Costumes canadenses que eu adquiri depois de morar no Canadá

Oba: segundo post do projeto #vidaemTO, projeto que eu e mais 6 blogueiras que moram em Toronto e arredores participamos abordando um tema associado à vida na cidade de Toronto e no Canadá. O tema de hoje é costumes canadenses que você adquiriu depois de morar no Canadá por um certo tempo. Esse tema é bem popular e já foi abordado em outro projeto que participo, o 6 on 6 (clique aqui e veja o post). Como no post do 6 on 6 eu já tratei de costumes dentro da minha casa como tirar os sapatos ao entrar em casa, colocar a mão na massa para fazer projetos e reformas e jantar mais cedo eu resolvi falar de costumes associados ao comportamento, isto é, como viver no Canadá mudou alguns aspectos do meu comportamento. Claro que essa opinião é super pessoal e, como sempre, vou adorar saber a opinião de vocês.

Pontualidade

Enquanto no Brasil a gente marca a festa para começar em um horário sabendo que as pessoas irão chegar 1h depois do horário marcado aqui no Canadá as pessoas são super pontuais e chegam no horário certinho. Esse costume canadense eu e o maridão adquirimos e a gente tenta ser bem pontual em todos os compromissos. E devo confessar que é difícil. Agora que temos o Thomas eu já me programo para organizar tudo 2h antes de sair e conseguir chegar no local no horário marcado. Aqui no Canadá pontualidade é sinal de respeito e eu levo bem a sério. E vale falar que essa pontualidade serve tanto para festas quanto reuniões de trabalho. Vou citar alguns exemplos: semana passada tive uma reunião de telefone com meu chefe às 10:30 da manhã e ele ia me ligar. Pois bem, ele ligou exatamente as 10:30am, nem um minuto a mais (e isso ainda me impressiona). Outro exemplo, uma vez eu tinha uma reunião com uma estatística em um determinado horário e cheguei 10 minutos antes. Pois ela me disse para eu voltar para a sala dela 10 minutos depois, quando desse a hora certa.

Simplicidade

Em geral os Canadenses são bem mais simples em tudo que fazem. Quando o assunto é vestuário a maioria dos canadenses opta por roupas simples para festas, jantares e eventos importantes e eu acabei adquirindo esse costume: nada de super produções para eventos sociais, maquiagem, penteados em salão, unhas feitas especialmente para um evento, saltos finos… Lembro que na primeira festa de final de ano da empresa do meu marido eu botei um vestido longo estampado e eu era a ÚNICA de vestido longo – e olha que a festa tinha mais de 500 pessoas. Hoje eu já me arrumo bem mais casual e adoro poder colocar roupas simples e ainda assim estar arrumadinha e me sentir bem. Essa simplicidade se faz presente também em festas: as festas de criança são bem simples, nada de temas e grandes cardápios. E as festas de aniversário de Canadenses que fomos também foram super simples: pizza do pizza pizza, bolo e frutas picadas. Nada de mil sobremesas, mesas de doces e decorações. Confesso que nesta categoria eu ainda tenho muito que melhorar, porque eu gosto bastante de arrumar tudo e fazer as festinhas lindas, especialmente as do Thomas. Mas acredito que aos poucos eu vou aprendendo e tornando tudo mais simples e igualmente especial.

Produtividade

Quando digo produtividade não quero dizer que os Brasileiros não são produtivos, mas eu noto que aqui no Canadá as pessoas “vão para o trabalho para trabalhar” e as horas dentro do escritório são dedicadas quase que exclusivamente ao trabalho. Pelo menos no meu trabalho você não vê rodas de empregados conversando em horário de serviço (discutindo esportes ou a fofoca do ano), você sabe muito pouco da vida do seu colega de trabalho (e o pouco que sabe serve para perguntas/resposta curtas como “como está seu pai? melhorou), o almoço pode ser feito na mesa de escritório e trabalhando (esse costume muita gente adota, inclusive eu), entre outros. Eu adotei rigidamente este costume e su super produtiva no trabalho, especialmente para poder chegar em casa e curtir com calma meus amores. Acho uma troca super válida. Vou citar um exemplo desse tópico: no serviço do meu marido eles fazem um campeonato de futebol no verão depois do horário de trabalho e por meu marido ser Brasileiro ele é sempre o capitão e ajuda a organizar o evento. Um ano eles ganharam de muitos pontos e meu marido mandou um email para o setor dele com algumas piadinhas (falando do gol do fulado e do lance X) e NINGUÉM respondeu o email. Lembro do meu marido contando todo triste… E vale também falar que depois do futebol não tem nenhum evento social – nada de cerveja, refri ou suco. Todo mundo se despede e vai para casa.

Honestidade

Por fim um costume que eu adquiri foi de ser honesta quando eu sou perguntada “como eu estou” (How are you?). No Brasil quando somos perguntados se estamos bem a resposta automática é tudo bem, mesmo que as coisas não estejam bem. Por aqui é diferente: as pessoas respondem coisas como as well as possible (tão bem quanto possível) e I’ve been better (já estive melhor). Nas primeiras vezes que recebi respostas não tão positivas de colegas de serviço eu quis saber mais detalhes e tentar ajudar a pessoa, mas eles não querem ajude ou conversa. Eles são realmente honestos e se eles não estão bem eles não irão responder fine. Hoje eu já não respondo algo positivo se não estou no meu melhor dia, e também não tento saber detalhes do porquê do dia da pessoa não estar sendo bom. É estranho, mas já aderi a esse costume (especialmente no trabalho).

Agora que vocês já sabem os costumes canadenses que adquiri depois de morar no Canadá não deixem de acompanhar o que as outras blogueiras tem a dizer sobre este assunto:

2016-06-29

Carina Iani | Blog Outside Brazil
Caroline Xavier | Blog Minha Neve e Cia
Isabela Santos | Blog Delineado Gatinho
Livi Souza | Blog Baianos no Pólo Norte
Mariana Cimini | Blog Virei Canadense
Mirella Matthiesen | Blog Mikix



  • 6 Responses

    1. Carina disse:

      Eu gosto bastante da simplicidade dos canadeses e realmente tento ao máximo levar isso para a minha vida também!! Otimo post!

    2. Livi disse:

      Tinha esquecido essa da honestidade, no começo eu achava que era grosseria ou uma forma de me dizer para me meter com a minha vida quando ouvia um “I’ve been better” . Mas depois acostumei e agora só digo que estou bem se for verdade. Beijos

    3. Carol disse:

      Muito bom Gaby! A pontualidade eu tb adquiri só que Luciano ainda não adquiriu, ou seja é uma guerra pra chegar pontualmente hehehe já la no meu trabalho eles promovem que as pessoas saiam das suas mesas para almoçar, e eu acho ótimo que há essa cultura organizacional que se preocupa com o work life balance dos funcionários, e vc como amante dos números como eu 🙂 pode até ler os estudos que comprovam o quanto é benéfico e mais produtivo tirar o momento de almoço/break. Bjs

      • Legal essa coisa de que as pessoas saiam das mesas para almoçar. No meu trabalho eles fazem umas apresentações ao meio dia, mas de certa forma vc continua trabalhando no almoço. O bom de comer na frente do computador é que eu saio mais cedo e venho para casa correndo abraçar meus amores. Por isso eu nem me importo. Beijos

    1. 15/08/2016

      […] com outras blogueiras daqui de Toronto. Conheça os outros posts: Outside Brazil Minha neve e cia Gaby no Canadá Baianos no pólo norte Virei canadense […]

    2. 15/09/2016

      […] com outras blogueiras daqui de Toronto. Conheça os outros posts: Outside Brazil Minha neve e cia Gaby no Canadá Baianos no pólo norte Virei canadense […]

    3. 16/12/2016

      […] diversos temas, como costumes canadenses que adquirimos depois de nos mudarmos para Toronto (este aqui), o que trouxemos na mala quando nos mudamos para o Canadá (este aqui) e como se preparar para o […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *