Como organizar uma viagem?

Eu sempre digo que organizar uma viagem é tão legal quanto viajar. É nesta etapa que você corre atrás de dicas, conhece novas histórias e culturas, sonha (muito) e é quando você começa a gostar do local que decidiu visitar (ou não, e muda completamente o roteiro). Viajar dá trabalho, ocupa tempo (além de dinheiro) e exige disposição e empenho. Por isso deve ser bem planejada!
Neste post eu vou compartilhar com vocês algumas dicas de como eu faço pra organizar as minhas viagens. São dicas simples mas muito valiosas na hora de organizar o roteiro e decidir o que é melhor fazer no destino escolhido.

1.Antecedência: planejar a viagem com antecedência é o ideal. Com isso consegue-se economizar em tarifas aéreas e às vezes até em hotéis. Ah, neste caso não vamos esquecer dos vistos. No nosso caso, quando viajamos de milhas tentamos planejar com 6 meses de antecedência pra conseguir as passagens nas datas desejadas (e olha que mesmo assim é difícil). Mas nem sempre é legal planejar com muuuuita antecedência porque as vezes pode acontecer algo que te impeça de viajar (problema familiar, pessoal, mundial, sei lá…). Seis meses, na minha opinião, é o ideal!

Marido confirmando visita ao Canada 3 dias antes da data de embarque (2009)

2. Clima: sua viagem depende totalmente do clima. Eu sempre digo para as pessoas que vem visitar Toronto que se você vier no verão é uma viagem, mas se você vier no inverno a viagem é totalmente diferente. Também acabamos adaptando a viagem ao clima (dias chuvosos museus e atrações indoor, dias de sol passeios pelas ruas, e por ai vai) – por isso é tão bom viajar sem excursão e escolher o que vai fazer dentro do seu roteiro dependendo do clima. Para checar o clima eu uso o Weather Channel e pra checar as médias o Weather Base.

Chuva e Frio em San Sebastian (Espanha)

3. Transporte Aéreo: caso seja oferecido um vôo com conexão, escolha uma cidade que lhe interesse e fique pelo menos umas duas noites nela (na ida ou na volta). Com isso você se livra do stress do temido atraso das cias aéreas e ainda conhece mais um lugar legal. Já fizemos isso várias vezes e eu recomendo. Dependendo da companhia aérea você pode ficar um número x de dias no local de conexão sem pagar a mais (geralmente são 6 noites, mas vale a pena entrar no site da sua companhia e se informar).

Paradinha em Chicago - conexão - para conhecer a cidade!

4. Transporte Terrestre: em 99.9% das nossas viagens nós alugamos um carro pra passear “fora” das cidades. Porque dentro da cidade – no centrão – o legal (e o inteligente) é andar de transporte público e a pé (conhecer uma cidade a pé vai fazer você ter uma outra visão da cidade). A comodidade de você escolher a hora que vai sair e chegar nos locais não tem preço. Além do tempo perdido nos aeroportos, há sempre atrasos e cancelamentos. Agora imagina você ter os dias contadinhos pra conhecer uma cidade e perder 1 dia por causa de um atraso aéreo?! Não dá né! As empresas de aluguel de carro que recomendamos são: Dollar, Hertz, Avis, National, Alamo, entre outras. Não esqueça do GPS (atualizado, de preferência). A dica aqui é ver se seu cartão de crédito possui seguro pro carro, o que fará você economizar horrores!

Conhecendo o sul do México a bordo de um Smart

5. Atrações: quando eu decido meu destino, eu começo a ler sobre o local, ver fotos e eu sempre faço uma lista das atrações que vou encontrando na internet. Minha dica aqui é simples: pesquise! Pesquise muito! Minha teoria é a de que é impossível conhecer uma cidade por inteiro sem ficar um bom tempo nela (ou, eu diria, morar nela). Mas certamente, sabendo quase tudo sobre ela, você pode escolher onde ir em função dos seus gostos, vontades, tempo… Pesquisando você não terá “aquele” arrependimento de não ter conhecido um lugar que era muito próximo de onde você estava. Trip Advisor, Google, Frommers, tudo ajuda! Eu indico você procurar online por blog de pessoas que moram nos lugares que você irá passar: assim você consegue pegar dicas bem legais que não estão nos livros de turismo. Falando em livros, quando eu não tenho tempo de organizar ou quando a viagem não foi “planejada” eu recorro sim aos guias de viagem (que são básicos, mas sempre dão uma ajudinha).

Lisboa: guia e Cola light na mão

6. Hotel: este é um grande dilema em todas as viagens. Existem pessoas que compartilham da idéia de que hotel só serve pra dormir; outros, acreditam que a qualidade do hotel acrescenta muito numa viagem. Pra mim, depende muito da viagem que você está fazendo e do número de dias que você vai ficar no local. Se você só for passar uma noite, de passagem, vale ficar num hotel de “beira de estrada” (Motel6, Super8, Ibis, etc)… se você vai passar mais dias, vale ficar num hotel melhor. O que fazemos em viagens longas é ter (como diz meu marido) um “quartel general”, ou um hotel bom pra ter como base. A partir dele conhecemos a região e depois retornamos para um lugar já familiar. Sites para reserva de hotel: booking, hotels.com, expedia, entre outros.

Hotel Sacacomie - Norte do Canadá

7. Restaurante: eu e o marido adoramos comer comida local! Nada de fastfood nas nossas viagens! Se você é como a gente, não deixe de visitar os mercados públicos das cidades (você sempre vai achar um petisco local que vai te dar saudade depois). Além disso, busque na internet dicas sobre os restaurantes! A gente usa o site do TripAdvisor bastante, também o Open Table.

Pizzaria em Verona - Itália

8. Eventos: durante o processo de decisão das viagens eu sempre dou uma olhadinha no site do Ticketmaster pra ver se vai acontecer algum show, jogo, evento legal. Não dá pra voltar pra casa e saber que no dia que você estava na cidade X estava acontecendo o show da sua banda favorita, certo?

Jogo da NBA Playoffs no Madison Square Gardens - NYC

9. Dinheiro: papel, cartão de crédito (e milhas pra uma próxima viagem), travel cheque, travel money card, vale tudo! O importante é se informar antes qual o melhor jeito de levar o dinheiro e sempre ter uns trocados para quando chegar na cidade (pegar um taxi, etc – se bem que hoje em dia os taxis aceitam cartões de crédito – pelo menos em Toronto é assim).

Tentando ganhar um dinheirinho extra pra ajudar nas despesas em Las Vegas

10. Saúde: não podemos esquecer da saúde porque estamos de férias. Nós mesmos já precisamos várias vezes ir pra hospital com problemas de estômago ou um joelho torcido, etc. O ideal aqui é fazer um seguro de saúde e também levar uma mini-farmácia: sal de fruta, antitérmico, gel muscular, remédios pessoais. Aqui a questão é precaução.

Mt. Edith Cavell, Jasper National Park - Canada (passando muito mal mas firme e forte fazendo a trilha)

Pra finalizar, por mais que você organize tudo, que planeje os seus dias, sempre vai haver um imprevisto, algo inesperado… e é isso que fará sua viagem ser especial!

Sobre Gabriela

PhD Student at University of Toronto
Esse post foi publicado em Dicas, Travel e marcado , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Como organizar uma viagem?

  1. Andresa disse:

    Amei esse post!! :)

  2. Letícia Giacomin disse:

    Adorei o post, Gaby! Veio a calhar! Já li todas as dicas :)
    beijoca

  3. Cristiane Araújo disse:

    Oi Gabriela, adorei esse post. Algumas coisas eu já sabia, mas outras dicas são sempre bem vindas!
    Ah, eu acabei criando um blog também acredita? (www.crisporai.zip.net) De tanto as pessoas me perguntarem como é tirar o visto canadense e o americano, eu resolvi escrever sobre isso. Ainda estou no começo, mas aí depois eu conto sobre a viagem, dicas, etc… acho que assunto não vai faltar rsrs bom, eu pelo menos amoooo escrever e ainda mais sobre um assunto que se gosta (Viajar) é muito melhor! Meu marido comprou os ingressos para assistir o Leafs contra o NY Islanders em março…está louquinho de ansiedade…ele irá com meu irmão, pq não entendo muito desse tipo de jogo rsrs mas depois de ler seu post sobre o jogo de basquete que vc assistiu, então estou comprando os ingressos para Raptors contra Orlando Magic, pra nao fugir do programinha básico de esportes no Canadá. Ainda vou te pedir muuuuitas dicas! Bjs, até mais!

    • Gabriela disse:

      Ola Cristiane!
      Oba! Vou lá conferir seu blog!
      Quanto ao jogo, vcs vão amar… é muito mais do que um jogo, é um espetáculo! Vai ser ótimo! Beijos e obrigada pelo carinho! Poder pedir dicas sempre!

  4. Samy disse:

    Adorei Gaby!!

    Também vale lembrar de levar carregador universal pra colocar tudo nas tomadas e cartões de memória/bateria extra pra câmera de fotos, quem tiver ;)

    Beijosss

  5. Juliano disse:

    A dica do GPS atualizado no item Transporte Terrestre eh muito importante.

    Uma outra dica para quem tem acesso ao google maps por qquer tipo de device ( telefone, tablet, etc ), eh poder salvar o mapa desejado antes de viajar apenas digitando “ok maps” no campo da busca do google maps. Isso salvara o seu mapa para que vc possa acessa-lo mesmo sem internet/conexao ( offline ) em sua viagem :-)

  6. Pingback: Dica de hospedagem em Toronto pelo AirBnB | Gaby no Canada

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s