Express Entry: imigrando para o Canadá como um profissional qualificado

Desde que conseguimos nosso tão sonhado PR card do Canadá (em 2014) as regras para imigração mudaram. Na nossa época o processo era diferente e eu conto para vocês aqui e aqui como funcionou. O Canadá geralmente escolhe skilled workers como residentes permanentes com base na sua capacidade de se adaptar, viver e ajudar na economia do país. Hoje há um novo sistema para gerenciar como as pessoas qualificadas com experiência de trabalho aplicam para imigrar para o Canadá. Este novo sistema é chamado de Express Entry e você acha todas as informações sobre ele na página oficial do governo Canadense (esta aqui).

O que é o Express Entry?

Em resumo o Express Entry funciona através de um sistema de pontos. Os potenciais candidatos preenchem um formulário online (este aqui) e recebem pontos de acordo com diversos fatores, entre eles: habilidades profissionais, experiência de trabalho, domínio da língua (inglês ou francês) e nível educacional. Os candidatos com a maior pontuação possuem maiores chances de receberem um convite formal para imigrar ou “an invitation to apply for permanent residence”). Após receber seu convite o candidato tem um prazo de 90 dias para dar entrada ao pedido de residência permanente (este prazo aumentou em novembro de 2016 – antes era de 60 dias). Geralmente, a cada 15 dias a Imigração Canadense faz uma convocação, na qual fica estipulado uma nota mínima de corte.

A figura abaixo – retirada do site do governo Canadense – é um diagrama explicando as duas etapas do processo de aplicação do Express Entry (completar o formulário online e receber o convite formal).

expressentry_diagram

Quais categorias que ele controla?

O sistema Express Entry controla pedidos de imigração nas categorias Federal Skilled Worker Program, Federal Skilled Trades Program e Canadian Experience Class.

Algumas informações importantes

– Anteriormente ao preenchimento do formulário online, o candidato deve fazer um teste de proficiência do idioma (inglês ou francês). O IELTS é um dos testes aceito e o mais popular entre os aplicantes (saiba mais sobre o IELTS aqui).

– Segundo a imigração, o candidato poderá ter seu perfil profissional disponível no site por até 12 meses. Depois desde período ele deverá atualizar o seu perfil no sistema.

– Mesmo que a pessoa tenha um ótimo perfil profissional este não garante que o candidato receba o convite para dar entrada no processo de imigração. Há alguns critérios de eligibilidade e você pode ler sobre eles aqui.

Quanto eu devo pontuar?

É difícil dizer pois os pontos variam mas segundo informações coletadas aqui o ponto de corte é algo em torno de 450 pontos. Segundo o site do governo Canadense até 2 de novembro de 2016 2080 pessoas foram convidadas à imigrar por este sistema (em 2016), e a menor pontuação destas pessoas foi 472 pontos. Vale falar que a pontuação máxima do sistema é 1200 pontos.

Como fazer mais pontos?

Proficiência em Inglês: é muito importante tirar uma boa nota nos testes de inglês (CLB ou IELTS). Segundo pesquisas em fóruns e informação de algumas fontes o ideal é tirar no mínimo 9 no CLB ou 8 no Listening do IELTS e 7 nas outras habilidades deste teste. Esses pontos podem garantir ao aplicante o máximo de pontos da categoria idioma.

Fazer uma faculdade no Canadá: um novo pacote de imigração anunciado em novembro fala que estudantes que do ensino superior no Canadá poderão receber até 30 pontos: 15 pontos serão dados para cursos com duração de 1 a 2 anos e o mácimo de pontos (30) para cursos com 3 anos ou mais, Mestrado ou PhD. Leia este documento (veja 30 – Canadian educational credentials).

Experiência profissional de 3 anos, sendo pelo menos 1 ano contínuo: um dos critérios para você aplicar para o Express Exntry é ter pelo menos 1 contínuo ano de experiência de trabalho em uma profissão de NOC 0, A ou B (se você quiser saber se sua profissão se aplica nestas categorias clique aqui. Além disso se você tiver pelo menos 3 anos de experiência na área você pode ganhar mais pontos.

Idade entre 20 e 29 anos: eu confesso que fiquei surpresa quando vi sobre isso. A faixa etária dos 20 anos confere o máximo de pontos aos candidatos nesta categoria (110 pontos). Depois disso perde-se pontos a cada ano. Mas se levarmos em consideração que a experiência em um trabalho também é algo importante, além de cursos com longo duração você pode ter mais idade mas mais experiência e o fator pode não ter tanta relevância.

Ter uma oferta de trabalho no Canadá: segundo esta informação (veja 29-1 Points for qualifying offer of arranged employment) candidatos que possuem uma carta de trabalho podem ganhar entre 50 e 200 pontos (antes de novembro de 2016 o candidato poderia ganhar até 600 pontos). Há alguns requisitos para a carta e você consegue ver tudo na seção 29-1 do documento que citei.

Nomeação provincial: geralmente aplicações que alcançam uma nota acima de 400 mas não se qualificam para o convite são chamados para o Provincial Nominee Program (PNP). Dá o maior trabalho – segundo pessoas conhecidas que fizeram – mas você pode garantir 600 pontos extra e conseguir seu tão sonhado convite. Veja mais aqui.

Aplicação do cônjuge: em uma disputa tão competitiva qualquer número de pontos extra conta, certo? Por isso uma dica é também colocar as informações do seu cônjuge, especificamente formação acadêmica, proficiência do idioma e experiência de trabalho canadense. Se seu cônjuge tiver um mestrado ou doutorado você pode ganhar 10 pontos, se tiver uma pontuação do CLB de 7 ou 8 você pode ganhar mais 3 pontos e se tiver anos de experiência canadense você pode ganhar até 10 pontos extra.

Então é isso, fiz um resumão do que sei para vocês e espero ajudar. Vale ressaltar que não sou nenhuma expert em imigração e o que escrevi aqui é baseado no meu (pouco conhecimento), em amigos que estão aplicando e em informações que eu leio diariamente. Boa sorte a todos que estão procurando este caminho… parece que 2017 é o ano (pois o governo vai aumentar o número de imigrantes aceitos no Canadá, como eu contei para vocês aqui).

You may also like...

12 Responses

  1. Tassiana disse:

    Oi Gaby, tudo bem?
    Quais documentos que foi preciso fazer traducao juramentada para o express entry de voces?
    As cartas dos trabalhos anteriores no brasil precisa ser traducao juramentada tambem?
    obrigada!

  2. Flávio Campana disse:

    Olá Gaby, tudo bem? Acabei de conhecer seu blog e estou adorando. Gostaria de saber se pela minha profissão de jornalista eu consigo aplicar o express entry? Caso seja possível e esteja elegível por pontos, eu conseguindo a permissão automaticamente minha esposa também consegue?

    Obrigado e sucesso!

  3. Yumi Kamia disse:

    Olá, Gaby, tudo bem?

    Parabéns pelo site, muita informação boa e com certeza, vc está ajudando muita gente a realizar o sonho canadense! rs
    Uma pergunta: você sabe como comprovo esses anos de experiência de trabalho? Carteira Assinada?
    E quem é autônomo?
    Um grande abraço!!!

  4. Ricardo disse:

    Ola Gaby! Muito bom essas informaçoes!

    Tenho duas duvidas neste caso|:

    1- Eu vou para o Canada em Dezembro de 2016 para um college de 2 anos, ja seria uma boa ideia eu me cadastrar no Express Entry? Ou melhor esperar mais? Ou isso é irrelevante?

    2- A prova do IELTS pode ser refeita, caso voce nao tenha uma jota favoravel?

    Muito obrigado!

  5. Fernando disse:

    Gaby,

    Eu pretendo em fazer o college em 2017. Vou casar e ir, porém minha namorada vai para lá só em 2018. Sabe se consigo ir sem ela, porém ao solicitar meu visto de estudante também solicitar o work permite para ela e ela ir em 2018 me encontrar lá ?

    • Ola Fernando. Obrigada pelo recado e pela visita ao blog. No meu caso eu vim antes e meu marido veio 3 meses depois – então pela minha experiência eu diria que é sim possível. Mas é sempre bom consultar o site do governo canadense pois as regras estão sempre mudando. Boa sorte!

  6. vale sorte disse:

    Olá tudo bem ? Espero que sim, estou acompanhando este site á um tempo e estou adorando os conteúdos que encontro aqui.
    Parabéns!Vale Sorte

  7. Daniela disse:

    Gaby parabéns pelo blog! Já estou a quase 2 anos no Canadá e continuo lendo seus posts! Ótimas informações sobre o EE… mas parece que agora o prazo depois de receber o IA aumentou pra 90 dias… e aqueles 600 pontos com o Lmia tb mudou… as mudanças foram anunciadas ontem. No geral, ainda não sei avaliar se melhorou ou dificultou. Um abraço

  8. Laila Lopes Lucas de Amorim disse:

    Oi Gaby! Tudo bem? Tenho acompanhado seu blog e adoro! Parabéns!
    Uma oficial de imigração fez uma palestra em SP dia 08/11 e nos slides, dava a entender que o TOEFL também era aceito. Porém, ao mandar e-mail para a imigração, me falaram só do IELTS (mas não disseram “o TOEFL não pode”). Você sabe algo sobre isso?

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *