10 dicas para explorar o incrível parque Scenic Caves em Collingwood

No topo da minha lista de lugares para conhecer perto de Toronto estava o Scenic Caves Nature Adventures, um parque com atividades para todos os membros da sua família (literalmente) pertinho de Blue Mountains, a 2h norte de Toronto. Nem sei ao certo porque demorou tanto para irmos lá, mas o bom foi que fomos neste mês e amamos a experiência. Já indicava para todo mundo – porque sabia que era legal – mas agora mesmo depois de curtir o passeio virei fã e quero levar todo mundo que vier nos visitar.

O parque possui este nome por causa das cavernas do local, feitas a milhões de anos atrás na era glacial. Além das cavernas há uma ponte pênsil linda de 128 metros de altura, um zipline incrível, vistas panorâmicas de tirar o fôlego, um lago fotogênico com espaço para picnic e muitas atividades para crianças como passeio de trem ou trator, uma mina e um playground (todas as atrações você encontra aqui).

Como o site do local é super completo – este aqui – eu resolvi poupar vocês de informações repetitivas (que vocês encontram em qualquer lugar) e dar dicas reais sobre como explorar o local, especialmente com criança como foi o meu caso. As dicas aqui são baseadas na nossa experiência de visitar o local no final de setembro, em um dia de sol e não tão quente. Ficamos no parque umas 3h e conseguimos ver e fazer tudo, com exceção dos passeios radicais (como o zipline) que não somos tão fãs.

1. Procure cupons online para ganhar descontos na sua entrada

Para curtir o Scenic Caves você tem que comprar um ticket de entrada, que custa em torno de CAD$25 por adulto. Crianças e idosos pagam menos e você pode ver todos os valores clicando aqui. Este ticket te dá direito a acesso o dia todo ao parque, incluindo a ponte pênsil e as cavernas. Mas – e vale a pena citar – há vários cupons de desconto online que podem te fazer economizar alguns dólares. O que eu indico é o do Attractions Ontario, que eu já mostrei para vocês neste post aqui. Neste caso você economiza CAD$10 no Eco Adventure Tour, CAD$5 no Winter trail pass e CAD$4 na entrada normal.

2. Chegue cedo para evitar filas

Os horários de abertura do parque variam com a estação do ano (clique aqui para ver todas elas) e quando fomos final de setembro o parque abria as 9am, mas a gente chegou somente depois das 11am. E com isso – e por ser uma atração bem turística – tinha uma fila enorme para entrar e tudo estava bem lotado, incluindo o único banheiro não químico do local. Então a minha primeira dica é: chegue cedo, no horário que o parque abre. Para realmente aproveitar o local com menos gente e poder bater fotos lindas sem muitas pessoas por perto. Eu fiquei só imaginando nos meses de verão como o local deve ser lotado.

3. Leve comida para fazer seu picnic

O parque possui um bar e no verão há uma churrasqueira e burgers e hot dogs são vendidos. Mas há tantos lugares lindos para fazer picnic que a minha dica é que você se organize e leve sue almoço ou lanche para saborear no local. O parque aceita que os visitantes tragam comida de casa – e até encorajam as pessoas a fazerem isso, como você pode ver aqui. Entre os lugares mais legais para fazer picnic está o Fish Pond (lago com várias cadeirinhas Muskoka para você relaxar).

4. Vista-se adequadamente

Isso mesmo: não adianta colocar uma sapatilha ou uma bota, ou ainda escolher a melhor roupa para bater fotos incrível. Há uma placa na entrada do parque dizendo que somente pessoas com tênis e calçados apropriados (fechados) poderão entrar no parque. Mesmo que elas não façam a trilha das cavernas. Roupas confortáveis também são indicadas se você for fazer a parte das cavernas, que é certamente uma aventura.

5. Use o trator para voltar para a entrada do parque partindo da Ponte Pênsil

O trajeto da entrada do parque até a ponte pênsil é super perto e apesar do site dizer que demora 45 minutos a gente não levou nem 20, e olha que estávamos com Thomas (no chão). Mas mesmo sendo perto eu sugiro que você faça um dos trajetos (ida ou volta) de trator, pois é muito divertido descer pela mata no automóvel. E se você tem uma criança em casa ela vai adorar o passeio. A gente foi de trator e voltamos a pé, mas como a volta é uma subida deveríamos ter feito o oposto (i.e. ido a pé da entrada do parque até a ponte e voltarmos de trator). O caminho (de ida ou de volta) é o mesmo e passa por uma mata linda, que já havia começado a mudar as cores. Eu fico só imaginando como está agora, lindo demais. Ah, e não custa falar que o passeio de trator é gratuito (ou faz parte do preço da entrada) e que o trajeto demora uns 10 minutos.

6. Não deixe de ir até as cavernas, mas todo cuidado é pouco

A parte mais linda do parque é certamente as cavernas. A trilha para chegar na entrada delas é íngreme e demora uns 20-30 minutos. Lá você tem que tomar um super cuidado porque as escadas são meio escorregadias e os caminhos sinuosos. Mas nada que um pouco de atenção não ajude. E o lugar é lindo demais! Maravilhoso! Antes de entrar nas cavernas você passa por mirantes lindos e consegue ver um pouco do trajeto por buracos no meio da trilha (então se você não se sentir confiante pode desistir). Nós fomos e não nos arrependemos. E levamos Thomas junto, em um baby carrier (que foi emprestado por eles – o que me leva ao próximo item desta lista).

7. Leve seu filho para as cavernas se você já for acostumado com aventura

Como disse anteriormente o parque disponibiliza baby carriers (sem taxa extra) que suportam bebês e crianças de até 20 kg. As pessoas que trabalham no local nos ajudaram a colocar o Thomas no carrier do Ju e ele, que já é acostumado a se aventurar, levou o Thomas preso ao seu corpo em toda a trilha de mais de 1h (coitado do marido!). A experiência foi incrível e o Thomas curtiu muito. Mas não é um trajeto fácil e eu, por exemplo, não faria com o Thomas em mim (porque não sou uma pessoa super ágil). E é importante saber que você tem que estar com a roupa e o calçado certos e saber suas limitações. E nem pensar ter crianças pequenas sozinhas no local. Acho que até uns 4 anos as crianças devem estar presos aos pais. Vale falar que se você não se sentir seguro em ir nesta parte do parque com seu filho não se preocupe, tenho certeza que ele vai curtir bastante as outras atrações.

8. Não tenha vergonha de fazer o passeio de trem, mesmo se não tiver com crianças

O parque possui um trem com vagões pequenos, que cabem adultos e crianças e é muito fofo. O trajeto é pequeno mas muito bonito. Você passa por partes do parque com esculturas de madeira e uma ponte coberta de madeira. E todo o trajeto é narrado por algum personagem do parque (parte que não curti muito porque o tal personagem não pára de falar). Mas curtimos bastante o passeio e eu recomendo você fazer, mesmo que não esteja com criança (vi várias pessoas fazendo sem crianças e curtindo bastante).

9. Vença seu medo e atravesse toda a ponte pênsil

Vamos combinar que pontes pênsil não são as estruturas mais legais para passear, não é? Além de mexerem muito elas geralmente são altas, e mesmo para pessoas que não tem medo de altura a combinação movimento e altitude não é legal. Mas no caso da ponte pênsil do Scenic Caves você vê que ela é resistente (i.e. 1000 cabos de aço) e a vista do meio dela é tão linda que vale a pena respirar fundo e atravessá-la. E do outro lado há uma trilha e um lago com muitos sapinhos.

10. Tire muitas fotos, em todos os cantinhos lindos do parque

Sim, as cavernas e a ponte pênsil são lindas, mas vão estar lotadas – isso é fato. Então se você quer bater aquela foto especial eu sugiro procurar alguns cantinhos lindos (e menos populares) do parque para bater aquela foto especial. E o Scenic Caves é cheio de lugares lindos! Os nossos preferidos foram a trilha que você faz até chegar à ponte (com um urso de madeira em um cantinho bem charmoso), os mirantes espalhados pela trilha das caves e um deck de madeira cheio de cadeiras Muskoka antes de você entrar na trilha das caves. Muitos lugares lindos, cheios de natureza. Tudo muito especial.

Espero que tenham gostado do passeio e realmente é um lugar incrível para ser visitado quando você for para a região de Blue Mountains. Clicando aqui você consegue acessar o mapa do local e entender melhor as atrações que citei acima. Aproveito para agradecer a Scenic Caves por ter nos dado ingressos para curtirmos o passeio e contarmos para vocês sobre a experiência aqui no blog. Mai informações sobre o local você encontram em www.sceniccaves.com.



  • 3 Responses

    1. Mariana disse:

      Que lugar lindo! Amei.

    2. Miguel disse:

      Que lugar incrível. Sabe dizer se por causa do clima quente deste ano eles ficarão abertos mais tempo? Obrigado

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *