Sobre o calor extremo do verão em Toronto

Attachment-1

Já mostrei aqui no blog que o frio do inverno pode ser intenso. Mas, e o verão? Bem, o verão pode ser beeeeem quente, ao contrário do que muita gente pensa. A média de temperatura dos meses quentes na cidade varia entre 27C-15C e ai você pode pensar: “essa temperatura nem é tão quente assim”. E realmente, para quem é do Brasil máxima de 27C não é nada. Mas ai entram outros fatores como a umidade e a sensação térmica – que é a temperatura que realmente sentimos – pode ser bem maior do que a temperatura real.

Em maio deste ano eu vi uma reportagem no site do CBC News falando sobre as previsões para um verão intenso e super quente na cidade em 2016. Segundo o meteorologista do Environment Canada que foi entrevistado na reportagem – Dave Phillips – o verão seria de muito calor, neblina e umidade e com temperaturas ligeiramente mais elevadas que o normal. Na época lembro que vi a reportagem e não acreditei: achei que não teríamos um verão quente pois estávamos tendo uma primavera fria e o calor não chegava nunca.

Attachment-1-(53)

Eu estava errada (que bom!). O calor chegou pra valer e estamos tendo dias muito quentes, bem próximos do “insuportável”. Ontem, por exemplo, fui no centro almoçar com umas amigas e resolvemos sentar no patio do lugar para curtir o calor (foto abaixo). Big mistake! Gente, eu passei mal com tanto calor e o Thomas estava bem incomodado. Eu tinha planejado almoçar e dar uma caminhada pelo centro mas nem consegui. Estava tão quente que tivemos que vir para casa e ficar trancados dentro com o ar condicionado ligado. Mesma coisa com Jojoe: ele sofre no calor e não quer nem passear de jeito algum (só mesmo de manhã bem cedo ou à noite). Eu AMO calor, mas o calor desses dias – que limita as nossas atividades – não está legal.

IMG_2208

E o que são esses avisos meteorológicos? Vou tentar explicar pra vocês (até porque não sou nenhuma expert do assunto). Antes vale falar que o Canadá tem muitos tipos diferentes de alerta de calor, em função do que desencadeia este calor (temperatura, umidade, poluição, massas de ar) e da mortalidade diária que pode ser causada por este calor (sim, calor mata). Portanto, há uma grande disparidade na utilização dos vários parâmetros ambientais ao estabelecer os critérios para gatilhos de alerta de calor.

**Um parênteses: quando falamos de calor devemos saber a definição de humidex (abreviação de humidity index ou índice de umidade), que é um índice utilizado por meteorologistas canadenses para descrever o quão quente o clima é sentido por uma pessoa, combinando o efeito de calor e umidade. De acordo com o Serviço Meteorológico do Canadá, um humidex de 30 causa “algum desconforto”, de 40 causa “grande desconforto” e acima de 45 é “perigoso”, podendo causar insolação e outras complicações mais graves.

No geral um Heat Alert está associado a temperaturas acima de 36C e humidex de 36. Um Heat Warning combina os dois fatores do Heat Alert com Smog Advisory (que é quando os níveis de poluição do local estão elevados). Em alguns lugares a definição de Heat Warning está associada a um humidex de 40. E Heat Emergency está associado a temperaturas acima dos 40C e um humidex de 45, com ou sem Smog Advisory.

heat_forecast

Toronto usa um sistema chamado Spatial Synoptic Classification System (SSC) desde 2001 que se baseia nas massas de ar e considera a probabilidade de mortalidade relacionada ao tempo associado com diferentes tipos de massas de ar, já que níveis de umidade podem ser difíceis de serem previstos. Em Toronto há dois tipos de alerta: o Heat Alert e o Extreme Heat Alert. O Heat Alert é chamado quando uma massa de ar quente é prevista e a probabilidade de mortalidades relacionadas com o clima excede 65%. O Extreme Heat Alert é emitido quando uma massa de ar quente é prevista e a probabilidade de mortalidades excede 90%.

Confesso que achei as definições um pouco confusas e na minha opinião eu tenho a seguinte classificação: se é emitido um Heat Alert devo tomar muito cuidado, beber muita água e evitar sair na rua nos horários de maior calor; e, se é emitido um Extreme Heat Alert eu devo ligar o ar condicionado de casa no máximo e não sair de lá de jeito algum. Mais ou menos assim.

Por fim, no site da prefeitura de Toronto você pode acompanhar quantos Heat Alerts e Extreme Heat Alerts a prefeitura emitiu em 2016 e nos anos anteriores (clique aqui). Até agora em 2016 já foram emitidos 4 Heat Alerts e 1 Extreme Heat Alert (exatamente ontem, enquanto estava almoçando na rua – fail). Destaque para 2005 que teve 18 Extreme Heat Alerts, sendo 8 deles consecutivos.



  • 14 Responses

    1. Leandro Rocha disse:

      Vlw pelo post Gaby!
      Eu pensei que vc tinha voltado pro Br. Morando em Toronto mesmo?

    2. Natália Lorenzo disse:

      Amei o post, Gaby!! Sanou muitas duvidas. Em outro post cheguei a te perguntar sobre o clima no verão, não tive resposta, mas neste post você respondeu tudinho! 🙂 Irei em Agosto por duas semanas, ainda bem que sou carioca bem acostumada com o calor!! rs Parabéns pelo blog!

    3. Maria Fernanda disse:

      Oi Gaby vou em agosto passar 15 dias com minha família ( com um bebê de 5 meses) e fiquei um pouco preocupada com esse calorão. Em agosto ainda é muito quente? Porque não conheço a cidade e meus planos eram caminhar bastante principalmente pelo centro de carrinho com meu bebê. O que você recomenda?
      Seu blog está me ajudando muito! Parabéns

      • Olá. Acredito que será quente sim. Tem que adaptar seu roteiro: passear mais nos dias que estão mais frescos, fazer atividades indoor quando estiver muito calor… Realmente não dá para ficar na rua quando o calor é absurdo, ainda mais com um bebê 🙁

        • Maria Fernanda disse:

          Obrigada Gabi pelo retorno! Vou ficar de olho então na previsão. Alguma sugestão de passeios indoor durante o verão? Apenas shopping? Obrigada

    4. Milena disse:

      Oi Gaby! Estou amando o blog. Eu e meu marido vamos para o Canadá (Toronto- Ottawa- Montreal -Quebec) em setembro (02 a 16). Decididamente não sei que tipo de roupa levar. As previsões variam de 15 a 23 graus. Tudo bem que já é final de verão, mas para baianos como nós, isso não é calorão! Levo botas, gorros e casacos? Dá pra arriscar um shortinho. Rs! Pela sua experiência pessoal nessa época do ano…

      • Olá Milena. Então, estou até escrevendo um post sobre isso. Alguns dias são quentes em setembro mas a maioria é ameno. Mas este ameno não quer dizer botas e gorros, acho que está mais para calça jeans, tênis, camiseta de manga curta. Traga roupas de calor – não há a necessidade de trazer roupas de frio – mas não de calor extremo. Um casaquinho fino sempre é bom. Procura posts de setembro para você ver as roupas que geralmente uso. Espero ter ajudado. Beijos

    5. Geovana disse:

      Nossa que post legal, estou amando visitar e ler os posts deste blog maravilhoso, realmente um dos melhores blog que eu amo visitar.

      Parabéns !

    6. Jéssica Santos disse:

      Oi Gaby.
      Eu vim para Toronto em Abril para passar 1 ano e confesso que subestimei o verão canadense (não trouxe um biquini sequer).
      Mas minha impressão é que a cidade realmente não está preparada para temperaturas acima de 30. As estações do TTC ficam abafadas e com um cheiro ruim.. muitos metrôs da linha verde não tem ar condicionado.. e os bancos com tecido ( que são uma delícia no inverno) são um terror no verão…
      Enfim, continuo amando Toronto e o TTC, mas espero que eles coloquem ar condicionado logo… rs

      • É mesmo Jessica: o TTC tem muito que melhor. Várias vezes já entrei nos vagões sem ar e só depois é que entendi porque estava vazio (ninguém queria ir no bafo Hehehhe). Concordo com você. Mas acho que parte da cidade está sim preparada para o verão: parques limpos, piscinas públicas e praias organizadas, bike lanes ótimas. Não podemos generalizar. Obrigada pelo recado

    7. Fernanda Fernandes disse:

      Gaby, qual é esse aplicativo que vc usa?
      Vou para Toronto no final do mes, acho que esse app é melhor do que eu tenho.

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *