Final de semana em Stowe, VT

Quote1

Não sei quanto a vocês mas quando eu passo o final de semana passeando e fugindo da rotina eu começo a semana super animada, disposta e feliz. E está sendo assim esta semana graças aos 3 dias maravilhosos que passamos em Stowe, cidadezinha + estação de ski a 700km de Toronto. Stowe fica localizada no estado de Vermont (Estados Unidos) e possui em torno de 4000 habitantes, vivendo principalmente do turismo (que acontece no ano todo, não só no inverno).

Antes de começar a falar sobre o local quero deixar claro que tivemos muita sorte na nossa viagem pois pegamos um tempo perfeito: tempo bom na estrada e neve a noite na montanha (para esquiar de manhã na neve fofinha, chamada powder). Na verdade, não foi sorte mas planejamento (pois meu marido checa sempre a previsão do tempo quando planejamos uma viagem de carro no inverno e só vamos se não há previsão de nevasca – porque não vale a pena arriscar!). Bom, posso dizer que apesar das 14h no carro (7h para ir e 7h para voltar) o trajeto foi lindo e “super colorido” (veja fotos abaixo de algumas dessas cores). Tivemos até um encontro com animais selvagens, que não pode faltar em roadtrips aqui na América do Norte.

ColorfulRoadtrip_GNC

Roadtrip1_Stowe_GNC

Sunset_StoweRoadtrip_GNC

Animais_Stowe_GNC

Sobre1

Stowe é uma cidadezinha pitoresca e o centro dela fica a 10km da base da estação de ski. O trajeto cidade – estação de ski é lindo e repleto de restaurantes, lojas de ski e hotéis. A visita ao centro da cidade é obrigatória e há vários edifícios antigos, um rio (que estava congelado), uma ponte de madeira (linda!) e restaurantes gostosos. O mais famoso dos restaurantes é o Harrison’s, super aconchegante e no basemant de uma das casinhas do centro. A dica é que você faça reserva antecipadamente pois o lugar é pequeno. Também passamos pela Vermont Ale House, cervejaria bem barata (cerveja $3) com uns petiscos gostosos, mas nada que sustente muito (ou seja, não vá para jantar). Além dos restaurantes indico um mercado/padaria/deli chamado de Edelweiss, só com produtos locais e tudo feito na hora (eles não tem site, mas o endereço é 2251 Mountain Rd, Stowe – não tem erro pois fica na beira da estrada entre o centro de Stowe e a base da montanha).

PaisagemStowe

Stowe_GNC1

Stowe2_GNC

Stowe copy

Cervejaria_Stowe_GNC

Sobre2

A estação de ski de Stowe fica localizada no Monte Mansfield, a montanha mais alta de Vermont (1.339 metros) e indicada para esquiadores de nível no mínimo intermediário. Esta montanha possui a famosa “Front Four” (conjunto de 4 trilhas super difíceis chamadas de Goat, Starr, National e Liftline – antes que minha mãe fica apavorada eu não fui na parte difícil da montanha!). Mas se você é iniciante não se preocupe: a parte mais baixa da montanha, chamada de Spruce Peak, é ideal para você.

Os números de Stowe impressionam: 116 trilhas, 485 acres de área para esquiar, 13 lifts, 2 gôndolas e 80% da área total da montanha possui máquinas para fazer neve (o que não foi necessário no final de semana que fomos, mas dependendo das condições pode ser um fator x na decisão de escolher a montanha). Em relação às 2 gôndolas, uma delas leva os visitantes do hotel Stowe Mountain Lodge para a base da montanha e uma leva da base para o topo da montanha. O problema é que lá no topo só sobem os esquiadores super experientes (pistas pretas e mais pretas) e ai acabei ficando nas cadeirinhas mesmo. Para conhecer melhor as trilhas clique aqui e veja o mapa interativo da estação.

Os números no nosso final de semana impressionam também: pegamos nada mais nada menos do que 13 inches de neve nova, o que dá aproximadamente 33 cm de neve. Quem esquia sabe a diferença entre pegar uma pista de neve fofa e uma de neve congelada… segundo meu marido (que faz snowboard há muito mais tempo que eu) foi a melhor qualidade de neve que ele já pegou praticando o esporte.

Vamos combinar que esquiar é um esporte super caro: o ticket para o dia em Stowe custa $98 (se comprar online custa $84) – sorte que a taxa de Vermont é pequena (varia de 4% a 9%). A primeira vez que você for a Stowe tem que comprar um cartão chamado Evolution Stowe Card, que custa $5 e pode ser usado todos os anos. Você “carrega” seu cartão com o passe do dia e não precisa ficar mostrando toda vez que for pegar o lift (a catraca abre automaticamente). Eu esqueci minha bota do ski e aluguei por $25 o dia. O aluguel do equipamento completo está em torno de $50 na base da montanha, mas tem lojas mais afastadas que cobram mais barato.

MontanhaStowe1

Gondola_1

Us

Igreja_na_pista

Stowe_GNC

Sobre3

Stowe tem uma vila pequena – na verdade minúscula se comparada com Mt Tremblant – chamada de Stowe Alpine Village, que fica ao redor do Stowe Mountain Lodge. O Stowe Mountain Lodge é um hotel de quase $1000 a diária (a mais barata) aonde os hóspedes podem sair de um dos 316 quartos, pegar a gôndola e ir para a montanha – sem pegar o frio da rua e sem pegar filas (não, não ficamos neste hotel). Somando o projeto + a construção, o hotel levou 16 anos para ficar pronto, sendo usados materiais locais para sua construção. Vale uma visita ao local.

Vila_1

Vila_2_Stowe

StoweLodge_GNC

Se você não está hospedado no Lodge eu sugiro usar o Mansfield Base, uma casinha que foi construída em 1941 e possui um café, um bar (estilo pub), lareira e vários locais para você guardar seus pertences e descansar depois de esquiar. Além disso eles tem wireless e era de lá que eu postava as fotos no meu instagram enquanto descansava. Peguem o chocolate quente e o muffin de triplo chocolate e canela, deliciosos!

MansftieldLodge

Hotchocolate_GNC

Sobre5

Ficamos hospedados no Top Notch Hotel e Spa, um hotel super privado (68 quartos e 23 chalés) localizado a 5km da base da montanha. O Top Notch fica no meio de uma floresta e possui piscinas internas e externas, 2 restaurantes (já irei falar sobre eles), um spa e trilhas. Os quartos do andar térreo são pet-friendly e nosso peludo foi conosco e curtiu muito o passeio.

HotelStowe2

HotelStowe3_GNC

HotelStowe1

PiscinaHotelStowe_GNC

AmoresStowe_GNC

Sobre os restaurantes obviamente provamos os dois: o Flannel e o The Roost. O Flannel é simplesmente maravilhoso, com pratos super bem servidos e deliciosos. O estilo do restaurante também é super legal: estilo bistro com a cozinha aberta. O maridão comeu ostras empanadas com bacon e molho tartar (foto) e mariscos de Prince Edward Island (Canadá) e eu gnocchi de batata doce (perfeito!) e Misty Knoll Chicken (o prato mais famoso do local com frango e uma espécie de bolo de batata com vegetais e pistachio). De sobremesa pedimos bolo de abacaxi com sorvete de canela (tudo feito no local, veja foto abaixo). O The Roost já é mais estilo barzinho e jantamos lá na primeira noite (eu pedi um macarrão com queijo e o Ju estava sem fome e pegou uma tábua de frios, veja fotos). Também tinha uma banda local tocando e foi divertido. Na minha opinião o Flannel é melhor e vale uma visita mesmo se você não estiver hospedado no hotel – fica aberto ao público e o ideal é que se faça reserva pois o local é pequeno.

Flanel1

Ostras_GNC

Flanel3

TabuaFrios

MacCheese_GNC

BandaHotel_Stowe

Sobre4

Em primeiro lugar esta é uma viagem para curtir a natureza, para comer muito e não para compras – ou seja, não é uma típica viagem aos Estados Unidos. Mas vale muito a pena e é certamente meu tipo de viagem preferido. Não há outlets nem shoppings no caminho e, não se preocupe, você não vai ficar com a tentação de trocar um dia de ski por um dia de compras.

Pertinho de Stowe – na cidade de Waterbury – fica a fábrica dos sorvetes Ben & Jerry’s. Você pode fazer uma visita de 30 minutos guiada a fábrica ($4 adultos), comprar sorvetes na loja direto da fonte e também algumas lembrancinhas (como camisetas, imãs, copos, etc). Além disso você encontra nos mercadinhos locais – inclusive em Stowe – os sorvetes com um preço super bom ($3 o pote) e sabores diferentes.

B&JFactory_VT

B&J_VT

B&JFactory_VT2

Icecream_Jojoe

No retorno para Toronto passamos por uma região chamada de Ilhas do Lago Champlain. O Lago Champlain é o maior corpo de água doce nos EUA depois dos grandes lagos, com 120 km de comprimento. Mais impressionante do que seu tamanho é a sua beleza intocada. A parte norte do Lago Champlain é repleta de ilhas, que são interligadas entre si por 2 rotas (a rota 2 Sul e a rota 78 Norte). No caminho muita natureza e pitorescas cidades (South Hero, North Hero, Grand Isle, Alburg, etc). O lago estava completamente congelado e lindo! Vimos várias pessoas andando de carro pelo lago, pescando e brincando com seus cachorros… nós não quisemos arriscar!

Champlain1

Champlain2

Champlain3

Ali pertinho também fica a cidade de Burlington. Embora Montpelier é a capital do estado de Vermont, sua maior cidade é Burlington, que fica na margem do Lago Champlain. Infelizmente não deu tempo para visitarmos Burlington mas certamente a cidade está nos nossos planos. Se você quiser dar uma espiadinha em Burling eu sugiro ver os posts do Like a New Home, um blog que eu adoro. Clique aqui e aqui e veja as fotos da viagem que este casal gaúcho e sua filha Alice fizeram no inverno deste ano.



12 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors

[…] em 2014 para esquiarmos em Stowe (que fica a 20 minutos de Montpelier) e eu contei tudo para vocês aqui no blog. A região é linda, cheia de montanhas e muita natureza. O The New York Times fez um […]

[…] aqui, aqui e aqui para dicas), Orillia (clique aqui), Mt Tremblant (clique aqui), Stowe (clique aqui), Viamede Resort (clique aqui) e várias cidadezinhas pitorescas ao redor de Toronto (clique […]

Ana Vidal Henriques

Oi Gaby, Eu aqui fazendo pesquisa em seus post antigos sobre estâncias de ski :) Pois é, parágrafo de super importância “esquiar é muito caro…” então, meu marido pratica golf (barato,baratinho) e agora inventou que se quer dedicar ao ski/snowboard (também muito económico :) ), fazer o quê. Para “dificultar” tudo, meu marido agora segue seu blog, poderia ser maravilhoso não fosse ele ter descoberto que você e seu marido têm óptimas dicas no que respeita a estâncias de ski (para mim vocês têm óptimas dicas em relação a tudo, mas meu marido só pesquisa estâncias de ski) e está… Read more »

FELIPE ZERVELIS

Cara quase chorei quando vi este relato POR ENGANO
fui em 2006 fazer work experience em Vermont STOWE e trabalhei 4 meses no top notch !!!!!!!!!!
e caraio NO meio de tanto lugar para ficar vc ficou justamente lá !!!!! qse 10 anos depois
cho ran do !!!
vim aqui pegar suas dicas pro canada ! sen sa ci o nal ! muito obrigado
sei da importancia de um feedback legal e vc merece E MUITO… sei pq tbm escrevo meus relatos !!!! e ajudo milhares também

beijos e muito obrigado

Samy

Fiquei impressionada, o hotel levou 16 anos para ficar pronto!
Também achei o máximo o lago congelado, não consigo imaginar em pensamento isso, preciso ver um dia ao vivo!! Fico com a impressão de que um carro em cima faria tudo quebrar!! huahauhauh

Amei a foto dos bixinhos (cervos? não sei) que fofo!!
A foto do Joe correndo também tá um amor e aquela do corredor Joe&Juliano!
As comidinhas eu nem comento, preciso entrar aqui de barriga cheia kkk

Muito bonito o lugar!! Adorei!

Beijoss