Starving Artist: bar de waffles maravilhosos mas com ambiente duvidoso

Attachment-1-(31)

Para eu indicar algo aqui no blog eu tenho que gostar – não são todos os lugares que eu vou que eu escrevo post. Ainda, para eu gostar de um lugar deve haver uma combinação de ótima comida, bom atendimento e ambiente aconchegante ou inovador. Na minha opinião não adianta ser um lugar lindo e a comida ser péssima, ou você ser super bem atendido e não comer bem. E quando a comida é boa mas o ambiente é ruim? Bem, eu não gosto do lugar. Há muitas pessoas que só vão em um determinado lugar pela sua comida, mas eu preciso me sentir bem no lugar. E foi exatamente isso que aconteceu quando visitei o Starving Artist da Landsdowne: comida maravilhosa mas ambiente péssimo. Ai você deve me questionar: “ah, então por que você está fazendo este post Gabriela?”. A resposta é simples: há duas outras lojas da Starving Artist, send uma delas novinha e com um ambiente incrível na St Clair West. Portanto, minha dica aqui é: visite o Starving Artist, mas não o da Landsdowne.

Attachment-1-(32)

Basicamente o Starving Artist é um lugar aonde os artistas locais podem expor suas obras enquanto os clientes comem waffles. Isso mesmo, arte e waffles = uma bela combinação. Tudo no menu inclui waffles: seja encima, entre ou dentro destas delícias. E os preços são super bons também: nada muito caro e os pratos bem servidos. Eu pedi um grilled cheese de waffle (C$6) e de sobremesa eu e uma amiga dividimos uma sobremesa chamada de Split This! (C$8), que consiste em waffle recheado com banana, sorvete, morangos, chocolate, caramelo e chantilli. O cardápio é incrível e cheio de gostosuras.

Attachment-1-(29)

Attachment-1-(30)

Attachment-1-(28)

Fica a dica de um lugar com comida deliciosa. Mas novamente, não tentem ir no Starving Artist da Landsdowne: o teto estava caindo em uma parte do restaurante (literalmente), um aquário tinha água turva (nem dava para ver os peixes), nossa mesa estava bamba e era difícil até de cortar a comida, acesso zero para pessoas com bebês (sem trocador no banheiro ou espaço para o carrinho), entre outros problemas. Ah, vale falar que eles só aceitam dinheiro (nada de cartão, nem de débito).

Para maiores informações clique aqui.

You may also like...

7 Responses

  1. Marcia disse:

    Já fui no Starving artist da Davisville e achei gostoso, porem, tinha mta fila pra entrar (brunch de Domingo) and o serviço foi extremamente lento. Tem que ir com paciencia! Normalmente prefiro ir no Boom Breakfast da College ou da Eglinton e evitar a fadiga rsrsrs

  2. Ai que delícia! Waffle é tudo de bom! 😀

  3. Cleiser disse:

    Gaby, estou fazendo a mesma coisa que o Diego. Você deu dicas sobre o Tim Hortons me diz uma coisa por um acaso eles tem opção de bebida com leite sem lactose? Há alguma cafeteria que tenha essa opção? Aqui na minha cidade, várias cafeterias já estão com esta opção devido a procura.

  4. Diego disse:

    Gaby,
    Você a esta altura já sabe que passo sempre por aqui, rsrs…e devo te falar que eu estou marcando todas suas dicas em um mapa no google maps pra quando chegar ai em Toronto…essa do waffle vou no primeiro dia se der kkkk amo waffle.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *