinadas. Os tickets podem ser comprados com desconto clicando aqui.

Sábado 4pm: Jantar na Niagara Brewing Company

Depois de brincar por quase 2h na água estávamos todos famintos e cansados. E eu não estava afim de sentar em um restaurante chique e jantar. Queria um ambiente descontraído, com música ao vivo e uma TV passando de preferência NBA para poder relaxar a cabeça e curtir o sábado à noite. E foi justamente isso que encontramos na Niagara Brewing Company. A cervejaria fica localizada colada no Sheraton on the Falls e conquistou o nosso coração. Ambiente maravilhoso e música ao vivo perfeita – parecia que o cantor estava cantando a nossa playlist de namoro, sério. As cervejas são feitas todas no local – que abriu em 2015 – e os barris enormes estão ali, para você ver e estar presente enquanto eles fazem as cervejas. O ambiente é super agradável e familiar: além de nós eu vi pelo menos 4 famílias com filhos. Juliano provou todas as 8 cervejas on tap e sua preferida foi a Amber Eh!. Mas ele curtiu a famosa cerveja de pêssego, a de icewine e também a Niagara Premium Lager, que já ganhou vários prêmios. Dá para ver todas as cervejas que o local possui clicando aqui.

Lembram da fome depois do parque de piscinas? Poisé, estávamos famintos e provamos muitos pratos do menu, todos aprovadíssimos. O menu é bem extenso e antes de eu contar para vocês o que comemos quero falar que a cozinha é aberta e no meio do ambiente, então você consegue ver tudo que os chefs estão fazendo, o que me deixou bastante satisfeita. O menu – que você pode ver clicando aqui – possui aperitivos, sanduíches e flatbreads. Nós comemos os seguintes pratos: pretzel (que vem quentinho com molho de queijo e cerveja), tortilla chips & guacamole (que é a minha paixão em qualquer lugar e a porção é suuuper generosa), charcuterie board (super seleção de queijos e salames que foram aprovados pelo marido), sausage rabe sandwich (sanduíche enorme de salsicha local que o marido amou) e cheese flatbread pizza (o escolhido para o Thomas). Vale falar que eles não possuem um menu kids mas há várias opções que crianças gostam, como pizza de queijo, pretzel e pão com almôndegas. E de sobremesa eu amei o mousse de chocolate com cerveja (chamado de Drunken Mousse) e o tiramisu também com cerveja (chamado de Bieramisu).Tudo impecável e delicioso. Virou um lugar que iremos passar sempre que irmos em Niagara.

Sábado 6pm: Apreciando as luzes nas quedas d’água do quarto do hotel

Depois de encher a barriga voltamos para o quarto, agora já noite. Thomas dormia no carrinho – que não usávamos desde o verão, já que achei vários folhetos de uma das viagens que fizemos no verão de 2017. Quando chegamos no quarto ele acordou, certamente pelos meus suspiros de supresa ao ver as quedas d’água iluminadas. Coloquei ele na cama do meu ladinho e ficamos observando as cores mudarem e às vezes caíamos no sono (mais eu do que ele), sempre atentos às mudanças das cores. Ficamos duas horas ali juntinhos, sem falar muito e dando e recebendo beijinhos e carinhos, um esquentando o pé do outro. Foi um momento extremamente especial que eu vou guardar no meu coração para sempre porque foi um momento de puro amor. Eu nem bati fotos do quarto, mas esta foto abaixo que o maridão bateu enquanto passeava basta para ilustrar a beleza das luzes na água.

E antes que vocês me perguntei do meu marido, ele se juntou ao nosso amor algumas horas depois. Isso porque o maridão foi corajoso e enfrentou os -30C andando ao redor das cachoeiras à noite para registrar fotos lindas – como a de destaque deste post – e também momentos do festival de luzes de Niagara, o Winter Festival of Lights. Eu sempre fico impressionada como o Niagara parks consegue ser tão organizado: os jardins da região estão sempre impecáveis, os festivais são lindos e as atrações incríveis. E claro que no inverno não poderia ser diferente: há muita luz e muita coisa bonita para ser vista. Então, vale a pena caminhar e explorar a região à noite também, que está linda. Detalhe para o comentário do marido que disse que havia um número considerável de pessoas nas ruas de Niagara Falls e a cada 3 pessoas que passavam 2 falavam português. Ou seja, os Brasileiros estão sabendo curtir as maravilhas do inverno do Canadá e eu fico muito feliz com isso.

Domingo 8am: Café da manhã maravilhoso no Fallsview Buffet dentro do Sheraton Hotel

Depois de uma noite maravilhosa – dormindo de janela aberta mesmo – começamos o dia em grande estilo, com um buffet de café da manhã maravilhoso no restaurante Fallsview Buffet no décimo terceiro andar do Sheraton Hotel. O buffet é enorme, com tudo que você pode imaginar e inclui um chef fazendo ovos do jeito que você quer e uma parte de pratos quentes com arroz, feijão e carne (literalmente uma refeição completa). E o melhor de tudo é a vista espetacular para as cachoeiras e toda a beleza que você quer ver o tempo todo.

Eu postei no stories do meu instagram alguns vídeos do nosso café da manhã e todo mundo queria saber se qualquer um pode ir tomar café ou se o local é somente para hóspedes e quanto custa. Ainda, se há a opção de almoço ou jantar. E eu tenho toda esta informação para vocês, vamos lá. Em primeiro lugar os preços são os mesmos todos os dias, independente de ser dia de semana ou final de semana. E eles não aceitam reserva para grupos com menos de 10 pessoas. O café da manhã funciona até 11pm e custa CAD$27.79 para adultos e CAD$14.60 para crianças. O buffet livre de almoço (que segundo reviews é mais simples) custa CAD$24.95 para adultos e CAD$12.50 para crianças. E o buffet livre de jantar custa CAD$39.95 para adultos e CAD$19.95 para crianças. Os valores que passei não incluem taxas (14%) e gorjetas (15%). Eu achei o preço do café da manhã ótimo para a variedade e a vista oferecidos e eu e o marido já decidimos que quando formos para Niagara com visitas iremos ter esta experiência novamente. Vale MUITO a pena na minha opinião.

Domingo 10am: Vendo as cachoeiras de dentro da SkyWheel

Depois de comermos muito bem nós fomos fazer algo que eu sempre quis fazer em Niagara Falls: andar na roda gigante Niagara SkyWheel. A roda gigante abriu em 2006 e possui 42 carrinhos que cabem até 8 passageiros. Os carrinhos são fechados e possuem aquecimento para o inverno e ar condicionado para o verão. O passeio dura entre 8 e 12 minutos e você dá umas 4-5 voltas nela. A vista lá do topo é linda e é um jeito divertido de entreter as crianças quando você for para a região com elas. Aliás, se você está com criança a dica é que você compre o Clifton Hill Fun Pass, que te dá direito a ir na roda gigante e mais 5 atrações pagando CAD$29.95 por adulto e CAD$19.95 por criança. As atrações incluem museu de cera, golf dos dinossauros, montanha russa 6D e outras (todas explicadas aqui). O Thomas ainda é pequeno então só fomos na roda gigante mesmo, mas se você vai com criança o passe vale super a pena, até porque todas estas atrações ficam pertinho uma da outra (na rua chamada Clifton Hill) e as crianças podem se divertir e você poder ganhar créditos para curtir outras coisas depois.

Domingo 12pm: Almoço no Elements on the Falls, o mais perto possível das quedas d’água que você pode estar

Andar de roda gigante dá uma fome – já adianto vocês. E foi por isso que depois do passeio já seguimos para o nosso tão esperado almoço no Elements on the Falls. O restaurante fica dentro do Table Rock Centre, pertinho da queda principal de Niagara (a Horseshoe Falls). A vista é incrível e o ambiente super gostoso. O menu do restaurante é enorme e certamente irá ter algo que irá de agradar: sopas, saladas, massas, sanduíches, carnes, peixes. E o melhor é que o Chef Elbert Wiersema usa somente ingredientes locais, o que deixa a experiência ainda mais incrível não é mesmo? Eu comi uma sopa de abóbora, frango com salada e seleção de gelatos locais que estava maravilhoso. Thomas tomou a sopa também e um prato de pasta com manteiga e vegetais – ele amou e comeu todinho. De sobremesa o pequeno ganhou sorvete com casquinha. E o papai comeu cordeiro e creme brulée de chocolate branco. Ta aí um lugar que amamos e que eu super indico. A dica é que você faça uma reserva com antecedência, porque as mesas nas janelas – com as melhores vistas – são para reservas. Além disso, o local fica lotado rapidamente, pois está em um lugar super turístico e cheio de atrações. Para reservar uma mesa clique aqui. Finalmente, a dica que eu quero dar é que vocês estacionem no estacionamento “A” do Niagara Parks – a entrada é super longe mas depois você pode vir com seu carro mais próximo da ponte de pedestres e sempre há pessoas indo e vindo; portanto, sempre há vagas. O estacionamento custa CAD$20 por carro e o passe anual CAD$55 (estamos pensando em pegar o passe este ano porque vale a pena já que vamos pelo menos 5 vezes por ano para lá).

Domingo 3pm: Vendo tudo congelado através da Journey Behind the Falls

Todas as vezes que vamos a Niagara Falls a gente faz uma atividade diferente – e juro para vocês que ainda não fizemos todas. Mas desta vez resolvemos repetir uma que já havíamos feito, a Journey Behind the Falls (clique aqui e leia o post de quando visitamos o local anteriormente). O que acho mais fascinante da atração é que a vista da queda d’água deste ângulo realmente impressiona e você se sente mais seguro do que no barco. Outra coisa que me deixou impressionada quando fui pela primeira vez foi como eles conseguiram lá pelos anos 80 fazer um túnel dentro da rocha e toda uma estrutura que até hoje está lá, para ser visitada. O lugar é incrível e histórico, unindo natureza no meio disso tudo. Algo diferente que deve ser incluído no seu roteiro quando visitar a região, com certeza. No inverno o passeio é um pouco mais restrito, pois a plataforma e parte das janelas e observatórios estão fechados. Mas a beleza da neve e do gelo compensam esta restrição, com certeza.

Se você está na região e pretende visitar outras atrações e explorar bem os parques e tudo que Niagara tem a oferecer a dica é comprar o pacote Niagara Falls Wonder Pass. O pacote custa CAD$25 e te dá direito a ir a 4 atrações (incluindo o Journey Behind the Falls), além de te dar dois dias de acesso ao ônibus que gira por toda Niagara – o WEGO que eu já expliquei para vocês aqui no blog – e dois dias de acesso ao funicular que te leva para uma outra área de Niagara com cassinos e restaurantes, que não exploramos desta vez. Há ainda um livro com vários cupons e descontos, como $5 off no estacionamento e $3 off na subida da torre Skylon. Vale muito a pena se seu intuito é explorar bem a região.

Domingo 4pm: Tudo que é bom dura pouco

Chegou a hora de voltar para casa. A partir das 4pm seguimos para o carro e devo dizer que ainda havia muita gente chegando em Niagara para ver as cachoeiras congeladas. Parece que acertamos na data porque com a chuva e as temperaturas positivas de dois dígitos que deram esta semana a neve deve ser sumido. Mas não se preocupem porque o frio forte volta ainda este final de semana e tenho certeza que esta paisagem congelada irá voltar logo logo à região; afinal, o inverno só acaba mesmo em março.

Espero que tenham gostado do post e se procuram mais informações sobre Niagara não deixem de clicar aqui e ver os posts antigos do blog. E se vocês quiserem ver tudo isso que eu descrevi em forma de vídeo vale a pena assistir ao vídeo do nosso final de semana em Niagara no youtube:



4 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Nadieg Pacheco

Gabi, adorei o post. Estarei indo em novembro. Fiquei em dúvida sobre a comprar o ticket do Journey Behind the Falls. Dá pra comprar na hora sem maiores fila?
No site não encontrei o link para a compra dessa atração. Apenas um passe.
Obrigada.

Robson

Gaby, sabe dizer se ainda está congelado? Deu um calor semana passada e a previsão esta semana é 5 positivos. Será que continuará assim? Quero ir mas com a certeza que estará gelado porque tenho que alugar carro, etc e não poderia ir 2X $$$. Obrigado desde já pela resposta

Rosangela

Amei o roteiro e tudo detalhado Gabi. Queria saber quanto custa ficar no hotel e se ficando no hotel o café da manhã é incluso. Obrigada gabi e amando seu blog.

Nataly

Muito bom! Post bem feito!!!!

Que vontade de ir pro Canadá, gente!!!