5 maneiras de economizar em Toronto

Hoje eu vou falar de um assunto que todo mundo gosta: economizar; afinal, quem é que não curte salvar um dinheirinho, não é mesmo? Eu pensei bastante como eu iria dar estas 5 dicas e como eu acho que as dicas variam muito se você vem para cá visitar ou se você mora aqui eu resolvi fazer duas listas: 5 maneiras de economizar em Toronto como turista e 5 maneiras de economizar como morador. Separei estas dicas baseado na minha experiência e espero que ajude estes dois tipos de grupos de pessoas a salvar um pouco de dimdim.

5 maneiras de economizar em Toronto como turista

1. Faça aniversário na cidade

DSC_7337

Isso mesmo, você leu bem: se você planejar estar na data do seu aniversário aqui nem Toronto pode passar o dia todo sem gastar praticamente nada, somente curtindo os “presentes” que várias empresas dão para seus clientes. Por exemplo pela manhã você pode passar no Starbucks e pegar uma bebida gratuita e um cupom de 15% de desconto (veja regras aqui) ou passar no Booster Juice e pegar um smoothie gratuitamente (leia mais aqui). Ainda, se no meio da manhã bater aquela fome você pode passar em uma das lojas da Cinnabon espalhadas por Toronto e pegar um bolinho de canela gratuitamente. Na hora do almoço as opções são várias: no The Works Gourmet Burger você ganha um burguer, no Jack Astor’s um brownie de aniversário e no Boston Pizza uma sobremesa. Pela tarde dá para pegar um cineminha no Cineplex (eles possuem um cupom que de tá acesso a um filme gratuito no mês do seu aniversário). E à noite você pode chamar um amigos e assistir ao show do Medieval Times, onde aniversariante não paga (leia sobre as regras aqui). E essas são somente algumas sugestões pois há muita coisa free que você pode ganhar por aqui no dia do seu aniversário.

2. Use o Toronto CityPass se você planeja visitar as principais atrações da cidade

DSC_8347

O Toronto CityPass é um folheto que contém bilhetes de admissão para 5 populares atrações de Toronto: CN Tower, Casa Loma, Royal Ontario Museum, Ripley’s Aquarium e Toronto Zoo ou Ontario Science Centre (você deve escolher uma dessas duas). Eu falo sobre os prós e contras deste passe neste post aqui, mas eu resumo o principal benefício é que você economiza até 50% no valor dos ingressos destas atrações. O contra, na minha opinião, é que você só tem 9 dias para visitar todos os lugares a partir do momento que você usa o primeiro bilhete, mas para turistas isso não chega a ser um problema. O folheto também inclui mapas e outras informações turísticas, incluindo os melhores horários para visitar atrações de Toronto e destaques próximos.

3. Considere chegar na cidade utilizando outros aeroportos além do Pearson

DSC_4075

O Pearson Airport é o principal aeroporto da cidade (e do Canadá) e através dele você consegue facilmente chegar no centro de Toronto (especialmente através do UP Express). Mas (geralmente) os vôos chegando no Pearson são bem mais caros, e uma ótima maneira de economizar é utilizar os aeroportos vizinhos. Entre estes aeroportos estão o Billy Bishop (aeroporto que fica na Ilha de Toronto), o Aeroporto de Hamilton (cidade vizinha) e até mesmo o Aeroporto de Buffalo (cidade americana no estado de New York que fica a 1h30 de Toronto). Considere estes aeroportos não somente para chegar em Toronto mas também para fazer viagens para outras cidades do Canadá e USA: compramos passagem para o leste do Canadá saindo do aeroporto de Hamilton neste verão e a diferença de preço para cada ticket ficou mais barato em CAD$150.

4. Inclua atrações gratuitas no seu roteiro pela cidade

DSC_3333

Claro que é imperdível (na minha opinião) subir na CN Tower ou visitar o Aquário da cidade, mas Toronto possui inúmeras atrações gratuitas que você irá curtir muito e economizar bastante. Eu tenho uma lista com 10 atrações gratuitas em Toronto que é super completa, com lugares para visitantes visitarem nos quatro cantos da cidade. Tem parque, museus, fazenda, arte e história. Vale a pena conferir e incluir alguns destes lugares no seu roteiro para poder economizar com a sua viagem a Toronto.

5. Busque cozinhas mais baratas mas não deixe de comer fora

DSC_3566

Um dos erros que os turistas podem cometer quando visitam Toronto é deixar de comer fora para economizar. Sim, Toronto pode ser extremamente cara quando o assunto é comer, mas há vários restaurantes com ótimos preços e dá para usufruir desta “atração” sem gastar muito. Use e abuse do Tim Hortons – a rede de cafés daqui que tem ótimos preços. Evite restaurantes franceses e abuse de restaurantes mexicanos, etíopes e coreanos. Há também restaurantes japoneses e chineses all-you-can-eat, isto é, você paga um valor e pode comer o quanto quiser. Comer nestes locais no dia de semana é mais barato. Almoçar ao invés de jantar fora também é uma maneira de economizar, já que os menus para lunch são bem mais baratos do que os de dinner. Se quiser ir a um determinado restaurante e não quer ter surpresas vale a pena pesquisar o menu online – geralmente os cardápios estão nos sites dos lugares ou então no Yelp.

5 maneiras de economizar morando em Toronto

1. Gaste tempo e pesquise por maneiras de economizar em quase tudo

Groupon_print

Ok, esta primeira dica está bem vaga mas é o que vocês leram: dá para economizar em quase tudo aqui em Toronto, basta pesquisar bastante sobre o assunto. Sim: para economizar você precisar pesquisar bastante, e isso leva tempo. Vou dar alguns exemplos de como economizar e vocês vão entender o que eu quero dizer. Se você está querendo se exercitar e quer economizar dá para “testar” a academia Goodlife Fitness por 2 semanas pagando CAD$ 14 ou pagar a mensalidade do ClassPass e fazer aulas em várias academias super legais da cidade. Se você quer experimentar diferentes cervejas vale checar o Craft Beer Passport, que te dá direito a uma pint for CAD$3.50. Se você busca atividades para seus filhos vale checar os programas oferecidos pela prefeitura de Toronto (que são bem mais baratos). Se você está procurando cupons de lojas para comprar roupas vale olhar o site redflag (eu, por exemplo, sempre acho online cupons de desconto para lojas como GAP e Carters). Ah, e ainda tem o groupon, um site de promoções ótimas que inclui descontos em comidas, roupas, atrações, mensalidades e muito mais.

2. Utilize o Padmapper para procurar por aluguéis mais em conta na cidade

PadMapper

Morar em Toronto – alugando ou sendo proprietário – é muito caro. O preço para comprar uma casa está absurdo (a média de uma casa detached é de C$1.29 milhões) e Toronto é a segunda cidade mais cara do Canadá quando o assunto é aluguel. Por isso, se você está vindo para a cidade como morador tem que pesquisar bastante. Um mapa online chamado Padmapper pode te ajudar: ele é um mapa interativo online que mostra todos os locais da cidade que oferecem aluguéis mensais dentro de um valor que é especificado por você. Há ainda outros parâmetros que podem ser utilizados como filtro, incluindo o número de quartos e o estilo de casa. Claro que o site não é perfeito e pode ter erros em relação aos valores mas eu achei ótimo para você ter uma idéia de qual região da cidade possui aluguéis dentro do seu budget, o que facilita muito a busca física ou em outros sites como o realtor.ca (o meu favorito).

3. Somente tenha um carro se for extremamente necessário

DSC_0232

Apesar do preços dos automóveis ser mais barato por aqui ter um carro aqui em Toronto está associado a muitos gastos. Em primeiro lugar o seguro – que é obrigatório – é um absurdo de caro e pode custar até CAD$4,000 por ano para recém-chegados na cidade. Em segundo lugar a manutenção é super cara também: serviços de conserto tem um alto preço e até coisas simples como lavar um carro pode custar alto. Além disso você precisará de 2 tipos de pneu (uma para verão e um para inverno) e há custo não somente com o preço físico dos pneus, mas a troca a cada temporada e até o armazenamento (se sua casa não tiver espaço há locais que guardam seus pneus por um custo). E ainda pense no preço de estacionamento (um absurdo no centro da cidade). Mas se você tiver um carro vale dizer que ir para o centro da cidade somente em último caso e se isso acontecer evite os horários de pico (o tráfego de Toronto é horrível) e use aplicativos como o Toronto Free Parking para buscar locais para estacionar gratuitamente na cidade.

4. Seja inteligente na hora de fazer compras de supermercado

Attachment-1-(51)

Há várias maneiras de economizar na hora de fazer grocery shop em Toronto. Em primeiro lugar há supermercados mais populares e mais baratos como No Frills, Food Basics, FreshCo e Walmart. Há ainda supermercados como o Costco, que vendem produtos em grande quantidade e com ótimos preços. Uma outra maneira de economizar é utilizando aplicativos de celular que possuem cupons de desconto e também acumulam pontos que podem ser revertidos em compras e até cash. Eu confesso para vocês que tenho zero paciência com cupons, aplicativos de flyers e afins, mas tenho no meu celular os seguintes: Checkout 51 (ótimo para ganhar dinheiro de volta comprando produtos), Flipp (ótimo para fazer uma busca de preço rápida em flyers de diversas lojas) e PC Plus (aplicativo da President’s Choice que te dá dinheiro de volta em produtos – você pode acumular pontos em supermercados como No Frills e Loblaws). Por fim, indico este post aqui com 10 supermercados que vocês encontram aqui em Toronto.

5. Gaste dinheiro com seus estudos

DSC_3508

Isso mesmo, você leu bem: uma das minhas dicas é que você gaste dinheiro estudando. More em Toronto e usufrua das ótimas instituições de ensino e cursos que a cidade tem a oferecer, incluindo a Universidade de Toronto que foi considerada este ano a melhor universidade do Canadá. Deixa eu explicar melhor o que estou querendo dizer com esta dica: tudo que você pagar com estudos pode ser deduzido no imposto de renda. Com isso você até deixa de pagar imposto – muitas vezes recebe dinheiro de volta – e além disso você está investindo no seu futuro e, consequentemente, suas chances de ter um emprego melhor (e ganhar mais) no futuro são maiores.

Este post faz parte do projeto #vidaemTO. Não deixe de acompanhar o que as outras blogueiras que participam do projeto tem a dizer sobre este assunto:

vida-em-to

Carina Iani | Blog Outside Brazil
Livi Souza | Blog Baianos no Pólo Norte
Mariana Cimini | Blog Virei Canadense
Mirella Matthiesen | Blog Mikix

You may also like...

13 Responses

  1. paula disse:

    Gabi, você já alugou carro no canadá ne? você poderia me dizer se eles obrigam a gente pagar seguro ou só o do cartão de crédito tá bom?

  2. Carol disse:

    Olá, estou indo pra Toronto e gostaria de dicas de lugares pra comprar roupas de frio por um bom preço, pode até ser brechós.

  3. AMEI as dicas … super úteis!
    E você lembrou de umas que uso e nem me dou conta que uso (risos).
    A dica da Universidade e imposto de renda é pura verdade, e o mesmo vale para ingressos anuais de museus, eu sempre tenho passe anual ou do AGO ou do ROM e deduso do imposto de renda da empresa.
    Abs

  4. Livi disse:

    Oi Gaby,

    Muito legal você ter divido e dado dicas para turista e moradores. Curti muito falar sobre esse assunto no projeto e aprendi ainda mais como economizar. Beijos

  5. Suellen disse:

    Gaby, algo bem interessante e que muita gente não sabe e não foi falado em nenhum dos posts do projeto #vidaemTO é o fato da biblioteca de TO disponibilizar aos sábados pela manhã, geralmente forma fila antes de abrir, ingressos de graça para várias atrações de TO, como zoológico, ROM, AghaKam e etc. É só ter a carteirinha da biblioteca e chegar lá assim que abrir, aos sábados. Bjos!

  6. Adriana disse:

    Oi Gaby! Chegamos em Toronto segunda, estamos alugando um ap e gostaríamos de comprar moveis usados, tem algum local pra indicar?
    Grata

  7. Virgínia disse:

    Gabriela, seu Blog é excelente.Lhe sigo , por achar você bem definida
    nas informações., daí tenho uma dúvida.as linhas de trem tem horário certo de passar?Por favor mim responda

    • Ola Virgínia.
      Linha de trem ou metro? Tem sim. Para o TTC vc consegue ver os horários utilizando aplicativos como o Rocket Man. Para trem tens que procurar pelos sites do GoTrain ou ViaRail.

  8. Para mais posts sobre o projeto #vidaemTO veja: http://gabynocanada.com/?s=vidaemTO

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *