A Torre de Montreal

O Estádio Olímpico de Montreal (em francês: Le Stade Olympique; em inglês: Montreal Olympic Stadium) foi construído para abrigar os Jogos Olímpicos de Verão de 1976. Uma parte integral do Estádio, a Torre de Montreal é a maior torre inclinada do mundo, com uma elevação de 165 metros e um ângulo de 45 graus. A Torre de Pisa, por comparação, só tem uma inclinação de 5 graus. Os primeiros 92 metros da Torre de Montreal são feitas de concreto, e o restante é feito de aço.

Os tubos de aço, de diversas formas e tamanhos, foram feitas em Rimouski por indústrias marítimas. Em 16 e 17 de novembro de 1986, parte destas estruturas for içada (e o levantamento da parte de aço da torre demorou mais de 40 horas). A Torre de Montreal tem uma massa de 166 mil toneladas, o equivalente a três porta-aviões. A torre atingiu sua elevação final em 1987.

Você pode se perguntar como um edifício tão inclinado como a Torre de Montreal não cai. A resposta para este enigma reside na relação entre as massas. A parte superior da torre representa uma massa de 8.000 toneladas, que é permanentemente e imutavelmente unida com a infra-estrutura de concreto. Esta infra-estrutura alcança dezenas de metros abaixo do nível do chão e tem uma massa de 145 mil toneladas. Ela serve como centro de gravidade da torre, no centro do enorme tripé.

Os 3 andares mais altos da torre de Montreal são ocupados pelo Observatório, uma sala de coquetel e uma sala de recepção chamado de Montréal Salon. Você entra no Observatório por um funicular de vidro de 2 andares, que pode acomodar 76 passageiros de cada vez. Na alta temporada, o funicular faz cerca de 100 viagens a cada dia. O funicular desliza por 266 metros de trilho, seus cabos medem 600 metros, e ele viaja a uma velocidade de 2 metros por segundo. A viagem leva cerca de 2 minutos. Este funicular é o único no mundo que funciona sobre uma estrutura curvada, e um sistema hidráulico permite que a cabine permanece horizontal em todos os momentos.

A Torre de Montreal foi aberto ao público em novembro de 1987. Desde a sua inauguração, mais de 4 milhões de pessoas têm vindo a apreciar a vista do Observatório, um panorama que se estende 80 km em tempo claro. É uma atração imperdível em Montreal.

A primeira vez que subimos na Torre era em 2007, e o inverno estava rigoroso. Subir na torre no outono é especialmente lindo, já que você consegue visualizar a cidade toda colorida, e não em tons de branco e preto. E foi isso que fizemos no ultimo final de semana, quando fomos a Montreal com o Milton e a Vava, nossos amigos que Floripa que estavam nos visitando.



  • 4 Responses

    1. Carla disse:

      Oi Gaby! Estou indo para o Canadá em outubro e encontrei teu blog. Parabéns pelo trabalho! Já anotei várias dicas que serão muito úteis na minha estadia aí. Tenho uma pergunta… conheces algum hotel bom em Montreal para indicar? Muito obrigada e desejo tudo de bom pra ti!

    2. Helena disse:

      Blog da Gabriela também é cultura.. sempre me surpreendendo com novidades 😉
      amei! Está ai uma cidade que da proxima vez quero conhecer..
      mas quem sabe no outono,certo?
      bjaooo

    1. 30/01/2014

      […] segundo dia acordamos em Montreal e fomos visitar o Parque Olímpico aonde aconteceram as Olimpíadas de Verão em 1976. Para visitarmos algumas partes era necessário […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *