1 mês do Baby Thomas: relembrando como tudo aconteceu

DSC_8507

Nada melhor do que celebrar o 1 mês do Thomas lembrando do seu nascimento…até porque este mês mais pareceu 1 ano de tão intenso. Eu confesso para vocês que fiquei um pouco receosa em escrever o meu relato do parto pois acho que este momento muito pessoal e meu, mas acho que quando olhar este post daqui a uns anos vou me sentir agradecida por ter documentado tudo isso aqui e poder relembrar alguns detalhes que possam ser esquecidos. E para falar do meu 19 de outubro de 2015 eu vou ter que relembrar o que aconteceu nos 5 dias que antecederam esta data.

No final da gravidez você deve visitar seu médico toda a semana (para ter certeza que está tudo bem) e minhas consultas semanais eram nas quartas-feiras. E na quarta dia 14 de outubro (estava com exatas 39 semanas) fui na minha médica com a esperança de que já estava com alguma dilatação… e nada. Minha médica me deu a opção de esperar mais uma semana, mas eu não agüentava mais e meu peso e minha barriga já estavam super desconfortáveis – difícil de dormir, de me movimentar e até comer (agora eu sei o porquê: Thomas nasceu com 60cm e quase 5kg, e-n-o-r-m-e!). Foi então me dada a opção de induzir o trabalho de parto e eu aceitei. Pedi para ser na sexta-feira – achando que o dia da indução seria o dia do Thomas nascer – para eu poder relaxar na quinta e me preparar.

IMG_3433

Sexta-feira dia 16 de outubro fomos cedinho para o hospital (7am) e fui induzida com medicamento, voltando para casa. A indução aconteceu da seguinte maneira: exame de toque + fita com medicamento e eu deveria voltar para o hospital em 12h ou antes se a bolsa estourasse ou se tivesse contrações. Voltamos em 12h, fui examinada e nada de dilatação. Fomos mandados para casa. Voltamos no sábado (em mais 12h) e, adivinhem? nada de dilatação. Colocaram uma nova fita e lá fomos nós novamente para casa. Comecei a sentir alguma contração e estava super feliz. Voltamos em 12h e eu estava crente que estava super dilatada e NADA. Voltamos para casa novamente e eu já estava exausta (com o ir e vir, com os exames, com as contrações chatas que estavam começando mas não eram efetivas). No domingo (18 de outubro) quando voltamos para o hospital eu já estava desiludida, achando que não iria acontecer nada. Porém quando colocaram o monitor eu estava tendo ótimas contrações – e não sentia nada. Aí a médica veio, fez o exame de toque e “gentilmente” not “abriu” minha membrana e me fez dilatar 3cm. Pronto, o Thomas ia nascer: fui admitida no 15th andar do St Michael’s Hospital e pronta para o momento que tanto aguardei, o de conhecer meu filho.

IMG_3453

DSC_8089

O processo de romper a bolsa, receber ocitocina na veia, tomar anestesia epidural e dilatar 10cm foi relativamente rápido – algo em torno de 7-8h. Na verdade eu ouvia estórias de pessoas que demoravam até 1 dia para dilatar os 10cm, então 7 horas foi bem rápido – e eu nem vi passar. Quando me dei conta já estava pronta para o push. Eu empurrei o Thomas por quase 2h e comecei a ficar exausta, afinal o processo todo já havia começado na sexta-feira. Somado a isso os batimentos cardíacos do Thomas foram aumentando muito e ele tinha que nascer. A médica me deu a opção de ganhar o Thomas com fórceps no centro cirúrgico (essas foram as palavras dela) ou cesárea, e eu disse “não obrigada” para o fórceps. Assinei uns papéis, fui levada para o centro cirúrgico e em poucos minutos conheci meu filho.

DSC_8112

DSC_8125

IMG_3496

Fomos para casa somente 4 dias depois pois passar por indução + tentativa de parto normal + cesárea foi super estressante para meu corpo e demorei para me recuperar. O primeiro mês foi desafiador e emocionante: o processo de adaptação, a privação de sono, a dor nas mamas, o cansaço absurdo… algumas vezes achava que não ia aguentar, mas ai eu olhava para meu pequeno e tudo ficava muito (muito) fácil. Não vejo a hora de ver ele desenvolvendo-se e crescendo a cada mês. Se vocês quiserem acompanhar o crescimento do meu pequeno mês a mês acompanhem no instagram as fotos que irei postar com a hashtag #dia19doThomas.

DSC_8596

DSC_8622

IMG_3800

DSC_8651



Comentários

[…] parto e pós-parto foram bem complicados e eu até falei um pouco sobre isso no post de 1 mês do Thomas. Em resumo, depois de tentar parto natural, dilatar totalmente e fazer o push por 2h o Thomas […]

Parabéns pelo baby Thomas, ele é lindo!! Ele e o Jojoe já são amiguinhos??

Olá, Gaby. Tdo bom? Parabéns à vocês pelo Thomas! Acompanho seu blog já faz alguns anos e fiquei super feliz com tudo que aconteceu! Estou indo para Toronto no final de janeiro de 2016 para acompanhar meu marido nos seus estudos e como já tenho 32 anos penso na possibilidade de ter filhos, porém gostaria que vc me instruísse quanto a possibilidade de ter filhos no Canada tendo apenas o visto de residente temporário. Na verdade, me preocupo com a questão do plano de saúde, se isso tem que ser algo que o seguro-saúde irá cobrir ou se existe um… Read more »

Toda história de uma família que nasce é especial, Gaby. Obrigada por compartilhar a tua com a gente. :) E parabéns pelo primeiro mês do Thomas fora da barriga! :) Esses primeiros meses são muito especiais.

Graças a Deus no fim deu tudo certo. O Thomas é tão lindo! Parabéns pelo baby, Gaby :)