Amber Alert: entenda este tipo de alerta, quando é usado e como funciona

Quem dirige pela cidade já deve ter notado que algumas vezes as placas eletrônicas espalhadas pela cidade mostram os dizeres “amber alert” com dados de um carro. Ainda, alguns aplicativos de previsão do tempo também mostram estes alertas. Outro dia eu recebi um “amber alert” e agora que sou mãe fico um pouco apreensiva, pois eles são mais frequentes do que eu imaginava ou gostaria. E hoje eu resolvi escrever um post sobre este tipo de alerta para vocês entenderem o que é quando, infelizmente, virem um sendo acionado por aqui.

collage

O que é o Amber Alert?

O programa Amber Alert é um sistema de alertas urgentes estabelecido nos Estados Unidos – e adotado pelo Canadá – que é ativado em alguns casos de rapto ou sequestro de crianças. Este sistema utiliza sinais eletrônicos rodoviários, emissoras locais (de rádio e televisão) e sinais wireless (como text message de celulares) para anunciar a descrição da criança seqüestrada, além de descrições de qualquer veículo suspeito de envolvimento no crime. O primeiro sistema de Amber Alert foi criada em 1996 no Texas depois que uma menina de 9 anos (Amber Hagerman) desapareceu. Ela estava andando de bicicleta perto de casa quando foi sequestrada e assassinada. O assassinato continua sem solução.

Como o Amber Alert funciona?

Quando o rapto de uma criança ocorre em uma região onde o Amber Alert funciona, a polícia prepara um alerta contendo informações sobre o caso (incluindo nome da criança, nome do possível raptor, dados do veículo, dados de roupas, entre outras informações relevantes). Um comunicado especial à imprensa é enviado para estações de televisão e de rádio com base em protocolos estabelecidos durante a Guerra Fria para transmitir mensagens do presidente EUA e mais tarde usados ​​para transmitir boletins meteorológicos. Segundo regras as estações de rádio e TV devem responder a este alerta de uma forma semelhante ao avisos meteorológicos perigosos ou outras emergências civis: imediatamente. Colocar o alerta no ar imediatamente é uma prioridade, já que o tempo é um fator importante no resgate destas crianças. As estações de rádio interrompem a programação e emissoras de TV mostrar um texto ao longo da parte inferior da tela. Eu mesma já estava vendo um programa de TV e no meio da transmissão colocaram uma sirene alta com diversas descrições – era um Amber Alert. Nos últimos anos estes tipos de alerta tornaram-se também disponíveis em dispositivos móveis e sites de mídia social. Em 2013, os EUA introduziram o alerta de emergência sem fio (WEA), que usa dados de localização geográfica para enviar alertas de texto para os celulares de qualquer pessoa que esteja passando por um Estado ou área onde a criança desapareceu.

Quais os critérios para acionar o alerta?

Cada jurisdição é livre para acionar o alerta quando quiser, o que gera muitas críticas a este sistema. Alguns critérios são sugeridos: (1) a criança deve ser menor de 18 anos de idade; (2) deve haver confirmação de que a criança foi raptada; (3) a polícia deve ter informações suficientes para que seja possível procurar a criança, tais como descrições da criança, abdutor, cúmplices ou veículo do suspeito; e, (4) a polícia deve acreditar que a criança está em grave perigo e estar convencida de que o alerta pode ajudar.

Quais são os benefícios do Amber Alert?

De acordo com o Departamento de Justiça dos EUA o programa Amber Alert já ajudou a salvar a vida de 685 crianças em todo o país. Ainda segundo o departamento a velocidade é um fator de segurança para crianças e as primeiras 6h são críticas. Um exemplo de uma história com final feliz devido ao Amber Alert foi a da bebê Victoria, que em março de 2014 foi sequestrado da maternidade de um hospital em Trois-Rivières, na província de Quebéc). Ela foi devolvida à sua família dentro de três horas. Leia mais aqui.

O sistema Amber Alert está disponível em quais partes do Canadá?

O primeiro programa de Amber Alert do Canadá foi implementado em Alberta, no final de 2002. Desde então está disponível em todas as outras províncias canadenses. Para mais informações clique aqui.

You may also like...

4 Responses

  1. Joyce disse:

    E o que houve com esse caso descrito? A criança e a mãe foram encontradas?

  2. Mariana disse:

    Acho fantástico este sistema. Claro que é triste ver que realmente acontece e a frequência com que acontece, mas é bom saber que a polícia está se mexendo, os meios de comunicação estão ajudando, e a divulgação chega a tantas pessoas. Se alguém vê o sequestrador ou a criança, vai ter meios de saber.

    • Concordo Mariana. E como escrevi no texto as primeiras horas são críticas e o alerta já ajudou a recuperar muitas crianças. Mas é triste pensar que isso aconteça… Beijos

  3. Breno Martins disse:

    Ótimo post (como sempre). Já tinha visto estes alertas algumas vezes mas nunca tinha parado para pesquisar sobre o que era.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *