Almoço inesquecível na vinícola Peller Estates de Niagara-on-the-Lake

Um dos programas que nós mais gostamos de fazer no final de semana é ir almoçar em uma vinícola em Niagara-on-the-Lake. A cidadezinha pitoresca e cheia de charme fica a 1h30 de Toronto e é cheia de vinícolas – 88 para ser mais exata. Geralmente nem vamos até as cachoeiras – local mais turístico e que já visitamos várias vezes. O que fazemos é o seguinte: reservamos um almoço em uma vinícola lá pelas 11:30am, depois vamos passear no centrinho da cidade para um café ou sobremesa, e no final da tarde a gente vai para o outlet da região – o Outlet Collection at Niagara – para umas comprinhas. É um passeio tão gostoso – daqueles que recarga as nossas energias da semana – que eu indico para todo mundo. Sempre.

Confesso para vocês que sempre escolhemos vinícolas diferentes – afinal, são 88 e conhecemos somente 10. Mas, quando família e amigos vem para cá a gente não quer arriscar e queremos ter certeza que estamos indo em uma das melhores – e é por isso que sempre escolhemos a Peller Estates Winery. A Peller foi a primeira vinícola que conhecemos – em 2011 – e é a que mais nos sentimos em casa.

A história do local começou em 1927 quando Andrew Peller chegou ao Canadá vindo da Hungria. Ele veio com intuito de começar um negócio com vinhos, sonhando que os canadenses apreciassem esta bebida tanto quanto os europeus. Inicialmente ele começou as plantar as primeiras vinhas no Vale Okanagan da Colúmbia Britânica e em 1969 comprou terras na região de Niagara. Desde então os vinhos vem sendo produzidos no local e já ganharam muitos prêmios. Recentemente a Peller Estates foi considerada a melhor vinícola canadense no International Wine & Spirit Competition de Londres.

A experiência de almoçar no local é incrível, seja no patio com vista para os vinhedos ou no salão de jantar todo decorado. O menu dos finais de semana é o do brunch e te dá direito a escolher 4 ou 5 pratos, com a opção de ter vinhos acompanhando cada um destes pratos (escolhidos a dedo para que a experiência seja incrível). Clicando aqui você pode ver os menus e os preços. Para vocês terem uma noção, se você quiser 4 pratos e vinho acompanhando cada prato o valor por pessoa fica em torno de CAD$94 por pessoa. Pode parecer um valor super alta mas os 4 pratos vem bem elaborados – juro que no final do segundo você já estará bem cheio – e 4 taças de vinho certamente custariam este valor se você fosse beber em outro local. Como disse, é uma experiência e às vezes é bom a gente poder nos presentear com algo tão incrível, não é mesmo?

Nesta vez que fomos estávamos com o tio do meu marido e sua noiva, e todos nós pedimos o menu de brunch de 4 pratos. Antes mesmo do nosso primeiro prato veio um “agrado do chef’, que era uma entrada com salmão. O meu primeiro prato foi a sopa do dia com batata que estava deliciosa. Depois veio o segundo prato, que no caso do brunch é sempre Peller Eggs Florentine. O meu terceiro prato foi Braised Lamb Sirloin (cordeiro) que estava muito delicioso, com a carne desmanchando na boca. E por fim a sobremesa escolhida foi Honey Mascarpone Cheesecake, que estava com gosto super forte de queijo (então eu não curti muito, porque não sou muito fã de queijo salgado). Mas ataquei o Sourdough Chocolate Cake do maridão e estava maravilhoso.

Para cada um dos pratos tivemos uma bebida acompanhando-os. O primeiro que veio o espumante rosé de icewine (que eu sou fã como escrevi neste post aqui). O segundo vinho foi um chardonnay 2015. O terceiro vinho – um cabernet franc de 2014 – veio com um decanter enorme e super fotogênico. E segundo nosso garçom o decanter com o mesmo vinho servido para as mesas de dentro do restaurante (estávamos no patio) foi feito por Elton John e é um dos poucos no mundo. Por fim, com a sobremesa veio um icewine de cabernet franc. Tudo delicioso.

Vale falar que o complexo da Peller Estates tem mais de 450 metros quadrados e além do restaurante você encontra uma wine shop (loja para comprar vinho), um tasting centre (lugar para provar os vinhos), um barrel cellar (local onde os barris com vinho ficam armazenados) e um ice lounge (uma espécie de bar de gelo para você provar vinhos). Ah, e ainda tem um outro restaurante (bem menos formal) no complexo, chamado de Barrel House Grill.

O lugar é lindo demais e vale muito a visita. Aproveito o post para agradecer à Peller Estates por ter nos recebido muito bem. Mais informações sobre o local – incluindo reservas no restaurante – você encontra em www.peller.com.



  • 9 Responses

    1. Maria Paula Grande Corrêa disse:

      Oi Gaby. Estou adorando seu blog. Meu filho fará um intercâmbio de 2 meses e visitarei Toronto 10 dias em fevereiro. Meu marido gostaria de ir para Niagara de carro. É sossegado no inverno? Como ele gostaria de fazer as degustações de vinho , o que vc acha de dormirmos em Niagara on the Lake! Posso também voltar dirigindo….é sossegado? Tenho medo da neve rsrsrsrs

    2. Miguel disse:

      Que dica show Gabi. E no inverno dá para ir tranquilamente? Como faz se o casal quer beber?

    3. Silvia Cidade disse:

      Oi Gaby. Estou amando seu blog, principalmente que minha filha está em Toronto fazendo curso e eu pesquiso muita coisa no seu blog para pegar dicas para ela.
      Estou planejando viajar para Toronto em maio/2018, fiquei muito interessada nesse passeio, porém fiquei com uma dúvida. Como chegar nesse local, afinal eu e meu marido vamos querer experimentar tudo, então sem chance de ir de carro. Como fazer?

    4. Samanta Vieira disse:

      Ola Gabi. Obrigada pelas dicas e por toda a dedicacao com o blog. Super fizeram a diferenca na minha viagem para a regiao de Toronto (acabei de voltar de 10 dias maravilhosos e fui nesta vinicola pegando sua dica antiga, de 2011 e curti muito). Detalhe que o atendente foi o mesmo kkkk
      Beijocas

    5. Pedro disse:

      Fotos lindas. Qual câmera vcs usam?

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *