Dubai Dia 2: Deira e Desert Safari

Deira: este bairro já foi considerado o centro da cidade de Dubai, mas até hoje atrai visitantes devido a suas atrações. Em Deira, encontram-se diversos mercados abertos, inclusive mercados de ouro, tecidos e especiarias.

deira

Souks é o termo usado para os mercados ao ar livre. Este é um ótimo local para comprar ouro, objetos de decoração, especiarias e souvenires, além de ser uma oportunidade de conhecer Dubai sem o luxo dos hoteis e shopping centers. São diversos os souks na cidade – cinco deles encontram-se em Deira – e os mercados funcionam diariamente das 10:00 às 13:00 e das 16:00 às 22:00, com exceção das sextas-feiras, quando abrem entre às 14:00 às 22:00.

Não deixe de visitar o Gold Souk (mercado de ouro) e admirar as vitrines e mais vitrines lotadas de braceletes, colares, anéis, diamantes, esmeraldas, rubis, safiras, entre outros artigos que fazem deste um dos pontos turísticos mais conhecidos do Oriente Médio. As estimativas são de 10 toneladas de ouro passando diariamente pelo Dubai Gold Souk. Pechinche com afinco e lembre-se de que o ouro é vendido por peso (consulte nos jornais o preço internacional do ouro se quiser se aprofundar no assunto), assim, você poderá barganhar com o próprio artesão.

Quando você chega de taxi neste bairro e o taxista para o carro no meio de um lugar feio, você pensa “não vou sair do carro não!”. Mas no fim é tudo super organizado e você pode andar tranquilo por lá. A única coisa que pode te incomodar são os vendedores, que irão certamente te abordar para mostrar seus produtos. Achei a região super segura e o passeio válido.

Safari no deserto: passeio super turístico, que topamos fazer e acabamos ns surpreendendo de várias maneiras (positiva e negativa). Basicamente, você contrata o passeio (via hotel) e os guias locais te levam em jipes 4×4 por um longo caminho no deserto. Primeiro você pára, bate fotos e está toda feliz. O problema é depois, que você entra no deserto e os guias arriscam manobras radicais. Nós não aguentamos, ficamos super mal hehehehe. Mas valeu (porém nunca mais faço nada deste tipo).

Após a parte “radical”, você visita uma fazenda de camelos e pode andar em um deles. Ao anoitecer, o pôr-do-sol é uma atração à parte, e o guia leva os turistas à um típico acampamento beduíno onde são servidas comidas típicas da região, além de algumas refeições ocidentais, para agradar a todos os paladares. Há shows, você pode fazer tatuagens de rena, etc.

É importante lembrar que você é pego no hotel em torno de 3pm e chega de volta quase 9pm. Portanto, se você está planejando fazer este passeio, reserve um bom tempo para isso.

You may also like...

3 Responses

  1. fatima disse:

    Visitamos o mercado do ouro com guia, pois estava incluido no city tour de dia interio e foi bem interessante. Compramos várias lembranças de Dubai.

    O safari do deserto é uma experiência inesquecível, mas depende também de qual agência local está responsável, pois acreditamos que deveria haver acampamentos com mais infraestrutura do que aquele para qual fomos levados, vez que não gostamos da comida e nem da atração da dança do ventre, pois a mulher era muito feia e fora de forma, ou seja gorda mesmo, e dançava péssimo, “meia boca”. Quanto ao resto não temos do que reclamar, os veículos eram novos, fizeram manobras bem radicais no deserto, que era o que queríamos, passeamos no camelos (muito divertido), tiramos muitas fotos e fizemos filmagens dentro e fora do veículo, tudo perfeito, menos claro, a mulher horrosa que dançou no acampamento e a comida de gosto duvidoso. Vixe !

    • Gabriela disse:

      Obrigada pelos comentários e informações sobre Dubai, Fatima. Sua opinião será válida para aqueles que visitam o blog e querem saber sobre Dubai. Beijos

  2. Letícia disse:

    O que eu tenho que comentar, novamente, é que os camelinhos arrasam! hahahaha Ainda estou rindo aqui das fotos do post anterior 😀

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *