Um momento que marcou a minha vida aqui em Toronto

Juntinhos

Como parte do projeto #VidaemTO (que acontece todo dia 15 do mês aqui no blog e em outros 4 blogs participantes) eu irei abrir meu coração e falar para vocês sobre um momento que marcou a minha vida aqui em Toronto. Obviamente existem vários momentos que marcaram minha vida nos últimos quase 7 anos que moro em Toronto – e muitos deles eu compartilhei com vocês aqui no blog, como a mudança para a nossa casa, minha convocation de doutorado, o nascimento e o batizado do Thomas. Quando o tema foi escolhido eu nem precisei pensar muito pois apesar de vários momentos inesquecíveis e especiais eu só conseguia pensar em um momento, pois foi este momento que tornou todos os outros possíveis. O momento que escolhi foi a chegada do meu marido e do Jojoe em Toronto – em definitivo – em janeiro de 2011 e a foto que coloquei acima mostra este momento pois foi a primeira foto juntos na nossa primeira casa em Toronto.

Pouca gente sabe mas quando eu vim para cá em agosto de 2010 eu vim sozinha. Na época meu marido tinha um ótimo emprego no Brasil e não sabíamos se eu ia gostar do curso e me adaptar com a dinâmica de “somente estudar”, então optamos por eu vir sozinha e ele continuar trabalhando lá (uma espécie de “teste” para vermos o que iria acontecer). Eu fiquei sozinha 4 meses e o Ju veio me visitar duas vezes – e a cada vez nós tínhamos a certeza de que era aqui que queríamos ficar, construir nossa família e continuarmos a ser felizes juntos.

Alguns momentos especiais marcaram estes 4 meses que estive aqui sozinha e eu gostaria de descrever alguns deles para vocês (antes de falar do momento mais especial de todos):

Picture 150

Visita ao Algonquin Park: em 8 de outubro de 2010 eu e o marido visitamos o Algonquin Park pela primeira vez e foi maravilhoso. Alugamos um carro e dirigimos para o norte para apreciar o outono canadense e também matar a saudade um do outro (estávamos um pouco mais de 1 mês sem nos vermos). Lembro de pararmos, olharmos um para o outro e termos certeza que aquela era a vida que queríamos. Esta viagem foi decisiva para a gente ter certeza que era Toronto o nosso novo lugar no mundo, e é por isso que eu tenho um carinho todo especial pelo Algonquin Park.

IMG_4273

A melhor notícia do mundo: em 20 de outubro de 2010 eu recebi uma ligação do marido (no meio da tarde) dizendo que conversou na empresa que trabalhava e que “avisou” para todos que não iria mais continuar no próximo ano, pois iria se mudar para Toronto. Eu nunca havia forçado ele a decidir isso – apesar de estar aqui e querer ele aqui comigo eu não achava justo que meus sonhos atrapalhassem a carreira dele. Eu sabia que as coisas iam acontecer naturalmente e que este natural seria ficarmos juntos, mas não queria apressar as coisas. Este dia foi muito especial e começar nossa vida canadense “o quanto antes” foi a melhor decisão que nós poderíamos ter tomado. No dia que recebi a notícia o céu de Toronto estava lindo, e tenho esta foto (acima) guardada com muito carinho.

DSC_0675

O primeiro almoço no nosso apartamento em Toronto: apesar do marido só ter vindo em definitivo em janeiro de 2011 eu me mudei – com ajuda da minha mãe – para nosso apto em novembro de 2010 (aquele que moramos pois mais de 1 ano). E quando ele veio me visitar em novembro no primeiro dia que chegou preparou uma surpresa: um almoço super gostoso, o primeiro na nossa casinha nova. Lembro com tanto carinho deste dia e fico tão feliz que tenha ele aqui no blog (como é bom ter um lugar para relembrar estes momentos – obrigada blog!).

DSC_0642

A nova vida (antes mesmo dela começar): esta visita que o maridão fez em novembro foi realmente especial pois já sabíamos que ele viria pra valer. Por causa disso tínhamos uma sensação estranha, de recomeço, de vida nova, de “estar em casa”… e eu compartilhei toda este misto de emoções em um post muito especial. Lembro que quando ele chegou eu coloquei balões e cartazes pela casa toda para lembrá-lo que ele estava em casa e que era ali que iríamos continuar nossa vida juntos.

Pausa no texto: relendo alguns posts que escrevi nesta época eu me emocionei com muitos deles pois tinha o blog como uma ótima maneira de demonstrar saudade, ansiedade e amor. Era uma maneira de ter meu marido sempre presente nestes primeiros momentos e descobertas – pois eu tentava descrever tudo que acontecia comigo aqui principalmente para ele. Este é um dos motivos do blog ser especial e de eu continuar com ele por quase 7 anos: colocar aqui tudo que eu sinto, tudo que eu amo e tudo que eu acho importante.

Welcome Banner

Voltando ao momento mais especial de todos, em dezembro de 2010 eu fui para o Brasil para passarmos o Natal e Reveillon juntos. Mas não pensem que meu marido e Jojoe voltaram comigo em definitico pro Canadá: minhas aulas começariam na primeira semana de janeiro e eu tive que voltar para cá logo depois da virada, mas como não sabíamos se Jojoe iria dentro ou fora da cabine meu marido optou por comprar a passagem só para sair do Brasil no dia 12 de janeiro, pois até esta data a Air Canada aplica um “embargo de inverno” que não permite trazer animais no cargo do avião, devido ao frio. Foram 9 longos dias de espera para finalmente ter meus amores pertinho de mim, em definitivo. Todos estes momentos de apreensão e alegria foram registrados lindamente em dois posts muito especiais que meu marido escreveu aqui no blog: leia aqui e aqui.

Não deixe de acompanhar o que as outras meninas que participam do projeto tem a dizer sobre este assunto:

vida-em-to

Carina Iani | Blog Outside Brazil
Livi Souza | Blog Baianos no Pólo Norte
Mariana Cimini | Blog Virei Canadense
Mirella Matthiesen | Blog Mikix



  • 20 Responses

    1. E por essas e por outras que admiro muito o povo canadense e escolhi pessoas para representar um momento que me marcou minha vida em Toronto. Um exemplo bem tipico, sao amigos e familiares relatarem que durante a viagem e se vem perdidos com os mapas ou coisa assim, e sao abordados por locais, perguntando se precisam de indicacao.

    2. Está muito frio no Canadá agora, certo? Mas parece muito bonito!

    3. Fernanda Nunes disse:

      Gaby,
      vou para Vancouver e nas pesquisas achei seu blog! Amei!!!!

      Sucesso por ai!!!! =)

    4. Nai disse:

      Gaby, eu acompanho o seu bçog desde 2011! Fico sempre feliz por ler seus posts, pois vc ama Toronto de um jeito que me identifico.
      Amei esse post, amo historias de amor!
      Beijos!

    5. Carina Barros disse:

      Eu fiquei somente 1 mês longe do meu marido quando vim de Vancouver para cá, e já foi mega difícil!! Não consigo imaginar como seria ficar 4 meses longe e sem a certeza de que ele viria!!! Acho que não iria aguentar..hehe

      Abs

      • Poise foi difícil. Na verdade a certeza que eu tinha era de que a gente iria ficar junto, aqui ou no Brasil. Que bom que acabamos decidindo pelo Canadá, nossa vida aqui é muito especial. Abraços

    6. Aline disse:

      Adorei o post!! To com saudades! Jajá estou aí pra mata a saudade! Bjss

    7. Livi disse:

      Muito emocionante ler mais um pouco da sua história Gaby. Imagino como deve ter sido difícil enfrentar essa mudança toda sozinha. Mas quanto maior o esforço maior a recompensa. Beijos

    8. Angélica disse:

      Lindo Gaby… Dá pra sentir todo seu amor e empolgação…. Realmente é muito emocionante…Por isso amo ler seu blog. Bjos

    9. Jacqueline disse:

      Que emocionante sua história Gaby, desde que fui a passeio a Toronto te sigo, pois gosto muito das suas dicas e experiências, sou sua fã, e torço muito pro vc e sua família linda !! Te adimiro muito !! Obrigada por compartilhar suas experiências !! ❤🙏😍

    10. Que demais!!!! Amando as histórias desse tema, tão diferentes mas ao mesmo tempo similar! Eu imagino o quanto foi difícil essa primeira etapa sem o Ju e o JoJoe… mas quem foi que disse que para alcançar nossas metas, a caminhada precisa ser fácil, não é?!
      bjo

    11. Mari Cimini disse:

      Que emocionante Gabi. Realmente ficar longe de quem a gente ama é bem difícil né.

    1. 15/01/2017

      […] Cimini: Virei Canadense Carina Iani de Barros: Outside Brazil Gabriela Ghisi: Gaby no Canadá Livi Souza: Baianos no Polo […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *