Beijo, beijo e mais outro beijo: não aqui no Canadá

Eu sou uma pessoa muito física e espontânea e gosto de contato, de dar abraço, beijo e aperto de mão quando estou com aqueles que conheço e mesmo quando estou conhecendo alguém não gosto de dar um oi seco de longe. Sou do sul do Brasil, e lá as pessoas costumam dar 3 beijos na hora de cumprimentar um conhecido ou ser apresentado a um desconhecido (isso mesmo: um beijo, outro beijo e mais outro beijo), geralmente seguido de abraço ou junto com um aperto de mão. Esta cultura de 3 beijos não é comum em todo o Brasil e várias vezes em São Paulo as pessoas não entendiam de onde vinha o terceiro beijo. Obviamente esta cultura também não é comum aqui no Canadá (nem 2 nem nenhum beijo) e eu passei um sufoco quando cheguei no Canadá – e até hoje passo – pois não sei muito como reagir ao cumprimentar quando estou em grupos de colegas e amigos canadenses, seja em grupos formais ou informais.

Oi_de_longe Lembro bem que quando conheci meu chefe pela primeira vez, em 2009, eu andava pela rua na direção do hospital e mentalmente pensava “Gabriela, você não precisa ser espontânea, e não precisa dar 3 beijinhos. Espere o cumprimento dele”. Mas obviamente na empolgação eu não resisti: ele estendeu a mão e eu de quebra dei 3 beijinhos. Estava tão feliz e tão grata pela oportunidade e apoio que queria mostrar toda minha felicidade sabe? Bom, vocês até podem saber mas tenho certeza que ele não entendeu nada. Depois quando ele foi para o Brasil para minha banca de Mestrado ele viu que não era somente eu, porque lá ele ganhou muitos beijos e abraços, de todas as pessoas que eu o apresentava – e não foram poucas. Eu cheguei a comentar algo do tipo “aqui no Brasil é comum este contato físico” e ele não falou nada e sorriu. Hoje ele já se acostumou, mas eu noto que muitas vezes mantém uma certa distância de mim propositalmente, para evitar abraços e beijos inesperados.

Em grupos de amigos eu também noto esta certa distância. Muitas das minhas amigas Canadenses não querem esperam um abraço e ficam super constrangidas com os beijos. Algumas delas já colocam a mão na frente para que role apenas um aperto de mão, sempre seguido de álcool gel. E gente, não quero generalizar pois tenho alguns amigos Canadenses que aceitam os abraços e até beijos, mas posso dizer que estes são raros.

O que eu aprendi? Nestes 5 anos de Canadá eu espero sempre a outra pessoa tomar a iniciativa, e se ela quiser dar oi sem me tocar eu aceito, se quiser dar somente a mão para um aperto de mãos eu aceito, se quiser dar um abraço eu aceito, e até se quiser dar um beijo (suuuuper difícil) eu aceito. Já me adaptei a estes hábitos locais, mas ainda sinto falta daquele papo mais de perto, rindo e batendo nas costas do amigo, sabe? Algo que a gente só tem com Brasileiros mesmo. Muitos podem dizer que os Canadenses são frios, mas acho que é cultura mesmo, e eles interagem diferente, só isso.

E você? Já notou esta “distância” dos Canadenses? Tem alguma história para contar? Deixe um recadinho aqui e vou adorar ler suas histórias.



21 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
21 Comment authors
Gabrielle Bauer

Hey Gaby, My name is also Gaby (Gabrielle). I just started learning Portuguese and am interested in practicing with someone in an informal setting such as a coffee shop. If you know anyone in Toronto who may be interested, let me know.

Não teria problema com isso, porem aqui em Manaus as pessoas se comprimentam ou são apresentadas com os dois beijinhos, desde criança nunca gostei, e até hoje eu dou somente o aperto de mão, porem quando não da para fujir fico super sem graça após, mais na maioria estendo logo a mão para evita, somente amigos muito proximo e logico meus familiares e ainda sim fico sem jeito, é neura da minha cabeça….

Ana

Oi Gaby,
Aqui em Montréal ao final do curso de francês todos nos despedimos com 3 beijinhos, partiu do professor que cumprimentou à todos dessa maneira (homens e mulheres). Na festa de final de ano da empresa houve a despedida para a saída de férias, e os 3 beijinhos se repetiram. Única coisa é que eles começam do lado contrário do que nós gaúchos. Como o Canadá é um país enorme e diverso como o Brasil, acho legal não generalizar. :) beijos, Ana

Mas daí depende muito de que parte do Canadá você está falando, hehehe… Aqui no Québec o povo se cumprimenta à là francesa: você segura no ombro da pessoa e dá dois beijinhos começando sempre pelo lado esquerdo. ;)

Diogo

Na minha opinião não são os canadenses que são frios, mas os brasileiros que são muito carentes; too needy.