Aqui não é o paraíso

attachment-1-4

Gente, eu recebo muitas – muitas mesmo – mensagens de pessoas que estão cansadas do Brasil – seja pela falta de segurança, corrupção ou custo de vida alto com baixar qualidade de vida – e querem mudar de vida. E morar no Canadá acaba sendo uma opção. Isso porque o Canadá possui diversos programas de incentivo à imigração e é um dos países com a melhor qualidade de vida do mundo. Morar no Canadá está realmente em alta e volta e meia os veículos de comunicação do Brasil postam matérias sobre “como é bom imigrar” ou “como o Canadá recebe bem os imigrantes” ou ainda “brasileiros que enriqueceram e vivem maravilhosamente bem por aqui” (veja algumas destas reportagens aqui, aqui e aqui). Muitas pessoas vem para cá achando que de uma hora para outra tudo vai ficar lindo – eles terão um ótimo emprego, uma bela casa e viverão felizes para sempre – mas não é isso que acontece. Aqui não é o paraíso.

Eu amo a minha vida aqui e sei que eu e minha família somos privilegiados pois conseguimos alcançar muita coisa em tão pouco tempo – incluindo o tão sonhado emprego na área, a casa própria e uma ótima adaptação ao frio e aos costumes canadenses. Não dá para generalizar e achar que isso irá acontecer com todo mundo. E não dá para pensar que todos os imigrantes (mesmo que qualificados) serão bem sucedidos. Infelizmente não é assim que funciona. E vale ressaltar que nossa história teve muita ralação, muitas noites em claro trabalhando para ser o melhor que poderíamos ser, muitas lágrimas, muita decepção, muita quebra de cabeça, muita privação, muito planejamento.

Há muitas barreiras que os imigrantes se deparam quando vem para o Canadá. Em primeiro lugar temos a língua, que na minha opinião é uma grande barreira. Por mais que você fale inglês fluente na hora de se expressar – pelo menos no começo – é difícil ser tão natural em inglês do que em português. Eu senti isso por conta própria e lembro que em algumas das minhas apresentações iniciais no doutorado eu saia decepcionada pois sabia que poderia fazer melhor (se a apresentação fosse em português). Era uma sensação horrível e de frustração mesmo. Tenho a sorte de ter tido 4 anos de estudo ou “treinamento” e que esta barreira não me impediu de conseguir um emprego pois no começo da minha vida canadense eu não estava procurando por um. Uma outra barreira seria na aquisição de emprego: há sim muita concorrência por uma vaga de emprego e muitas vezes você estará concorrendo com um local que tenha a mesma qualificação que a sua (e ai, na hora da verdade será que o empregador irá contratar alguém com experiência canadense ou um recém chegado no país?). Uma outra barreira bem importante é o sistema de saúde, que é público e bem diferente do sistema privado do Brasil. Aqui não há planos de saúde para serviços médicos (mesmo que você tenha dinheiro para pagar) e todos são atendidos da mesma maneira. Os médicos não são tão pessoais com você – nada de pegar telefone do médico e ligar se seu filho está doente – e isso pode ser sim uma barreira para muitas pessoas. Uma outra barreira que eu acredito ser bem importante é o clima: se você não suporta frio como pode achar que sua vida será melhor em um país que possui pelo menos 4 meses de inverno rigoroso? Por fim, eu gostaria de citar como barreira a diferença de costumes. Já recebi muitos recados de imigrantes brasileiros que não conseguem fazer amigos (pois os canadenses são muito fechados), que não se adaptaram com a multiculturalidade de Toronto e que ficaram preocupados de terem seus filhos sendo criados com base na cultura canadense. Como disse anteriormente eu e minha família nos adaptamos muito bem e tivemos a sorte de encontrarmos canadenses maravilhosos que hoje chamamos de amigos. Mas são raros, isso posso dizer. Como vocês podem ver há várias barreiras para quem chega por aqui – isso sem contar o próprio processo de imigração, que é demorado, caro e incerto. Muitas famílias passam pelo processo e quando conseguem o cartão de residência permanente acham que “seus problemas acabaram”… quando na verdade “encontrarão muitas barreiras pelo caminho”.

Por outro lado também acho errado aquelas pessoas que só criticam o Canadá, que tiveram uma experiência ruim por aqui e acham que tudo aqui é ruim, difícil, complicado. Não dá para generalizar! Por isso para todos que me perguntam se morar no Canadá é perfeito eu digo que “não, não é perfeito… mas é muito bom”. O Canadá não é perfeito, mas é um ótimo lugar para se viver e criar uma família. Sempre que pensamos em dar um passo e fazer uma mudança na nossa vida devemos colocar na balança os prós e os contras e decidir se esta mudança valerá a pena. E gente, sempre haverá contras – nenhuma mudança terá apenas aspectos positivos, em nada na nossa vida.

Por fim, minha dica para aqueles que querem imigrar é: busquem informação sobre a cidade que vocês escolheram (seja por blogs e principalmente por empresas especializadas em imigração), escolham o melhor processo para a sua família e conheçam o lugar que vocês querem morar – se nunca vieram para Toronto antes como podem vender tudo e se mudar para cá sem saber como a vida é aqui? (isso não funciona). Vale a pena passar um tempo na cidade que vocês pretendem morar e ver se a vida lá é realmente próxima do que vocês imaginaram. Gostaram? Então é hora para aplicar para o processo de imigração. Conheço pessoas que ficaram um tempo por aqui e viram que era no Brasil que eles eram mais felizes.

No mais, desejo paciência, perseverança e sorte para todos que buscam imigrar para o Canadá. Paciência pois o processo de imigração é sim demorado. Perseverança porque você vai desanimar algumas vezes, mas tem que buscar forças e continuar se este é seu objetivo. E sorte porque ela não faz mal para ninguém! Espero que tenham gostado do post – não quis desanimar ninguém, pelo contrário, quis mostrar que com planejamento e sabendo das dificuldades o sonho de imigrar para aqueles que realmente querem é possível – e não deixem de comentar sobre o assunto.



53
Comentários

26 Comment threads
27 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
30 Comment authors
Diego C.

Bom dia Gaby, parabéns pelo excelente blog. Gostaria de fazer uma pergunta, que, até então, não vi em nenhum blog/video.. Nesses anos vivendo no Canadá, você ou alguém próximo já foram vitimas de algum tipo de violência? Assalto, furto, golpe, agressão física ou verbal, etc? Essa pergunta é desagradável, porém, muito pertinente, já que é um tema rotineiro no Brasil. Obrigado

Jorge Pessoa

Olá Gabi !
Qual cidade você aconselha para uma família viver com filho de 10 anos , onde tenha boas escolas e qualidade de vida ?
Agradeço
Jorge

Marcos

Olá Gaby, gostei muito da clareza com que descreveu este angustiante momento na vida de um imigrante em comparação com a sua experiência no Canadá. Parabéns e sucesso !!! Não pude deixar de colocar meu comentário aqui, depois de tantos posts maravilhosos que seus leitores enriqueceram com suas experiências no site. Vou pegar a sua última “deixa”, também não quero desanimar ninguém mas acho importante colocar que a minha experiência foi há vinte anos quando a economia não estava bem e se ouvia pelas ruas muitas experiências negativas de pessoas que imigraram de seus países de origem e se arrependeram… Read more »

Que bacana Gabi! Eu e minha esposa estamos pretendendo fazer um intercâmbio no Canadá, especificamente em Toronto à partir de Abril de 2018. Gostaria de saber algumas dicas quanto à boas escolas para um curso intensivo de 3 meses e se a época é boa com um clima agradável. Vi que é a temporada de tornados e furacões, mas acredito que não cause problemas especificamente em Toronto! Gostei muito das matérias! Sucesso sempre!

Paulo

Parabéns Gabriela; excelente exposição ou post como queira. Digo isto com conhecimento de causa, dado que estive 10 anos no Canadá em várias cidades. Eu e a família já regressamos a Portugal e trouxemos esse magnifico país no coração e é com muito orgulho que numa deslocação feita a Toronto usamos o passaporte canadiano, dado que obtivemos a cidadania canadiana. Para terminar um conselho; apesar do Canadá ser um país generoso não é boa ideia a certa altura ficarem clandestinos porque há regras rigorosas que têm que ser cumpridas. Boa sorte.