Visitar ou não visitar a CNE? Eis a questão

IMG_2966

Final de semana fomos pela primeira vez à CNE – Canadian National Exhibition ou Exposição Nacional Canadense, que é um evento anual que acontece no Exhibition Place de Toronto durante os 18 dias que antecedem e incluindo o dia do trabalhador Canadense (Labour Day). Com aproximadamente 1.3 milhões de visitantes a cada ano, a CNE é a maior feira anual do Canadá e a sétimo maior na América do Norte. O primeiro Canadian National Exhibition ocorreu em 1879, em grande parte para promover a agricultura e tecnologia no Canadá. Agricultores, engenheiros e cientistas apresentaram suas descobertas e invenções no CNE para mostrar o trabalho e talento da nação. Como o Canadá cresceu muito de lá para cá a CNE também mudou ao longo do tempo, refletindo o crescimento da diversidade e inovação, embora a agricultura e tecnologia continuem a ser uma grande parte da CNE hoje. Para muitas pessoas na área da Grande Toronto e das comunidades vizinhas a CNE é uma tradição familiar anual.

Como falei, fomos a primeira vez este ano e eu fiquei um pouco dividida em relação a feira. Posso dizer que não gostei muito. Não sei se esperava muito do evento (só se fala nisso nas redes de amigos Canadenses que tenho), se pelos 8 meses de gravidez eu não estou com tanto pique para explorar a feira, se porque fomos em um final de semana (i.e. mais lotado), se o dia estava super calor… mas não foi amor a primeira vista. Por isso resolvi escrever este post falando dos motivos para visitar e para não visitar a feira, já que este ano de 2015 ela acaba dia 7 de setembro (daqui a 1 semana) e você pode ainda visitá-la (caso os motivos sejam justos para você).

Motivos para visitar a CNE

1. Orgulho Canadense: Uma feira super Canadense, que é amada pelos Canadenses e que faz você se sentir, de certa forma, parte do Canadá. Vi várias pessoas caminhando por lá com camisetas com estampas da bandeira do Canadá, como se fosse Canada Day (que é em julho).

2. Comidas: todo ano a feira traz comidas diferentes (ou versões de comidas conhecidas com ingredientes Canadenses), o que é muito esperado e aguardado por todos. Você pode ler mais sobre estas comidas clicando aqui e aqui. Este ano, por exemplo, você pode provar red velvet oreos (bolachas oreos com recheio duplo envoltas com massa de red velvet cupcake, fritas e cobertas com açúcar e cream cheese), timbit poutine (que nada mais é do que timbits do Tim Hortons – sonhos fritos – cobertos com chantilly e pedaços de chocolate ou castanhas), e Bloomin’ Apple (imitando a blooming onion do Outback, a bloomin’ apple nada mais é do que uma maça do amor cortada e aberta). Vale falar que há um pavilhão de comida aonde você encontra todas essas frituras (porque sim, a maioria das comidas diferentes envolve frituras, o que me levará para os motivos de não visitar a feira). Vale também citar que os preços são bons, nada muito caro (timbits poutine $3.99, red velvet oreo 3 por $7, e bloomin’apple $7.50).

IMG_2992

3. Rides: se você curte parques de diversão e os brinquedos clássicos (montanha-russa, tobogã, roda gigante, teleférico) então talvez vale a pena você visitar o local. Digo talvez pois você tem que pagar extra para curtir estes brinquedos, além de enfrentar filas enormes (falo mais nos motivos para você não visitar a CNE). Mas no geral há vários brinquedos diferentes e dois parques expalhados pelo Exhibition Place.

IMG_3011

4. Shows e eventos: há tanta coisa para ver e fazer que você fica um pouco perdido na CNE. Digo isso em relação aos shows e eventos. Por exemplo, todos os dias há shows de patinação no gelo, casino, show com cachorros acrobatas, parada de Mardi Gras (uma espécie de desfile de carros alegóricos de carnaval), e várias exibições (como da primeira guerra mundial e de esculturas na areia).

IMG_2983

5. Compras: há vários pavilhões com lojinhas para você fazer compras (clique aqui e veja todos eles). Nós fomos apenas no International Pavilion, que vende coisas que vários países do mundo. Quem está procurando por coisas diferentes vale a pena. Na lojinha do Brasil tinha pedras brasileiras somente (achei bem sem graça, já que nos outros países tinha roupas, enfeites, lembrancinhas e até comidas).

IMG_2981

Motivos para não visitar a CNE

1. Preços: para entrar na CNE um adulto irá pagar $18 (já incluindo taxas), o que dá direito a todas as exibições e shows. Neste valor você não pode ir nos brinquedos ($4 cada ou você pode pagar $40 para usar o dia todo, todos os brinquedos). Apesar das comidas serem baratas as bebidas são bem caras ($9 por uma lata de cerveja e $2-$3 uma garrafa de água). Pense que se você for comer, beber e brincar um casal não vai gastar menos de $80 (incluindo a entrada, comida, bebida e um brinquedo). Portanto, caro. Clique aqui e veja algumas promoções para ingressos e rides.

2. Comida: o motivo “comida” é tanto um motivo para ir ou não na CNE. Deixa eu explicar: há sim muita coisa diferente, mas tudo é frito (meio que com o mesmo gosto, sabe), feito em quantidades e eu achei complicado achar um lugar para sentar e comer com calma. Quando fomos estava acontecendo um festival de food truck, e ai conseguimos comer algumas coisas mais gourmets, mas mesmo assim tudo bem movimentado, com filas enormes e feito correndo sabe… não é meu tipo de evento culinário.

IMG_2970

3. Jogos: sabe aquelas barracas de jogos do tipo “acerte 3 balões e ganhe um ursinho”? Pois bem, há vários na CNE e eu ADORO. Sempre peço pro meu marido jogar e tentar ganhar algo fofo para mim Joe. Pois bem, estava super determinada a trazer para meu peludo um ursão de pelúcia, mas os preços eram absurdos (e, juro para vocês, perguntei em umas 20 barraquinhas). Era algo do tipo “para ganhar este smurf você tem que acertar 50 balões” (o que daria uns $60-70) ou “para ganhar este minion minuatura (do tamanho da minha mão) você tem que acertar 3 vezes” (e cada tentativa custa $10). Obviamente não tentamos.

IMG_3020

4. Rides: então, eu até queria andar de teleférico ou em algum brinquedo, mas as filas eram enormes, tanto para comprar o ticket (já que com $18 não estava incluso nenhum brinquedo) quanto para entrar no brinquedo. Desistimos e ficamos na vontade.

5. Shows e compras: há sim muitos shows, mas para assistir os mais legais você tem que chegar bem cedo ao local (eles fecham a arena depois que fica cheio, então você tem que ficar pelo menos 30-40 minutos sentado na arquibancada esperando o show começar). E nenhum deles me chamou super a atenção, do tipo, “eu preciso ir neste evento”. Então acabou que eu nem me importava se chegava e não tinha mais lugar. Ah, e em relação as compras, a maioria dos produtos possui desconto e não tem taxa, mas nada do que vi me agradou ou foi algo do tipo “está muito barato, preciso comprar isso”. Talvez o tapete abaixo, que estava com uma mega promoção, mas a cor não ia combinar na minha sala (hehehe).

IMG_2984

Bom, estes são meus motivos para visitar e para não visitar a CNE. E você, já foi para o evento ou está pensando em ir? Deixe sua opinião pois vou adorar ter uma outra visão sobre o evento… talvez abra meus olhos e quem sabe eu não tento mais uma vez ano que vem com o Thomas?

You may also like...

16 Responses

  1. adriana disse:

    Gabi, boa tarde..estou em Toronto e gostaria de saber aonde fica aquela palavra escrita Toronto que colovaram depois do pan..você sabe me dizer ? Obrigada

  2. Thaís disse:

    Oi gaby! Acabei de chegar em Toronto, como eu faço para chegar na feira? Qual a estação de metrô mais próxima? Obrigada!

  3. Vanessa disse:

    Oi Gaby!
    Acho que nunca comentei por aqui, mas acompanho seu blog desde muito antes de me mudar pro Canadá! Adoro!!
    Sabe que sua perspectiva me fez repensar em ir na CNE? To dos canadenses estavam falando da feira mesmo, mas acho que não vai ser minha praia não… muito obrigada pela dica!
    Parabéns pelo blog! É muito gostoso de ler 🙂

  4. Ana disse:

    Aqui em Vancouver, tem o PNE Fair, também no verão. É parecido com esse daí, Gaby, e eu já meio que enjoei, sabe? Mas vamos todos os anos pelo menos 1 vez, pras crianças brincarem nos brinquedos. Eles fazem esquemas de dias mais baratos, ou tem como comprar ingresso mais barato no 7-11 e outros lugares. Hoje mesmo é dia da gente ir. Eu não me importaria de ficar em casa. 😉 hehehehe

    • Poisé Ana, uma amiga morou em Vancouver um ano e comentou sobre a PNE, falando que é bem parecida. Talvez quando o Thomas for maior eu me anime em tentar novamente, mas não curti não. Não é meu tipo de evento tbem hehehehe

  5. Carol disse:

    Oi Gabi!
    Imagine q posso ser bem cansativo pra uma grávida!!!
    Eu tb fui nesse fim de semana com minha família e super curtimos. Primeiro pelas comidas, trash, sim, mas deliciosas. De vez em qdo não tem problema 🙂 – e bebida a gente sempre leva água e tem lugares pra abastecer a garrafa. 2. Pelas rides. Por algum motivo, não pegamos mais de 10 minutos para cada ride. Acho q o lance é vc escolher antes de ir o q quer fazer, pq realmente se for com a expectativa de ver td, não rola, cansa e frustra. Ahh tb vimos o show do Rush Parcour… Bem legal!! 🙂

  6. Thais disse:

    Oi Gaby, pois é, o problema maior pra mim é o preço. Ano passado fui duas vezes na promoção que durante a semana depois das 5pm custa $6,00. Valeu super a pena pq a muvuca é bem menor, o clima está gostoso e o tempo é mais que suficiente. O show do ano passado era um tipo cirque du soleil mais simplinho, mas como estava incluso valeu super a pena. Esse ano resolvi ir no primeiro dia (promoção de $8,00) e valeu pra assistir o show da patinação que foi bem melhor inclusive que o “Stars on Ice”. No dia da abertura há promoção de 8 rides por $20. Compramos os tickets em dividimos entre amigos e cada um pode experimentar o brinquedo que mais queria por $2,50. Enfim, curtimos bastante e super indico se programar pra visitar a feira com algum desses tickets promocionais. Super beijo pra vc e pra família linda!

    • Olá Thais. Acho que no meu caso faltou planejamento e não ir no final de semana, além de estar bem barriguda para poder curtir bem a feira. Vamos tentar em um outro ano. Obrigada pelo comentário

  7. Lucas disse:

    Olá! Também fui à CNE e na minha opinião aquilo é uma grande quermesse misturada com exposições que ocorrem o tempo todo em São Paulo. Apesar de todas as coisas boas que temos aqui, e das coisas ruins do Brasil, é nessas horas que a gente percebe que não da pra comparar São Paulo com Toronto. Enquanto a gente perde de lava no quesito segurança, limpeza e educação, a gente dá de dez a zero em matéria de atrações e cultura. A CNE deve ganhar sua fama pois deve ser algo em que você vai quando criança e depois quer levar seus filhos. É tradição. Mas não é nada que “Nossa, não posso deixar de ir”. Além, é claro, de ser cara para quem precisa fazer conversão. Enfim, entendo e respeito essa tradição, mas a mim não encanta.

  8. Alessandro disse:

    Olá, Gaby

    Fomos nesse sábado pela primeira vez, pois chegamos ao Canadá este ano. A feira é enorme, não dá para ver tudo num só dia. Andamos pra caramba e, se eu fiquei exausto, imagina você com seu barrigão de 8 meses. Mas como tenho dois filhos, um de 4 e uma de 8, ficamos mais no Kids World. Assistimos ao show do Splash and Boots, as crianças foram em alguns rides do Kids Midway (gastamos C$ 44, o que deu direito a 11 rides, divididos entre as crianças), e ficamos bastante tempo no pavilhão da Farm (eles adoraram ver os animais da fazenda e tinha bastante atividades para eles lá). Não nos arriscamos a experimentar as comidas mais malucas, ficamos na pizza e hambuguer mesmo. E passeamos pelo pavilhão de Arts and Crafts (um monte de stands com lojinhas de artesanato), onde tinha em um canto uma exposição de arte inspirada no “The Big Bang Theory”. Perdemos a parada, pois justo nesse dia ela tinha ocorrido uma hora antes do horário normal. No geral, foi uma experiência muito divertida, diferente de tudo o que temos no Brasil (minha sensação é que este modelo de feira é algo mais típico da América do Norte). No último fim de semana acontece o show aéreo entre as 12h e as 15h, mas não estamos afim de pagar entrada só para isso, então vamos tentar descobrir um lugar daonde possamos enxergar o show de fora da CNE. Enfim, achei bem legal, mas caro e cansativo. Mas as crianças amaram, e com certeza vamos no ano que vem.

    Ah, vale notar que criança de até 4 anos não paga, e todas as crianças de 5 a 12 anos receberam na escola um ingresso grátis (e quem não recebeu pode imprimir do site deles).

    • Olá Alessandro. Imagino que com criança seja bem mais produtivo mesmo… adorei sua descrição e quando o Thomas nascer e for maior vamos levar para ver se ele curte também. Como escrevi no email: calor, final de semana, barrigão de gravidez… tudo isso foi complicado. Sobre o show, é super tradicional e acredito que da Lakeshore você pode ver sim! Super obrigada pelo comentário.

  9. Fernanda disse:

    Oi Gaby, o meu maior problema com a feira (e eu estava empolgadíssima) foi realmente o preço. Os 18 dólares acabam ficando realmente caros a partir do momento que tudo lá dentro é pago (brincadeiras, rides e comidas). Fiquei imensamente decepcionada com isso. Resultado, só jogamos 2 vezes (e não ganhamos, claro!), comemos de pé (podia ter mais áreas de convivência, tipo praças para sentarmos né?), passamos a tarde desviando de pessoas pq realmente estava bem cheio e não quis pagar a mais para ir em nenhum dos brinquedos… e olha que eu adoro! 🙁 Talvez para quem tenha crianças seja melhor, mas imagino que também com a criançada o gasto seja maior ainda! Bjo

    • Poisé Fernanda, quem sabe quando o Thomas nascer e for maior nós levamos ele. Da próxima vez vamos tentar ir em um dia de semana ou pegar desconto na entrada, para aliviar os gastos. Obrigada pelo comentário.

  1. 31/12/2016

    […] área da Grande Toronto e das comunidades vizinhas a CNE é uma tradição familiar anual. Clique aqui para ler mais sobre a feira e saber minha […]

  2. 14/01/2017

    […] Centre é o lugar onde as principais feiras e eventos de Toronto acontecem, como a CNE e a Honda Indy. O lugar é bem legal e rende fotos incríveis. Dica: se for assistir a uma partida […]

  3. 04/05/2017

    […] de Toronto localizada na beira do lago que serve para a realização de eventos. Lá acontece a CNE e a corrida de Fórmula Indy, por exemplo. O lugar é lindo e extremamente fotogênico, mas pouco […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *