Por que é tão bom morar fora do seu país de origem?

Discover

1. Eu acredito que o lugar aonde você nasce e as pessoas que você convive definem parte do que você é. Portanto morando fora do seu país de origem você vai pensar diferente, vai perceber o mundo diferente e irá redefinir novos conceitos de quem você (realmente) é.

2. Normal quase sempre não é bom – ter a mesma rotina todos os dias e não sair da sua zona de conforto é algo sem graça, que faz sua vida ter menos cor. Vivendo fora do seu país de origem você vai ter uma nova definição de normal: que o “normal” pra você era “normal” apenas no seu país de origem. Certamente esta nova vida será tudo menos “normal”, e há grandes chances de você curtir muito tudo isso e ganhar alguns anos a mais de vida.

3. Coisas simples como andar de ônibus, o formato da folha da árvore na esquina de casa, caminhar no sábado e tomar um café podem se tornar muito especiais e irão certamente merecer uma foto no instagram com o hashtag #blessed.

4. Conhecer uma nova cultura, celebrar diferentes feriados, aprender sobre a história de um país que não é o seu e descobrir costumes que não sou comuns no seu país é algo mágico.

5. Se você estiver sozinho irá aprender a se virar e a acreditar mais em você, e se estiver com seu/sua parceiro/parceira vocês irão ficar mais unidos e compartilhar de algo que nunca compartilharam antes.

6. Descobrir coisas que você gosta, adora, ama, que não poderia viver sem, mas que não sabia da existência antes de morar fora.

7. Se surpreender quando estiver em um local e ouvir alguém falando sua língua de origem… e, em alguns dos casos, dar oi e fazer até uma nova amizade.

8. Porque a amizade e o amor daqueles amigos e familiares que você deixou irá se tornar mais forte e somente os verdadeiros irão continuar mantendo contato, querendo saber como você está e torcendo para que você tenha sucesso aonde quer que você esteja.

9. O gosto de tudo vai mudar – a banana, o arroz, o molho de tomate, o café, o chá… tudo terá um gosto diferente e, alguns casos, até melhor! Seu paladar vai mudar e você vai acabar experimentando várias coisas que “não gostava”… vai acabar se adaptando a comer comida crua, abacaxi na pizza, azeitona na salada, queijo pouco derretido, pimenta, e por ai vai.

10. Poder contemplar o dia-a-dia de pessoas que, no meu caso, comemoram o dia de aniversário da Rainha da Inglaterra com entusiasmo (mesmo que morem em outro país), que agradecem a colheita todo o ano, que andam na rua de camiseta e bermuda quando o clima “esquentou” e está 8C, que esperam uma marmota sair de uma toca para saber se o inverno será prolongado ou não, que falam desculpa para qualquer coisa, que não se importam para aparência, que adoram pintar o cabelo de verde, azul, rosa, que te respeitam como você é e, principalmente daonde você veio. Poder conviver com pessoas diferentes de você irá sim, mudar (pra melhor) quem você é!

You may also like...

53 Responses

  1. Daniela disse:

    Adorei o texto! 🙂
    Um belo incentivo para quem está pensando em morar em outro pais.
    Beijos.

  2. Taiza disse:

    Gabi, obrigada pelas informações e por manter o blog atualizado. Os nossos planos por enquanto são intercâmbio e a gente não sabe muito bem o que esperar, mas seu blog nos dá um norte, especialmente quando você descreve detalhes da rotina.

  3. Patricia disse:

    Adorei o post, me deixou com uma sensação boa, porque eu tenho esse desejo de morar fora e estou me planejando pra isso, mas as vezes me sinto culpada por deixar amigos e parentes para trás. Seu post me deu um folego a mais. Obrigada.
    https://patricionico.wordpress.com/
    https://falacanada.wordpress.com/

  4. Marcio disse:

    Inspirador! Tudo o que vc disse é o que eu realmente espero. Meus planos apontam para Toronto em Abril ou Maio de 2015, se Deus quiser.
    Muito legal seu Blog. Parabéns pela iniciativa e por manter atualizado. Está sendo de grande ajuda.
    Um grande abraço do Brasil/RJ.

  5. Gabi disse:

    kkkk… adorei q fala desculpa por qualquer coisa! MTO VERDADE!!! A palavra que mais se fala em TO eh “sorry” huauha

  6. Jessica disse:

    Oi Gaby, amei o seu post.
    Mandarei meus papéis para o processo de imigração para o Canadá mes que vem, eu e o marido estamos super ansiosos por essa mudança que não será só de país, mas uma mudança de VIDA, um grande sonho realizado!!!

  7. Hoje vcs teriam mais motivos ainda para morar fora do Brasil…escolha certa é continuar morando no Canadá.Bjs.

  8. FABIANA OLIVEIRA GOMES disse:

    Ok, Gaby, vou dar uma olhada no post! Brigadão, Bjos!

  9. FABIANA OLIVEIRA GOMES disse:

    Oi Gaby, gosto muito do seu blog e penso em ir morar em Toronto em alguns anos! gostaria de saber, como são as pessoas aí, são muito frias, respeitam as pessoas de outras nacionalidades, raça, cor? E o custo de vida é muito caro? Gostaria de saber também, é muito difícil entrar na UofT, pra fazer pós-graduação, mestrado ou doutorado? E as mensalidades de pós são muito caras?

    • Gabriela disse:

      Olá Fabiana! Os Canadenses são mais preservados mas respeitam muito pessoas de outras nacionalidades e me sinto muito bem e segura aqui! O custo de vida é razoável, como qualquer cidade grande (tem um post sobre custo de vida, da uma olhada). Sobre entrar na uoft é difícil sim, mas não impossível! 😉 beijos

  10. Thais disse:

    Oi Gaby,
    Adoro todos seus posts, mas esse em particular, me emocionou. Sonho em morar fora desde sempre e espero conseguir realizar esse sonho logo logo.
    Obrigada por compartilhar com a gente tantas experiências legais!
    Beijos e tudo de bom!
    Ps: Não tenho facebook, consigo te mandar mensagem de outra forma?

  11. Geli disse:

    Olá, gostaria de saber sobre o frio se não fica insuportável para nós brasileiros e principalmente para o pessoal do Nordeste.

    • Gabriela disse:

      Olá Geli. Isso é muito pessoal, vai depender da sua tolerância. Eu sou do sul e passo mais frio no Brasil, pois nossas casas aqui são adaptadas pro inverno, tudo tem calefação, os casacos que tenho comprados aqui são mais grossos, etc.
      Obrigada pelo recado e visita ao blog. Não deixe de curtir o blog no facebook!

  12. Alexandre disse:

    Gaby,

    Eu e minha namorada estamos planejando morar no Canada, porém temos 3 gatos, pelo que vi no seu blog, você levou seu cachorro, queria saber como foi … ?

    Outra dúvida sobre o custo de moradia ai , é caro como falam ? Compensa comprar um apartamento ou viver de aluguel ?

    Agradeço desde já a atenção.

    Alexandre

    • Gabriela disse:

      Olá Alexandre! Obrigada pelo recado e visita! Foi muito tranquilo trazer o Joe e tenho uns 5 posts no blog explicando o que vc precisa fazer para viajar com seu animal de estimação. Tem uma ferramenta de busca no canto do blog e vc pode digitar e achar os posts 😉 Sobre o custo de moradia, tem tbem um post falando sobre o custo de vida em Toronto. Alugueis variam muito, mas em geral um bom apto com 1 quarto e sala e bem localizado (não no centro) fica em torno de 1000-1200. Sobre compensar comprar ou viver de aluguel acho que isso é bem pessoal e depende se a pessoa é aprovada pelo banco, ou se tem o dinheiro para comprar o apto… Eu sempre achei aluguel um desperdício, mas essa é a minha opinião! 😉

  13. Camila disse:

    Gaby,
    Moramos em Toronto há um ano e ainda temos mais um pela frente. Trabalhamos no Toronto Western e moramos perto da Bathurst. Caso queira aumentar seu grupo de amigos, entre em contato por email, adoraríamos trocar as experiências com vocês pessoalmente. Parabéns pelo blog!!! Camila

    • Gabriela disse:

      Olá Camila! Vamos combinar algo sim! Adicione meu facebook pessoal e vamos mantendo contato… Estou com 2 viagens marcadas nos próximos meses – inclusive estou indo para uma agora – mas com a copa vindo vamos combinar muita coisa! Beijos e obrigada pelo contato

  14. Talita disse:

    Gabi adoro seu blog e a maneira como vc “conta” o Canadá!!!
    Estou indo passar 1 mês aí, chego no dia 31/05. Sou fisioterapeuta especialista em Cardiorespiratório e Terapia intensiva e emergências pediátricas! Gostaria muito, se possível, de te conhecer e de conhecer a universidade onde vc desenvolve o seu trabalho!
    Estou bastante animada e ansiosa para chegar!!!! Estou montando roteiros e passeios com as suas valiosas dicas.
    Espero muito poder conhece-la

    Bjs.
    Talita.

    • Gabriela disse:

      Olá Talita! Obrigada pelo recado e visita ao blog. Quando vc chegar me mande uma mensagem via facebook ou blog e tentamos sim nos encontrar – não vou prometer pois junho é um mês decisivo no meu doutorado e terei que focar na minha escrita. Nos falamos! Boa semana, gaby

      • Talita disse:

        Gabi muito obrigada pela atenção!!!! Tô muito feliz por ter me respondido!
        Nos falamos então!
        Ótima semana!!
        🙂

  15. Lucas Paz disse:

    ótimo post! parabéns! chego em toronto dia 19 p/ 6 meses de intercâmbio (study and work)

  16. Anne disse:

    Gaby,
    eu e meu esposo amamos seu post exatamente como nos sentimos!!!!Rimos mt!!! Deus te abençoe!! Anny Viana

  17. Jucorval disse:

    Gabyy, posso ser muito chata e te pedir uma ajudinha? Vou morar no barrio North York e encontrei bem pouco sobre ele na internet, você acha que esse bairro é legal? Vi que ele é tipo uma cidade que foi anexada a toronto, por isso tem bastante coisas por perto, mas que fica bem longe do centro..
    Obrigada desde já!
    Beijooo

    • Gabriela disse:

      Ola Ju! Tenho um casal de amigos que morou lá e adoraram! Melhor ainda é que o metro chega até lá! Acho que será bom, mas como nunca morei lá não posso dar uma opinião mais completa! Beijos

      • Jucorval disse:

        Aaah que bom que é um comentário positivo, eu vi as fotos do lugar e amei de paixão, é bem fofo, mas como vi que era muito longe do centro fiquei com medinho de ser ruim isso!
        Obrigada mais uma vezz!!! 😀

  18. Oloco disse:

    3. Coisas simples como andar de ônibus, o formato da folha da árvore na esquina de casa, caminhar no sábado e tomar um café podem se tornar muito especiais e irão certamente merecer uma foto no instagram com o hashtag #blessed.

    AHAHAHAHHAHAH PARA MINHA FILHA

  19. Catherine disse:

    E eu não vejo a hora de ir embora do Brasil e vivenciar isso tudo.

    abraços;
    Catherine

  20. Allisson Ferro disse:

    Gabriela parabéns, você descreveu muitos dos meus pensamentos com leveza e precisão! Parabéns, falou tudo!

  21. Luiz Claudio Soares disse:

    Parabéns e obrigado… estou pensando em experimentar todas essas sensações que você citou… minha dúvida é: EUA ou Canadá ???

    • Gabriela disse:

      Ola Luiz. Eu não posso dizer pois nunca morei nos USA… mas sinto que o Canadá é mais aberto ao imigrante! 🙂 Obrigada pelo recado e visita ao blog!

  22. Danielle disse:

    Eu não vejo a hora de poder viver essa experiência junto com o marido e o filho, mas é só uma questão de tempo para conseguirmos.

  23. romanzamusic disse:

    Olá Gaby, parabéns pelo seu blog!

  24. Guilherme disse:

    Ótimo texto! Gostei muito do blog. Irei para Toronto em agosto próximo e sem dúvida essa será uma das minhas fontes de pesquisa!
    Obrigado ;]

  25. Oi Gaby….

    Morei por 2 anos em Toronto.
    Amei cada dia.
    Foi muito dificil voltar, tanto pra mim, quanto meu marido.
    Viajo bastante a trabalho, conheço vários países, e quanto mais conheço,
    mais vontade de ir embora tenho.
    Eu gosto do meu país, aqui estão minha família e meus amigos. Só que viver aqui não está facil.
    São 3 os motivos que estão nos fazendo ir embora, a violencia, o alto custo de vida, e a falta de educação.
    Não precisava ser assim né….
    Mas depois que a gente sai, conhece coisas novas, nunca mais é a mesma.

    E se DEUS quiser muito em breve estarei de volta e pra ficar.

    Beijos

  26. Jucorval disse:

    ameiii o texto gabyy!!!! <3

  27. Tathy disse:

    Ai, Gaby, não poderia ter texto melhor!!
    Morei em Toronto por 5 meses e voltei outra pessoa: mais paciente e confiante, além da certeza de que é aí que quero viver, criar meus filhos e desenvolver minha carreira. Ainda bem que, assim como vc, tb tenho um marido que topou o desafio e comprou o sonho junto comigo! Não há experiência no mundo que pague isso tudo! Morar fora do seu pais realmente é muito bom, onde cada pedacinho dentro de você sofre uma evolução imensa! Mesmo voltando pro Brasil sem emprego, muitos me perguntam se valeu à pena e eu sempre digo: FARIA TUDO DE NOVO E DE NOVO E DEVO. algo inexplicável!

    PS: a nossa vida em Toronto foi ainda abençoada quando nos hospedamos na cada da Flávia e do Felipe. Amigos que que queremos para a vida toda! Casal 1000.

    PS2: amo o seu blog, o descobri quando já estava em Toronto. Me ajudou e muito por diversas vezes! Keep doing what u’r doing, it’s amazing!!

    XOXO

  28. alicelinck disse:

    Sim sim sim! Gaby sou tua fã!!!
    Pena que tanta gente ainda fica grudadinha na sua zona de conforto!!!
    🙁

    • Gabriela disse:

      É mesmo! Conheço pessoas que “morrem” por um pão de queijo mas não experimentam as comidas tradicionais, que ficam 24h com a Globo Internacional ligada e não checam os canais locais, que falam mal do inverno e só pensam no verão Brasileiro… fico feliz de não ser uma delas e de usufruir de toda e qualquer experiência que a vida tem me dado! Beijos 1000!

  29. Yara Simon disse:

    muito bom seu post, confesso que me confortou..Estou chegando aí dia 21 com o marido para ficar e as vezes tenho muito medo de como vai ser deixar tudo para trás…

  30. Clarissa disse:

    Aiii que saudade de Toronto. Das pessoas pedindo desculpa, às vezes sem nem esbarrar, só por passar na sua frente. Dos dias de sol gelado e chocolate quente do Tim Hortons. Em 20 dias me sentia uma moradora de Toronto cada vez que pegava um jornal para ler no metrô e um chocolate para aquecer. Saudade de entrar em todos os lugares e todos estarem quentinhos. Espero voltar logo. beijoo

  1. 20/01/2015

    […] é inevitável que eu compare a minha vida Canadense com minha vida Brasileira. Já até comentei aqui no blog alguns motivos que fazem com que seja bom morar fora do seu país de origem. Mas hoje, […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *