O lado de Toronto que a maioria dos viajantes desconhece

Hoje resolvi mostrar aqui no blog o lado de Toronto que a maioria dos viajantes desconhece. Que Toronto é a maior cidade do Canadá, o centro financeiro do país e a cidade onde fica localizada a CN Tower todo mundo sabe. Porém há alguns segredinhos que a cidade possui que somente aqueles que moram por aqui sabem. Vale falar que a primeira vez que conheci Toronto – em 2007 – eu não gostei da cidade e achava que ela se resumia a uma grande metrópole com a CN Tower de cartão postal. Hoje eu vejo Toronto com outros olhos e este lado “desconhecido” é o que quero apresentar para vocês neste post.

Cidade Cool

Em setembro de 2014 a Vogue Magazine publicou uma reportagem na qual listava as 15 vizinhanças mais cool do mundo e, nesta lista, a região West Queen West (que é a parte Oeste da rua Queen West) ficou em segundo lugar (merecidamente!). A descrição da revista sobre a região é perfeita: “uma região que mistura a cultura indie, confeitarias, marcas locais, galerias de arte escondidas, e muita cultura”. A rua é super agitada e diferente e uma parada obrigatória para quem visita a cidade. Destaque para a Graffiti Alley (ruela de 1km de extensão cheia de graffiti), os inúmeros cafés (como o Nadege), padarias (como a Sud Forno) e restaurantes (como o italiano Terroni).

IMG_7155

Cidade Verde

Ao contrário do que todo mundo pensa Toronto não possui somente prédios enormes e a CN Tower. Toronto é uma cidade verde e já foi chamada de “a cidade dentro de um parque”, um apelido que até faz sentido levando-se em consideração este mapa elaborado por Kyle Baptista da organização Park People (uma organização local dedicada a melhorar os espaços verdes de Toronto). Toronto possui mais de 1600 parques, 3 milhões de árvores, 839 campos desportivos e cerca de 670 outras instalações recreativas relacionadas a estas áreas verdes, como piscinas, campos de golfe, parquinhos, ferries, e estufas. Não dá para vir para Toronto e não visitar um dos seus parques.

Cidade Gastronômica

Se você acompanha o blog saberá que eu sempre falo sobre a gastronomia de Toronto. Por aqui você encontra restaurantes do mundo todo e isso é fascinante. Não dá para visitar a cidade e ficar só no McDonalds: você tem que provar alguns dos melhores restaurantes do mundo, que ficam por aqui e muitas vezes não são tão caros quanto nós imaginamos. Se você clicar aqui verá uma lista dos 100 melhores restaurantes de Toronto, mas eu sugiro que você pense na culinária que quer experimentar e dê uma pesquisada na internet para ver os melhores restaurantes deste tipo. Aqui no blog – na aba “Toronto” – eu tenho dicas de vários restaurantes que podem te ajudar nesta escolha. Para não ter surpresas a maioria dos locais possui cardápios online (não esqueça de acrescentar no valor a taxa de 14% + a gorjeta).

DSC_9024

Cidade Pacata

Vocês devem estar pensando: meu Deus, a Gabriela está apelando agora. Impossível Toronto ser pacata. Mas é sim gente. Apesar de ser a maior cidade do Canadá e a de tráfego caótico (o 47th pior do mundo para ser mais exata), Toronto possui regiões calmas e pacatas e é sim uma cidade aonde você pode relaxar, fazer um picnic em um lugar lindo e calmo e curtir a natureza. Entre alguns destes lugares destacam-se o Toronto Music Gardens, o Scarborough Bluff Trails, o Humber Bay Shores Park, e o Guild Inn Gardens. Mas não pense que você só consegue encontrar paz e descanso nos arredores de Toronto: no centrão você encontra lugares como o green roof da prefeitura e os jardins da UofT que são serenos e podem fazer você relaxar, mesmo em uma metrópole tão agitada quanto T.O.

DSC_6119

E você: conhece algum lado de Toronto que pouca gente conhece? Não deixe de comentar aqui no blog.



  • 1 Response

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *