O que os pais precisam saber sobre daycare em Toronto

Se você pensa que tudo relacionado a ter filhos no Canadá é lindo e maravilhoso é porque você não conhece a “saga do daycare”. Daycare são as creches (como conhecemos no Brasil) e, ao contrário das escolas, não são públicas (ou seja, os pais devem pagar por este serviço). As crianças precisam ficar na creche até possuírem idade suficiente para entrar no Junior Kindergarten de uma Elementary School, e isso acontece somente no ano que a criança completa 4 anos (portanto se seu filho completa 4 anos até dia 31 de dezembro ele poderá iniciar o ano letivo em setembro daquele ano, mesmo sem ter os 4 anos completos). Como eu estou no processo de visitar algumas creches que coloquei o nome do Thomas na lista (veja abaixo o porquê), eu resolvi escrever um post falando sobre este assunto para aqueles que já são pais aqui no Canadá, que estão grávidos ou pretendem engravidar, e quem está imigrando para cá. Espero que as informações contidas neste post sejam úteis e, por favor, se tiverem mais informações deixem um comentário pois ainda estou aprendendo com este assunto e toda informação extra será de grande valia.

Tipos de daycare

Por aqui há as creches convencionais como somos acostumados no Brasil e elas são chamadas de child care centres. Estes locais devem possuir uma licença do governo e esta deve ser a primeira informação que você deve procurar/perguntar quando for visitar estes centros (muitos deles te mostram a licença na primeira visita). Há também as chamadas home child care, que são casas de pessoas licenciadas para cuidar de crianças e ligadas a uma agência. O cuidador do home child care não precisa ter formação profissional e pode cuidar de 5 crianças no máximo, incluindo seus filhos. Eu particularmente não gosto desta opção e acho que não se encaixa no meu perfil, ainda mais que não são todos que são fiscalizados periodicamente pelo governo. Mas muita gente gosta e é uma opção mais barata e uma “outra opção”, já que vagas nos centros são difíceis de serem conseguidas. Há ainda daycares do tipo Co-op (ou Co-operative ou Community Nursery Schools), que são creches organizadas pelos pais sem fins lucrativos. Em resumo os pais desempenham as funções administrativas dentro da creche e contratam pessoas especializadas para as funções educativas. Eu pesquisei sobre elas e li alguns regimentos dos locais e pelo que vi não é necessário que os pais participem (mas estes são encorajados a participarem).

Para procurar os locais licenciados você deve usar esta ferramenta que fica no site da prefeitura de Toronto (dá para pesquisar por nome, por área e até por postal code). Eu achei a ferramenta ótima e super prática de usar, pois a idade da criança representa uma cor e no mapa você vê se aquele centro presta serviço para aquela idade ou não.

Screen Shot 2016-03-14 at 3.00.07 PM

Espere gastar muito com o daycare do seu filho

Pra quem pensa que tudo é gratuito aqui no Canadá está completamente enganado: as creches são pagas, ou melhor, são muito bem pagas. Dependendo da região que você escolher espere pagar C$2000 por mês com a creche do seu filho. Mesmo nas regiões mais baratas a média de preços fica entre C$1000 por mês (esta matéria do CBC News descreve os resultados de um estudo falando que o custo do daycare em Toronto é um dos mais caros do país; e em Quebéc é um dos menores, algo em torno de C$174 por mês). Os preços variam também com a idade do seu filho e quanto mais novo mais caro será.

Aqui em Toronto há a opção da child care fee subsidy, que é uma ajuda da prefeitura para pagar o valor do daycare das famílias que ganham menos. Vale falar que nem todas as vagas do daycare são subsidiadas e seu filho deverá estar em uma lista de espera para ganhar este benefício. Para saber se você se enquadra nesta ajuda clique aqui – no site da prefeitura de Toronto há uma calculadora e muitas outras informações; e se você se qualificar neste mesmo link pode aplicar para tentar ganhar este benefício.

Screen Shot 2016-03-14 at 3.11.56 PM

Coloque o nome do seu filho em uma lista de espera, ou melhor, em mais de uma

Assim que fiquei grávida fui aconselhada por amigas que já são mães a colocar meu bebê em uma lista de espera. Eu não entendi o porquê de tanta preocupação, hesitei, e esperei um pouco para colocar o nome do Thomas. Ah, como eu estou arrependida. A procura por creches é enorme e se você não colocar o nome na lista pode correr o risco de ficar sem aquele local que você gostou. Eu irei voltar ao trabalho em setembro/2016 e coloquei o nome do Thomas em 3 creches em agosto/2015. Uma delas disse que eu tenho poucas chances pois deveria ter colocado antes. Detalhe: algumas das creches cobram uma taxa de C$200 para você colocar o nome na lista – só para vocês entenderem como é disputado.

Quais são as normas da maioria dos daycares?

Cada daycare possui regras específicas e quando você vai visitar o local geralmente recebe uma pastinha com todas estas informações. Vale citar aqui algumas dessas informações: como será o dia do seu filho (passeio, horário para dormir, número de refeições), se seu filho ficar doente o que fazer (levar ou não para o daycare?), se você se atrasar quanto custará a mais, você precisa levar comida para seu filho ou o centro proverá, quais feriados o centro terá, entre outras. Em relação ao tópico comida eu procurei por centros nos quais a comida já estava inclusa e gostei bastante de um programa canadense que várias creches possuem chamado de real food for real kids. Vale comentar também que a maioria dos locais é nut free (ou seja, nada de produtos com amendoim ou traços de amendoim). Há várias regrinhas em cada lugar e é importante ter conhecimento de tudo antes para saber se um determinado daycare é o ideal para seu filho (e para você também).

Como saber qual o melhor daycare para meu filho

Todos os centros possuem uma nota de acordo com o The Assessment for Quality Improvement ou a “Avaliação para Melhoria da Qualidade” (AQI), que avalia as normas de serviço e diretrizes para todos os prestadores de cuidados infantis que têm um contrato de serviço com a prefeitura. Ela também serve como uma ferramenta de auto-avaliação e planejamento para os operadores de cuidados infantis e educadores. A medida de avaliação checa o programa, o ambiente e as interações de forma colaborativa para alcançar qualidade no cuidado da criança. Para saber a nota que o centro possui você deve usar a ferramenta de localização dos centros do site da prefeitura de Toronto (descrita acima) e procurar por ratings.

Uma outra maneira de procurar pelo melhor daycare para seu filho é visitar todos que você tem interesse e levar uma checklist do que você acha essencial que o local tenha. O Canadian Child Care Federation possui um checklist bem legal e completo, que traz pontos que os pais devem observar em relação ao programa, ao espaço físico e ao cuidador. Clique aqui e veja o checklist completo.

ParentingEng-1

E depois que a criança completa 4 anos eu não preciso me preocupar mais com daycare?

A resposta infelizmente é não. Isso porque as escolas daqui possuem horário de estudo diferente do horário de trabalho da maioria das pessoas – as escolas funcionam geralmente das 9am-3pm. Os pais que trabalham devem então pagar programas chamados de before and after school para que cuidadores fiquem com seus filhos antes e depois das aulas. Geralmente estes programas começam as 7am e acabam as 6pm. Lembrando que, neste caso, a escola é pública e você só paga as horas adicionais antes e depois da escola.

You may also like...

21 Responses

  1. Luiza Cruz disse:

    Oi Gaby! Gostei muito do seu post sobre daycare, ainda mais agora que estou imigrando pro Canadá com um filho de 2 anos e super desesperada com relação a isso. Você sabe me dizer se posso colocar o nome dele nas listas aqui pelo Brasil? Pretendo ir em Abril de 2018. Como vi q o post é de 2016, restou a duvida, você conseguiu a vaga do Thomas?
    Beijos,

  2. Monica disse:

    Oi Gaby, eu e meu marido estamos pensando em imigrar para o Canada. Inicialmente nossa idéia é ir para Toronto. Se formos mesmo, provavelmente já iremos com um baby! Ele iria para estudar e eu trabalharia. Você tem ideia de como seria o processo para conseguirmos um daycare? Mesmo nessa situação, poderiamos tentar também esse subsidio do governo?

  3. Fabiana Ralston disse:

    Olá Gaby, amei a matéria! Será que poderia me ajudar com uma dúvida: tenho 2 filhos (8 e 10 anos), como funciona quanto a equivalência Brasil x Canadá, pois como o ano letivo começa em meses diferentes, meus filhos “repetem” o ano pra conseguirem se adaptar? Por exemplo, se ele está para se formar no 3º ano aqui no Brasil, quando for pro Canadá em outubro, ele entra no meio do 3º ano ou no meio do 4º ano? Muito obrigada.

  4. Fernando disse:

    Oi Gaby! Sei que o conceito de “ano” no Canadá é diferente do Brasil. Mas começa sempre em setembro, ou podem ser considerados como datas de início 2 períodos (ou terms)? Como você comentou que se fizer 4 anos até 31/12, ela poderia iniciar o ano letivo em setembro minhas dúvidas são: a criança pode entrar na escola em qualquer época do ano? Pode iniciar em março, abril, etc? Minha filha fará 4 anos em 31/5/18. Ela pode entrar na escola gratuitamente em fev/mar de 18?

  5. Moema disse:

    Oi, Gaby!! Voce sabe a media de preco por essas horas a mais na escola?

  6. Ricardo Viotto disse:

    Bom dia, Gabriela.
    Muito interessante o seu blog e este post.
    Estamos para chegar em Toronto, mais precisamente em North York onde minha esposa irá estudar (York University) e temos um filho de 1 ano e 6 meses. Confesso que fiquei bem assustado com o tempo de espera por uma vaga, uma vez que chegaremos em Julho e minha esposa iniciará as aulas em Setembro, logo teremos muito pouco tempo para encontrar um Day Care para nosso filho.
    Você saberia me informar se essa espera varia de região para região e se teria alguma informação na região de Noth York ?
    Abraços,

    • Ola. Geralmente esta espera acontece em quase todas as regiões da cidade Ricardo. Sugiro que vocês usem a ferramenta de pesquisa que indico e façam a reserva do Brasil, ainda mais que setembro é super busy pois é início do ano letivo e há várias famílias vindo para o Canadá (assim como vcs). Boa sorte!

  7. Ana disse:

    Sei que a maioria dos seus leitores têm interesse em Toronto, mas só queria adicionar que aqui em Vancouver a luta é a mesma. Também me aconselharam colocar minha filha na lista de espera das creches assim que engravidei e eu não dei ouvidos, achei que era exagero. Só fui procurar quando ela tinha 6 pra 7 meses e me assustei com as filas de espera de 1 ou 2 anos!!! Acabou que fiquei mais um ano em casa, e só consegui vaga pra ela quando ela ia fazer 2 anos. Em termos de preço, é bem parecido com aqui também. A anuidade da creche da minha filha era mais cara do que a minha do mestrado! hehehehe

    Espero que vocês consigam vaga nas creches que escolheram antes do prazo da licença terminar. 🙂

    Sobre before/after school care, felizmente é mais barato que as creches, dá um alívio imenso no bolso!

  8. Danielle disse:

    Pra nós brasileiras essa coisa de creche em casa de família é muito estranha. Quando morei em Montreal e tive conhecimento desse tipo de creche achei bem estranho mas com o tempo minha opinião mudou. Eu morava ao ao lado de um parquinho e todas as creches da região levavam as crianças para esse parquinho e com o tempo eu já sabia quais eram as creches que frequentavam e acabava que a pessoa que era mais atenta com as crianças era um mulher de uma creche familiar. Com isso minha percepção mudou e se tivesse ficado em Montreal talvez tivesse optado por esse tipo de creche.

  9. Deborah disse:

    Muito util. Obrigada, meu luke chega em maio e estou mega preocupada com isso. Um beijo

  10. Rhay disse:

    Olá, Gaby!
    Não preciso dizer novamente que acompanho e amo seu blog, enfim..
    Mas gostaria de saber se papais optam muito por escolher uma baba para ficar nesses primeiros anos com os filhos e quanto seria o salário de uma baba por hora?
    obrigada! beijos

  11. Graciele disse:

    Olá Gaby, acompanho sempre seu blog, adoro muito tudo que você posta.
    Daqui a alguns meses eu e meu namorado estamos nos mudando para Toronto, e lendo o seu post gostaria de tirar uma dúvida…
    Existe alguma ajuda do governo, para a mãe que optar por permanecer em casa para cuidar do filho durante os primeiros 4 anos da criança?

    Beijo

    • Olá Graciele. Obrigada pelo recado e por acompanhar o blog.
      O governo dá uma ajuda por mês para os pais, e isso depende da renda anual da família. Acredito que esta seja a única ajuda – se a mãe ficar em casa não vai ganhar mais por isso.
      Beijos

  12. Ester disse:

    Oi Gaby,
    Qdo tive que colocar minha filha no day care, pesquisei muito e acabei escolhendo um home day care. Escolhi através de uma agência e gostei muito do serviço deles (J&F Home Child Care Services).
    Claro que fui em várias casas e algumas não me agradaram em nada, até que achei uma senhora que gostei do ambiente, dela e ficava entre minha casa e meu trabalho.
    Achei bom pq tinha poucas crianças, ( nesta idade ficam muito doentes), comida caseira e mais flexível com horários. O acompanhamento da agência achei excelente.
    Está foi uma opção ate que minha filha completasse 18 meses para ir ao daycare que queria. Foi bom, pq além de tudo ficou mais barato.
    Enfim, acho que vale a pena dar uma pesquisada e fazer umas visitas.
    Boa sorte.

    • Olá Ester! MUITO obrigada pelo seu comentário e pelo seu relato. É sempre bom ouvir a experiência de outros pais. Esta pode ser uma opção para nós caso a gente não consiga vaga para o Thomas inicialmente nos daycares que escolhemos. Obrigada!

  13. Fernanda disse:

    Nossa Gaby… esse assunto me estressa tanto! Estou já de 7 meses, grávida de gêmeas e apesar de saber que deveria ter ido atrás disso com antecedência, vc sabe como é a vida durante um PhD né?! Terminando cursos na universidade, preparando projeto de pesquisa, me preparando para o Comps, escrevendo artigos.. junte a isso a mudaça de apartamento (para acomodar 2 bebês!)… Enfim, agora sem fôlego de ir atrás disso tudo… Mas fiquei curiosa, o Thomas já conseguiu a vaga dele? Vc conseguiu perto de onde vcs moram? Estamos morando aqui pela Humber Bay e tenho medo de não achar nada que me agrade por perto… Beijos!

    • Olá Fernanda. Parabéns pelas bebês! Nós ainda não sabemos sobre a vaga, só mais perto da data. Fico preocupada pensando que podemos não conseguir, mas estou confiante que pelo menos um dos lugares dará certo. Avisarei por aqui quando souber. Eu sugiro que você coloque o nome das suas filhas em várias listas – depois você vê se não gosta se não tiver tempo agora para olhar com calma. Beijos e boa sorte na sua procura

  1. 17/12/2016

    […] 2. O que os pais precisam saber sobre daycare em Toronto […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *