Os 18 lugares que são Patrimônio Mundial da UNESCO no Canadá

DSC_7167

Patrimônio mundial ou patrimônio da humanidade são títulos dados a uma região ou área que é considerada pela comunidade científica como inigualável e fundamental para a humanidade. Pode ser um monumento, uma construção, um conjunto arquitetônico em uma cidade, vila ou região, uma paisagem, uma região que possui um valor histórico, arqueológico, natural ou ambiental. Os patrimônios mundiais ou da humanidade são locais tombados pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a lista inclui mais de 700 ao redor do mundo.

Eu não sei quanto a vocês mas sempre que eu viajo eu procuro ver a lista destes lugares no meu país de destino, pois geralmente são os lugares mais lindos e históricos daquele país. E foi pensando nisso que eu resolvi escrever este post com a listinha dos 18 lugares que são considerados patrimônios mundiais da Unesco no Canadá, sendo 8 culturais e 10 naturais. O ano mostrado em cada um dos títulos informa o ano que estes locais receberam o título de patrimônio histórico. O mapa abaixo mostra a localização de todos os locais descritos abaixo:

Head-Smashed-In Buffalo Jump (1981)

Este sítio arqueológico fica na parte sudoeste da província de Alberta e é um barranco onde grandes quantidade de esqueletos de búfalos ainda podem ser encontradas. O precipício era utilizado pelos aborígenes para encurralar suas presas por quase 6000 anos. Este método de caça faz parte da cultura do povo aborígene. Devo confessar que eu não tinha a mínima idéia de que este lugar existia. Leia mais sobre o local aqui.

Historic District of Old Quebéc (1985)

A vila antiga de Quebéc também é patrimônio mundial da UNESCO e o título é merecido: é a única cidade murada da América do Norte, com um super ar europeu. A cidade fundada pelo explorador Champlain no começo do século 17 está bem preservada, com casas, igrejas e monumentos daquela época intactos. Clique aqui para ver post com dicas sobre o local.

Landscape of Grand Pré (2012)

Tá ai outro lugar que eu não conhecia, e olha que estivemos na Nova Scotia no mês passado. Pelo que entendi o Landscape of Grand Pré é uma região litorânea de terras agrícolas que utiliza diques e um sistema antigo de colheita, que foi iniciado pelos povos antigos (Acadians) no início do século 17. O diferencial é que os produtores e habitantes locais continuam utilizando este mesmo sistema até hoje em mais de 1300 hectares de terra. E vale falar que a região possui uma das marés mais altas do mundo (com média de 11.6 metros diários de marés) e mesmo assim estes povos antigos conseguiram se adaptar a isso e tornar a terra produtiva. Eu achei a história incrível e você pode saber mais clicando aqui.

L’Anse aux Meadows National Historic Site (1978)

Na ponta da Great Northern Peninsula da ilha de Newfoundland ficam os restos de um assentamento Viking do século XI, que são evidências da primeira presença européia na América do Norte. Os restos escavados de edifícios de turfa e torre de madeira são semelhantes aos encontrados na Noruega e na Islândia. Leia mais sobre o local aqui.

Old Town Lunenburg (1995)

Lunenburg é o melhor exemplo de um assentamento colonial britânico planejado na América do Norte. A vila foi fundada em 1753 e até hoje mantem seu layout original e aparência geral. Os moradores sãso bem protecionistas e conseguiram salvar a identidade da cidade ao longo dos séculos, preservando a arquitetura de madeira das casas, algumas das quais datam do século 18. Nós visitamos a cidade no mês passado e eu contei tudo para vocês neste post aqui.

Red Bay Basque Whaling Station (2013)

Red Bay é uma vila de pescadores e antigo local de várias estações baleeiras bascas na costa sul de Labrador, na província de Newfoundland e Labrador. Entre 1530 e início do século 17 a Red Bay era a mais importante área baleeira basca. O site é descrito como “o sítio arqueológico que provê o mais antigo, completo e bem preservado testemunho da tradição baleeira Européia”. Clique aqui para saber mais sobre o local.

Rideau Canal (2007)

O canal Rideau possui 202km de extensão (de Ottawa até Kingston) e foi construído do início do século 19 principalmente para fins estratégicos militares, em um momento em que a Grã-Bretanha e os Estados Unidos disputavam o controle da região. O site, um dos primeiros canais a serem projetados especificamente para embarcações a vapor, também possui um conjunto de fortificações. É o exemplo mais bem preservado de um canal de águas soltas na América do Norte, demonstrando o uso dessa tecnologia européia em grande escala. É o único canal da época que permanece em operação e com a maioria das suas estruturas intactas. Se você for a Ottawa não pode perder parte dele (clique aqui para mais atrações na cidade).

SGang Gwaay (1981)

A pequena ilha ao nordeste da ilha de Vancouver chamada de Antony Island (no arquipélago de Haida Gwaii) possui a vila de Ninstints (Nans Dins), que inclui partes das casas, mortuários e postes memoriais que ilustram a arte e o modo de viver do povo Haida (o povo indígena da região). O local é super importante para a cultura viva do povo Haida e sua relação com a terra e o mar. Clique aqui para mais informações.

CanadaOesteP6_gabynocanada5

Canadian Rocky Mountain Parks (1984)

A combinação dos parques nacionais Banff, Jasper, Kootenay e Yoho e os parques provinciais de Mount Robson, Mount Assiniboine e Hamber são todos considerados patrimônios naturais da humanidade pela Unesco. E não poderia ser diferente não é gente? O local é incrível e possui picos montanhosos, glaciares, lagos, cachoeiras e canyons maravilhosos. Se vocês clicarem aqui conseguirão pesquisar os posts sobre as nossas duas viagens para o local, que foram inesquecíveis.

Dinosaur Provincial Park (1979)

O Dinosaur Provincial Park está localizado no centro da província de Alberta e é o local onde os mais importantes fósseis de dinossauros do mundo foram descobertos, em particular cerca de 35 espécies de 75 milhões de anos atrás. Clique aqui para mais informações.

Gros Morne National Park (1987)

Pára tudo agora: esta é certamente uma das paisagens mais lindas que você vai ver na vida. Clique aqui e veja o que estou falando. Este parque fica localizado na parte oeste da ilha de Newfoundland e é um raro exemplo do processo de deriva continental, onde a crosta oceânica profunda e as rochas do manto terrestre estão expostas. A ação glacial mais recente resultou em alguns cenários espetaculares, com terras costeiras, planalto alpino, fiordes, vales glaciais, penhascos, cachoeiras e muitos lagos. Clique aqui para mais informações sobre o local.

Joggins Fossil Cliffs (2008)

O Joggins Fossil Cliffs é um site paleontológico de 689 hecatres ao longo da costa da Nova Scotia que é descrito como a “Galápagos do carbono” devido à sua riqueza de fósseis do período carbonífero (354 a 290 milhões de anos atrás). As rochas deste site são consideradas icônicas para este período da história da Terra e são o registro mais denso e abrangente do mundo datando de 318 a 303 milhões de anos, com o registro fóssil conhecido mais completo da vida terrestre daquele tempo. Já foram descobertos 96 gêneros e 148 espécies de fósseis e 20 grupos de pegadas. O site está listado como contendo exemplos excepcionais que representam grandes etapas na história da Terra. Conheça mais clivando aqui.

Kluane/Wrangell-St.Elias/Glacier Bay/Tatshenshini-Alsek (1979)

Quatro parques que compõem um impressionante complexo de geleiras e picos elevados nos dois lados da fronteira entre o Canadá (território do Yukon e Colúmbia Britânica) e os Estados Unidos (Alasca). As espectaculares paisagens naturais são o lar de muitos animais como ursos, caribu e ovelhas de Dall. O site contém é o maior campo de gelo não-polar no mundo. Clique aqui para ler mais sobre o local.

Miguasha National Park (1999)

O Miguasha National Park é outro sítio paleontológico que virou patrimônio da UNESCO, estando localizado no sudeste da província de Quebec, na costa sul da península de Gaspé. O local é considerado a ilustração mais notável do mundo do período devoniano conhecido como ‘Age of Fishes’. Com data de 370 milhões de anos atrás, a Upper Devonian Escuminac Formation representada aqui contém cinco dos seis grupos de peixes fósseis associados a este período. Clique aqui para mais informações.

Mistaken Point (2016)

Outra região de fósseis, agora localizado na ponta sudeste da ilha de Newfoundland. O local é um penhasco de 17km que possui 580-560 milhões de anos de idade e os fósseis encontrados no local ilustram a divisão da história da vida na Terra: a chegada de grandes organismos biologicamente complexos, após quase três bilhões de anos de evolução microdominada. Além da história o lugar é lindo e super fotogênico. Clique aqui para mais informações.

Nahanni National Park (1978)

Um parque nacional incrível, localizado na província the Northwest Territories, a 500km oeste de Yellowknife. O parque fica ao redor do rio Nahanni, que possui águas violentas que esculpiram cânions profundos, além de possuir enormes cachoeiras e um exclusivo sistema de cavernas de calcário. Eu babei nas fotos e é um daqueles lugares que eu quero muito conhecer – entrou pra listinha. Clique aqui para mais informações.

Waterton Glacier International Peace Park (1995)

Em 1932 o Parque Nacional Waterton Lakes (em Alberta, Canadá) foi combinado com o Parque Nacional Glacier (em Montana, Estados Unidos) para formar o primeiro Parque Internacional da Paz do mundo. Situado na fronteira entre os dois países e oferecendo paisagens excepcionais, o parque é lindíssimo. Nós estivemos muito próximos da região em nossa viagem para o Yellowstone em 2014 mas não tínhamos tempo para explorar a região. Certamente ficará para uma próxima. Clique aqui para mais informações.

Wood Buffalo National Park (1983)

O Wood Buffalo National Park fica localizado na parte nordeste de Alberta e ao sul do Northwest Territories e é a planície com a maior população de bisões selvagens do mundo (atualmente a população de bisões da região passa de 5000). O lugar parece ser lindo e você pode ver mais informações clicando aqui.

DSC_8480

Eu até me considerava uma pessoa que já tinha viajado por muitos lugares do Canadá, mas depois desta lista eu descobri que não sei é nada do país que eu escolhi para morar. Eu só fui em 4 dos 18 lugares e sinto que terei que explorar bastante o Canadá antes de poder dizer que eu o conheço. Espero que tenham gostado do post e não deixem de participar comentando sobre o que acharam do texto e se vocês já conheceram alguns destes lugares diferentes que eu citei acima.



  • 3 Responses

    1. Amanda disse:

      E eu já fui em uma: Quebec City! Nem imaginava que era patrimônio da unesco e fiquei feliz em saber pois o lugar é lindo mesmo. Beijos Gaby e amo suas postagens

    2. Jessica disse:

      Amei o post Gaby, deu mais vontade ainda de explorar o Canadá. Beijos

    3. Isabela disse:

      Nossa, amei muito esse post. Q país lindo em que vivemos <3 É bom ter essa sensação de que ainda não conhecemos nada, dá ânimo pra planejar mais e mais viagens!

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *